WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom sao joao unime shopping jequitiba


setembro 2009
D S T Q Q S S
« ago   out »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

editorias


:: 27/set/2009 . 22:35

JOGANDO PESADO

Josias investe em apoios na região

Josias investe em apoios na região

Sorria de orelha a orelha, agora à noite, na Expofenita, o ex-deputado Josias Gomes (PT). A alegria tem mais de mil motivos, assegurou o próprio.

“Rapaz, vim agora há pouco do aniversário de Dr. Humberto Mattos, em Itapé. Mais de mil pessoas presentes, e ele declarou apoio a minha candidatura”, exultava.

E não foi ‘só’ essa a boa notícia para o petista. “Fechei com todo o pessoal da agricultura familiar da região. Estou muito animado com os avanços aqui”.

É bom ficar de olho. O homem está com o apetite de um retirante que caiu do pau-de-arara.

TIROTEIO E ARRASTÃO NA PARADA GAY

O final da Parada Gay em Ilhéus não foi dos melhores.

De acordo com o blog Sarrafo na Madrugada, duas pessoas foram baleadas e uma encontra-se em estado grave. Ainda durante o evento, foram registrados dois arrastões na avenida Soares Lopes, palco do evento. As coisas ficaram mais calmas há pouco, registra o blog.

VITÓRIA AFUNDA O BOTAFOGO

O Vitória enfiou três gols no Botafogo e afundou ainda mais o time carioca na zona do rebaixamento, em partida encerrada há pouco no Engenhão (RJ).  O rubro-negro baiano venceu o terceiro jogo consecutivo. Após bater Palmeiras e Inter, hoje foi a vez do time da estrela solitária conhecer a força do ataque baiano: Botafogo 1 x 3 Vitória.

O time baiano chegou a 39 pontos e subiu para a 7ª posição. O rubro-negro abriu o placar aos 29 minutos do primeiro tempo. Leandro chutou cruzado e o zagueiro Juninho, do Botafogo, se esticou… A bola bateu na trava e ‘chorou’ na rede alvinegra. O jogo já estava complicado para o Fogão e o zagueiro Emerson deu uma ‘mãozinha’ ao entrar duro no capitão do Vitória e ser expulso aos 26min do segundo tempo. Daí em diante, foi massacre do Leão. Aos 42 minutos, Leandro Domingues fez o segundo rubro-negro após arrancada do meio campo.

Ainda teria mais: Gláucio dribla dois jogadores do Fogão (ou seria Foguinho?) e chuta no ângulo, aos 43: 0x3. Mas os cariocas tiveram tempo para fazer o gol de honra, com Laio, aos 47min. O Vitória volta a campo, na quarta, 30, para definir a vaga na próxima fase da Copa Sul-Americana, em jogo no Barradão. Pelo Brasileiro, a equipe baiana joga no dia 3, contra o Santo André.

PARADA GAY LEVA MULTIDÃO À SOARES LOPES

A irreverência tomou conta da avenida Soares Lopes, neste domingo, em mais uma edição da Parada Gay, organizada pela comunidade LGBT de Ilhéus. Cerca de 7 mil pessoas assistiram à parada (Foto de Luiz Fernandes).

A irreverência tomou conta da avenida Soares Lopes, neste domingo, em mais uma edição da Parada Gay, organizada pela comunidade LGBT de Ilhéus (Fotos de Luiz Fernandes).

Parada Gay aconteceu dois dias depois de banner (cartaz) com beijo de dois homossexuais na praça J.J. Seabra.

. Cerca de 7 mil pessoas assistiram à parada, dois dias depois de cartaz com beijo de casal homossexual na praça J.J. Seabra.

AS MENINAS DO VIADUTO PAULO SOUTO

.

Daniel Thame | danielthame@gmail.com

Uma foto, às vezes, “fala” mais do que mil, milhões de palavras.

Em sendo assim, o que acrescentar à foto do repórter Oziel Aragão, que mostra duas adolescentes, de 14 e 16 anos, se prostituindo no viaduto Paulo Souto, no trevo entre a BR 101 e a BA 415? (Veja aqui)

Tirando essa maldita mania bajulatória de se dar nome de políticos vivos a pontes, viadutos, prédios públicos e quetais, verdadeira praga nacional, a foto revela justamente a ausência do poder público, a histórica inoperância dos nossos governantes para combater essa outra praga: a exclusão social.

Pode parecer ingênuo ou piegas, mas se houvesse menos investimentos em viadutos, pontes e prédios faraônicos que alimentam a vaidade de quem lhes empresta o nome e, não raro, engorda dos bolsos de quem patrocina a obra; e fossem injetados mais recursos em educação, saúde, esporte e geração de empregos, muito provavelmente essas duas jovenzinhas não estariam ali, sob o viaduto, comercializando o corpo e a alma.

As duas meninas captadas pelas lentes de Oziel Aragão, se prostituindo em troco de 5 ou 10 reais, submetidas a humilhações, constrangimentos e muitas vezes agressões físicas; se multiplicam em viadutos, postos de gasolina e restaurantes ao longo da BR 101 e em outras rodovias brasileiras.

São centenas, milhares delas, num desfile de corpos desde cedo marcados pela brutalidade. Meninas-moças precocemente transformadas em mulheres sofridas, sem presente e sem perspectiva de futuro.

Jovenzinhas que deveriam estar na escola ou em atividades de esporte e lazer, lançadas à incerteza das estradas da vida.

Empurradas para a prostituição pela fome, pela desestrutura familiar e, conseqüência natural, pela necessidade de manter o vício das drogas.

As duas meninas sob o viaduto Paulo Souto vendem o corpo não apenas para saciar a fome, comprar roupas e perfumes baratos e eventualmente ajudar no sustento de famílias paupérrimas.

Elas oferecem ao primeiro que aparece por uma quantia irrisória também para comprar crack, essa bomba-relógio de efeito devastador.

É como se a uma tragédia pessoal se acrescentasse outra, mais outra e mais uma outra, compondo a tragédia coletiva da prostituição infanto-juvenil.

Pena que fotos que falam por mil palavras e palavras que tentam acrescentar o que as fotos falam, por mais que despertem compaixão e/ou indignação, não sirvam para mudar a vida das duas garotas do viaduto.

Por que isso não depende de compaixão ou indignação, mas de ação.

Na prática, sempre haverá gente interessada em construir mais viadutos, mais pontes, mais prédios suntuosos.

Quanto às meninas do viaduto e suas colegas de infortúnio, bem, elas que se fodam!

Daniel Thame é jornalista e blogueiro

www.danielthame.blogspot.com

“SÓ MAIS UMA SEMANA”

Joselito José dos Santos, residente na rua São João, Fátima, foi conduzido pela Polícia Militar do Pontalzinho para o Complexo Policial, acusado de invasão de domicílio.

Joselito não é bandido. É apenas mais um homem apaixonado, que foi abandonado pela amada. A vítima – da invasão, não da desilusão amorosa – foi Josevaldo Santos do Nascimento, residente na rua Alzira Paim.

O crime de Joselito: após invadir a casa de Josevaldo, em tom ameaçador, deu prazo de uma semana para que o concorrente deixasse sua ex-mulher, Edelsonita Oliveira Teixeira. Até que o concorrente atenda seu desesperado pedido, vai curtindo sua dor de ‘ex’.

MIL E UMA UTILIDADES

Está causando estranheza a utilização do espaço interno do posto de saúde do bairro de Fátima, a Unidade de Saúde da Família Dr. Ricardo Rosas. Um prestador de serviços publicitários da prefeitura de Itabuna deu um novo significado à expressão ‘posto funcionando 24 horas por dia, sete dias por semana’.

Depois de encerrado o atendimento ao público, às 17 horas, de segunda a sexta, a chave do posto é passada ao cidadão, que faz do local sua garagem particular, e garante o funcionamento do posto em tempo integral.

É lá que ele, muito conhecido pelo apelido de ‘Chaparrau’, descolou sua garagem gratuita e exclusiva. É lá que o Chaparrau guarda seu carro de som à noite e nos finais de semana. Cômodo, não?

QUE É QUE É ISSO, SEU JUIZ?

O OTIMISMO GOVERNISTA

Paixão Barbosa | www.politicaecidadania.atarde.com.br

Encontrei aquele meu amigo petista e fiquei sensibilizado pela confiança que ele manifestou na vitória do governador Jaques Wagner em 2010, derrotando Paulo Souto, Geddel Vieira Lima e quem mais apareça (na verdade, ele não disse derrotar, mas passar por cima, como um trator). Deixando de lado o entusiasmo do militante, fiquei sabendo que os quadros governistas estão realmente muito mais otimistas em relação a 2010 do que antes.

O raciocínio é que o afastamento do PMDB possibilitou a Jaques Wagner recompor sua base aliada, agregando lideranças em número suficiente para compensar a ausência peemedebista. E, isto todos sabem, o governo estadual vai com tudo para cima das bases do PMDB, na tentativa de atrair prefeitos e vereadores, tirando quadros e força do agora adversário.

Não é preciso repetir que eleição não se ganha de véspera e que a cena política é mais mutável do que as imagens das nuvens no céu, mas realmente dá para notar que os petistas baianos, principalmente, e toda a base governista estão mais confiantes do que antes.

O equilíbrio que as pesquisas apontam entre Wagner e Paulo Souto seria, na visão dos governistas, um fato momentâneo e que a balança penderá para o governador à medida que as eleições se aproximarem e a população tomar conhecimento maior das realizações da administração estadual.

Como este meu amigo petista é, sempre, também muito otimista, é bom ver as suas análises com prudência. Este período, de campanha enrustida como pré-campanha, é rico em especulações e previsões. Vamos ver no que dá. De qualquer modo, esta campanha está me parecendo uma das mais interessantes dos últimos tempos na Bahia.

LEIA MAIS

DE RANGO…

Os profissionais de saúde que trabalharam na campanha de vacinação contra a raiva, ontem, ficaram ‘de rango’ na hora do almoço, em Itabuna. Explica-se: a Secretaria de Saúde forneceu quentinhas estragadas aos profissionais. O feijão estava impróprio para o consumo humano. “Azedou”, resumiu uma quase vítima.

O Pimenta confirmou o problema em, pelo menos, cinco postos de saúde  (Zildolândia, Califórnia, São Caetano, Sesp e Mangabinha), mas o problema atingiu toda a rede, segundo profissionais da rede. É bom a prefeitura adotar critérios mais rigorosos na hora de licitar, contratar seus fornecedores.

UM PORÉM NA AMÉLIA AMADO

.

A imprensa noticiou o pega-pá-capá que se deu em torno das obras de revitalização do Imbuí, em função da cobertura do riacho que corta o bairro soteropolitano. Riacho poluidíssimo, diga-se de passagem, mas nem por isso sujeito à condenação de morte por “tamponamento”… Ou encapsulamento, como está a se falar em Itabuna, com relação ao canal do Lavapés, na Avenida Amélia Amado.

Em Salvador, a solução encontrada foi a de não tamponar, mas sim colocar placas de concreto sobre o riacho, com intervalos que permitirão a entrada de luz. A mudança foi aplaudida pelo arquiteto Paulo Ormindo, autor de artigo publicado hoje no jornal A Tarde.

No texto, Ormindo lembra os rios europeus – como Tejo e Sena -, que estavam praticamente mortos há 30 anos e foram recuperados com ações planejadas e grandes projetos de macrodrenagem. Hoje, dá até para tomar banho sem medo naqueles rios, onde peixes de diversas espécies voltaram a habitar.

Em Itabuna – que não tem nada de cidade europeia – pouca gente é capaz de imaginar que aquele esgoto fétido na Amélia Amado já foi um riacho vivo, cheio de peixes. É só perguntar aos mais velhos moradores desta urbe quase centenária.

A revitalização da Avenida é boa e necessária, pois Itabuna precisa realmente de intervenções ousadas. Com ruas acanhadas e trânsito caótico, a cidade está ficando nitidamente para trás em termos urbanísticos.

É preciso, porém, que as mudanças sejam pensadas para o longo prazo. Ormindo avalia que tamponar um canal significa impossibilitar sua recuperação. Consequentemente, vale dizer que as águas imundas do Lavapés continuarão para sempre sendo despejadas no Rio Cachoeira.

É mais ou menos como vestir roupa nova num corpo imundo.

DEFINIÇÕES NA SUDIC

Além de Socorro Pastor na Sudic Ilhéus, como informa o Políticos do Sul da Bahia, o novo diretor-presidente do órgão estadual de indústria e comércio, Nilton Cruz, já tem nome praticamente definido para a sua ainda vaga chefia de gabinete. É o do empresário Jorge Brito, segundo adiantou ao Pimenta na Muqueca uma importante fonte com trânsito na Superintendência de Desenvolvimento Indústria e Comercial (Sudic).

Brito é homem de confiança de Nilton Cruz e, claro, do deputado federal Geraldo Simões, pai da indicação do novo comandante da Sudic. Brito também é amicíssimo de GS. A chefia de gabinete é o segundo cargo mais importante na estrutura do órgão estadual.

“FOI UM ACIDENTE DOMÉSTICO”

Moreno foi afastado da banda por conta do problema com drogas

Moreno foi afastado da banda por conta do problema com drogas

O cantor de arrocha conhecido como Moreno do Kaprixo, ex-vocalista da banda Kaprixo (lógico!), saiu do ostracismo em que se encontrava para viver uma história estranhíssima na última semana. Tão estranha quanto aquele gritinho em falsete que celebrizou o artista entre os aficionados pelo arrocha.

Moreno, que admitiu ter enfrentado dependência de cocaína, deu entrada no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, com um ferimento no peito. A primeira informação foi de que ele teria tentado suicídio, com um golpe de faca.

Ao blog Xilindró Web, o cantor desmentiu a tentativa de suicídio e disse que tudo não passou de um acidente doméstico.

Para ler a entrevista completa, clique aqui.

SAÚDE, FUTEBOL E FÉ

Preocupações com o Fluminense.

Preocupações com o Flu.

Internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, acometido de uma infecção gastro-intestinal, o ex-governador Paulo Souto revela uma aflição própria dos últimos meses: o mais que provável rebaixamento do seu Fluminense (RJ).

Está lá no Twitter do ex-governador: “E meu Fluminense. Será que vai abaixo do (sic) pré sal?(…) Vamos ter fé.”

A fé não costuma falhar, como diria Gilberto Gil, mas… Este caso aí não é de fé.  É de um quase milagre. Dos 75 pontos disputados no Brasileirão 2009, o Flu somou apenas 18.

O tricolor segura a lanterna do campeonato.

“O BRASIL AGORA TEM UM NOME A ‘ZELAYA'”

.

A frase do título foi cometida pelo espirituoso Nérope Martinelli, na quinta-feira (25), em comentário sobre a posição de destaque do Brasil no cenário mundial. A referência é ao presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, que cismou de voltar ao comando de seu país pegando carona na popularidade do presidente Lula.

Zelaya está abrigado na embaixada do Brasil em Honduras há quase uma semana, e provocou um maior furdunço na reunião de cúpula da ONU esta semana. Na foto da AFP, ele acompanha ‘as últimas do Zelaya’ pela  internet.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia