Jobson durou menos de três meses no Bahia.

O atacante Jóbson confirmou a fama de bad boy e durou pouco no seu terceiro clube na temporada, o Bahia, de onde acaba de ser dispensado por indisciplina. O treinador Renê Simões fez questão de ressaltar que a dispensa não estava relacionada ao histórico do atleta, flagrado em doping por uso de maconha. Hoje, os ex-colegas de clube, o zagueiro Titi e o goleiro Marcelo Lomba, se pronunciaram favoráveis à decisão do clube.

Lomba e Titi esperam que o atacante, artillheiro do Bahia no Brasileirão, procure andar em boas companhias para não comprometer ainda mais seu futuro. Apesar do histórico no Botafogo, Atlético-MG e agora no tricolor de aço, Jóbson tem apenas 23 anos. A dispensa do clube baiano foi definida ao final da tarde de ontem.