WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia





julho 2011
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

editorias





itao

COMITÊ REAFIRMA OPOSIÇÃO À VENDA DA EMASA

Representantes de partidos e sindicatos participaram da criação do comitê

A possibilidade de concessão dos serviços de água e abastecimento de Itabuna à iniciativa privada, considerada real pelo presidente da Emasa, Geraldo Briglia, já enfrenta forte oposição. Há pouco, lideranças de vários partidos (PCdoB,PTB,PPS, PMDB,PMN e PT) manifestaram-se na Câmara de Vereadores contra a ideia.

Um comitê formado por lideranças políticas e sindicais foi constituído para defender a manutenção da Emasa sob controle público. Segundo o ex-vereador Luís Sena (PCdoB), que articula o comitê juntamente com o ex-deputado estadual Renato Costa (PMDB), uma das ações propostas é a realização de um debate sobre a política de saneamento no município.

O grupo discutirá uma agenda em nova reunião, marcada para a próxima semana. “Estaremos mobilizados para combater com veemência qualquer tentativa de venda ou concessão da Emasa, que o atual governo volta a articular”, avisa Sena.

Em entrevista ao PIMENTA, o prefeito José Nilton Azevedo (DEM) assegurou que mudar a gestão da Emasa para a iniciativa privada estaria fora dos planos do governo. Porém, no mesmo dia em que ele deu essa declaração ao blog, Geraldo Briglia falou que a concessão é uma hipótese a ser considerada.

10 respostas para “COMITÊ REAFIRMA OPOSIÇÃO À VENDA DA EMASA”

  • VITOR says:

    OLHA A CARA DO NEO-BURGÊS LÁ NO CANTINHO…ELE JÁ CONVERSOU COM RUY PORQUINHO…NÃO FOI WENCESLAU???

  • SERVIDOR1 says:

    estou espalhando o site do pimenta
    para amigos meus de outras cidades e
    que moraram em Itabuna, entre em defesa
    da Emasa divulgando esses esquema que
    estão querendo fazer por debaixo do pano.
    pois vc vai ter seu site divulgado pelos
    funcionarios da Emasa.

  • Sérgio Oliveira says:

    Já que o tal grupo, comitê, ou coisa que o valha, falou em nome “das águas”, …, pergunta-se: O que eles, esse mesmo comitê, têm feito em prol da revitlização do Rio Cachoeira, por exemplo, …?!?!?!

    E a respeito da promessa do governo estadual, de construção da barragem, que nunca começou, …?!?!?!

    Ou será que depois da política, no próximo ano, “as águas não vão mais rolar”, …?!?!?!

    Alguém aí ainda acredita em Papai Noel, em Coelhinho da Páscoa, em Saci Pererê, em Mula sem cabeça, …, e em políticos, …?!?!?!

  • Azarão says:

    Sou a favor da privatização a Emasa é cabide de empregos deles para indicar correligionários,a prefeitura só não comportam todos apadriados políticos.privatização já!!!!

  • Alencar says:

    Vergonha. Estes que estão reclamando já estiveram no poder e nunca fizeram nada. A indignação é que vai rolar muito dinheiro e nada vai pros cofres do PT. Por isso a revolta.
    Por outro lado os safados que estão no poder e vão se beneficiar estão contentes e malucos para acelerar o processo. O dinheiro provavelmente vai jorrar.

    E a população continua com a porcaria dos serviços prestados pela Emasa. No final das contas, como sempre, quem paga é o povo.

  • Jose Carlos Reis says:

    Sr Sérgio. A revitalização do Rio Cachoeira passa necessariamente pela construção da barragem do Rio Colônia, pela formação de um consórcio intermunicipal entre os municípios que são banhados pelos rios formadores do Cachoeirae os muncípios de Itabuan e Ilhéus para execução de obras de saneamento nos mesmos, controle da destinação do lixo que em algumas dessas cidades são jogados às margens dos rios, revitalização e manutenção das matas ciliares e proteção de nascentes. Como o Sr pode ver o problema não é sóde Itabuna e nenhuam ação isolada nesse sentido trará a revitalização do Cachoeira. No entanto essa ação em defesa da EMASA é mais do que necessária, pois com a entrega da mesma à iniciativa privada aí sim é que podemos esquecer o cachoeira e presenciar a sua morte definitiva. Portanto, no momento essa é a luta que se apresenta uma vez que essa ameaça de concessão à iniciativa privada volta novamente à baila. Os abutres de plantão não desistem, pois visualizam no horizonte um negócio mais do que lucrativo para seus interesses privados em detrimento do público. Querem porque querem que paguemos a conta e eles embolsem os maiores valores que puderem. A EMASA é um patrimônio do povo itabunense e deve ser mantida como tal, mas precisa de uma administarção pautada pela ética e pela seriedade com a causa pública. Não a privatização e sim a revitalização da Empresa.

  • To de olho says:

    Eita oposicao oportunista, quando Wagner privatiza eles se calam, Dilma promete privatizar os maiores aeroportos do Brasil e eles se calam , mas em Itabuna querem manter uma empresa que nao paga a Coelba, sequer paga o alaguel do predio onde esta instalado sua sede. que mantem a cidade em permanente racionamento.
    Pergunte ao itabunense se ele recebe regualrmente agua em sua casa , pergunte se o preco e compativel com a qualidade e regularidade , voces comunistas irao ter uma boa resposta PRIVATIZA SIM

  • Sérgio Oliveira says:

    Sr. José Carlos Reis

    Pergunto a ti:

    Se a revitalização – despoluição – do Rio Cahoeira não depende de ações isoladas, mas de todos os municípios da bacia. O que o tal grupo tem feito neste sentido? Quais são as iniciativas – as atitudes – deles, …?!?!?!

    O tal grupo mobilizou algum Deputado Estadual e/ou Federal, …?!?!?!

    O que tem feito os representantes do Sul da Bahia a esse respeito, principalmente os que são do mesmo lado do Governador do Estado e da Presidente da República, que se elegeram dizendo ao povo que isso (estar do mesmo lado) seria uma enorme vantagem. E agora, …?!?!?!

    Por favor, me responda com fatos, com coisas concretas, não com desculpas, …!!!

    Aguardo a tua manifestação, …!!!

    Agradeço antecipadamente as suas informações, devidamente fundamentadas, …!!!

    Democracia é isso, …!!!

  • To de olho says:

    O Sr. Jose Carlos Reis afirma: “Os abutres de plantão não desistem, pois visualizam no horizonte um negócio mais do que lucrativo para seus interesses privados em detrimento do público.”.
    Pergunto: o governo Federal concedeu a OAS e Odebrecht as maiores Brs que passam pela Bahia, alguma indignação dos partidos de esquerda? Respondo: não porque Lula e Dilma compraram todos.

    Voltando a EMASA: Empresa municipal que não cobra água dos colégios, prefeitura, câmara de Vereadores, hospitais, esta nas mãos da prefeitura para servir de negociação e ter mais cargos, assim como faz Dilma ao dar o ministério dos transportes ao PR, o resultado operacional e financeiro e o que menos importa. O debito junto a Coelba já ultrapassa o valor da empresa, ou seja, seu passivo é maior que o ativo, para você entender melhor, se a prefeitura quiser passar para a iniciativa privada terá que pagar para algum maluco querer esta empresa. Entendeu ou quer que desenhe?

  • Jose Carlos Reis says:

    Sr Sérgio. Uma coisa não inviabiliza a outra. Se não houve nenhuma ação desse grupo no sentido de implementar o que eu citei em meu comentário não quer dizer que o que se discute agora não seja legítimo. Entendo que é o “ponta pé” inicial´para se chegar a amplitude do tema. Bom, entendo também que essa deva ser uma cobrança da sociedade organizada para as ações do governo e do legislativo. Outra coisa é que meu comentário é pautado numa análise séria da situação e não com desculpas, pois entendo que todos devemos nos enganjar nessa luta. O Sr, por exemplo, deveria participar desse comitê dando sua contribuição crítica e até defendendo seus pontos de vista, uma vez que o Sr mesmo diz que democracia é isso, no que eu concordo plenamente. Agora o que não pode é ficar de fora só criticando e acusando a todos como se defendêssemos apenas um ponto de vista, uma facção. Tenho minhas críticas a todos que participam desse comitê, pois de uma forma ou de outra houve sim muita omissão para a questão do meio ambiente em Itabuna e na região. No entanto é sim de responsabilidade do poder público municipal se antecipar aos fatos e exigir os recursos necessários para a solução do problema e não achar que a simples concessão à inicitava privada vai resolver o problema como num passe de mágica. O que tem que ficar claro e creio deva ser o cerne dessa discussão é que o saneamento ambiental tem interface com a saúde pública e como tal deve ser de responsabilidade do estado e água não deve ser entendida como um produto a ser vendido onde se obtenha lucros com isso. A água é essencial a vida e é um direito de todos. Bom, acho que por hora é isso. Reforço então aqui a necessidade de que pessoas como o Sr muito tem a contribuir para o debate dessa questão participando ativamente do processo e, claro, defendendo seus pontso de vista que de qualqure forma contribuirão em muito para uma solução acertada.

Deixe seu comentário






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia