WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










abril 2009
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

editorias






:: 16/abr/2009 . 21:22

TV PAGA NÃO PODE COBRAR PONTO EXTRA

A partir da próxima semana, as empresas de TV por assinatura não poderão mais cobrar mensalidade pelo ponto extra. O conselho diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) decidiu hoje (16) que só poderão ser cobrados serviços como instalação e reparação do ponto extra.

O diretor-presidente da Anatel, Ronaldo Sardenberg, disse que quem já tem o ponto extra em casa não poderá ser cobrado de forma retroativa pela instalação dos aparelhos. A proibição da cobrança vai valer a partir da publicação da resolução da Anatel no Diário Oficial da União, o que deve ocorrer na próxima semana.

Mas nem tudo são boas notícias. Ainda cabe recurso na justiça e a Anatel confessou que não tem como regular os preços estabelecidos pelas empresas, que poderão passar a cobrar por outros serviços, como aluguel de equipamentos. “Isso vai depender da criatividade de cada empresa, e a criatividade do ser humano é infinita”, indica Sardenberg.

TSE CONFIRMA CASSAÇÃO DE JACKSON LAGO

Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiram há pouco, por unanimidade,  rejeitar os recursos contra a cassação de diploma do governador do Maranhão, Jackson Lago (PDT), e de seu vice, Luiz Carlos Porto, por abuso de poder político e econômico.

A acusação de compra de votos, incluída entre os motivos da cassação na sessão plenária do último dia 3 de março, foi excluída. O governador teve o mandato cassado em 4 de março, mas impetrou recursos na tentativa de manter-se no cargo. A segunda colocada na eleição de 2006, Roseana Sarney, tomará posse amanhã. Com informações do site do TSE.

EMPRESA DE ÔNIBUS DESRESPEITA DEFICIENTE

A empresa de ônibus São Miguel, que opera no sistema de transporte coletivo de Itabuna, não tem respeitado o direito dos portadores de necessidades especiais, a exemplo dos cadeirantes.

Hoje, pelo menos um dos ônibus da empresa equipados com elevador para o acesso dos deficientes se encontrava com o equipamento danificado. Passageiros em cadeiras de rodas eram avisados na hora acerca da situação, em pleno ponto de ônibus.

O coletivo em que a reportagem do Pimenta flagrou a situação foi o de número 839, placa JRF-7879, da linha BC-28 (Urbis IV-Praça José Bastos). Neste veículo, o circuito do mecanismo de acionamento do elevador estava exposto e visivelmente danificado.

Ônibus equipado com elevador que não funciona

Ônibus equipado com elevador que não funciona

Atualizado às 9h48min

FICHADA

Há quase dois anos, o grupo Cultrosa frequentou o noticiário devido a uma acusação de trabalho escravo na Fazenda Unacau, localizada no município de Una, no sul da Bahia (confira). Esta semana, a empresa é novamente notícia: 300 famílias que integram o MST decidiram ocupar uma propriedade do grupo no município de Camamu.

A propriedade fica no quilômetro 24 da rodovia que liga Ituberá a Camamu. Os sem-terra dizem que a fazenda é improdutiva. Os donos afirmam o contrário, e que a área é utilizada para o cultivo de seringa e extração de látex.

FERNANDO CUMA, O GRANDE

Na entrevista que concedeu hoje à tarde no programa Boa Tarde, Mulher (Difusora), o ex-prefeito de Itabuna Fernando Gomes (Cuma) demonstrou que morar no planalto de Vitória da Conquista fez o seu ego subir mais alto que a Serra do Marçal.

Quando perguntado se seria candidato a deputado federal, Cuma respondeu que está fora da política e que fez “como Pelé”, saiu “no auge”. De 2005 até o ano passado, ele fez o pior governo de que se tem história em Itabuna.

Ainda sob o surto de megalomania, o ex declarou que recebeu “de Deus” uma inteligência magnífica e lamentou sua perda de popularidade em Itabuna, observando, porém, “que nem Jesus Cristo agradou a todos”.

Mas Cuma chegou às raias do delírio quando noticiou que, apesar de não estar interessado, recebeu convite de um grupo político para ser candidato a prefeito de Vitória da Conquista, cidade que escolheu para morar depois de arrasar Itabuna.

Os conquistenses não precisam entrar em pânico com a ameaça, pois tem toda a pinta de que Cuma despirocou de vez.

SEM GÁS

Mais de mil trabalhadores da construção pesada em Itabuna aderiram à greve estadual da categoria. Todos eles são contratados da Construtora Bueno e ligados ao Sintepav. Em todo o estado, são cerca de 10 mil trabalhadores envolvidos na obra de construção do gasoduto que transportará gás natural de Cabiúnas (RJ) a Catu (BA).

Os trabalhadores exigem aumento de 14%, mas o sindicato patronal ofereceu apenas 7,25% de reajuste. No sul do estado, além de Itabuna, a paralisação atinge trechos da obra em Itamaraju, Gandu e Eunápolis. O Gasoduto do Nordeste (Gasene) é construído pela Petrobras e custará cerca de R$ 3,2 bilhões. Itabuna será uma das bases de distribuição de gás natural na Bahia a partir da construção do gasoduto.

MPE RECOMENDA A PREFEITO NÃO GASTAR COM FESTA JUNINA

O promotor público Maurício Pessoa recomendou à prefeitura de Jequié que não realize despesas para organizar festejos juninos diante da epidemia de dengue registrada no município do sudoeste baiano. Além da epidemia de dengue, o Ministério Público Estadual também citou no ofício ao prefeito Luiz Amaral a crise econômica que afetou os cofres dos municípios.

A ação segue a linha adotada pelo MPE também em Itabuna, onde promotores públicos tentam impedir a realização do festejo com dinheiro público. A cidade sul-baiana também enfrenta epidemia de dengue e registra oito mortes confirmadas da doença, assim como em Jequié.

O promotor Maurício Pessoa também instaurou inquérito para apurar denúncias de irregularidades cometidas pela Secretaria Municipal de Saúde e pelos agentes de combate a endemias.

OBAMA: É SÉCULO 21 E BRASIL É POTÊNCIA

. Obama volta a elogiar Lula

Obama volta a elogiar Lula

Deu na Folha de São Paulo. O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse em entrevista à rede de TV CNN em espanhol que “os tempos mudaram” e que, agora, o Brasil “é uma potência econômica e uma peça-chave no cenário internacional”. O americano disse ainda que ele e o colega brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, “deveriam ser parceiros”.

“Minha mensagem mais importante é a de que vivemos no século 21. Os tempos mudaram. Um país como o Brasil é uma potência econômica e uma peça-chave no cenário mundial. A minha relação com o presidente Lula é a de dois líderes que têm grandes países, que estão tentando resolver problemas e criar oportunidades para nossos povos, e nós devemos ser parceiros. Não existem parceiros sênior e parceiros junior.” Veja matéria completa na Folha on line.

GEDDEL DEFENDE ROSEMBERG E ACUSA GRUPO DE GEDDEL

.

GERALDO: “Para onde está indo o dinheiro da Integração Nacional?”.

Os ataques sofridos pelo assessor especial da presidência da Petrobras, Rosemberg Pinto, fazem parte de denúncias (”vazias”) de uma oposição sem rumo (PSDB e DEM), fermentadas por uma ala do PMDB que quer mais cargos na companhia petrolífera brasileira. O raciocínio é do deputado federal baiano Geraldo Simões (PT), que ocupa a vice-liderança do partido na Câmara Federal. Ele ataca, novamente, o grupo do ministro Geddel Vieira Lima.

Simões concedeu uma entrevista ao Pimenta, por telefone e direto de Brasília, na tarde da quarta-feira. Na primeira parte, o vice-líder falou da ação do governo Lula no socorro aos municípios (confira). Agora, trata diretamente das acusações feitas pela oposição ao amigo Rosemberg Pinto, além do apoio do governo Wagner à oposição.

Pimenta – Essas denúncias contra Rosemberg Pinto não incomodam o PT, a Petrobras?

Geraldo Simões – São denúncias vazias do DEM e do PSDB. É uma oposição sem rumo. E uma parte do PMDB está estimulando esse denuncismo porque quer mais espaço, cargos, na Petrobras. Por essa razão é que o povo de Geddel (Vieira Lima, ministro da Integração Nacional) está atacando Rosemberg Pinto, a Petrobras.

E quais seriam os interesses mais diretos da ala baiana do PMDB?

Veja o sudoeste baiano. Ali, Geddel nadava de braçada. Agora, é diferente. A (deputada estadual) Virgínia Hagge bate em Rosemberg porque perdeu Itapetinga (o peemedebista Michel Hagge, pai da deputada, foi derrotado por um petista na disputa à reeleição).

Os peemedebistas reclamam de ‘ajudinha’ às administrações petistas…

Veja só. Antes de o PT governar Itapetinga e Itororó, esses municípios já recebiam patrocínio da Petrobras (para o São João). A empresa ajuda as cidades do PT e dos demais partidos. Eles falam que damos preferência às administrações do PT, esquecem de Geddel. Para onde está indo o dinheiro (do Ministério) da Integração Nacional?

Esse discurso do favorecimento não acaba por igualar às práticas peemedebistas?

Nós queremos o debate. Não podemos apanhar e ficar calados. Essa denúncia deles, de favorecimento de Rosemberg a uma empresa, não existe, é mentira.

E essa defesa de Rosemberg, não estaria mais ligada às suas pretensões? Alguns dizem que há uma parceria para 2010, o senhor como federal e Rosemberg como candidato a deputado estadual...

É verdade que poderemos ser parceiros, sendo Rosemberg candidato. Agora, o que eu quero dizer é que não existe isso de chantagem a prefeitos em favor da ST (Estruturas, especializada em montagem de eventos. A ST é sócia do carlismo. Ela é quem faz o Festival de Verão, da Rede Bahia, a emissora dos Magalhães, da família de ACM Neto.

Mudando de assunto, o socorro do governo aos municípios foi o ideal?

O governo vai repassar aos municípios, e de uma só vez, o equivalente a todas as perdas com a crise mundial que provocou desaceleração no Brasil. Só para comparar, administrei Itabuna por duas vezes e nunca tive socorro do governo FHC ou do estado. O tratamento era muito ruim. Hoje é diferente.

A reclamação agora não seria a mesma?

Lula trata bem a todos os governos, seja de partido da base ou de oposição. Wagner também. Antes de eu entrar no governo, em 2001, o estado tinha um convênio de R$ 500 mil, por mês, para o Hospital de Base. Quando eu assumi, cortaram o convênio de R$ 5 milhões, anuais, para R$ 500 mil. Wagner hoje coloca R$ 900 mil a mais, por mês, no hospital. Tem que chorar menos, apresentar projetos, ter gestão pra conseguir casas populares, obras, recursos do PAC.

NO BATENTE

Nesses tempos de briga na justiça com o SIMPI, muita coisa mudou na API/APLB – Sindicato. Quem por lá chega pelas manhãs, nem sempre se depara com seu presidente, o professor João Rodrigues. É que a API perdeu para o SIMPI a representação dos profissionais da rede municipal de educação e, com isso, o dirigente também perdeu o direito de ficar fora de sala de aula. Foi mandado de novo para o batente.

Outro revés. Sem as garantidas bandeiras de lutas no município – que, independente do gestor, sempre apronta com o funcionalismo – o sindicato também perde muito em termos de poder político.

Por sua vez, o SIMPI não diz a que veio e tudo o que se ouve de notícia daquele sindicato tem “parceria com a secretaria municipal de Educação”. Não se sabe, muitas vezes, onde acaba um e começa a outra.

MANIFESTO CONTRA O PRESIDENTE QUE NÃO QUER TOMAR POSSE

O sargento da PM Francisco Aleluia, vice-presidente eleito da Associação de Moradores do bairro da Conceição, em Itabuna, postou há pouco no seu blog um manifesto em que condena a postura do presidente eleito da entidade, que se recusa a tomar posse e é acusado de querer “rifar” a presidência.

Aleluia reivindica o direito de assumir o cargo e diz que o presidente eleito é irresponsável e sem compromisso.

PATROCÍNIO DA PETROBRAS BENEFICIOU MAIS DEM E PSDB

Do Bahia Notícias

Em telefonema ao Bahia Notícias, o presidente estadual do PT, Jonas Paulo reforçou o coro que defende o ex-assessor da Petrobras Rosemberg Pinto no episódio de distribuição de dinheiro da estatal do petróleo para o São João de cidades no interior. O petista ressaltou que não haveria intencionalidade de Rosemberg em beneficiar prefeituras da legenda no processo, uma vez que, das 36 cidades beneficiadas, 18 são geridas pelo DEM e PSDB, enquanto o PT tem oito.

Para Jonas, há um esforço articulado para desestabilizar a movimentação do PT em torno da reeleição do governador Wagner e sugere que muitos destes agentes fazem parte dos partidos aliados do governo. “Não se pode jogar na Seleção Brasileira e torcer e operar para a Argentina ser campeã”.

FORA DE HORA

posto-do-sao-lourenco

Quem foi à unidade do PSF do bairro São Lourenço, hoje, encontrou a porta fechada e o aviso de que o atendimento estava suspenso durante todo o dia, por conta de uma reforma no telhado. Só não se sabe por que a tal melhoria não foi agendada para o final de semana, de modo a não interromper o serviço.

Essas situações deixam claro que o problema da saúde de Itabuna não é apenas o sucateamento. É também  a falta de planejamento e organização.

PREFEITOS SUL-BAIANOS TÊM AUDIÊNCIA COM WAGNER

O governador Jaques Wagner recebe, nesta tarde, uma leva de prefeitos do sul e sudoeste da Bahia. A audiência está marcada para as 16h30min, na Governadoria.

Wagner receberá uma ‘listinha’ de pedidos. A do prefeito de Ibicaraí, Lenildo Santana, contém reivindicações como recursos para a urbanização da via de acesso à cidade e obras habitacionais e incentivos para a instalação de indústria no município.

Adroaldo Almeida, de Itororó, quer din-din para pavimentar a localidade conhecida como Grande Loteamento. Além de Lenildo e Adroaldo, a comitiva de prefeitos é integrada por Josefina Castro (Coaraci), Gude (Ibirapitanga) e José Carlos Moura (Itapetinga). Todos vão acompanhados do deputado Geraldo Simões e da ex-candidata a prefeita de Itabuna, Juçara Feitosa.

NO RÁDIO, FERNANDO MANDA AZEVEDO TRABALHAR

fernandogomes

Não é só o cidadão itabunense que anda criticando o governo de Capitão Azevedo, por sua lentidão.

Numa entrevista em sua emissora de rádio, a Difusora, o ex-prefeito Fernando Gomes, destilou contra o atual prefeito.

Azevedo, acorda. Vamos acordar. O povo de Itabuna espera muito de você, e eu também. Tá na hora de (sic) regaçar as mangas.

Antes da estocada no pupilo, Fernando dizia que ainda era cedo para cobranças, mas não resistiu e criticou a condução do governo do capitão.

OS BRUTOS TAMBÉM AMAM!

O ex-prefeito Fernando Gomes está dando entrevista no programa de Maria Alice, Boa tarde mulher, na rádio Difusora. Há pouco, toda melosa, a apresentadora dedicou uma música ao seu líder: ‘Os brutos também amam’. Num dos versos a letra tasca: “(…)Que pena tudo terminar/ Da maneira que acabou (…)”

Sobre Azevedo voltou a informar que é seu amigo há mais de 21 anos, mas não demonstrou nenhum apreço por essa “amizade”, da qual falou como se fosse um fardo. “Mantive ele na Ciretran mais de 15 anos. Depois botei pra ser meu vice. Eu confio que ele vai fazer um bom trabalho. Tanto que apoiei ele. Naquela época eu ainda mandava no partido, por isso eu aceitei ele como candidato”.

Na verdade, a história dessa candidatura tem outra versão. Conta-se que quando Azevedo anunciou ao então prefeito FG sua candidatura, este não moveu uma palha, e até chegou a desmerecer a aventura. Seu compromisso era com o outro capitão-candidato, o Fábio. Quando Azevedo ‘bombou’, a história foi outra. Fernando quis de qualquer jeito ser o pai de sua candidatura.

OS DONOS DO MUNDO

A gerente de pesquisas e professora do curso de Agronomia da Universidade Estadual de Santa Cruz,  Solange França, é mais uma vítima da truculência com que habitantes do chamado Terceiro Mundo são recebidos pelas autoridades da Europa, numa onda de xenofobia que só tende a aumentar com a crise econômica que ceifa milhões de empregos em todo o planeta.

Solange, que não tem o perfil de imigrante ilegal, foi barrada ao desembarcar no aeroporto Charles de Gaulle, em Paris. Estava com a documentação em ordem, comprovação de local de hospedagem e dinheiro suficiente para suas despesas,  mas foi tratada de maneira grosseira pelos policiais e  ficou presa numa sala  sem ventilação.  Sem poder se comunicar com amigos e sem conseguir fazer contato com a embaixada brasileira, se viu diante de duas opções: permanecer presa ou ser deportada para o Brasil.

Leia mais no Blog do Thame.

DENGUE, LEPTOSPIROSE E NEGLIGÊNCIA MÉDICA

Esta é uma situação em que a negligência – ou o despreparo – compromete as chances de sobrevivência de um paciente: Há duas semanas, Carlos Santos Oliveira procurou atendimento médico e apresentava suspeitas de dengue. Por isso, foi hidratado com soro e, logo após, liberado para casa. O paciente continuou com os sintomas e retornou ao hospital no sábado.

Atendido na unidade de referência em dengue do Hospital São Lucas, Carlos ficou por dois dias tomando soro para hidratação. O quadro de saúde não apresentava melhoras e o sinal de alerta não foi disparado por médico nem demais componentes da equipe de saúde. Quem chamou a atenção para os sintomas do paciente foi a própria família.

Carlos tomou cerca de 20 litros de soro em dois dias (entre sábado e a segunda) para reidratar. O montador de móveis não conseguia sequer urinar e o corpo apresentava inchaço e amarelidão. Dois dias de hidratação intensa e sem conseguir  Nem enfermeiros nem médicos suspeitavam de que a doença do paciente poderia ser leptospirose.

Mais uma vez, o sinal de alerta partiu da família do paciente. Carlos ainda foi encaminhado na noite de segunda-feira, 6, para o Calixto Midlej Filho. Era tarde. Ele acabou morrendo na madrugada de terça. A família tem certeza de que houve negligência médica.

E para dar contornos ainda mais graves, filhos de Carlos fizeram a coleta de sangue para exame de detecção de leptospirose, ainda na segunda da semana passada. E foi enviada a um laboratório especializado de Belo Horizonte (MG). O resultado chegou esta semana. Deu positivo.

Pronturários com a medicação teriam sido recolhidos pela família, que chora a dor da perda de Carlinhos e indigna-se com a negligência no atendimento. Para completar, até mesmo a sugestão de usar a sonda para que a vítima pudesse fazer suas necessidades fisiológicas não partiu da equipe médica, mas de filhos e ex-esposa.

Carlinhos pode até ter sido vítima da dengue, também. Por isso mesmo, amostra de sangue da vítima foi coletada e enviada para o Laboratório Central (Lacen), em Salvador.

NEWTON É SENHOR ABSOLUTO DO ORÇAMENTO DE ILHÉUS

Newton, o dono da chave

Newton, o dono da chave

A Câmara de Vereadores de Ilhéus aprovou ontem (15) o projeto que dá ao Executivo o  direito de suplementar o orçamento municipal em até 100%. Na prática, a medida garante ao prefeito Newton Lima a oportunidade de modificar livremente as dotações de recursos indicadas na lei orçamentária, que programa receita anual de R$ 234 milhões.

A oposição apresentou emenda, sugerindo que a margem de manobra do prefeito ficasse limitada a 25% do orçamento. A proposta foi colocada em votação pelo presidente Jailson Nascimento, mas a bancada governista assegurou a liberação total da chave do cofre ao prefeito.

De acordo com o site ilheense O Tabuleiro, o detalhe curioso da sessão de ontem foi que alguns vereadores novatos não compreendiam o que estava sendo discutido e ficaram totalmente “perdidos” no plenário. Entre os desnorteados, estavam Bel do Vilela, Dinho Gás, Tarcísio do Salobrinho e Valmir de Inema.

SAMU PRECISA DE SOCORRO EM ITABUNA

A falta de manutenção das viaturas está entre os principais problemas do Samu

A falta de manutenção das viaturas está entre os principais problemas do Samu

Viaturas quebradas, defeitos nos equipamentos utilizados na prestação de socorro, poucas linhas telefônicas para o recebimento de chamadas, entre outros problemas, atrapalham e muito o funcionamento do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu 192) em Itabuna.

Além das situações mencionadas, trabalhadores que acumulam a função de motorista e socorrista reclamam do salário defasado, já que recebem apenas por uma das atribuições. Apesar de serem obrigados a ter curso de primeiros-socorros, auxiliar no resgate de vítimas de acidentes e atuar outras situações de urgência, os motoristas ganham somente R$ 700,00.

Esta semana, servidores do Samu se reuniram com o vereador Wenceslau Júnior (PCdoB) e apresentaram o rol de problemas. O vereador se comprometeu a conversar pessoalmente com o prefeito Capitão Azevedo sobre o assunto, em audiência marcada para o início da tarde de hoje.

O Ministério Público também entrou na briga e nesta sexta-feira (17), às 10 horas, na sede do Samu, o promotor Clodoaldo da Anunciação esperar firmar um Termo de Ajustamento de Conduta com o governo para que os problemas sejam solucionados. Foram convidados para assinar o compromisso o prefeito e os secretários de Saúde, Administração, Fazenda e Planejamento.

E os problemas do Samu não ficam restritos à esfera do governo municipal. Segundo o MPE, têm ocorrido atrasos no repasse de verbas pelo Governo do Estado. As condições precárias do Samu 192 foram denunciadas no Pimenta, semana passada (confira).






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia