WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba

unesul bahia

uniftc






outubro 2010
D S T Q Q S S
« set   nov »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

editorias


:: 8/out/2010 . 21:12

EM CONQUISTA, SERRA FALA SOBRE ABORTO

Serra em Conquista (Foto Blog do Anderson).

O presidenciável José Serra atraiu uma leva de tucanos e demos do sul e sudoeste da Bahia a Vitória da Conquista, nesta tarde de sexta, 8. Ele foi recebido por aliados ainda no aeroporto do município e seguiu em carreata que terminou na praça Barão do Rio Branco.

Esteve acompanhado do candidato derrotado ao governo baiano, Paulo Souto (DEM), o deputado federal tucano João Almeida, que não conseguiu reeleição, e o radialista conquistense Herzem Gusmão, que voltará ao PSDB após tentar e não conseguir uma vaga na Câmara Federal pelo PMDB.

Serra evitou aprofundar-se em polêmicas, mas afirmou que o tema aborto na campanha seria anseio da população. O tema, junto com religião, é apontado como um dos fatores que levaram a eleição presidencial ao segundo turno.

Aliados do tucano propagaram a versão de que a candidatura petista era favorável à prática. Não à toa, tanto Serra como Dilma Rousseff abriram os seus programas eleitorais na televisão, hoje, falando em defesa da vida.

GREVE DOS BANCÁRIOS PODE ACABAR AMANHÃ

Pode acabar ainda neste sábado, 9, a greve dos bancários em todo o país. A categoria cruzou os braços desde o último dia 29, quando os bancos ofereceram 4,29% de reajuste salarial.

Os bancários querem 11% e maior participação nos lucros dos bancos. A nova rodada de negociações da categoria com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) está prevista para acontecer às 11 horas deste sábado, em São Paulo. A greve atinge 8,3 mil agências bancárias em todo o país.

COELBA CORTA ENERGIA ELÉTRICA DA EMASA

Após uma série de negociações, a Coelba decidiu acionar o alicate contra a Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa).

A companhia de eletricidade cortou o fornecimento de energia elétrica do prédio onde funcionam o setor administrativo e a presidência da Emasa.

A empresa de saneamento é responsável pelo abastecimento de água de Itabuna, no sul da Bahia. O seu diretor administrativo-financeiro, Octaviano Burgos, disse que a Coelba tentava pressionar a Emasa a pagar dívidas.

Já o presidente da empresa, Alfredo Melo, foi mais incisivo:

– Nós já vínhamos conversando. Mas [a Coelba] meteu o corte. E aí, se f…., porque a dureza minha vai ser grande.

A energia na sede administrativa da Emasa foi restabelecida na parte da tarde de hoje por força de uma liminar.

HERZEM GUSMÃO VOLTA AO NINHO

O radialista e ex-candidato a deputado federal Herzem Gusmão (PMDB), de Vitória da Conquista, não seguiu a orientação do ex-ministro Geddel Vieira Lima de apoiar a petista Dilma Rousseff. O comunicador era das presenças mais animadas na carreata do presidenciável José Serra no município do sudoeste baiano.

Foi uma volta ao ninho. Herzem disputou a prefeitura de Conquista pelo PSDB, partido ao qual era filiado até o ano passado, quando sentiu-se seduzido pelos apelos de Geddel. O resultado das urnas, no entanto, causou insatisfação. Em resposta ao convite do ex-ministro, Gusmão preferiu dar o troco. Vai de Serra.

AZEVEDO QUER IR PARA O PP

Há muito tempo o prefeito de Itabuna, José Nilton Azevedo, deseja sair do DEM, mas deixou passar as eleições para só então definir a futura legenda. O partido escolhido foi o PP, no qual Azevedo pretende ingressar com as bênçãos do deputado estadual (eleito federal) Luiz Argôlo.

Ocorre que a ordem na cúpula estadual do Partido Progressista é barrar o gestor itabunense. O presidente do partido, deputado federal Mário Negromonte, orientou o presidente do diretório municipal, Roberto Barbosa, a vetar a filiação de Azevedo.

Barbosa, que tem planos pessoais para a sucessão municipal, não se fez de rogado. Trancou a porta e escondeu a chave.

REI MORTO, REI POSTO

O deputado estadual eleito Coronel Gilberto Santana (PTN) esteve na manhã desta sexta-feira, 8, no Detran de Itabuna, velho reduto do deputado Capitão Fábio (PRP), que perdeu a eleição e será defenestrado da Assembleia Legislativa no início de 2011.

Naturalmente, foi só uma visita de cortesia.

O NOME DO DIRETOR

O Cia da Notícia equivocou-se e levou o Pimenta junto, ao nominar o novo diretor-médico do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, de Itabuna. Onde está escrito José Carlos Mastique leia-se José Mesquita de Figueiredo Barbosa.

Tá dito.

JOÃO HENRIQUE VAI A EVENTO DO PT E PREGA VOTO EM DILMA

Após participar de evento do seu partido, o PMDB, o prefeito João Henrique, de Salvador, compareceu ao Hotel Pestana para a festa promovida pelo governador Jaques Wagner.

Acompanhado pela deputada estadual reeleita e sua esposa, Maria Luiza Carneiro, João disse que está “engajado no projeto de Dilma” por ser o “melhor para o Brasil’.

João teve status de uma das estrelas do evento ao falar em nome dos prefeitos e agradeceu a “oportunidade” dada pela organização do evento pró-Dilma na capital baiana.

Há dois dias, tanto João como a esposa participaram de uma audiência com o governador Jaques Wagner. Dentre os assuntos, as eleições 2010. É quase que líquido e certo que a esposa do prefeito de Salvador, a polêmica Maria Luiza, engrossará a bancada governista na Assembleia Legislativa, principalmente após o racha com o PMDB de Geddel Vieira Lima.

OPERÁRIOS RETOMAM TRABALHO NO RESIDENCIAL NOVA VIDA

Representantes do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil (Sintracon) e da construtora do Residencial Nova Vida, obra do programa “Minha Casa, Minha Vida” fecharam acordo ontem, em reunião mediada pelo Ministério Público do Trabalho.

Os operários da obra haviam interrompido as atividades, em protesto contra a obrigatoridade de “bater o cartão” no intervalo do almoço (entenda o caso). Na negociação ocorrida na tarde desta quinta-feira (07), a empresa aceitou a reivindicação dos trabalhadores e passa a exigir apenas que aqueles que desejem se ausentar do canteiro de obras durante o intervalo informem à portaria.

Segundo o presidente do Sintracon, Edson Cruz, com o atendimento à solicitação os funcionários retomaram os serviços já na manhã desta sexta-feira.

MUDANÇA DISCRETA NO HBLEM

Discretamente, a Prefeitura de Itabuna realizou uma mudança na direção médica do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães. Segundo o site Cia da Notícia, saiu Adilson Ribeiro para dar lugar a José Carlos Mastique.

O governo municipal não explicou as razões da substituição, mas é certo que ela não ataca os maiores problemas do Hblem, que são a gestão administrativa e a falta de recursos. Aliás, a primeira é tão escandalosamente ruim (para dizer o mínimo) que agrava os sintomas do caixa deficitário.

SALLES E O CACAU

Da coluna Tempo Presente (A Tarde):

O secretário Eduardo Salles (Agricultura) esteve ontem com o ministro Guido Mantega (Fazenda). Pauta: pedir agilidade na implementaçãodasmedidasdoPACdoCacaueuma solução para as dívidas dos grandes.

Diz ele que é complexo, mas Wagner está empenhado em resolver o assunto.

Pois que se empenhe. Os cacauicultores estão se sentindo órfãos coma derrota de César Borges para o Senado. Acham que estão sós.

DATAFOLHA SAINDO DO FORNO

O Datafolha conclui nesta sexta-feira, 8, a primeira pesquisa registrada sobre o segundo turno da sucessão presidencial. Ela poderá ser divulgada já nas primeiras horas deste sábado, 9. O levantamento ouve cerca de 3.220 eleitores em todo o país e começa a captar a movimentação dos quase 20 milhões de votos de Marina Silva (PV).

Levantamentos feitos até aqui, mas não registrados, apontam que José Serra tem levado boa parte dos votos da verde, mas ainda não em volume suficiente para garantir a vitória tucana – para sorte de Dilma Rousseff (PT).

(A pesquisa será divulgada ao final da noite deste sábado, 9).

MARINA NÃO INFLUENCIARÁ 2º TURNO

Do jornalista Paixão Barbosa  | Política & Cidadania:

Não há dúvida quanto ao favoritismo de Dilma Rousseff neste segundo turno eleitoral, tanto pelo que lhe ficou faltando de votos para chegar aos 51% como pelos registros históricos, que mostram uma tendência quase absoluta de vitória daqueles que saíram liderando no primeiro turno das eleições já realizadas no Brasil. São pouquíssimos os casos de virada e, quando elas aconteceram, é porque no primeiro a disputa foi mais acirrada e a diferença entre os dois primeiros muito pequena, o que não é o caso.

Não quis, de propósito, ficar aqui falando sobra as razões que frustraram o sonho do presidente Lula e do PT de vencerem a eleição ainda no primeiro turno, porque sei, de longas datas, que nunca existe um só motivo para que um candidato não alcance o total de votos que esperava.

Não se pode atribuir apenas à campanha suja que pipocou pela internet nos últimos dias (atribuindo a Dilma declarações a favor do aborto e de menosprezo a Jesus Cristo). Também não se pode responsabilizar somente uma alta abstenção nos Estados nordestinos (isto é desculpa de institutos de pesquisa para tentar encobrir seus erros). Nem tampouco se deve atribuir o resultado somente à chamada “onda verde”, que teria feito Marina Silva crescer além dos limites previstos pelas pesquisas.

Foi um pouco de tudo isto e mais o fato de Marina ter sido o desaguadouro dos insatisfeitos com Dilma e Serra, de parte do eleitorado jovem que estava indeciso até o último instante, de conservadores e religiosos. Enfim, um movimento não-coordenado que, em determinado momento, confluiu para a candidatura do PV, tirando votos de Dilma em todas as regiões e provocando mais uma onda de descrédito nos nossos tão auto-elogiados institutos de pesquisa.

:: LEIA MAIS »

VELOSO SONHA COM A PREFEITURA

Dono de minguados 3.696 votos em Ilhéus, o deputado federal Raymundo Veloso (PMDB) tenta encontrar na resposta das urnas alguma mensagem misteriosa sobre o seu futuro. Para o político, a derrota nestas eleições pode significar que haveria algo mais interessante reservado para  ele. No caso, o governo ilheense.

É uma interpretação um tanto complicada, mas faz parte da natureza humana procurar a tal da luz no fim do túnel. Veloso acha que a lamparina dele está acesa no Palácio Paranaguá, mas a fila dos que desejam o mesmo que ele não está pequena.

Veloso pai e Veloso filho "morreram" abraçados na eleição

A MALDIÇÃO DOS “POCA-URNA”



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia