WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




alba








maio 2011
D S T Q Q S S
« abr   jun »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

editorias






:: 19/maio/2011 . 20:38

A NOVELA CONTINUA

Para quem imaginava que a novela do entra-e-sai de prefeito em Buerarema havia chegado ao fim, novidade: o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) decide na próxima quinta (26) se o o decreto legislativo da reprovação das contas de Mardes Monteiro (PT)  é falso ou verdadeiro.

Antes, porém, os desembargadores analisam se o processo deve seguir, já que um dos autores da denúncia contra Mardes desistiu da ação no ano passado. Caso o tribunal siga com o processo e julgue verdadeiro o documento legislativo, o poder muda de mãos na velha Macuco. Pela terceira vez em menos de dois anos…

HOMENAGEM AOS “TRAÍRAS”

"Traíras" foram devidamente homenageados em Conquista (Foto Blog do Anderson).

Nomes de professores da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) tidos como “traíras” da causa foram parar num belo outdoor em Vitória da Conquista. Os docentes são cobrados pelos colegas da universidade, pois hoje ocupam cargos de destaque no governo Wagner, que decidiu cortar o salário dos grevistas.

A homenagem atinge nomes de peso, como o secretário de Relações Institucionais, Cesar Lisboa, além do diretor da área Estudos Econômicos e Sociais da Bahia da Secretaria de Planejamento, Geraldo Reis,  e o chefe de gabinete da Secretaria do Trabalho, Emprego e Esporte (Setre), Elias Dourado, informa o Blog do Anderson.

PROGRAMA DEBATE LIMITES DE ILHÉUS E ITABUNA

A possibilidade de revisão dos limites territoriais de municípios baianos esquentou a polêmica entre políticos de Ilhéus e Itabuna. Ontem, o assunto foi discutido no programa N Debates, da TV Cabrália Record News, pelo deputado estadual Gilberto Santana (PTN) e o chefe de gabinete da prefeitura de Ilhéus, José Nazal, com a mediação do jornalista Tom Ribeiro.

Para José Nazal, a discussão sobre revisão territorial tem mais interesses econômicos, pois a dúvida nunca antes foi levantada. O principal trecho em disputa por parte de Itabuna abriga as lojas do Makro e Atacadão e deverá atrair novs empreendimentos.

O deputado Gilberto Santana discorda de Nazal e vê a discussão como oportunidade para eliminar “incoerências” e atualizar as divisas territoriais. Confira o clima do debate no vídeo abaixo (programa na íntegra).

PM PRENDE SUSPEITOS DE ASSASSINATO EM ILHÉUS

Danilo, T.E.C.G e Diego presos em Ilhéus.

A polícia militar apreendeu um adolescente e prendeu dois homens suspeitos de matar Elvis Brito, 17, próximo à praça Cairu, no centro de Ilhéus.

Diego Reis Pitombo, 18, T.E.C.G, 17, e Danilo Silva Santos, 25, “caíram” no Alto Formoso, na Conquista, quando se preparavam para fugir.

Além de matar Elvis Brito, o trio atirou em duas pessoas. Uma das vítimas, Murilo Santos, 24, encontra-se internada em estado grave no Hospital Geral de Ilhéus.

Com o trio, a guarnição e o pelotão motociclistas da 68ª Companhia Independente da PM apreenderam uma pistola Taurus 7,65mm, numeração raspada, e nove cartuchos intactos . A polícia ainda caça o resto do bando.

CISO DEMITE 11 FUNCIONÁRIOS. ESTADO NÃO PAGA ALUGUEL HÁ CINCO MESES

Ciso atende 2.790 alunos da rede estadual, mas sofre com calote do governo.

O Colégio Sesquincenteário (Ciso), uma das mais tradicionais instituições de ensino da Bahia, teve que dar aviso prévio a 11 funcionários hoje por causa de um calote do estado. A instituição teria entrado em dificuldades financeiras após a Secretaria Estadual de Educação (SEC) não pagar pelo aluguel de salas de aula, auditório, biblioteca, ginásio de esporte e parque aquático.

O PIMENTA entrou em contato com a direção do Ciso. Marcos Brandão confirmou a dívida, mas disse que preferia negociar com o estado a falar sobre o calote nesse momento. Ele, no entanto, afirmou que o atraso de cinco meses gerou estrangulamento financeiro do colégio e a necessidade de demitir funcionários, principalmente da parte de apoio.

A escola deu aviso prévio a 11 funcionários contratados para manutenção das instalações e atenção aos 2.790 alunos da rede estadual. O repasse mensal do estado era destinado ao pagamento dos funcionários. “Tive que dar aviso prévio”, afirma Marcos Brandão, sem, no entanto, querer se aprofundar no assunto.

Conforme este blog apurou, estado e direção do Ciso mantinham uma parceria de quase 30 anos. O repasse pelo uso da estrutura física era feito nos últimos cinco anos, mas “travou” no início de 2011.

Nos 25 anos iniciais do contrato a escola oferecia a estrutura e o estado, apenas os professores. A dívida alcança R$ 50 mil. O colégio foi fundado há 48 anos por Josué Brandão e sempre foi referência tanto no ensino como na revelação de talentos no esporte. Há vários anos a estrutura é dividida entre Ciso Particular, Ciso Estadual e Municipal.

A Secretaria Estadual de Educação (SEC) informou a renovação do contrato depende da palavra final da equipe de engenharia civil, que vistoriou a estrutura física de toda a escola. Foram duas vistorias feitas neste ano. A primeira não recomendou a renovação de contrato. O parecer da última deverá ser entregue nos próximos dias.

Ao PIMENTA, a SEC não reconheceu que haja calote por parte do estado, pois a pendência ocorre devido a problemas estruturais da escola. A escola será indenizada pelo uso do espaço físico nestes cinco meses.

UMA CRÍTICA MEIO HIPÓCRITA

Os governos carlistas foram pródigos em patrocinar artistas e até a combalida Empresa Baiana de Alimentos (Ebal) foi no passado exaustivamente utilizada para bancar festas, bandas, micaretas, “picaretas” e carnavais.

Agora, quando a Embasa anuncia a realização de alguns shows pelo interior do Estado, para festejar seus 40 anos de existência, deputados de oposição vociferam e esbravejam. Um dos mais exaltados, Bruno Reis (PRP), diz que a empresa promove “farra com o dinheiro público”.

Como o jovem parlamentar, que até pouco tempo era assessor do deputado federal ACM Neto, definiria o que era feito no tempo de Malvadeza? Certamente ele falaria que se tratava então de uma importante e acertada política de incentivo à cultura.

 

PF TEME “PROPAGANDA” DO OXI

Edjunior foi preso com oxi em Ilhéus.

A Polícia Federal teme que as notícias sobre o avanço do oxi no Brasil, especificamente o fato de ser tratada como nova droga, acabem estimulando o uso – a popularização 0 da droga que tem componentes diferentes do crack, informa o UOL Notícias.

O portal diz que, “no campo científico, peritos da PF afirmam que as pesquisas feitas com amostras de óxi apreendidas nas ruas de Rio Branco, no Acre, por onde a droga entrou no país, não apresentaram elementos suficientes para caracterizá-la como diferente do crack, do merla ou da pasta base da folha de coca”.

O coordenador de repressão a entorpecentes da PF, Oslain Santana, afirma que o oxi “é a mesma cocaína apresentada de outra forma”.

Somente na Bahia, foram registradas duas apreensões de drogas identificadas visualmente como oxi. A confirmação dependerá de exame mais sofisticado e não-disponível no interior do estado. As apreensões ocorreram em Itapetinga e, na última terça (16), em Ilhéus.

Leia ainda:

POLÍCIA APREENDE 35 PEDRAS DE OXI EM ILHÉUS

A HORA E A VEZ DE GILTON MUNHECA

Teodorico Majestade projetou o Teatro Popular de Ilhéus com a história de um prefeito atrapalhado da cidade fictícia de Ilha Bela. Mas o gestor foi sucedido por outra figura controvertida, o antigo vice Gilton Munheca. É ele o principal personagem da peça “O Inspetor Geral”, nova montagem do TPI, que estreou este mês no Centro de Atividades do Sesi em São Paulo.

Na peça, Gilton Munheca aprende as “regras do jogo” e se vê envolvido em uma rede de conchavos e desvios. Tem como parceiros de tramoias os astutos Pai Didão, Cacau das Treitas e Jorge Paraíba.

A peça tem no elenco os atores Hermilo Menezes, Tânia Barbosa, Potira Castro, Takaro Vítor, Guilherme Bruno, Ely Izidro, Aldenor Garcia, Rogério Matos e Elielton Cabeça. O texto e a direção são de Romualdo Lisboa.

O espetáculo tem patrocínio do Sesi-SP e fica em cartaz na capital paulista até o dia 2 de julho.

ILHÉUS NO GUINESS BOOK

Carqueija: "otimista por natureza".

O consórcio municipal Valderico Reis/Newton Lima na prefeitura de Ilhéus não demora colocar a Terra de Gabriela no Guiness Book.

A cidade vai para o Livro dos Recordes por um motivo sem graça: entre os governos dos compadres Newton e Valderico, a cidade teve nada menos que 14 secretários de Saúde.

O 14º será o vereador Paulo Carqueija, que assumirá a pasta até o início do próximo mês, depois de ver os colegas petistas Antônio Rabat e Jorge Arouca pedirem para sair.

Carqueija, que se diz um otimista por natureza, espera entrar no “Guiness” por outro motivo: recorde de permanência no cargo.

Confira abaixo.

PIMENTA – Quando é que o senhor assume a “pasta-pepino”?
Paulo Carqueija – Minha previsão é assumir daqui a 10, 15 dias [ele depende de liberação do Ministério da Agricultura, do qual é funcionário].

Fazendo as contas, o senhor será o 14º secretário de Saúde desde janeiro de 2005. Mesmo com essa alta rotatividade, o senhor quer assumir o… pepino?
Assumirei atendendo a um chamado do meu partido e a um convite do governo.

E qual vai ser a receita pra ficar mais tempo na cadeira?
Vamos trabalhar o básico de qualquer gestão. Tem que ter presença, motivação, competência, responsabilidade… Não podemos falar de excelência, qualidade sem cumprir o básico que qualquer gestão requer.

Então, faltaram esses “ingredientes” aos últimos gestores?
Faltou à Secretaria de Saúde, não aos secretários.

13 nomes, 13 tentativas, 13 exonerações. Por que seria diferente com o senhor?
Em algum instante as coisas têm que dar certo. Eu sou otimista por natureza.

MARCOS DANTAS FECHA COM O PSD

Marcos e Graciela: comando do PSD.

Enquanto espera a legalização do partido, a direção estadual do PSD organiza as comissões provisórias em todo o estado. Em Itajuípe, a legenda terá a família Dantas no controle. O prefeito Marcos Dantas e a vice, Graciela Dantas, fecharam com Otto Alencar e o deputado federal Edson Pimenta e terão o controle do PSD no município. Pelo acordo, o PSD será presidido pela vice-prefeita.

De quebra, também foi assegurado ao empresário Marcelo Dantas o comando da legenda na vizinha Uruçuca. Marcos, no entanto, continuará no PP. Os arranjos políticos selam entrada do gestor itajuipense na base de apoio ao governo de Jaques Wagner.

TJ-BA OBRIGA ESTADO A PAGAR SALÁRIO DE PROFESSORES GREVISTAS

Do Blog do Gusmão

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ/BA) concedeu liminar a favor dos professores das universidades estaduais, em greve há mais de um mês. A decisão determina que o governo pague os salários cortados devido à paralisação. Caso não cumpra a determinação, o estado pagará multa diária de R$ 5 mil, conforme a liminar

A Secretaria Estadual de Educação decidiu suspender os salários dos grevistas da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) Universidade Estadual do Sudoeste Baiano (Uesb) e Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc-Ilhéus), já no mês de abril. A Procuradoria Geral do Estado informou que irá recorrer da decisão.

O movimento grevista reivindica do governo estadual a retirada de uma cláusula do acordo salarial feito em 2010 que impede melhorias salariais pelos próximos quatro anos e a revogação do Decreto 12.583/11 que reduz os gastos públicos no ano de 2011.

A SANDICE A FAVOR DO BAIRRISMO

Ricardo Ribeiro | ricardoribeiro@pimentanamuqueca.com.br

 

O que pensam os que irresponsavelmente alimentam essa rixa, quando deveriam estar construindo propostas sérias, como a criação de uma região metropolitana?

 

Vem de muitas décadas o bairrismo entre Ilhéus e Itabuna, cidades-irmãs e que se complementam, mas ambas prejudicadas por velhas cabeças de jegue existentes em seu subsolo. Não se sabe porque, dois núcleos urbanos que tanto poderiam ganhar se procurassem somar suas qualidades e construir propostas conjuntas para resolver uma série de problemas – desde a questão do transporte coletivo até a destinação dos resíduos sólidos – preferem alimentar brigas que não conduzem a lugar algum.

Pior é ter lideranças políticas que não possuem espírito público e vivem de criar factoides ou alimentá-los, na esperança de obter algum benefício eleitoral. Fala-se, por exemplo, que a briga do deputado Gilberto Santana para tirar um pedaço de Ilhéus é uma estratégia para agradar o eleitorado itabunense e se cacifar para a disputa sucessória do ano que vem. E agora, com a possibilidade de apoio sinalizada pelo deputado federal ACM Neto, que pode fritar o correligionário Azevedo, sabe Deus o que pode acontecer…

No último fim de semana, Santana e o secretário de Desenvolvimento Urbano de Ilhéus, Carlos Freitas, bateram boca em uma reunião política em Salvador e por pouco não foram às vias de fato. Uma baixaria que diz muito sobre o nível de todo esse debate, provocado pela instalação de dois supermercados dentro do território ilheense, mas bem perto do limite com Itabuna.

Será que a arrecadação tributária gerada pelas duas empresas vale tanto desgaste político e a criação de um clima de animosidade entre Ilhéus e Itabuna? O que pensam os que irresponsavelmente alimentam essa rixa, quando deveriam estar construindo propostas sérias, como a criação de uma região metropolitana capaz de alavancar o desenvolvimento local de maneira consistente, não apenas com a fome de encher os cofres com uma receita que muitas vezes escapa pelos ralos da burocracia e da corrupção antes de chegar a se constituir em benefício real e concreto para os cidadãos?

Escrevo esse artigo após ter recebido uma ligação de um amigo ilheense, afirmando ter sido informado de que circulam em Itabuna carros com um adesivo no qual se lê “Ilhéus: o novo bairro de Itabuna”. Como resposta, e fazendo alusão aos buracos da cidade vizinha, este mesmo amigo disse que mandaria produzir adesivo com a seguinte mensagem: “Itabuna, o campo de golfe de Ilhéus”.

Por enquanto, o negócio está na base da galhofa e do comportamento reprovável de políticos, o que poderia nos envergonhar se já não estivéssemos acostumados e tristemente conformados com as atitudes ridículas daqueles que se dizem nossos representantes. Mas tomara que a coisa não descambe para uma onda de hostilidades entre itabunenses e ilheeenses, o que seria um preço alto demais a se pagar pela área onde foram construídos dois supermercados.

Estupidez tem limite.

 

Ricardo Ribeiro é um dos blogueiros do PIMENTA e também escreve no Política Et Cetera.

TIROTEIO NO CENTRO DE ITABUNA

Uma tentativa de assalto a uma ótica do centro de Itabuna quase acaba em tragédia nesta manhã de quinta-feira (19). Um homem invadiu a Ótica Rocha e o outro ficou numa moto Honda CB-250, na rua Alício de Queiroz.

O assaltante que entrou na loja obrigou o gerente a recolher produtos que estavam na vitrina e colocá-los numa mochila. Nervoso, o bandido perdeu a mochila na fuga e acabou efetuando vários disparos contra a ótica, destruindo parte da vitrina. Ninguém ficou ferido. Testemunhas conseguiram anotar a placa da moto usada pelos bandidos no assalto (NTG-2464).

INSTALAÇÃO DA ALAMBIQUE

Caboclo será o anfitrião do primeiro encontro da Alambique

Confirmada para esta sexta-feira, dia 20, a primeira reunião da Academia de Letras, Artes, Música, Birita, Inutilidades, Quimeras, Utopias Etc., a Alambique.

O batismo será às 18 horas, no histórico ABC da Noite, do Caboclo Alencar, seguido de um encontro dos neo-imortais no bar Artigos para Beber, ali mesmo no Beco do Fuxico, no coração de Itabuna.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia