WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
cenoe





junho 2011
D S T Q Q S S
« maio   jul »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

editorias





itao

ftc


DEPUTADO MANDA REPÓRTER PRA “P… QUE PARIU”

O deputado estadual Deraldo Damasceno (PSL) perdeu as estribeiras quando indagado pela reportagem do site Política Hoje sobre as suas possíveis ligações com a traficante soteropolitana Nem Gorda.

– Vá pra p… que pariu seu c….. – teria reagido o deputado, que é delegado de carreira da Polícia Civil e sempre fez questão de aparecer para as câmeras e lentes antes de disputar vaga na Assembleia Legislativa baiana.

De acordo com a editora do site, Bárbara Souza, a reportagem queria ouvir o deputado-xerife-delegado sobre as denúncias. “Tudo que se queria era ouvir um homem público, que está sendo alvo de denúncias cuja gravidade é indiscutível”, escreveu Bárbara.

Por último, segundo a editora, o delegado-xerife-deputado ameaçou processar a todos e ser capaz de “fazer uma besteira”.

5 respostas para “DEPUTADO MANDA REPÓRTER PRA “P… QUE PARIU””

  • Mattos says:

    Homem público? como esses em nosso pais tem muitos, se colocássemos nome de A a Z faltaria letras no alfabeto.
    Hipócritas quem não deve não teme, e se sentir ofendido por esta sendo acusado injustamente, simples é só processar, MAIS ARROGANTES DO JEITO QUE SÃO E DEVEDORES DE SATISFAÇÃO MAIS COM O RABO PRESO FICAM AGRESSIVOS, sim não vamos longe que tal ir seu PIMENTA na câmara de Itabuna, na EMASA, PREFEITURA e entre outras instituições falidas dessa nossa cidade, Um conselho vai de colete e carro blindado, pois ele podem ter a sindrome do rabo preso ( VC SABE QUEM EU SOU E O QUE POSSO FAZER COM VC).
    UMA VERGONHA NESSE PAIS…

  • Regina Florêncio says:

    Esse deputadozinho Xerife é um tremendo canalha. Ele protagonizou um show de horrores através desses programecos que ferem a dignidade humana e criminalizam a pobreza: Bocão, Na Mira e afins. Armou para esfregar na cara do telespctador incauto, um flagrante de tentativa de suborno à autoridade. Nunca vi coisa mais baixa, mais vil.

    O pior é o que tem por detrás disso: Como a Secretaria de Segurança Pública permite tal desrespeito aos direitos civis e como uma concessão pública que é a televisão, pode ser utilizada para todo tipo de criminalização da povo, intolerância religiosa , racismo, homofobia, machismo demais práticas condenáveis ?

    A besteira já foi feita pelos eleitores que elegeram o próprio carrasco para representá-los.

  • E agora José says:

    Em se falando em CARRASCOou XERIFE o Centro Administrativo Firmino Alves também foi contemplado com uma pessoa que o poder subiu pra cabeça…
    No governo do Cap. Azevedo a cidade teve um Secretario de Administração o Gilson Nascimento que encabecou uma campanha da transparencias pelo menos em relação a visibilidade do povo para com os gabinetes dos secretario e isso começou em seu proprio gabinete, quando colocou vidros 100% transparente para que o povo pudesse ver quando o secretario estivesse em seus gabinetes para com isso evitar a famosa desculpa do esta em reunião.
    Mas como tudo passa hoje Gilson já não é mais Secretario da Administração e seu substituto tratou logo de colocar um adesivo nos vidro para que o povo não saiba quando ele está ou não.
    Achando isso pouco colocou um leão de chacara de codinome “DANIEL” que não permite que o povo chegue ao Secretario… agora LASCOU… mas 2012 vem ai!
    Esse tipo de atitudo só faz com o povo relembre a quela musiquinha que ficou famosa nas eleiçoes de Itabuna, aaaaaaaaaaaa,aaaaaaaaaa arruma a mala aê, arruma a mala aê…

  • Zelão says:

    Zelão diz: – “Milico” nunca mais!

    Não sei se é por ter vivido a “época de ferro” da ditadura militar e conhecer o “preparo repressor” que formava os nossos militares, que hoje tremo quando vejo um militar (ou delegado) exercendo um cargo político.

    Nunca acreditei no “preparo” deles para exercer, democraticamente, um mandato. Mais são atrozes são as minhas dúvidas quanto aos “métodos e artimanhas” que se utilizam para serem eleitos, salvo, com raras exceções, o são; através dos votos da classe a qual pertence.

    Acostumados nas práticas repressivas pelas quais foram formados e que; a priori são incompatíveis aos interesses dos marginais e, quase sempre são vistas pela sociedade como truculentas, como pode um militar ou assemelhado, sem transgredir nas funções ou cargo que ocupa, e, se tornar confiável para receber o sufrágio do povo para se tornar um representante do próprio povo? Os exemplos da incompatibilidade entre o que “verdadeiramente o são” e o exercício das praticas democráticas, são muitos e gritantes, tanto nas casas legislativas, quanto no executivo.

  • Ricardo Seixas says:

    Assino em baixo de tudo que a senhora Regina falou aí em cima e acrescento, me perguntando: o que esse sujeitinho fez pra que o povo lhe outorgue um mandato parlamentar?

    Acostumado a tratar pretos, pobres e putas aos berros e sopapos, esses biltre acha que pode fazer o mesmo com qualquer cidadão. Ah, canalhas

Deixe seu comentário

camara itabuna






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia