modulo
unime



fevereiro 2016
D S T Q Q S S
« jan    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
2829  

editorias


MOTO ROUBADA NO CAMPO FORMOSO

Bandidos roubaram uma moto Honda CG 150 Titan EX, na noite desta quinta-feira, 11, no bairro Campo Formoso, em Itabuna.

A moto é branca e tem detalhes cor de vinho. Placa OZH 2945.

Informações sobre o veículo podem ser transmitidas por meio do telefone de número (73) 98807-4220.

Mais cedo, o PIMENTA divulgou nota sobre o alto índice de roubos de motocicletas na cidade. Em grande parte dos casos, os marginais utilizam os veículos roubados para cometer outros crimes e depois os abandonam.

DOIS FERIDOS EM TIROTEIO NO PONTALZINHO

tiroteio pontalzinho

Carro estacionado em frente ao Katikero ficou com vidro destruído e marca de tiro na chaparia

Um tiroteio na noite desta quinta-feira, 11, deixou pelo menos duas pessoas feridas no bairro Pontalzinho, nas imediações do bar Katikero. As vítimas seriam uma mulher e um mototaxista.

As primeiras informações são de que dois homens passaram em uma moto e fizeram vários disparos. Pelo menos dez cápsulas de munição foram recolhidas no local. Carros estacionados em frente ao bar também foram atingidos.

A polícia militar se deslocou para o bairro, mas ainda não foram divulgadas informações sobre os autores dos tiros nem qual seria o alvo dos bandidos.

ZONA AZUL MAIS CARA EM ITABUNA

A partir da próxima segunda-feira (15), o estacionamento rotativo Zona Azul custará R$ 2,00 por hora em Itabuna. O reajuste será apenas para carros.

A hora continua sendo R$ 1,00 para moto e R$ 14,00 para caçamba-entulho a diária. A Dom Parking informou que o reajuste foi autorizado pelo governo municipal.

RECLAMAÇÃO

Empresa que explora o serviço em Itabuna, a Dom Parking é alvo de críticas de funcionários por não dar condições de trabalho. No final de janeiro, a empresa restringiu a 15 minutos o período para que os monitores tomem água.

“Sofremos no período de estiagem com a água salgada fornecida pela empresa”. Sem poder se hidratar corretamente e sem mais tempo para ir ao banheiro, funcionários tiveram problema de infecção urinária.

camara de itabuna

DENGUE: SAÚDE INVESTIGA MORTE DE JOVEM EM ITABUNA

Rafael faleceu nesta manhã no Hospital São Lucas (Foto Reprodução).

Rafael faleceu nesta manhã no Hospital São Lucas (Foto Reprodução).

Um jovem de 23 anos faleceu no final da manhã desta quinta (11) com quadro suspeito de dengue hemorrágica. Rafael Monteiro residia no Bairro Pontalzinho, em Itabuna, e estava internado no Hospital São Lucas. A princípio, a Secretaria de Saúde de Itabuna não trata o caso como sendo dengue grave.

Segundo o titular da Secretaria de Saúde, médico Paulo Bicalho, uma equipe visita o Hospital São Lucas para checar o prontuário do paciente e verificar mais informações que apontem a causa da morte. “A suspeita [de dengue hemorrágica] é o que está nas redes sociais. Mas ainda não tratamos como sendo um caso. Parece que tem indicação de outros problemas [de saúde]”, disse Bicalho ao Pimenta.blog há pouco.

Ainda de acordo com o secretário, o hospital não havia feito contato anterior para informar sobre internação de paciente com quadro de doença infecto-contagiosa, o que seria o caso. “Não houve notificação nem a Vigilância Epidemiológica foi acionada para este caso”, observa.

VACINA CONTRA ZIKA PODE SER DESENVOLVIDA EM ATÉ UM ANO, DIZ MINISTRO

Vacina contra zika pode ser desenvolvida em até um ano (Foto Marcelo Camargo/AB).

Vacina contra zika pode ser desenvolvida em até um ano (Foto Marcelo Camargo/AB).

O ministro da Saúde, Marcelo Castro, disse hoje (11) que uma parceria firmada entre o Instituto Evandro Chagas, no Pará, e a Universidade do Texas, nos Estados Unidos, possibilitará que a vacina contra o vírus Zika seja desenvolvida em até 12 meses.

Após essa etapa, a vacina ainda precisa passar por testes clínicos para, em seguida, começar a ser produzida e disponibilizada à população. Essa fase deve durar mais dois anos, totalizando três anos para que todo o processo seja concluído.

Durante entrevista coletiva, o ministro destacou que a experiência de ambas as instituições no ramo das chamadas arboviroses (doenças causadas por vírus semelhantes ao Zika, como dengue, chikungunya e febre amarela) pode ajudar a reduzir o prazo para a formulação da vacina, já que o cronograma oficial de trabalho prevê o desenvolvimento das doses em dois anos.
O investimento brasileiro na parceria com os Estados Unidos, segundo ele, é de US$ 1,9 milhão para os próximos cinco anos. “Há um grande otimismo de que poderemos desenvolver essa vacina em um tempo menor do que o que estava previsto. Aproximadamente, dentro de um ano, poderemos ter a vacina desenvolvida, podendo ser menos. Depois, vêm os testes e ensaios clínicos e a produção da vacina para poder ser comercializada e aplicada”, ressaltou Castro. Agência Brasil.

ROMPEM-SE AS CORDAS. E O CARNAVAL DA BAHIA ABRE AS ASAS PARA A LIBERDADE

DT blog 3Daniel Thame | danielthame@gmail.com

 

Coube a Rui Costa,  um governador nascido e criado numa família humilde do bairro da Liberdade (mais que uma ironia, o nome embute um simbolismo), iniciar um processo de liberação das amarras.

 

Durante duas décadas, o Carnaval de Salvador transformou-se numa espécie de Casa Grande & Senzala.

Protegidos pelas cordas, a elite branca de Salvador e milhares de turistas do Brasil e do Exterior, igualmente brancos em sua esmagadora maioria, desfrutavam das grandes atrações do Carnaval, em blocos cujos abadás caríssimos transformaram-se em grife e símbolo de status.

Do lado de fora das cordas, espremido entre as  calçadas e os camarotes, o povo, negros e multados da mais miscigenada e também mais negra das cidades brasileiras. Os chamados  pipocas, sorvendo migalhas do banquete oferecido aos bem nascidos.

Como os blocos se tornaram um espaço exclusivo, produzia-se um clima de alegria, mas uma alegria artificial.

Um “Muro de Berlim”  tropical, contraste constrangedor na festa que de popular só tinha o nome. Porque havia a corda.

Juntos, sim. Mas misturados, aí já era demais!

Não é mais.

Coube a Rui Costa,  um governador nascido e criado numa família humilde do bairro da Liberdade (mais que uma ironia, o nome embute um simbolismo), iniciar um processo de liberação das amarras.

Romper a corda.

Entre as já memoráveis imagens do Carnaval de Salvador em 2016,  nenhuma é mais forte, pelo que representa, do que a de grandes artistas como Ivete Sangalo, Bell Marques e Banda Eva, Léo Santana, Baby do Brasil, Moraes Moreira, Vingadora, Luiz Caldas, Sarajane, Gerônimo, Saulo cantando para uma multidão sem cordas, unida na alegria autêntica, que é marca do povo baiano, negros e brancos, pobres e ricos.

Ao romper as cordas e democratizar a folia, Rui Costa quebra um paradigma e abre caminho para fazer do Carnaval da Bahia efetivamente a maior festa popular do planeta.

Popular porque, enfim, o povo é protagonista e não um mero espectador excluído da folia.

Axé!

Daniel Thame é jornalista e editor do Blog do Thame.

psiti2

PREFEITURA DIVULGA NÚMERO PARA POPULAÇÃO RECLAMAR DO “BREU”

Com relação à nota sobre a escuridão na ponte Góes Calmon, que dá acesso ao bairro da Conceição, a Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Itabuna informou que o problema será resolvido nas próximas 48 horas.

A secretaria antecipou, inclusive, que, após a nota do Pimenta, abriu chamado à empresa sobre a situação da ponte, registrando a solicitação sob o protocolo número 2160239738.

DISQUE-ILUMINAÇÃO

De acordo com a Secom, a empresa Ghia Engenharia, responsável pela manutenção da iluminação pública, dispõe de um número de telefone para que a população informe acerca de problemas no serviço. O número é o 0800 721 0112.

A Ghia Engenharia anunciou ainda que fará, nos próximos 40 dias, um trabalho de georreferenciamento para facilitar a identificação de pontos escuros em toda a cidade.

VITÓRIA DETONA ESTÁDIO MÁRIO PESSOA

Rubro-Negro não saiu do empate com o Bode de Conquista (Foto José Nazal).

Rubro-Negro não saiu do empate com o Bode de Conquista (Foto José Nazal).

Não apenas o empate em 1 a 1 contra o Vitória da Conquista deixou o Leão da Barra irritado. O corte e pintura do gramado do Estádio Mário Pessoa, em Ilhéus, a menos de 30 minutos do jogo válido pelo Baianão 2016 foi a primeira crítica. Houve mais.

De acordo com a assessoria do Vitória, o Rubro-Negro não teve banco para sentar durante a preleção no vestiário e faltou água para a equipe tomar banho, após a partida. Os jogadores foram tomar banho no hotel.

– Todo ano é a mesma coisa. Se faz diversas exigências lá no Barradão, mas no Interior não vemos nada disso – disse Roque Mendes, assessor de imprensa do Vitória, em entrevista ao Galáticos Online.

A partida entre o Leão e o Bode ocorreu no Mário Pessoa por que o estádio Lomanto Júnior, mando de campo do Vitória da Conquista, ainda não tem condições de jogo. Está em reforma.

CIDADE SEGUE COM ALTO ÍNDICE DE ROUBO DE MOTOS

Motos estacionadas sobre a faixa amarela. Ao fundo, placa de proibido estacionar.

Bandidos costumam abandonar os veículos após cometer assaltos

A facilidade com que circulam no trânsito congestionado de Itabuna faz com que as motocicletas continuem a ser um dos alvos preferidos dos ladrões. Somente nesta quarta-feira, 10, nada menos que quatro veículos desse tipo foram roubados no centro e em bairros da cidade.

Segundo registros da Polícia Militar, os roubos ocorreram na Avenida Garcia e nos bairros Parque Boa Vista, Santo Antônio e Conceição. Todas as motos são da marca Honda, duas do modelo CG Titan e as outras duas do modelo Fan.

Na maioria dos casos, os bandidos utilizam as motos para cometer assaltos e, logo em seguida, as abandonam. Ontem, por exemplo, a polícia recuperou uma Honda Strada, que ladrões deixaram nas imediações do condomínio Jardim América, bairro Nova Califórnia. Uma Honda Biz foi recuperada na Praça Oliton Leone e a mesma Titan roubada no Conceição foi abandonada pouco depois pelo bandido. Neste caso, porque o meliante não conseguiu desativar o alarme da moto.

ITABUNA À NOITINHA

Itabuna à noitinhaApesar de seus inúmeros problemas, do barulho e da confusão de suas ruas, Itabuna ainda reserva belos cenários para quem sabe onde e quando encontrá-los. Esta bela imagem captada por Ricardo Ribeiro demonstra isso.

BALANÇO DA PRF MOSTRA REDUÇÃO DE ACIDENTES EM 48%

prfDurante a Operação Carnaval 2016, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou, entre os dias 5 e 9 de fevereiro, 1.429 acidentes, 150 acidentes graves, 1.415 feridos e 94 mortos. A operação foi finalizada à 0h desta quarta-feira, 10. De acordo com a PRF, os números da Operação Carnaval deste ano ainda não foram finalizados e podem ser ampliados até o fim do dia.

Os dados preliminares apontam redução de 48% do número de acidentes nas rodovias federais durante a operação. Em 2015, (de 13 a 17 de fevereiro) foram 2.306 acidentes, 344 acidentes graves, 2.306 feridos e 97 mortos.

No período carnavalesco, policiais rodoviários trabalharam em pontos estratégicos, patrulhando vias e retirando infratores de circulação. Apesar do esforço de fiscalização e dos trabalhos de sensibilização em relação à bebida ao volante, 1.249 condutores foram flagrados dirigindo embriagados; 153 foram presos.

Somente nesses cinco dias, 69.448 veículos foram flagrados com excesso de velocidade. A ultrapassagem proibida também foi alvo de fiscalização. Mais de 6 mil condutores foram multados. (Da Agência Brasil)

ITABUNA DEFINE ESTRATÉGIA PARA CONTROLE DA MICROCEFALIA

Com 15 notificações de microcefalia oficialmente registradas, Itabuna busca implementar mecanismos para controlar o surto desta doença, além do zika vírus, dengue e chikungunya, todos relacionados ao mosquito Aedes aegypti.

As ações reúnem técnicos do estado e do município, que atuam na Sala de Coordenação e Controle da Microcefalia, instalada na sede do Núcleo Regional Sul de Saúde (antiga 7ª Dires).

Além de monitorar as medidas de combate, o grupo tem como foco a mobilização social, envolvendo a comunidade e instituições no controle de focos do Aedes. A equipe também se propõe a prestar assistência a gestantes, haja vista a possível relação entre o zika e a microcefalia em bebês.

PONTE DO CONCEIÇÃO ÀS ESCURAS

Totalmente às escuras, Ponte Góes Calmon liga o Conceição ao centro da cidade (Foto Pimenta).

Totalmente às escuras, Ponte Góes Calmon liga o Conceição ao centro da cidade (Foto Pimenta).

O pedestre que ousa atravessar a ponte Góes Calmon, no Conceição, à noite, corre sério risco. Moradores contam que desde o último domingo (7), a ponte de pedestres está às escuras em toda a sua extensão.

O único poste com lâmpada ligada é o da cabeceira sentido centro-Conceição. A foto acima foi tirada sem nenhum recurso para revelar o cenário real encontrado por quem se aventura. “Não me lembro da ponte ter ficado tanto tempo assim”, disse um morador que passava no momento em que fazíamos o registro.

A prefeitura itabunense gastará quase R$ 2 milhões com a Ghia Engenharia em contrato que prevê a manutenção da iluminação pública. A empresa da Região Metropolitana de Salvador ganhou a licitação para executar o serviço.

VANE DIZ TER ASSEGURADO RECURSOS PARA OBRAS DO “PACÃO”

claudevane leiteO prefeito Claudevane Leite disse ter obtido garantia do ministro das Cidades, Gilberto Kassab, de que as obras do “Pacão” (PAC II) terão continuidade. Foi uma resposta do governo a uma nota deste site em que revelamos a paralisação das obras na zona oeste do município (confira aqui). “Tivemos boas notícias e estamos confiantes no reinício”, disse o prefeito.

O gestor itabunense disse ter se reunido com o ministro durante audiência em Brasília, quando o representante do Governo Federal também assegurou liberação de 30% dos mais de R$ 3 milhões para a obra de duplicação do prolongamento da Avenida Juracy Magalhães, na saída para Ilhéus.

Segundo o governo, 80% da rede de esgoto no Nova Itabuna e 50% das redes de drenagem já estão concluídos. Na Rua de Palha (Maria Matos), 70% da implantação de redes de esgotamento e drenagem já estão prontos. As obras integram o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC II).

MANGUEIRA É CAMPEÃ DO CARNAVAL DO RIO

Mangeuira foi campeã com enredo que presta homenagem a Bethânia (Foto AgênciaBrasil).

Mangeuira foi campeã com enredo que presta homenagem a Bethânia (Foto Agência Brasil).

Da Agência Brasil

A Estação Primeira de Mangueira acaba de ser anunciada como a campeã do Grupo Especial do Rio de Janeiro em 2016, com 269,8 pontos. Com o enredo “Maria Bethânia- a menina dos olhos de Oyá”, a escola homenageou a cantora Maria Bethânia na segunda-feira (8) no sambódromo da Sapucaí. Este é o 18° título da escola, que ganhou pela última vez em 2002.

A escola Unidos da Tijuca ficou em segundo lugar.

O anúncio das notas das escolas em nove quesitos foi feito esta tarde na Praça da Apoteose, na seguinte ordem: samba-enredo, enredo, comissão de frente, fantasia, mestre-sala e porta-bandeira, harmonia, evolução, bateria e alegorias e adereços.

As doze escolas que desfilaram pelo Grupo Especial no Rio de Janeiro foram: Estácio de Sá, Mangueira, Mocidade, Vila Isabel, Salgueiro, Grande Rio, São Clemente, Portela, Beija-Flor, União da Ilha, Imperatriz e Unidos da Tijuca.

A pior colocada do Grupo Especial foi a Estácio de Sá e será rebaixada.

IVETE, BELL E VINGADORA LIDERAM RANKING DE EXPOSIÇÃO NAS TVs

Ivete liderou em tempo de exposição nas TVs (Foto Divulgação).

Ivete liderou em tempo de exposição nas TVs (Foto Divulgação).

Pesquisa da MidiaClip, no período de 4 a 10 de fevereiro, mostra que Ivete Sangalo foi a campeã em tempo de exposição nas emissoras de TV durante o carnaval baiano. Ela ocupou 24h34min, seguida por Bell Marques, com 14h34min, e a novata Banda Vingadora (Tays Reis), com 13h02min.

O levantamento foi feito em 17 emissoras que cobriram a festa, segundo a MidiaClip, e considera o nome mais citado e visto nas reportagens e transmissões do carnaval num conjunto de 2.354 matérias e 241 horas 07 minutos e 46 segundos de pesquisa.

Ano passado, o líder em exposição foi Psirico, que passou por cirurgia em pleno carnaval. Agora, Ivete recupera a liderança.

PAREDÃO DERRUBA OPONENTES

No quesito música, Paredão metralhadora teve 157 execuções durante o período de transmissão em TVs, enquanto Minha deusa (Chapinha), de Bell Marques, obteve 47 citações/execuções. A pesquisa também aferiu citações a blocos (Coruja liberou com 10h34min) e camarotes (Expresso 2222 liderou com 8h39min). Confira o tempo de exposição de cada artista ou banda.

POSIÇÃO ARTISTAS/BANDAS TEMPO
Ivete Sangalo 24:34:52
Bell Marques 14:34:08
Banda Vingadora 13:02:19
Psirico 12:01:59
Saulo Fernandes 11:27:54
Armandinho Dodô e Osmar 10:32:39
Daniela Mercury 09:45:20
Olodum 09:17:28
Claudia Leitte 08:23:05
10° É O Tchan 07:23:42

COMO UMA ANÔNIMA EMPODERADA METRALHOU A CHAPINHA DE BELL MARQUES

Tays Reis, da Vingadora, metralha sucesso - também de gosto duvidoso - de Bell Marques.

Tays Reis, da Vingadora, metralha sucesso – também de gosto duvidoso – de Bell Marques.

O jornalista baiano João Pedro Pitombo é dos bons nomes da nova geração. Da redação d´A Tarde, migrou para a Folha, sendo repórter da sucursal do diário dos Frias. Neste carnaval, entre uma matéria e outra, escreveu o texto abaixo, falando da dor de cotovelo de Bell Marques ao sentir que sua chapinha estava sendo metralhada pela Vingadora. Confira o texto abaixo.

João Pedro Pitombo | Blog Alalaô Folha

Um vácuo se abriu com a crise dos blocos e do axé, mas o espaço foi ocupado por novas atitudes e discursos que criaram um contraponto ao velho esquema do Carnaval de Salvador.

Foram várias lutas em diferentes ringues. Num deles, a demanda venceu a oferta, e os onipresentes blocos perderam espaço para os trios sem cordas e sem segregação.

Noutros ringues, as manifestações populares ganharam mais espaço, e o axé se oxigenou com novas influências. Um marco: Saulo Fernandes, no Campo Grande, cantando o dub “Playsom”, da Baiana System.

Mas a principal das lutas acabou por nocaute, ungida pelos foliões. De um lado, a música “Paredão Metralhadora”, da banda Vingadora, pela primeira vez na folia. Do outro, Bell Marques, com mais de 30 carnavais, e seu “cabelo de chapinha”.

A “arrochadeira” da Vingadora fala de embates entre “paredões de caixa de som”, mas prega o empoderamento das mulheres. Logo, foi adotada por outras cantoras, como Ivete Sangalo.

Não é um discurso político, vá lá. Mas cantar que “as que comandam vão no trá” está a anos-luz da música oponente de Bell, cuja letra original dizia para a mulher ir ao salão de beleza ficar “do jeito que seu nego gosta”.

A polêmica foi enorme, e a música teve a letra alterada depois de acusações de racismo, com intervenção do Ministério Público. Mesmo assim, não perdeu a essência.

Em desfile na Barra, Bell chegou a dizer que “se não ganhar [o prêmio de melhor música], tem alguma coisa errada”. Isso num Carnaval em que foram registrados mais de 500 casos de violência contra a mulher e mais de cem de racismo.

De fato, tem alguma coisa errada, Bell. Mas que, de forma lúdica, começa a ser metralhada. Trá-trá-trá!

Confira mais aqui

whatsapp pimenta



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia