WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba

unesul bahia

uniftc






novembro 2010
D S T Q Q S S
« out   dez »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

editorias


:: 1/nov/2010 . 21:01

O DOSSIÊ DANEU

O advogado Bruno Daneu promete acionar uma bomba de considerável poder destrutivo  e que deve preocupar sobretudo algumas figuras que atuam no Fórum Ruy Barbosa, em Itabuna.

Daneu foi um dos presos na Operação Themis, que desbaratou quadrilhas ligadas ao tráfico de drogas no sul da Bahia. Uma serventuária – Sádia Conceição Pitanga, da Vara do Júri e Execuções Penais – permanece detida na Corregedoria do Tribunal de Justiça, em Salvador.

O período de prisão temporária do advogado não foi estendido pela juíza da 1ª Vara Crime de Itabuna, Antônia Marina Faleiros, que no dia 19 de outubro expediu 40 mandados de prisão relacionados à Operação Themis.

Ao blog Sarrafo, de Ilhéus, Bruno Daneu apresentou documentos que comprometeriam gente ligada ao Poder Judiciário. Sádia Pitanga é, de acordo com a polícia, suspeita de manipular processos para beneficiar traficantes. Pelo que o Sarrafo promete divulgar, pode haver outros suspeitos.

FOGE HOMEM ACUSADO DE ENFIAR AGULHAS EM CRIANÇA DE 2 ANOS

Roberto Carlos Magalhães Lopes, que é acusado de enfiar 31 agulhas em seu enteado, uma criança de 2 anos, fugiu no último sábado, 30, da cadeia pública de Ibotirama, a 643 quilômetros de Salvador. Lopes estava preso desde janeiro.

De acordo com a polícia, o acusado, juntamente com outros dois detentos, serrou os cadeados da cela.Todos fugiram e os policiais não informaram como os presos obtiveram o material usado para escapar.

Em dezembro do ano passado, a criança de quem Roberto Lopes era padrasto foi internada porque sentia dores. Por meio de um raio-X, descobriu-se que havia diversas agulhas enfiadas por todo o corpo da criança. Preso como suspeito de ser o autor da crueldade, o padrasto confessou o crime e disse que fazia aquilo para se vingar da mãe da vítima.

VEREADOR BAIANO É MORTO EM MINAS GERAIS

Do Blog do Anderson

Um vereador da cidade de Caculé, no sudoeste baiano, foi assassinado a tiros no final da noite deste domingo (31) em uma rodovia do estado de Minas Gerais. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), José Milton Gonçalves, de 49 anos, estava em um carro com dois amigos no trevo entre a BR-262 e a BR-452, próximo ao município de Araxá, no Triângulo Mineiro.

Ainda segundo a PRF, quando se aproximava do trevo, José diminuiu a velocidade do veículo, um Corolla. Neste momento assaltantes teriam se aproximado e parado um carro branco junto ao da vítima. Dois homens encapuzados desceram do carro armados e dispararam contra o político.

O vereador, mesmo baleado, conseguiu fugir dos assaltantes e dirigiu por cerca de cinco quilômetros, quando começou a se sentir mal. Ele foi socorrido e levado para a Santa Casa de Araxá, mas não resistiu aos ferimentos. Ninguém foi preso. A polícia acredita que o vereador seria alvo de assalto.

QUEM TERÁ A PREFERÊNCIA?

Do Política Etc

Na última carreata da campanha de Dilma Rousseff em Itabuna, um interessante registro fotográfico do carro que conduzia o deputado federal reeleito Geraldo Simões (PT). O veículo levava o próprio, o vereador Wenceslau Júnior (PCdoB), o ex-vereador Luís Sena (mesmo partido) e, atrás, a esposa de GS e ex-candidata a prefeita de Itabuna, Juçara Feitosa.

O blog Políticos do Sul da Bahia observou bem que naquela caminhonete estavam alguns dos que possivelmente formarão a chapa de esquerda nas eleições municipais de 2012. E o posicionamento dos ocupantes no veículo serviu como um símbolo de que o clima político não favorece uma nova candidatura de Juçara Feitosa.

Geraldo, que – apesar de vitorioso- , reduziu seu cacife eleitoral nas últimas eleições, ainda é uma liderança forte. Mas perdeu a condição política de deter com exclusividade a batuta com a qual determinava o rumo da esquerda em Itabuna. Agora, terá que negociar e, naturalmente, ceder.

Nesse novo cenário, uma candidatura de Juçara é improvável. A de Geraldo, por ser de qualquer forma uma liderança autêntica, talvez, mas o PCdoB surge revigorado com a excelente votação obtida no município por Wenceslau Júnior, na disputa por uma vaga na Assembleia Legislativa (ficou somente com a primeira suplência do PCdoB, mas foi o mais votado em Itabuna).

Os comunistas querem ocupar espaços mais destacados, e não é somente na caminhonete de Geraldo Simões. Nos bastidores, os principais líderes do PCdoB já deixaram claro que não estão dispostos a ceder a caprichos nem imposições. A conversa terá que ser respeitosa, franca, de igual para igual. E somente assim a esquerda grapiúna poderá recuperar um vigor que vinha perdendo em virtude de projetos de caráter personalista.

HORA DE REFLETIR

O quase empate entre a petista Dilma Rousseff e o tucano José Serra em Itabuna, neste segundo turno, sugere ao PT local um momento de reflexão. Como dizia aquele antigo comercial, é hora de “rever conceitos”.

Há muito tempo, o PT itabunense orbita num sistema “geraldocêntrico” (referência ao deputado federal Geraldo Simões, que controla o diretório municipal com mão de ferro). Não expande, não oxigena e, o que é pior, não muda. Fica na mesmice e, nesse ritmo, o partido tem se descaracterizado. Não é mais o PT que estimulava o debate, em que todos tinham direito a fazer valer suas opiniões. Virou partido de um grupinho ou, se preferir, de uma panelinha.

Leia mais

TUDO A VER?

DILMA PERDE EM 8 CIDADES NA BAHIA – TODAS ADMINISTRADAS POR ALIADOS

Seis delas são geridas pelo PT

O candidato derrotado José Serra (PT) conseguiu bater a presidenta eleita Dilma Rousseff (PT) em oito dos 417 municípios baianos, conforme levantamento feito pelo Pimenta com base nos últimos números do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). E o levantamento mostra que seis das cidades são administradas pelo PT, uma pelo PCdoB e outra pelo PMDB, todos partidos da base aliada da primeira presidenta da história do Brasil.

A derrota mais significativa ocorreu em Vitória da Conquista. O PT administra o município há 14 anos e foi lá que Dilma encerrou sua campanha no Nordeste, na última terça, 26. Em Conquista, Serra ganhou com uma frente superior a 17 mil votos. Em votos válidos, deu 55,91% a 44,09% para Serra.

Outras derrotas em cidades administradas pelo PT foram em Camamu (54,5% a 45,5%), Buerarema (56,5% a 43,5%), Itapetinga (50,11% a 49,89%), Itororó (52,05% a 47,95%) e Senhor do Bonfim (51,42% a 48,58%).

Dois outros municípios onde Dilma não venceu são administrados também por aliados. Ituaçu (50,03% a 49,97% para Serra) é administrada pelo PCdoB. Já em Tancredo Neves, administrada pelo PMDB, repetiu-se o que ocorreu no primeiro turno, quando Serra bateu Dilma. Agora, por 54,52% a 45,48%.

Se perdeu nessas cidades, Dilma – e o governador Jaques Wagner – podem comemorar vitória na Bahia. Por aqui, ela saiu com 70,85% dos votos. Em alguns municípios, ela saiu das urnas com quase 90% dos votos. Foi o caso de Itaguaçu da Bahia (88,9%)

MARCOS MAURÍCIO – GESTÃO MODERNA

www.marcosmauricio.blogspot.com

SINAL DE ALERTA

Além de ter passado aperto para vencer José Serra (PSDB) em Itabuna (50,96% a 49,04%) e ter perdido em Vitória da Conquista, considerada a cidade mais “serrista” da Bahia, Dilma Rousseff (PT) perdeu para o tucano em duas importantes cidades do sudoeste baiano.

Em Itororó, Serra bateu Dilma por 52,05% a 47,95%. Já em Itapetinga, o ex-governador de São Paulo saiu das urnas com 50,11% dos votos, deixando a presidente eleita com 49,89%.

Os dois municípios são governados pelo PT.

PONTO FACULTATIVO EM ILHÉUS

A Prefeitura de Ilhéus atendeu solicitação do Sindicato dos Servidores Municipais e transferiu a comemoração pelo feriado do Dia do Servidor para esta segunda-feira, 1º de novembro. Assim, o funcionalismo ganhou um fim de semana prolongado, emendando com o Dia de Finados.

Sendo assim, as repartições públicas municipais não estão funcionando hoje em Ilhéus. As atividades serão retomadas somente na próxima quarta-feira, dia 3.

Alterado às 9h52min

TODA ENFAIXADA

Não deu em final feliz a história da ex-professora Jaqueline Carvalho, 27, que no ano passado abandonou a sala de aula após uma performance “espetaculosa” em show da banda de pagode “O Troco”(quem não se lembra, pode conferir aqui).

Como se sabe, Jaqueline se tornou dançarina da banda, mas depois brigou com a mesma, alegando que nem troco estavam lhe dando como cachê pelas apresentações. A queixa se tornou pública e resultou no fim do namoro entre a ex-professora e Job Wilson Silva do Carmo, 29, um dos donos do grupo de pagode.

Ainda assim, na noite de sábado, 30, Jaqueline resolveu ir à festa de aniversário da sobrinha do ex-namorado, no bairro de Castelo Branco, em Salvador. Ao ver a dançarina e denunciante, Job Wilson partiu para a agressão, puxando os cabelos de Jaqueline e lhe aplicando socos e pontapés.

A jovem acabou com hematomas na perna e com o cotovelo deslocado. Ela foi submetida a raio x em um posto médico e depois seguiu para a Deam (Delegacia de Atendimento à Mulher) do bairro de Brotas, mas não pôde prestar depoimento porque a delegada tinha viajado para o interior. A dançarina somente será ouvida no dia 22 de novembro.

Informações do Correio



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia