WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom sao joao unime shopping jequitiba


junho 2011
D S T Q Q S S
« maio   jul »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

editorias


:: 17/jun/2011 . 23:39

PM prende chefes do tráfico no Alto do Coqueiro

Ednaldo e Ricardo são apontados como líderes do tráfico no Alto do Coqueiro.

A polícia militar prendeu, por volta das 16h20min desta sexta (17), dois homens considerados líderes do tráfico no Alto do Coqueiro, Malhado, em Ilhéus. Por meio de denúncia anônima, policiais da 68ª Independente da PM prenderam Ricardo Reis Santos, 36, e Ednaldo dos Santos de Carvalho, 28.

A dupla de traficantes tentou fugir quando avistada pela polícia, mas acabou presa. De acordo com a guarnição da PM, Ricardo e Ednaldo estavam com um revólver calibre 38 com cinco cartuchos intactos, 155 pedras de crack, 58 trouxinhas de maconha, dois tabletes grandes e cinco pequenos de maconha, um papelote de maconha, cinco celulares e R$ 122,00 em espécie.

A polícia também deteve Valéria dos Santos Lobato, Luís Roberto Gomes Matos e Gervanderson Oliveira dos Santos. Todos foram encaminhados para a delegacia de polícia. Ainda de acordo com a PM, todos são moradores da região do Malhado. A suspeita é de que os menores seriam usados para vender a droga, pois foram encontrados vários saquinhos plásticos para divisão e venda de maconha, crack e cocaína.

Bando preso com os traficantes no Malhado.

MP RECOMENDA À ROTA GRATUIDADE PARA DEFICIENTES EM LINHAS DE TARIFA ÚNICA

Ana, Jamile e Ione são símbolos da luta por gratuidade no sul da Bahia (Foto Arquivo Pimenta).

O Ministério Público estadual (MP) recomendou à Rota Transportes a concessão de gratuidade aos portadores de deficência em linhas intermunicipais de tarifa única ou que possua catraca.

As promotoras públicas Cleide Ramos e Thiara Rusciolelli recorreram à Convenção dos Direitos das Pessoas com Deficiência (CDPD) para fazer a recomendaçao à empresa que detém o monopólio das linhas intermunicipais no sul da Bahia.

As representantes da promotoria em Itabuna entendem que a tarifa única e a presença de catraca nos ônibus equiparam as linhas intermunicipais às semiurbanas.

A determinação valerá para as linhas entre Itabuna e os municipios de Buerarema, Ilhéus, Itajuípe, Lomanto Júnior (Barro Preto) e Itapé. Foi pela gratuidade que três deficientes visuais fizeram protestos na linha entre os municípios de Itabuna e Buerarema nos últimos dias 10 e 15 (relembre aqui).

A promotoria promoverá encontro com deficientes e a Rota Transportes na próxima terça (21), às 14h30min, no auditório da Unime-Itabuna. Um termo de ajustamento de conduta (TAC) poderá ser firmado com a empresa para que a gratuidade comece a valer imediatamente.

ABSURDO COM DINHEIRO DA EDUCAÇÃO

Ontem, o PIMENTA mostrou aqui o exemplo da prefeitura de Uruçuca. O município sulbaiano transporta alunos em caminhões (os conhecidos paus-de-arara) para as escolas, enquanto desvia ônibus para atender moradores da cidade que trabalham numa indústria têxtil em Itabuna. Suspeita-se que o dinheiro usado para pagar o transporte dos funcionários da Trifil seja do Fundeb, o que é proibido pela legislação. A prefeitura nega, mas não disse exatamente qual a fonte do recurso para o transporte. Pois diversos leitores afirmam que, além de Uruçuca, insistem na prática os municípios de Itapé, Santa Cruz da Vitória e Barro Preto. À lista, some também Ibicaraí e Itajuípe.

Confira matéria sobre o caso

WENCESLAU E O MINHA CASA, MINHA VIDA

Nota do Políticos do Sul da Bahia

Na noite desta quinta-feira, o vereador Wenceslau Júnior (PC do B) ofereceu um jantar para poucos convidados para apresentar a sua nova residência. O edil se mudou para um luxuoso apartamento no edifício Maria Leandra, centro de Itabuna.

JUSTIÇA CONDENA OI POR NÃO DISTRIBUIR LISTA

Da Agência Brasil

O Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2), em ação movida pelo Ministério Público Federal (MPF), condenou a Oi (antiga Telemar) por não distribuir a lista telefônica no Estado do Rio de Janeiro, de forma gratuita, para todos os clientes dispostos a recebê-la.

A operadora terá que pagar R$ 1,5 milhão de indenização por ter causado danos morais coletivos. O dinheiro da indenização será destinado ao Fundo de Defesa dos Direitos Difusos. A Oi ainda será obrigada a avisar, na fatura, que o cliente tem o direito de receber a lista.

O tribunal também considerou a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) igualmente ré no processo por ter editado uma resolução que desobrigava a entrega dos catálogos telefônicos. Com a decisão, a Anatel será obrigada a fiscalizar a entrega da lista telefônica.

O procurador da República no Estado do Rio de Janeiro Luiz Fernando Lessa, coautor da ação civil pública proposta em 2005 que resultou na condenação, explicou que a vitória do MPF representa a luta por direitos que ficam ameaçados pela omissão dos Poderes Públicos.

“A importância para a sociedade, desta condenação, é mostrarmos que as leis devem ser cumpridas e que os consumidores não estão sem a proteção do Ministério Público ou da Justiça”, disse.

RECUPERAÇÃO DE RODOVIAS

O deputado federal Geraldo Simões (PT) reuniu-se nesta sexta-feira, 17, com o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), José Lúcio, com quem tratou sobre a recuperação de rodovias que cortam o sul do Estado. Ontem,  o petista abordou o assunto com o diretor do Derba, Saulo Pontes, com quem também conversou sobre a previsão para o início das obras de duplicação da rodovia Ilhéus – Itabuna.

As obras de recuperação solicitadas pelo deputado contemplariam a BR-030, no trecho Ubatã – Maraú, e o acesso da cidade de Itajuípe à BR-101.

Segundo Simões, a expectativa para o início das obras é positiva. Ele afirmou que a ação tem como objetivo melhorar a infraestrutura de transporte na região, favorecendo o desenvolvimento econômico, inclusive com o incentivo ao turismo.

COMUNISTA NOS BRAÇOS DE AZEVEDO

O PCdoB grita contra o assédio petista aos seus candidatos a vereador em Itabuna, mas o ataque ao capital (ops) dos comunistas parte de todos os lados. E é assim que, caladinho, o prefeito Capitão Azevedo (DEM) já tem assegurado o apoio de Manoel Farias, o Nel do Bar.

Liderança do São Lourenço, Nel já deixou claro que em 2012 marchará com o prefeito. O comerciante disputou uma vaga a vereador em 2008 pelo PCdoB, mas diz ter fechado, politicamente, com Azevedo, faltando apenas decidir a legenda para filiar-se.

A REALIDADE DO MP BAIANO

Enquanto a sede estadual do Ministério Público baiano, em Salvador, é transferida para um local mais moderno e cujas obras custaram R$ 49 milhões, a realidade das promotorias pelo interior do estado é preocupante. Apesar de concursos já realizados, faltam promotores, funcionários e equipamentos. Em algumas promotorias, funcionários fazem até rodízio para usar computadores.

Quando isso muda?

POPÓ ASSEGURA BOQUINHA A GENRO DE SENADOR

O deputado federal Acelino Popó (PRB-BA) é suspeito de promover nepotismo cruzado ao nomear  Daniel Brandão Lopes, genro do senador Marcelo Crivella (PRB-RJ). A nomeação garante R$ 7.080,00 por mês a Daniel Brandão. Nenhum dos assessores de Popó conhece o beneficiado com a bela “boquinha”, segundo demonstrou o portal IG.

O deputado federal baiano disse que o genro do senador e “dono” do PRB presta “serviços externos na área de comunicação”. Crivella reagiu assim à notícia do IG: “juro por Deus que eu não sabia”.

FERNANDO HENRIQUE, JÂNIO E O BAIXO NÍVEL DE UMA CAMPANHA

Marival Guedes

O sociólogo diz que era tão inocente em política que não imaginou o efeito demolidor que poderia ter. E teve.

Semana passada, escrevi sobre o filme Quebrando o Tabu, ancorado pelo ex-presidente Fernando Henrique, sobre o fracasso das políticas de combate às drogas e a descriminalização da maconha. Por falta de espaço, deixei de relatar as campanhas de Fernando Henrique e Jânio Quadros à prefeitura de São Paulo, em 1985, quando esta questão foi abordada de forma pragmática. Ou seja, rolou baixaria.

Jânio atacou de todas as maneiras. Por exemplo, no horário gratuito na TV, exibiu reportagem de um jornal com o título “A criança e a droga”. Informou que o texto era uma condenação violenta à maconha e comentou: “Não é que o candidato do governo só falta recomendar a maconha na merenda escolar. No mais, ele já fez”.

Em seguida pediu união, em torno dele, claro, para “combater toda essa excrescência e salvar São Paulo do marxismo-leninismo. Do comunismo ateu.”

Na véspera da eleição, quinta-feira 14 de novembro, Fernando Henrique, atendendo pedido dos repórteres da revista Veja, sentou na cadeira de prefeito para ser fotografado. Outros jornais aproveitaram e fizeram acordo para só publicar a foto em caso de vitória do candidato. Todos cumpriram, com exceção da Folha de São Paulo, que colocou a fotografia na primeira página no dia da eleição.

Fernando Henrique perdeu a disputa e ainda pagou um dos maiores micos da história política. Jânio aproveitou o ensejo e no dia da posse mandou dedetizar a cadeira que o adversário “precipitadamente” havia sentado.

Avaliações de FHC

Fernando Henrique conta que a questão do ateísmo surgiu a partir de uma pergunta feita pelo editor chefe da Folha de São Paulo Boris Casoy. FHC respondeu que esta questão é de foro íntimo “sem utilidade para avaliar o desempenho de um prefeito”. A Folha colocou a resposta dele, mas no dia seguinte a cidade foi inundada de panfletos “contra o ateu”.

Com relação à maconha, relata que os adversários utilizaram uma entrevista concedida à Miriam Leitão para a Playboy, meses antes e, “deturpando o sentido de minha resposta, qualificaram-me como usuário de maconha”.  O sociólogo diz que era tão inocente em política que não imaginou o efeito demolidor que poderia ter. E teve. Como exemplo, cita uma visita a Tiradentes, interior de SP, quando uma senhora perguntou-lhe: “É verdade que o senhor vai distribuir maconha no lanche das escolas?”

Marival Guedes é jornalista e escreve no PIMENTA às sextas.

CONCURSO DA UESC

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) divulgou premilinar do concurso que visa formar cadastro reserva para técnicos analista e universitário. O candidato deve ficar atento para a convocação de desempate para algumas das áreas oferecidas no certame. A lista está disponível no site da universidade (www.uesc.br).

SHOW DOS MILHÕES EM ITABUNA

Do Blog do Thame

Aumentou consideravelmente o repasse de recursos do Governo Federal para a Prefeitura de Itabuna. Como não se deve brigar com os números, vamos a eles:

Nos primeiros cinco meses de 2010 foram transferidos, em total, R$ 31,15 milhões de reais a Itabuna. No mesmo período em 2011, foram transferidos R$ 42,3 milhões, um acréscimo de R$ 11,16 milhões – ou 35,85%.

No caso do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), nos cinco primeiros meses de 2010 foram transferidos R$ 16,8 milhões. Em 2011, no mesmo período, R$ 22,48 milhões. Uma diferença a mais de 5,68 milhões – ou 33,8%.

Complementando a nota acima, o repasse do Fundeb, por exemplo, pulou de R$ 14.066.456,67 para R$ 19.536.567,43, um acréscimento absoluto de R$ 5.470.110,76 (38,89%).

Quando incluídos outros tipos de repasses, a cidade teve incremento de R$ 135 milhões para o programa habitacional Minha Casa, Minha Vida. Ou seja, dinheiro tá “jorrando”. Estaria faltando… gestão.

NOVELA CONTINUA EM UBATÃ

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) retomou o julgamento do processo que pode devolver Agilson Muniz (PCdoB) ao cargo. Quando o placar estava 3 a 1 pelo retorno de Agilson, o juiz Renato Reis pediu vista. Como as sessões no TRE vão até o dia 28 de junho, é possível que a votação seja concluída até lá. Por enquanto, permanece no cargo o segundo colocado em 2008, Edson Neves (DEM).

ESFINGE: MAIS UM POLICIAL É PRESO EM CAMACAN

Quase 20 dias depois da Operação Esfinge, a Justiça mandou mais um policial civil para trás das grades. Luiz Alves é o décimo preposto da civil preso na operação deflagrada para combater a corrupção policial em Camacan, no sul da Bahia. O juiz Fábio Mello Veiga decretou a prisão preventiva do agente.

A Operação Esfinge foi deflagrada no dia 31 de maio e levou para a prisão os comandos das polícias civil e militar. O delegado Jackson Silva e o major Silvério de Almeida Neto foram apontados como os chefes do esquema de proteção ao roubo de cargas, extorsão, homicídios e peculato.

Silvério foi exonerado do comando da Companhia Independente da PM em Camacan dois dias depois da prisão. Além do delegado e do major, outros 11 policiais estão presos em Salvador desde o início de junho. Com a prisão de Luiz Alves, a polícia civil ficou com apenas um agente no município.

CONFIRA MAIS NOTÍCIAS RELACIONADAS À OPERAÇÃO

JUÍZA PROÍBE GUERRA DE ESPADAS

O São João de Cruz das Almas pode ficar este ano sem a sua principal marca: a guerra de espadas. O perigo da brincadeira e a grande quantidade de queimados que se registra todos os anos na cidade, no período de festejos juninos, fez com que o Ministério Público pedisse a proibição.

A ação foi acatada pela juíza Luciana Amorim, mas o fato está causando a maior polêmica na cidade. A Prefeitura, que havia autorizado a guerra para os dias 23 e 24 de junho, vai recorrer da decisão.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia