WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










abril 2011
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

editorias






:: 15/abr/2011 . 23:08

SURTO DE CONJUNTIVITE

Vítima da conjuntivite, Azevedo (à esq.) usa óculos escuros em audiência em Brasília.

Quem trabalha na área de saúde já notou, embora as autoridades da área não tenham feito nenhum alerta: Itabuna vive um princípio de surto de conjuntivite. Diariamente, é grande o número de pacientes que procuram a Central de Regulação do SUS e não conseguem marcar consulta para atendimento de um profissional especializado.

Ainda não há uma definição clara se o surto é de conjuntivite bacteriana ou viral. Há um mês, o prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo (DEM), foi uma das vítimas do surto. À população, o alerta é para ter cuidado com o aparecimento de vermelhidão, coceira e sensação de cisco ou areia nos olhos. Estes são sintomas característicos da conjuntivite.

CRUZEIRO BATE O VÔLEI FUTURO E ESTÁ NA FINAL DA SUPERLIGA

Cruzeiro chega à finalíssima da Superliga pela primeira vez (O Tempo).

O Sada Cruzeiro bateu o Vôlei Futuro por 3 sets a 0 e garantiu a segunda vaga na final da Superliga 2011. O jogo realizado no acanhado ginásio de Contagem (MG) teve parciais de 25-22, 25-23 e 25-20.

Com a vitória desta noite, o Sada Cruzeiro enfrentará o Sesi. O título da edição 2011 da Superliga será definido em jogo único a ser disputado no Mineirinho, em Belo Horizonte, no dia 24.

O Cruzeiro acabou beneficiado pela sequência de erros do Vôlei Futuro, principalmente no terceiro e último set. De acordo com as estatísticas apresentadas pelo Sportv, a equipe cedeu 11 pontos em erros cometidos na partida ante apenas 5 do Cruzeiro.

O Vôlei Futuro ainda sofreu com as provocações da torcida adversária ao jogador Michael, chamado de “Richarlyson” o tempo todo. Michael assumiu a sua condição de homossexual após o primeiro jogo das semifinais disputado contra o Cruzeiro, em Contagem.

BRONCA DO LEITOR: COELBA PROMETE SOLUÇÃO EM 25 DIAS

Após a veemente reclamação do leitor Hélder Almeida (relembre aqui), a Coelba entrou em contato com o PIMENTA. A empresa informa que adotou medidas com a finalidade de resolver a constante queda e oscilação de energia na rua Nossa Senhora das Graças, Mangabinha, em Itabuna. O problema acabava danificando aparelhos eletroeletrônicos dos moradores da rua e afetava até a iluminação pública.

De acordo com o gestor da unidade itabunense da Coelba, Carlos Morais, a empresa programou obras necessárias para “dotar de maior qualidade e confiabilidade o fornecimento de energia” na rua Nossa Senhora das Graças.

A empresa garantiu que as obras serão concluídas em até 25 dias. As ações incluem construção de extensões de rede elétrica e instalação de postes e transformador.

DUPLA ITABUNENSE APRONTA EM ITACARÉ

E. e Bruno aprontaram em Itacaré.

Dois assaltantes de Itabuna foram detidos após roubar uma loja de bijuterias no centro de Itacaré. E.S.L, 17, e Bruno Soares de Nascimento, 20, foram presos por uma patrulha da Polícia Militar. A dupla saiu de Itabuna para roubar a loja Root´s Silver.

De acordo com a proprietária da loja, E. e Bruno levaram dez colares, quatro pulseiras e R$ 780,00 em espécie. Os dois assaltantes foram levados para a delegacia de Itacaré e autuados em flagrante.

A polícia ainda apreendeu com a dupla seis aparelhos celulares. Bruno mora no Jaçanã e E., no Maria Pinheiro, conforme os policiais militares Paulo Sérgio dos Santos e Sebastião Rocha.

TRAFICANTES SÃO RECAPTURADOS

Os traficantes Galego e Big foram presos nesta sexta (Montagem Pimenta).

Além da dupla acima, as polícias militar e civil prenderam em Itacaré Alan Rocha de Oliveira, vulgo Big, 23 anos, e o comparsa Marlos Lopes de Souza, o Galego, 25. Os dois são foragidos da Justiça de Itabuna.

“Big” foi preso com 159 pedras de crack, seis celulares, dois relógios e R$ 108,00 em espécie ao final da manhã desta sexta. Galego “caiu” por volta das 15h30min, na rua do Corote, Santo Antônio, também em Itacaré. Os dois serão encaminhados para o Conjunto Penal de Itabuna.

MUDANÇA NA SUPERINTENDÊNCIA DA CAIXA

As mudanças ocorridas na direção nacional da Caixa Econômica começam a refletir nos estados. A superintendência sul-baiana da Caixa trocará de comando na próxima segunda-feira (18), quando Luiz Antonio de Souza substituirá Paulo Nery, que estava há três anos no cargo em Itabuna.

Luiz Antonio tem 35 anos de Caixa, dos quais 33 anos ocupando cargos de gestão, área na qual é graduado. Ele deixa o cargo de gerente de desenvolvimento urbano em Salvador. De partida, Paulo Nery assumirá a Superintendência da Caixa em Alagoas.

SIMPI DIZ QUE NÃO FOI PROCURADO

Em nota publicada ontem acerca de um caso de ameaça contra um professor da Escola Municipal Lourival Oliveira Soares, o PIMENTA notou a ausência de manifestação dos representantes sindicais da categoria. De fato, nem o Sindicato Municipal dos Professores (Simpi) nem a Associação dos Professores de Itabuna (API) tocou no assunto.

Hoje, a assessoria do Simpi entrou em contato com o blog e informou que não se manifestou porque soube do fato pela imprensa. “Em nenhum momento, o professor nos procurou para comunicar o ocorrido”, declarou uma assessora por telefone.

A representante do sindicato disse ainda que o professor vítima da ameaça não é filiado à entidade, embora – segundo ela – este fato não significasse empecilho para a solidariedade do sindicato.

O Simpi informa que, em 2010, mobilizou-se junto à Secretaria Municipal de Educação para que fosse construído um muro em volta do Lourival Soares.  A razão teria sido uma situação de ameaça, esta envolvendo outro membro do quadro docente da escola.

EMPRESÁRIA E BANDIDO MORREM EM ASSALTO A TRANSPORTADORA

Acabou em tragédia uma tentativa de assalto à transportadora terceirizada da Delfi Cacau, Dany Nelly, no quilômetro 36 da BR-415, trecho Itabuna-Ibicaraí, ao lado do parque de exposições Antônio Setenta. A dona da empresa e um assaltante morreram no local.

De acordo com relato de testemunhas, dois bandidos invadiram a empresa e anunciaram o assalto. A dona da transportadora, Noeli Azevedo, reagiu e acabou matando um dos bandidos com um tiro. Mas Noeli foi atingida por disparos efetuados pelo segundo assaltante, que conseguiu fugir.

A troca de tiros ainda feriu Nelson Marinho, motorista da transportadora. Ele foi levado para o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem)  e o seu estado de saúde é considerado grave. O disparo atingiu o pescoço do funcionário.

A transportadora foi criada por Noeli e o ex-esposo, Adiel Souza, funcionário aposentado da Nestlé, e atende à Delfi com transporte de derivados de cacau e de funcionários da empresa. Noeli morava há 15 anos em Itabuna. De acordo com a polícia, este foi o terceiro assalto à empresa.

Atualizado às 20h

GILSON EXPLICA OPÇÃO PELO PC DO B E ROMPIMENTO COM AZEVEDO

A saída definitiva de Gilson Nascimento do grupo político do prefeito Capitão Azevedo (DEM) caiu como uma bomba no governo itabunense. Azevedo sabia das divergências no campo político, mas não esperava que o ex-secretário de Administração desse uma guinada de 180 graus e acabasse filiando-se ao PCdoB.

Ironicamente, o ato de filiação de Gilson ocorreu na churrascaria Los Pampas, onde Azevedo se encontrava e discutia sobre limites territoriais de Itabuna e Ilhéus com o prefeito ilheense, Newton Lima (PSB).

Azevedo, ao contrário do comportamento em todas as vezes que encontrava o vereador e presidente do PCdoB itabunense, cumprimentou Wenceslau Júnior com frieza, acusando o golpe da filiação de Gilson à legenda cururu. Também não foi efusivo o cumprimento ao amigo e agora adversário no campo político. O PIMENTA conversou com o novo comunista da praça. Eis o papo:

PIMENTA – Por que o senhor decidiu aceitar o convite do PCdoB e a indicação ao Detran?
Gilson Nascimento – Primeiro, não foi por um convite para simplesmente dirigir o órgão, mas por acreditar em um projeto político e em um grupo consistentes. Nosso preocupação será melhorar o atendimento no Detran. Eu tenho experiência na área de trânsito, fui convidado por Rosivaldo Pinheiro e Wenceslau Júnior, achei viável o projeto e não se discutiu nomes, mas um projeto para recuperar o Detran em Itabuna.

Esse seu alinhamento com o PCdoB já sinaliza qual o seu comportamento para 2012?
A partir de agora a gente se integra às discussões do partido, que pretende lançar candidato a prefeito e estaremos juntos para desenvolver este projeto.

Essa sua decisão sinaliza claramente o rompimento político com o prefeito Capitão Azevedo (DEM)?
Esse rompimento se deu já na minha saída do governo. Gosto muito do prefeito, é meu amigo particular, mas no campo político estaremos em campos antagônicos. Continuaremos amigos e não temos problemas pessoais.

A sua decisão de sair do governo se deu, exatamente, por qual razão?
Ocorreu uma dicotomia política quanto ao alinhamento em relação ao governo do estado. Eu sou servidor do estado, acreditei nos projetos de [reeleição] de Wagner e [eleição] de Dilma e nos projetos da base aliada do governo. Esperávamos a aliança política, tentamos de toda forma trazer [Azevedo] para a base aliada. Mas dada a resistência e a decisão do prefeito de continuar no DEM, decidimos separar em relação a pensamento político.

DEPUTADO CRIA INIMIGOS

Uol Notícias:

Deputado proporcionalmente mais votado do país aos 38 anos de idade, José Antônio Reguffe (PDT-DF) quer evitar rótulos depois de já ter se tornado um incômodo para vários colegas. Novato na Câmara, abriu mão de uma série de benefícios, de forma irrevogável e sem precedentes. Defensor da austeridade no Congresso, onde é chamado de demagogo e de Dom Quixote por (muitos) adversários, ele cobra mais ousadia nos cortes de gastos públicos do governo da presidente Dilma Rousseff.

Com mais de 266 mil votos, ou 19% dos eleitores no Distrito Federal, o economista carioca ganhou destaque na Câmara Distrital durante o escândalo que levou à queda do então governador, José Roberto Arruda. Lá, tomou medidas semelhantes às que adotou no Congresso Nacional no início de seu primeiro mandato. Abriu mão dos 14º e 15º salários, rejeitou a cota de passagens aéreas, fixou em nove o número de assessores de gabinete –poderiam ser 25–, e descartou receber qualquer verba indenizatória até o fim do mandato.

GILSON NASCIMENTO FILIA-SE AO PC DO B E ASSUMIRÁ DETRAN EM ITABUNA

EXCLUSIVO

Sena, Wenceslau, Gilson e Rosivaldo no anúncio da filiação (Foto Domingos Matos).

O PCdoB acaba de anunciar em evento na churrascaria Los Pampas a filiação do ex-secretário da Administração de Itabuna, Gilson Nascimento. Ele chega ao partido após sinalizar, desde 2009, afinidade com nomes como o do vereador Wenceslau Júnior, que abona a ficha do novo filiado.

Gilson foi um dos principais cabos eleitorais de Wenceslau, o candidato a deputado estadual mais votado em Itabuna na disputa de 2010.

Bacharel em administração e sargento da Polícia Militar, Gilson chega ao PCdoB e é o nome mais forte do partido para ocupar a direção da 5ª Ciretran/Detran em Itabuna, conforme a política de divisão de cargos implementada pelo governo estadual.

Gilson saiu do governo de Capitão Azevedo (DEM), após demonstrar insatisfações com os rumos tomados pela administração. Ainda nos bastidores, é comentada a insatisfação do sargento com o deputado federal Luiz Argôlo (PP).

VAI QUE É MOLE

O presidente do Itabuna Esporte Clube, Ricardo Xavier, não esconde o desejo de reforçar o time com boa parte dos atletas do Colo Colo, de Ilhéus.

Não ofende a ninguém lembrar tanto ao presidente quanto à comissão técnica do Azulino o resultado final obtido pelo Tigre Ilheense neste ano no Baianão: rebaixamento para a Segundona.

O FILHO DO CORONEL E O IDIOMA FRANCÊS

Marival Guedes | marivalguedes@yahoo.com.br

“Papá, passá o arrozá”. O coronel, num misto de decepção e raiva, desabafou, entredentes: “isso é lá Francês, descarado”.

Fernando Barreto (1923-2007) foi o primeiro vice-prefeito de Itabuna e assumiu a chefia do executivo em maio de 82, quando o prefeito Fernando Gomes renunciou para se candidatar a deputado federal, a janeiro de 83. Mas não é sobre sua carreira política que vou falar.

Ele era filho de Nicodemos Barreto, um dos maiores cacauicultores do sul da Bahia nas décadas 50 e 60. Apesar de não ser letrado, o fazendeiro queria o ingresso dos filhos na universidade. E não poupava recursos para atingir este objetivo.

Então, mandou Fernando Barreto estudar o segundo grau (hoje, ensino médio) no Rio de Janeiro. O jovem ficou fascinado pelos encantos da “cidade maravilhosa” e foi buscar outros aprendizados nas deliciosas noites cariocas.

Quando as despesas se tornaram maiores que a receita, mandou carta ao pai pedindo aumento da mesada para pagar um curso de francês, o charmoso idioma daquele período.

O “velho” atendeu e Fernando aumentou os gastos com uísque e mulheres. Mas veio o período de férias e ele teve que visitar os pais. Sem saber o que acontecia no Rio, Nicodemos preparou um almoço na famosa fazenda Progresso, para o qual convidou amigos e autoridades.

À mesa, pediu ao filho que falasse algo em Francês. Fernando Barreto pigarreou e na maior tensão e cara de pau disse: “papá, passá o arrozá”. O coronel, num misto de decepção e raiva, desabafou, entredentes: “isso é lá Francês, descarado”.

Encontrei Fernando Barreto num restaurante e ele confirmou-me este caso. Mas o “historiador popular” itabunense, Nilton Ferreira Ramos, garante que o final não foi bem assim. Ele conta que participou do banquete e quando o coronel pediu para o estudante se expressar em francês, o filho falou: “paparais, passarais o arrozais?” E o pai reagiu no mesmo dialeto inventado por Fernando: “molecais descaradais, gastais meu dinheirais, para lá não voltarais, pegarais na enxadais”.

Marival Guedes é jornalista e escreve às sextas no PIMENTA.

GERÊNCIA DO BB ESCLARECE CAIXA ESPECIAL PARA ADVOGADOS

O caixa especial criado pela agência do Banco do Brasil em Itabuna para atendimento a advogados será utilizado exclusivamente em casos de pagamentos de ordens judiciais, segundo explicou o gerente-geral Fernando Bastos ao PIMENTA.

De acordo com ele, o profissional do Direito terá o mesmo tratamento oferecido aos demais clientes quando for à agência para tratar de questões pessoais. “Não existirá um caixa especial para classes, categorias. Jamais faríamos isso”, assegura.

Fernando Bastos diz que o atendimento a alvarás é demorado. Ele calcula que, na média, leve entre 30 a 40 minutos e prejudica quem está atrás, na fila. O tempo de atendimento, explicou, varia de acordo com o valor e o tempo da causa. E quanto mais antiga , maior o tempo para conferência de documentos e consequente pagamento. “Ao criar um caixa específico para alvarás judiciais, eu melhoro o meu atendimento [aos clientes]”.

REGIÃO METROPOLITANA DO CACAU

Allah Góes | allah.goes@hotmail.com

 

Ao invés de se perder tempo com discussões menores, deveríamos nos concentrar em discutir fórmulas e programar ações que possam recolocar a nossa Região nos trilhos do desenvolvimento.

 

Alguns ditos “nossos representantes” se esforçam para acirrar ainda mais a rivalidade, que por aqui sempre é latente, entre Itabuna e Ilhéus, onde, em busca de um ganho menor (que é o imposto a ser pago por dois supermercados), deixa-se de discutir, e fomentar, o desenvolvimento de nossa região.

Esquecem-se estes “Senhores” que, infelizmente, existe uma série de dificuldades e “gargalos” que são comuns aos municípios do sul da Bahia e que, se houvesse um planejamento de forma integrada, através de ações conjuntas e permanentes, poderiam ser resolvidos, a exemplo das questões do transporte, do lixo, da segurança e da saúde, apenas para citar alguns exemplos.

Para se solucionar estes e outros problemas, ou pelo menos discuti-los, importante seria a implementação de uma Região Metropolitana que, conforme sugere o Deputado Coronel Santana, em bem-vinda indicação dirigida ao Governador do Estado, “representará um novo foco de desenvolvimento capaz de atrair atividades econômicas, através da autonomia administrativa de recursos e planejamento integrado”.

Sendo assim, poderemos ter a necessária, e sempre esperada, autonomia político-administrativa para, em conjunto e dentro dos anseios regionais, poder nos desenvolver sem os sobressaltos do improviso e da falta de planejamento.
Dentro do conceito clássico, as cidades de Itabuna e Ilhéus não poderiam ser consideradas como candidatas a formarem uma RM – Região Metropolitana, mas sim uma Microrregião, tipologia, inclusive, que é a utilizada pelo IBGE para nos “classificar”.

No seu conceito clássico, por conta de uma RM ser criada a partir da polarização de uma região ao redor de 01 cidade-polo, da qual se forma um núcleo populacional (a exemplo da RM de Salvador), não se entenderia como possível se criar uma RM, onde se tenham 2 cidades-polo (Itabuna e Ilhéus), pois aí se teria uma “aglomeração urbana” e não uma RM.

Assim, tomando-se por base este conceito, quando uma “aglomeração urbana” composta por diversas cidades passa a atuar como um “mini-sistema urbano”, e uma das cidades cresce e se destaca das demais, influenciando economicamente a região, estamos diante de uma Metrópole, sob a qual se pode criar uma RM, isto segundo lição do Prof. Marcelo de Souza, esposada em seu livro “ABC do desenvolvimento regional”, pg. 32.

A Metrópole é o polo de atuação e/ou dominação de um grande espaço de produção e consumo, e, no espírito deste conceito clássico, os deputados Antônio Menezes e Daniel Gomes, conseguiram incluir, quando da promulgação da Constituição de nosso Estado, o Art. 61 do ADT – Ato das Disposições Transitórias, onde se estabelecia que, no prazo de 30 dias, seria criada por Lei Complementar, a RM de Itabuna, lei esta que, por conta da inoperância de nossas lideranças políticas, nunca saiu do papel.

Agora, através de uma iniciativa encabeçada pelo Dep. Coronel Santana, utilizando-se de uma “brecha legal” contida no §3º do Art. 25 da Constituição Federal, que repassa aos Estados a competência de poder criar RMs, e isto através de critérios próprios e locais, poderemos iniciar a discussão de uma RM com 02 polos de influência, englobando-se Itabuna e Ilhéus.

Como se vê, ao invés de se perder tempo com discussões menores, deveríamos nos concentrar em discutir fórmulas e programar ações que possam recolocar a nossa Região nos trilhos do desenvolvimento, e liderança, que há muito deixamos para trás.

 

Allah Góes é Advogado Municipalista, consultor de Prefeituras e Câmaras de Vereadores.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia