unime

al-ba
julho 2015
D S T Q Q S S
« jun    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  



ftc

TARDE VIOLENTA COM 2 HOMICÍDIOS EM ITABUNA

Erick Cardoso

Corpo foi encontrado em porta-malas de veículo.

Dois homens foram mortos, nesta sexta (3), em Itabuna. As vítimas foram identificadas como Erick Cardoso Laytynher, que já foi condenado a 7 anos de prisão por tráfico de drogas, e Rafael Xavier dos Santos, de 24 anos.

O corpo de Erick foi encontrado nesta tarde, no Serrado, zona rural de Itabuna, dentro do porta-malas de um veículo da própria família.

Há dois anos, a polícia prendeu Erick com 200 gramas de cocaína, dinheiro e vários objetos. A morte do jovem guarda semelhanças com a de Carlos Ribeiro, o Big, que teve o corpo abandonado no porta-malas do próprio veículo, um Fiat Siena.

Já na Califórnia, Rafael Xavier acabou morto a tiros. Os disparos foram efetuados por homens que estavam em uma moto. Ninguém foi preso até o momento. Moradores do bairro afirmam que Rafael era usuário de drogas.

banner ftc0615

INQUÉRITO CONCLUI QUE POLICIAIS AGIRAM EM LEGÍTIMA DEFESA NO CABULA

O inquérito policial referente à ação da Polícia Militar realizada no Cabula, em Salvador, no dia 6 de fevereiro deste ano, concluiu que os PMs agiram em legítima defesa. Na operação, 12 suspeitos de envolvimento com organizações criminosas foram mortos, sendo dois deles atingidos pelos próprios comparsas. O resultado do inquérito foi apresentado hoje (3) pela Secretaria da Segurança Pública.

Os laudos cadavéricos não atestaram lesões típicas de tiro de encosto ou disparo à curta distância, De acordo com inquérito, produzido pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Os laudos, desta forma, não confirmam lesões típicas de execução.

Em nota, a SSP aponta “outro aspecto que reforça a conclusão de que não houve execução”: os policiais da operação prestaram socorro aos feridos, encaminhando-os para o Hospital Roberto Santos, a unidade de saúde mais próxima do local.

A perícia realizada pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT) constatou ainda que os policias utilizaram 16% da munição que dispunham, 143 disparos das 870 munições disponíveis. Também ficou constatado que foram efetuados 57 tiros das armas apreendidas em poder dos suspeitos.

:: LEIA MAIS »

RIO 2016: ILHÉUS SERÁ CIDADE-BASE DA TOCHA OLÍMPICA

Grael, Dilma e Nuzmann apresentam tocha olímpica da Rio 16 (Foto Presidência da República).

Grael, Dilma e Nuzmann apresentam tocha olímpica da Rio 16 (Foto Presidência da República).

Ilhéus será uma das cidades-base para o percurso que a tocha olímpica do Rio de Janeiro 2016 fará pelo Brasil, a partir do primeiro trimestre do ano que vem. A informação foi confirmada pelo comitê organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016 e pela presidente Dilma Roussef, em cerimônia nesta sexta (3), no Rio de Janeiro.

Na cerimônia, o símbolo foi apresentado por Dilma, pelo bicampeão olímpico e coordenador da equipe de vela brasileira, Torben Grael, pela velejadora e medalhista olímpica Isabel Swan e pelo presidente do Comitê Organizador dos Jogos, Carlos Arthur Nuzman.

A previsão é de que a tocha seja acesa entre os meses de abril e maio do ano que vem, na tradicional cerimônia realizada em Olímpia, na Grécia.

Então, seguirá para a capital brasileira, onde será iniciado o revezamento, com duração entre 90 e 100 dias, passando por aproximadamente 300 cidades do país, abrangendo todos os estados e o Distrito Federal. Outras 200 cidades não terão trechos do revezamento, mas receberão a passagem do comboio com a exibição da chama olímpica.

Em Ilhéus, deve percorrer pontos como o mirante da Piedade, a praça da catedral de São Sebastião e fazendas de cacau.

EM ITABUNA, A MÃO (NADA BOBA) DAS EMPRESAS DE ÔNIBUS

aetu2Empresas de ônibus de Itabuna deixaram cidadãos irritados com a informação de que os créditos no cartão de transporte obtidos antes do reajuste da passagem serão válidos somente até 10 de agosto. Se não for usado antes, o cidadão perderá dinheiro.

“Isso é roubo”, indignou-se uma leitora do PIMENTA, revoltada com a imposição das empresas Expresso Rio Cachoeira e São Miguel.

A leitora disse já estar acostumada com serviço de péssima qualidade, poucas linhas para alguns bairros, frota reduzida em alguns horários e sucatas, mas as empresas se superaram com esta novidade.

– Quando vamos fazer recarga dos cartões de passe, fazemos em dinheiro, pagamos em real, moeda corrente no país. Como vamos perder o dinheiro se não utilizar os créditos? O dinheiro que pagamos é convertido em vale transporte, ou seja, se recarregamos R$ 110,00, temos direito a 50 passagens que custa 2,20. Logo, se houve reajuste de tarifa para 2,50, esse valor deve ser convertido em 44 passagens. Isso, sim, é justo! Não existe validade para dinheiro. Qual a explicação para roubarem nosso dinheiro? – questiona a cidadã.

Usuária do transporte público em Itabuna, a cidadã lembra que as empresas têm lucros exorbitantes e conclama Prefeitura de Itabuna, Ministério Público e cidadãos a reagir contra esta mão nada boba das empresas de ônibus.

RECESSO NA CÂMARA

 (Foto Pedro Augusto).

(Foto Pedro Augusto).

Os vereadores de Itabuna entraram em recesso na quarta (1º) e a presidência da Casa decidiu alterar o horário de funcionamento até dia 3 de agosto.

O expediente até lá será das 8h às 14h. Ainda de acordo com a decisão da Mesa Diretora do legislativo, o horário vale tanto para o atendimento ao público como para serviços internos.

ITACARÉ: RUI INAUGURA BA-564 NO DIA 10

rui costa 2Após ser adiada devido a mudança de agenda em maio, o governador Rui Costa inaugura na sexta que vem (dia 10) a pavimentação asfáltica da BA-654, que liga o distrito de Taboquinhas, em Itacaré, à BR-101.

A obra facilitará ainda mais a chegada ao município do Litoral Sul a quem trafega pela rodovia federal a partir do sudoeste baiano.

A obra custou R$ 18,7 milhões, segundo o governo, e era uma das mais antigas reivindicações do trade turístico de Itacaré. O trecho tem 19 quilômetros de extensão.

DINHEIRO PARA UPA DO FONSECA

Davidson Magalhães1O Ministério da Saúde já assegurou os R$ 2,48 milhões para construção da segunda Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h) do Fonseca. A obra estava paralisada por falta de recursos. Quem anunciou o dinheiro para a continuidade e conclusão da obra foi o deputado federal Davidson Magalhães (PCdoB-BA).

Os recursos para a obra estavam previstos desde 2013, segundo Davidson, mas a burocracia governamental impedia a liberação do dinheiro. Ainda de acordo com o parlamentar, o Fundação Nacional de Saúde já tomou as medidas para a transferência dos R$ 2,48 milhões.

Além do Fonseca, haverá outra UPA em Itabuna, no Monte Cristo. Os recursos para a segunda unidade são oriundos do PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento).

VANDALISMO EM QUADRA

Lixeira lançada por vândalo no Rio Cachoeira em Itabuna (Foto Gabriel Oliveira).

Lixeira lançada no rio (Foto Gabriel Oliveira).

Não apenas as lixeiras são alvos de vândalos na Beira-Rio, região central de Itabuna. Ontem à noite, jovens eram vistos arrancando o aro e a cesta da tabela de basquete da recém-reformada quadra poliesportiva da cabeceira da ponte do São Caetano, sentido centro. Completavam um serviço iniciado há dias, quando a outra tabela era destruída. Os autores são jovens que usam a quadra.

Aliás, há uma relação  de ódio de itabunenses com a sua própria cidade. Primeiro, detonaram mais da metade das lixeiras (novas em folha) colocadas ao longo da Beira-Rio (Avenidas Mário Padre, Aziz Maron, Fernando Cordier e Firmino Alves). Agora, destróem os abrigos de ônibus. Há menos de dois meses, vândalos também arrancaram os pranchões da comporta da Barragem do Cachoeira, expondo um rio agonizando e agonizante.

Ou é ação orquestrada (nestes três últimos exemplos) ou estamos nos transformando em selvagens, no pior sentido que se pode extrair do termo.

MINISTRA PEDE AO MPF PUNIÇÃO A AUTORES DE ADESIVOS OFENSIVOS A DILMA

Adesivos ofensivos têm a presidente Dilma Rousseff como alvo (Foto Reprodução).

Adesivos ofensivos têm a presidente Dilma Rousseff como alvo (Foto Reprodução).

A ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República, Eleonora Menicucci, pediu ao Ministério Público Federal (MPF), à Advocacia-Geral da União (AGU) e ao Ministério da Justiça uma investigação para descobrir e responsabilizar quem produz, divulga e comercializa adesivos para carros ofensivos à imagem da presidenta Dilma Rousseff.

O pedido veio depois que a secretaria recebeu denúncias de que uma página de compras na internet começou a vender adesivos com montagens de conotação sexual, envolvendo a figura da presidenta Dilma. “[O adesivo] fere a Constituição, ao desrespeitar a dignidade de uma cidadã brasileira e da instituição que ela representa, para a qual foi eleita e reeleita democraticamente”, disse a ministra em nota.

Nas redes sociais, grupos criticaram o adesivo com mensagens do tipo: ”Não gosto da Dilma, mas isso é um exemplo clássico de machismo. Se fosse o Lula ninguém ia fazer adesivo”; “Esse adesivo da Dilma só mostra pra mim o quanto a sociedade brasileira é desrespeitosa e machista”; “Que deus não permita que eu me apaixone por um cara que colocou aquele adesivo da Dilma no carro, ou que pelo menos achou graça”; “É falta de respeito com o ser humano”.

Na nota, Menicucci ressaltou que recebeu as denúncias com indignação e disse que é intolerável esse tipo de violência. A ministra solicitou que os órgãos adotem providências para impedir a produção, veiculação, divulgação, comercialização e utilização do referido material, e que apurem  responsabilidades civis e penais dos autores.

PARA ENTIDADES, EMENDA QUE REDUZ MAIORIDADE PENAL É INCONSTITUCIONAL

Coêlho, presidente nacional da OAB, diz que emenda é inconstitucional (Foto Brasil247).

Coêlho, presidente nacional da OAB, diz que emenda é inconstitucional (Foto Brasil247).

A Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) criticaram hoje (2) a aprovação da emenda à Constituição que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos para crimes hediondos, homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte, informa a Agência Brasil. Segundo as entidades, a mudança é inconstitucional. A emenda foi aprovada na noite desta quarta-feira (2), em primeiro turno, pela Câmara dos Deputados.

O presidente da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, informou que pretende recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF), caso a emenda seja aprovada pelo Senado, para questionar a validade da norma. Além de discordar da alteração da maioridade, o presidente entende que a matéria não poderia ser votada, por ter sido rejeitada na sessão anterior.

“Constitucionalmente, a matéria rejeitada não pode ser votada no mesmo ano legislativo. A redução da maioridade, que já tinha a inconstitucionalidade material, porque fere uma garantia pétrea fundamental, passa a contar com uma inconstitucionalidade formal, diante deste ferimento ao devido processo legislativo”, avaliou Coêlho.

Em nota, a AMB afirma que a alteração é inconstitucional, por abolir diretos e garantias individuais. Segundo a entidade, o Artigo 228 da Constituição não pode ser alterado. O texto da norma diz: “São penalmente inimputáveis os menores de  18 anos, sujeitos às normas da legislação especial.”

“Esse é mais um retrocesso para a democracia brasileira. O sentimento de todos os operadores do sistema de infância e juventude hoje é de indignação. Buscar a redução da maioridade penal como solução para a diminuição da violência juvenil, sem o profundo e importante debate, trará intangíveis danos à sociedade”, declara a entidade.

A redução da maioridade penal foi aprovada em primeiro turno, por 323 votos a 155 e 2 abstenções, por meio de uma emenda aglutinativa, praticamente idêntica ao texto derrubado na terça-feira (30). Parlamentares contrários à aprovação da emenda afirmaram que vão recorrer ao STF para suspender a tramitação.

SISUTEC OFERECE 160 VAGAS EM ITABUNA

SisutecAs inscrições no Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec) encerram-se hoje (3), às 23h59mim, com oferta de 4.016 vagas em todo o estado, sendo 160 delas em curso técnico em Itabuna.

As vagas para o município sul-baiano são para formar técnico em reabilitação de dependentes químicos. São 60 vagas pela manhã e 100 pela tarde, ministradas na Unime Itabuna. A inscrição deve ser feita no site do Sisutec (sisutec.mec.gov.br).

O candidato à vaga deve ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 e não ter zerado a prova de redação. Além de Itabuna, esta fase do Sisutec oferece 520 vagas em Salvador, 1.376 em Lauro de Freitas, 200 em Camaçari e 150 em Feira de Santana.

Existem ainda 190 vagas em Jacobina, 200 em Alagoinhas e 160 em Barreiras. A lista de oportunidades é completada por Luís Eduardo Magalhães (160), Remanso (150), Teixeira de Freitas (400) e Vitória da Conquista (200).

SEM CRISE NO FAST FOOD EM ITABUNA

subway

A crise econômica parece passar a uma (boa) distância do negócio de refeições rápidas, os chamados fast foods, em Itabuna. Num intervalo inferior a seis meses, novos empreendimentos surgiram e uma marca soube surfar nessa onda, aproveitando a boa maré (para este setor, bem entendido). A Subway terá uma quinta loja em Itabuna.

A nova unidade da franquia será aberta na Avenida do Cinquentenário, na região do Santuário Santo Antônio, onde estão localizadas três sorveterias, dentre elas a tradicional Danúbio e a Chiquinho, e lanchonetes. Antes, a franquia já havia inaugurado loja em frente à chamada “Praça da Alimentação”, na Praça Camacã, também no centro.

NÚMERO DE ASSASSINATOS CAI 34% EM ITABUNA

Itabuna encerrou o primeiro semestre deste ano com a menor taxa de assassinatos dos últimos 10 anos. Os números são da Secretaria Estadual de Segurança Pública e foram divulgados pelo Jornal das Sete (Morena FM). A média mensal ficou em torno de 8 mortes violentas ante mais de 12 nos seis primeiros meses de 2014.

Foram 50 assassinatos no período de 1º de janeiro a 30 de junho. Ainda segundo a reportagem do programa da Morena, o número é 34% menor do que o registrado em igual período do ano passado, quando ocorreram 76 mortes violentas (homicídios e latrocínios). Junho deste ano também foi o menos violento dos últimos dez anos, com o registro de 6 execuções.

Para as autoridades de segurança pública, um dos principais fatores foi a transferência de presos perigosos para presídios de Serrinha e Lauro de Freitas.

O governo explica que diversas ordens para assassinato de pessoas partiam do presídio de Itabuna. As mortes eram determinadas pelo chamado alto escalão das facções criminosas raios A e B.

Marlos Macedo, da Homicídios (Foto Diário Bahia).

Marlos Macedo, da Homicídios (Foto Diário Bahia).

REVISTA NO PRESÍDIO

O diretor-adjunto do presídio de Itabuna, Bernardo Dutra, informou que na revista de ontem (1º), por exemplo, foram encontradas facas artesanais, chips de celular, quatro celulares e buchas de maconha.

A revista foi feita por agentes penitenciários, com acompanhamento da Polícia Militar. Bernardo reforçou que essas e outras ações têm contribuído para a queda de homicídios em Itabuna. “Sem os celulares, os detentos ficam ilhados”.

O titular da Delegacia de Homicídios de Itabuna, Marlos Macedo, afirmou que toda a ação direta do estado contribui para a queda. “As operações, principalmente em locais mais violentos, têm sido fundamentais”, disse o delegado ao Jornal das Sete. A matéria completa pode ser conferida n´A Região.

FALTA “CA$CALHO”

Da Coluna Tempo Presente, d´A Tarde

Má notícia para a cultura: Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) anunciou ontem o cancelamento das edições 2015 da Caminhada do Folclore, que seria em agosto, e o Festival dos Sanfoneiros, no fim do ano. Motivo: falta de dinheiro.

Rosa Eugênia Vilas Boas, diretora do Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca), diz que os eventos custariam R$ 171 mil e o orçamento da Uefs encolheu este ano em R$ 1,8 milhão, o que inviabilizou as festas.

VÍTIMAS DE TENTATIVA DE CHACINA EM ITABUNA SÃO IDENTIFICADAS

Carlos Ribeiro

Morte de Carlos Ribeiro, o Big, teria sido estopim para tentativa de chacina, ontem (Reprodução Facebook).

A polícia militar divulgou a identidade das cinco vítimas de tiros, ontem à noite, no Bairro Pedro Jerônimo, em Itabuna. Por volta das 21h20min, quatro homens chegaram em duas motos e iniciaram a tentativa de chacina no bairro periférico.

De acordo com a polícia, as vítimas são Raimundo Silva de Carvalho, 28 anos, Danilo Ribeiro dos Santos, 27, William Carvalho dos Santos, 22, Lenival Meira dos Santos Júnior, 21, e Mardson Rodrigues Silva, 30.

Danilo levou um tiro na face, enquanto William foi atingido no pé esquerdo. Lenival levou tiro no pé direito e Mardson foi alvejado na perna esquerda. Um dos disparos atingiu Raimundo Carvalho numa das axilas.

Todas as vítimas foram encaminhadas para o Hospital de Base, estando em observação. O caso mais complicado é o do homem atingido na face. O crime seria uma resposta de rivais à morte de um homem, executado na terça. O corpo foi encontrado naquela noite, no porta-malas de um Fiat Siena. O carro pertencia à vítima, suspeita de ter ligações com facções criminosas.

CUNHA MANOBRA E CÂMARA APROVA REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL

Agência Brasil

Sob o comando do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), em menos de 24 horas a Câmara dos Deputados derrubou a rejeição à redução da maioridade penal e aprovou, em primeiro turno, por 323 votos a 155 e 2 abstenções, no começo da madrugada de hoje (2) uma emenda substitutiva, praticamente idêntica ao texto derrubado ontem (1º), e que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos para crimes hediondos, homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte.

Contrariamente ao que ocorreu na sessão de terça-feira (30), quando o substitutivo do deputado Laerte Bessa (PR-DF) foi derrotado por 5 votos (eram necessários 308 votos para a aprovação, mas a proposta recebeu 303 favoráveis), as galerias estavam vazias. Estudantes e integrantes de movimentos sociais tentaram chegar ao local, mas foram impedidos pela segurança da Casa. O PT, PCdoB, PDT, PSB, PPS, PV, PROS se colocaram contrários à aprovação. O PSOL entrou em obstrução.

A emenda aprovada propõe a redução da maioridade penal, de 18 para 16 anos, nos casos de crimes hediondos (estupro, sequestro, latrocínio, homicídio qualificado e outros), homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte. O texto também prevê a construção de estabelecimentos específicos para que os adolescentes cumpram a pena.

Contrário à redução, o peemedebista Darcísio Perondi (PMDB-RS) criticou o argumento usado para aprovar a emenda, de que a redução não valeria para os crimes de tráfico de drogas. “Não é verdade que adolescentes não terão sua maioridade reduzida. A emenda mantém o entendimento de que adolescentes possam ter a idade reduzida por envolvimento com drogas, defendeu, Perondi. “A saída é o Estatuto da Criança e do Adolescente. Não adianta vender carne de picanha e oferecer carne de terceira”, acrescentou.

A mesma argumentação foi usada pelo líder do PT, José Guimarães (CE). Segundo ele, o jovem entre 16 e 17 anos acusado de tráfico de drogas poderá ser julgado como adulto mesmo depois da alteração da emenda que reduz a maioridade para 16 anos em crimes hediondos, homicídio doloso e lesão corporal seguida de morta. “Esse é o problema da emenda, diz uma coisa e resulta em outra.”

Liderados pelo PMDB, mesmo partido de Cunha, PSDB, DEM, PSD, PR, PTB, PRB e PP votaram pela redução. O deputado Beto Mansur (PRB-SP) defendeu a proposta. Ele disse que a mudança da maioridade penal não anula esforços para melhorar a educação de crianças e adolescentes. “Precisamos colocar na cadeia aquele que mata, estupra, tira a vida das pessoas.”

O líder do PMDB, deputado Leonardo Picciani (RJ), afirmou que respeita as posições divergentes do partido, mas vai defender que jovens entre 16 e 17 anos que cometem crimes hediondos sejam julgados e condenados como adultos. “O PMDB vai reafirmar a sua posição. A proposta é equilibrada, ela é restrita e é a resposta que a sociedade anseia não por capricho, mas porque não aguenta mais a impunidade.”

Durante a sessão, os deputados criticaram a atuação de Cunha a quem acusaram de ter manobrado o regimento e colocado novamente em votação uma matéria vencida, o que é proibido pela Constituição de 1988. Eles defendiam que, com a rejeição do substitutivo, o texto original da PEC (que reduzia a maioridade para todos os crimes) deveria ser colocado em votação.

:: LEIA MAIS »

HINO DA BAHIA

Há cinco anos, a Orquestra Neojibá e o cantor Tatau se uniram para gravar o Hino ao 2 de Julho, transformado em Hino da Bahia pelo ex-governador Jaques Wagner. A releitura do hino foi elogiada pela sua qualidade. Desde 2010, reproduzimos o vídeo a cada 2 de Julho. A regência é do maestro Yuri Azevedo. Da gravação, participaram alunos da rede pública baiana.

SENADO ESTICA PRAZO PARA ERRADICAÇÃO DE LIXÕES

Pinheiro, ao centro, defende ampliação de prazo (Foto Agência Senado).

Pinheiro, ao centro, defende ampliação de prazo (Foto Agência Senado).

Os municípios deverão ganhar prazo de mais dois anos para erradicar os lixões. O Senado Federal aprovou, nesta noite de quarta (1º), projeto de lei (PLS 425/2014) que estica o prazo. O senador baiano Walter Pinheiro (PT) disse que esta é uma demanda dos municípios, encaminhada pela Comissão do Pacto Federativo.

O prazo para erradicar lixões terminou em agosto do ano passado, substituindo-os por aterros sanitários. A Lei 12.305 não foi respeitada por quase 3 mil dos 5.564 municípios brasileiros, de acordo com levantamento do Senado Federal.

– Essa matéria vai trazer um alívio aos municípios e foi uma das demandas apresentadas durante o encontro que fizemos com os prefeitos aqui no Congresso – disse Pinheiro.

Lixão de Itabuna apareceu em rede nacional (Foto Reprodução).

Lixão de Itabuna apareceu em rede nacional (Foto Reprodução).

ITABUNA SEM ATERRO

No sul da Bahia, municípios como Itabuna ainda não possuem aterros sanitários. Os resíduos sólidos são descartados ao ar livre em um lixão a cerca de dois quilômetros do Hospital de Base, numa localidade conhecida como Volta da Cobra.

AS VIAGENS DE “LIÃO”

Após receber comenda de Jabes, "Lião" viajou no discurso (Foto Alfredo Filho).

Após receber comenda de Jabes, “Lião” viajou no discurso (Foto Alfredo Filho).

Em Ilhéus, no último domingo (28), o vice-governador da Bahia e secretário de Planejamento, João Leão, discursou por 40 minutos depois de receber a Comenda de São Jorge dos Ilhéus, no centro de convenções.

Com seu estilo bonachão, “Lião”, como gosta de ser chamado, confidenciou à plateia que tem dois grandes projetos para Ilhéus.

O primeiro seria um elevador ligando o Outeiro de São Sebastião à Avenida Dois de Julho, no centro, tendo a bela vista da Baía do Pontal.

O segundo é a construção de um “Castelo de Chocolate”, segundo ele, “pra atrair turista”.

Enquanto “Lião” viaja, o ilheense quer saber “cadê a ponte?”.

UBATÃ: “DAI DA CAIXA” TERÁ QUE DEVOLVER R$ 871 MIL

Dai terá que devolver mais de R$ 870 mil.

Dai terá que devolver mais de R$ 870 mil.

Conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) determinaram a formulação de denúncia contra Adaílton Ramos Magalhães, o Dai da Caixa, ex-prefeito de Ubatã, no sul da Bahia, e devolução de dinheiro público. Dai da Caixa será denunciado ao Ministério Público Estadual e terá de restituir aos cofres municipais R$ 871.879,92, com recursos pessoais.

Do valor, conforme a decisão do TCM, R$ 866.779,92 são em decorrência do cancelamento indevido de conta de responsabilidade e R$ 5.100,00 em virtude do pagamento a maior de subsídios à então titular da Secretaria de Saúde.

O ex-prefeito nem ao menos tentou justificar a irregularidades, segundo o conselheiro-relator do TCM, Raimundo Moreira. O conselheiro considerou irregular a supressão do registro de conta de responsabilidade em nome do ex-prefeito do demonstrativo contábil referente ao mês de janeiro/2008. O registro, aponta Moreira, constava do demonstrativo contábil do mês de dezembro/2007.

ECONOMISTA ASSUME ADMINISTRATIVO DO HOSPITAL DE BASE

moacir hblemO economista Moacir Dantas Messias assume, na sexta-feira (3), a Diretoria Administrativa da Fundação de Atenção à Saúde de Itabuna (FASI), instituição mantenedora do Hospital de Base de Itabuna. Ele substitui Wellington Rodrigues, que passou a responder, interinamente, pela Secretaria da Administração de Itabuna.

Moacir é graduado pela Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), com MBA em gestão hospitalar pela Facinter. O novo diretor atende a convite do diretor presidente da FASI, médico Paulo Bicalho.

Hoje (1º), Moacir foi apresentado a funcionários do Hospital de Base. Moacir Dantas Messias já atuou como controlador da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna. Antes de assumir o novo cargo, atuava com consultor financeiro.