WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba



policlinica





julho 2010
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

editorias





itao




CAFÉ POMAR: 67 ANOS DE HISTÓRIA PRESERVADOS

Coube a uma mineira de nascimento e baiana de coração resgatar um pedaço da história de Itabuna. A empresária Dalva Dantas conseguiu convencer a Família Mariano. Ela vai tocar o empreendimento que chegou aos 67 anos em 2010 e cerrou as portas no último dia 1º, o Café Pomar.

A notícia do fechamento no início do mês pegou Dalva de surpresa. E a comoveu. “O chá-mate, o bolinho de aipim, o bombocado, o cafezinho… Vamos manter essa tradição de mais de meio século”. Dalva diz que soube do fechamento do café ainda no dia 1º.

Estava ela no centro, em um supermercado, quando um amigo, “Seu Almir”, lamentava o fim do Café pelo qual passaram alguns dos principais nomes da cidade e do estado e sempre foi um lugar para manter a prosa em dia. “Seu Almir lamentava e dizia que, infelizmente, naquele dia havia bebido o último cafezinho no Pomar”.

Dalva conversou com a família Mariano e no dia 26 um dos pontos mais tradicionais do comércio central de Itabuna estará de volta. “O que vai mudar é o nosso toque feminino que chega”, diz, reforçando que o gostinho do bom café, do Bombocado e dos chás será o mesmo. Dona Vera, funcionária da casa, será convencida a lhe fazer companhia na empreitada. Acompanhe o papo-rápido com a mineirinha que se preocupa com a nossa história.

Negócio fechado?

Fechadíssimo. É oficial, agora.

O que muda no Café Pomar, “sob nova direção”?

Como mudar uma coisa que tinha um ser como Seu Mariano na direção? Temos que respeitar essa tradição, a história. A minha ideia é não modificar a estrutura do Café. Terá um toque feminino, com a característica de atendimento dele, do bom papo. Faremos uma reforminha para a abertura.

E as especialidades da casa?

O chá, o bolinho de aipim, o bombocado, tá tudo mantido. Vamos agregar também produtos da culinária mineira e portuguesa, além do delicioso pastel de Belém.

E Seu Mariano?

Ah, vai ser o nosso cliente especial.

O nome do negócio vai ser mantido?

Quer saber? Esse foi um presente de Seu Mariano pra gente. O Café Pomar continua. E os funcionários… Ainda não conversei com os funcionários. Tem Dona Vera, que está se aposentando. A prioridade é para elas.

O Café tem 67 anos de história. Foi essa tradição que a levou a assumir o negócio?

Olha, eu tenho o Café com Net, na Beira-Rio. Mas quanto ao Pomar, naquele dia (do fechamento), ouvi de Seu Almir, que tem um mercadinho aqui no centro: “Hoje eu tomei o último café na companhia de Seu Mariano”. Tava triste. Aí eu perguntei a ele se iam mesmo fechar o ponto. “Sim”, respondeu. Aquilo causou tristeza, sabe? Lá em Minas, na nossa família, há muito essa coisa de preservar a história. Isso vem de família, do meu pai. Vim, conversei… Minha alegria maior será levar essa tradição adiante.

E agora, quando é que sai aquele chá mate, geladinho?

Dia 26 de julho. Veja que maravilha: na semana de aniversário da cidade, história preservada, tradição mantida. Agora, deixa eu passar o telefone para o Sena, ele tá pedindo.

[O Sena citado por Dalva é o ex-vereador Luís Sena, que no dia 1º foi um dos últimos a sair do Café Pomar, lamentando o fechamento. Nesta segunda, o cururu estava numa alegria só. Alegria mais do que justificada: além da preocupação com a história, ele voltará a ter seu espaço para tomar o chá e até o cafezinho quando Sra. Sena estiver, digamos, indisposta para preparar a primeira refeição do dia…].

24 respostas para “CAFÉ POMAR: 67 ANOS DE HISTÓRIA PRESERVADOS”

  • Clara Lua says:

    Eta Lelê ! Salvaram-se mil almas do purgatório !
    Bem, pelo menos a minha se salvou, eu gosto de filosofar escorada no balcão, cafezinho ou chá.

    Só vai faltar Seu Mariano com aquela paciência de Monge Tibetano.

  • Sérgio Oliveira says:

    Se colocar Pão de Queijo, a moda vai pegar, …!!!

  • jefferson costa says:

    que bom que alguem teve bom censo e irá preservar algo aqui em Itabuna meus parabens dona Dalva Dantas.

  • Tenho 41anos e por muitas vezes eu e minha mae tivemos que dormir na porta do café pomar;objetivo conseguir uma consulta no antigo INPS o frio das madrugadas eram esquecidos pelo café com leite pela manham e as vezes um pão ou bolo,eufazia questão de ir so por esse agrado.parabéns Dalva seu Mariano mereçe nos mereçemos e Itabuna ganha com as nossas tradiçoes. agora levarei minha neta para comer café com leite e bolo.

  • Paulo do Pontalzinho_Oficial says:

    Independente do nome ser mantido (Café Pomar), todos os frequentadores do local já estão habituados a chamá-lo de “Café do Seu Mariano”, pelos motivos óbvios. Parabéns pela meritória iniciativa. Estarei lá!!!

  • Cassolinha says:

    Parabens a Dalva e cia, pela coragem e visão tão dificeis nos nossos dias. Serei como sempre um fiel escudeiro e bebedor do “cafezinho de seu Mariano e dona Vera”.

  • jose carlos says:

    perfeita essa atitude da senhora Dalva,agora sim temos um logar de qualidade,sem duvida que será um otimo negocio,esse é o melhor presente que Itabuna pode ter nesse centenario…

  • ALEXANDRE AUGUSTO says:

    PARABÉNS A DONA DALVA DANTAS PELO NEGOCIO E PELA INICIATIVA DE MANTER UMA TRADIÇÃO DE MAIS DE 67 ANOS QUE ACREDITO LEVARÁ OUTROS 67 ANOS.
    E MUITO OBRIGADO, POR MANTER O MATE GELADO QUE TOMO SEMPRE COM LIMÃO.
    EM TEMPO: MANDO UM ABARÇO PARA O SR. MARIANO.

  • Frequentador says:

    Caro Sérgio, a frequência no espaço não é moda e sim um contato com a marca cultural de um povo. Por ali podemos ter contato com um tipo raro de cidadão. Pessoas cuja modernidade não foi capaz de apagar o afeto e carinho, isso, independente da idade.

  • THSC says:

    Que bom! Fico muito feliz com a notícia. Seria bom se tudo continuasse igual. Aquele lugar é especial! Ao chegar lá, não saboreio apenas o meu bom “misto quente e chá mate com limão”(pedida que faço questão de repetir sempre que vou lá.), saboreio também um pouco da boa história de Itabuna.Faz com que nós que somos mais jovens, possamos experimentar um pouco da cordialidade e paciência dos tempos passados, através da figura de S. Mariano. Figura essa que fará muita falta por não estar atrás do balcão. As atendentes também são essenciais. Parabenizo pela boa iniciativa.Espero que continue tão especial como sempre foi.

  • Maria José says:

    D. Dalva tem um carisma e tanto!! Com certeza, só vem agregar valor ao tradicional Café Pomar!!!Nós merecemos!

  • Ronaldo says:

    Aprecio café. Com um toque mineiro, melhor ainda.
    Depois de 15 anos em Itabuna, vou conhecer o Café Pomar.

  • Jonas says:

    Só tenho uma coisa a dizer: Parabéns a Dona Dalva e família!

  • GibaII says:

    este sim é um belo presente para o centenário de Itabuna!!!!!!

  • Eva Lima says:

    Ô Dalva,querida Dalva
    Vc veio salvar a minha “limonada”
    Que bacana este gesto, nem te conheço mas já te tenho apreço!
    Itabua, cidade por mim adotada,sempre me fazia prsente no Café Pomar.Morei 17 anos em Salvador e a cada vinda tinha “que bater o ponto” alé pra uma prosa e uma limonada com o pessoal que por lá circula.Qdo soube do fechamento, começei a sentir muito…mas Dalva apareçeu e tudo floresceu!!!
    Boa sorte querida!!!!!!!
    Eva Lima, atriz

  • JÚNIOR says:

    Ô milagre que não veio nenhum puxa saco do Azevedo dizer que isso só ocorreu porque ele contribuiu com algo?!Realmente temos que ficarmos felizes com isso, já que, notícia boa vinda desse senhor para o “centenada” com certeza não virá.

  • Wilson says:

    Parabens! dona Dalva, realmente essa é a verdadeira obra do centenario de Itabuna. a historia é tem um valor muito maior do que os passeios da cinquentenario.

  • Mr Anderson says:

    Pão de Queijo? O cara veaco atrás de modinha, pode gente? kkkkkkkkk

    Parabéns a D. Dalva, realmente apareceu e tudo floresceu. 😀

  • Arlene Gonçalves says:

    Querida irmã, Dalva helena, conhecendo um pouco o seu espírito, a sua garra, sua criatividade e caráter só podemos te apoiar e aplaudir. Sem ficar com um pouco de inveja do povo de Itabuna que vai desfrutar das deliciosas iguarias que você sabe fazer e que com certeza vão ser um sucesso. Lendo as mensagens de reconhecimento acima e vendo que não se trata apenas de um “bom negócio” mas o resgate e a manutenção de uma tradição da cidade, é como se pudesse ouvir o nosso pai dizendo, como tantas vezes disse: -” Esta menina é DESABUSADA!!!”
    Bom trabalhao irmã. Nós amamos você.

  • Eta baianera retada (baiana com mineira )parabens querida irmã ,assim que puder vou ai te dar uma força,Tio Kico é craque no pão de queijo .Abrs Carmen

  • antonio says:

    Deixo aqui os agradecimentos a esta senhora Dalva que daqui por diante ira tocar uns dos negocios mais antigos de Itabuna CAFE POMAR. Sou frequentador assiduo do CAFE POMAR, pois trabalho proximo ao cafe, quando soube da nOva fiquei muito feliz. Obrigado e PARABENS.
    sò pra retificar o nome das meninas assim como eu as chamo é MARINALVA E MONICA, SÃO ELAS QUE DÃO TODO CHARME E SABOR AO CAFÉ AO CHA MATE E AO REFRESCO. VOLTEM MINHAS MENINAS.VOLTE PARA OS BRAÇOS DE QUEM TE AMA. [CAFÉ POMAR}.

  • Otávio Diniz says:

    Querida cunhada: mais uma vez mostrando sua sensibilidade, senso e competência empreendedora!

    Parabéns pela iniciativa corajosa e cidadã, revelando seu apreço e compromisso pelas boas tradições da sua terra adotiva.

    Tô doido para ir tomar um café aí!

    Grande abraço!

  • Gustavo says:

    Oxente madrinha, não pude deixar de dar aqui meus orgulhosos parabéns!
    Sorte de quem pode desfrutar das delícias que vão sair daí. Que esse Pomar continue dando muitos frutos.
    Beijos
    Gustavo

  • RONALDO says:

    EITA…!!! PRIMA,SÓ ASSIM PRA GENTE SAIR DAQUI DO MATO GROSSO E NOS DELEITARMOS COM SUAS ESPECIARIAS, BEM COMO USUFRUIRMOS DO CONVIVIO COM TODA A SUA SIMPATIA…UM BEIJO

Deixe seu comentário






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia