O espertalhão Joel Paixão Santos, 37 anos, foi preso nesta sexta-feira, 7, em Itabuna, por suspeita de envolvimento em crime de estelionato. Segundo três vítimas, Joel se fazia passar por funcionário da empresa Odebrecht e dizia estar realizando seleção de trabalhadores para a obra da Ferrovia da Integração Oeste-Leste.

Joel fazia a “seleção” há mais de nove meses e lesou diversas pessoas, às quais pedia dinheiro para a suposta realização de exames médicos. O valor cobrado de cada um era de R$ 200,00.

A armação foi identificada porque o estelionatário evitava conversar com os “candidatos ao emprego” após a entrega do dinheiro. Segundo as vítimas, há dois meses Joel não atendia mais ao telefone, mas ele acabou sendo encontrado por acaso por uma das vítimas, que acionou a polícia.

O bandido foi preso no bairro Banco Raso e por pouco não sofreu linchamento.

Informações e foto do Radar Notícias