WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
cenoe





agosto 2011
D S T Q Q S S
« jul   set »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

editorias





itao

psit


RÉPLICA – QUAL O PROBLEMA DA POLÍTICA?

Luiz Tinoco Filho[email protected]

Que fatores nos levam a sermos tão medíocres, tacanhos e mesquinhos que não conseguimos nos indignar com tanto roubalheira assim?

Em resposta ao artigo da professora universitária e prima Valéria Ettinger, em que foi mencionado o meu nome, gostaria de tecer alguns comentários. Palavras tão serenas, sensatas e equilibradas só poderiam mesmo sair da sua vasta inteligência.

É vero. No primeiro parágrafo, você pergunta: “Mas será, Luizinho, que o povo sabe o que é política”?

Devo confessar-lhe que não, não sabe, o povo continua sendo essa massa de manobra desses abutres canalhas e inescrupulosos que não cansam de enriquecerem ilicitamente e que só entram na política com o único e firme propósito de roubar, corromper, extrair, extorquir, dilapidar o patrimônio dos brasileiros.

Não me diga que estou cético, estou sim e muito. Não acredito mais em políticos, os sonhos estão acabando, se exaurindo, não há mais razão para sorrir, acreditar, para crer que podemos viver num país mais igualitário, socialmente justo, onde as condições humanas plenas e democráticas sejam exercidas com transparência e dignidade e que qualquer pessoa, por mais desprovida de bens materiais, possa ter seus direitos assegurados como está escrito legitimamente em nossa Constituição Federal.

Lembro-me que na época do Regime Militar, na época do meu ginásio, sei lá, acho que hoje é “Ensino Fundamental”, nós tínhamos duas matérias importantes e que nos davam um suporte de cidadania e política bem maiores, E.M.C (Educação Moral e Cívica) e O.S.P.B (Organização Social e Política do Brasil), nós éramos mais atuantes, importávamo-nos com as questões nacionais. Mesmo no período militar, a corrupção não era tão avassaladora e endêmica como agora. E o que vemos nas pessoas, que fatores nos levam a sermos tão medíocres, tacanhos e mesquinhos que não conseguimos nos indignar com tanto roubalheira assim?

A educação pública no Brasil é uma miséria. À exceção de algumas universidades federais, efetivamente não existe. As escolas privadas são um pouco melhores, mas também carecem de adequações, não adianta você expandir faculdades, criar campus e novos cursos, novas universidades se não tem vertentes básicas e cruciais para criação de um “Curso Universitário”: Extensão; Promoção e Controle da Qualidade; Avaliação Permanente; Padronização de Procedimentos e sua Implantação Prática; Laboratórios de Informática, Recursos Humanos etc.,

Enfim, eu passaria o dia inteiro aqui argumentando dentro da minha ótica tais desmandos, mas também vejo com muita tristeza que o povo tá pouco se lixando para alguma mudança. Ninguém reivindica absolutamente nada. Muitas vezes eu vejo pessoas humildes e até de classe média dando entrevistas nos meios de comunicação comentando algum assunto pertinente, mas sequer conseguem indignar-se diante do problema, todos, praticamente todos, sem exceção, apelam a Deus, como se Deus pudesse resolver tudo, mas ninguém fala de um vereador, um deputado, um governador que são legítimos representantes e que poderiam perfeitamente minimizar tais situações.

Por exemplo: Você viu o dinheiro que o Governo Federal mandou para a “Região Serrana”, nas enchentes do início do ano no Rio de Janeiro, em torno de 100 milhões? Praticamente foi todo desviado e ninguém, absolutamente ninguém, fez alguma coisa. Toda obra pública neste país é superfaturada e nós não fazemos nada. O Ministério Público Federal não faz absolutamente nada. O Tribunal de Contas da União (TCU) até que investiga, vai lá, multa, bloqueia verbas, mas sempre aparece algum espertalhão que consegue liberar.

Aí chega uma hora que você não aguenta mais, perde o tesão, fica sem disposição porque não há mobilização, não há pacto da sociedade organizada, das entidades de classes, dos sindicatos. Estão todos comprados e a serviço do PT, a exemplo da UNE, que recentemente ganhou no Rio de Janeiro um imóvel de mais de 50 milhões de reais. Resta-nos usar as redes sociais, mobilizar pessoas para ocupar as ruas novamentes e deflagrar movimentos contínuos.

O que podemos esperar do futuro dos nossos filhos e netos nesse país sem consciência e cidadania?

Em todos os países o povo vai à rua, os estudantes trocam insultos com a polícia e o governo. Aqui os hérois são cantores, jogadores de futebol, apresentadores de televisão que muitas vezes usufrui de benesses públicas e políticas, políticos cassados, de ficha suja, que enriqueceram a custa do suor do trabalhador.

Então, as pessoas poderiam perfeitamente discutir e assimilar melhor a política na acepção da palavra, entender para melhor compreender, mas é preciso interesse, co-participação, vontade, anseio, sonhos. Nem só de pagode e futebol podemos viver. Como bem disse Cazuza: “Meus heróis morreram de overdose, meus inimigos estão no poder”.

Luiz Tinoco Filho é administrador e empresário.

28 respostas para “RÉPLICA – QUAL O PROBLEMA DA POLÍTICA?”

  • Anonimo says:

    A Professora Valéria sem sobras de dúvidas é uma das melhores professoras da região!
    Parabéns pelo artigo!

    Verdade, nós não sabemos o que é política!!

  • Valéria Ettinger says:

    Meu querido primo adorei a sua resposta e comungamos com a mesma ideia. Mas, infelizmente não sabemos o que nos aguarda. Sou daquelas que acredito sempre no melhor e penso que estamos passando por um processo de depuração e que uma luz vai clarear as mentes daqueles que nasceram para o exercício da sobrerania para que os seus titulares possam desfrutar de dias melhores. Avancemossssssssss.

  • Adriano says:

    O problema são os políticos.

  • Como é fácil culpar o governo pela falta de educação no país!

    “Educação vem de berço”. Nos dias de hoje, qual?

    A FAMÍLIA tem culpa, essa sociedade hipócrita tem culpa e quem escreve essas idiotices tem culpa!

    Ética, moral não se aprende em nenhuma Instituição Educacional!!

    Aprendemos o que é certo e errado, esses princípios básicos, dentro da nossa casa!!

    O que falta é a família ensinar, o que falta é o interesse da maior parte querer aprender!

    Vi no Profissão Reporter, TV Globo, a dificuldade de uma professora em dar aula, não por falta de recursos materiais, nem por falta de adequações ou investimentos na escola, o que faltava era aluno, que fugia da sala…

    Vi a professora chorando, preocupada com a “marginalização” desses alunos dentro da escola, uma total falta de interesse. Isso é culpa do governo ou da FAMÍLIA?

    No Fantástico, Domingo, vi alunos agredindo professor, vi briga entre pais de alunos, querendo defender seus “anjos”. Isso é culpa de uma estrutura familiar ou do governo?????

    Luiz Tinoco Filho, teve uma educação privilegiada, talvez, mas tem que saber que muitos ficam indignados com essa roubalheira. Assim como o governo deveria agir corretamente, a FAMÍLIA, que deveria ensinar o certo, perdeu sinicamente os valores!!!

    Não MAIS, Luiz Tinoco Filho, a “Educação não vem mais de berço”!!

    Outra idiocite, Luiz Tinoco Filho, baseado na sua crítica é achar que o PT é culpado pro toda desgraça do país.

    Dos 600 anos, apenas 9 anos o PT governa essa nação e toda desgraça é associada ao PT? É esse o seu conhecimento político? Você está sendo medíocre, tascanho e mesquinho!

    Não só o povo desconhece a política, Luiz Tinoco Filho, ignorantes também já estudaram OSPB e EMC!!

    Não estou defendendo partido político, mas como um conhecedor, como você diz ser, deve saber que o Brasil não entrou em total desgraça nos últimos 9 anos. Antes já éramos governados por políticos que praticavam a mesma ROUBALHEIRA, uns até já morreram de desgosto, mesmo na época que as escolas ensinavam OSPB e EMC!

  • J. Reis says:

    Lucidez e sensatez é isso aí. Amém.

  • Emanuel Ricardo says:

    Ótimo artigo. Tudo verdade. Palavras de um verdadeiro estadista.

  • Zelão says:

    Zelão em Tréplica: – Falta-nos a “Ira Santa” da Indignação

    Ao Jovem “Luizinho;”

    “Se nada for feito agora, chegará o dia em que; de tanto ver triunfar os maus; de vencer a iniquidade…Sentiremos vergonha em dizer que somos honestos.”

    (A Ira Santa): – Quem, senão ela há de expulsar do templo o renegado, o blasfemo, o profanador, o simoníaco? quem, senão ela, exterminar da ciência o apedeuta, o plagiário, o charlatão? quem, senão ela, banir da sociedade o imoral, o corruptor, o libertino? quem, senão ela, varrer dos serviços do Estado o prevaricador, o concussionário e o ladrão público? quem, senão ela, precipitar do governo o negocismo, a prostituição política, ou a tirania? quem, senão ela, arrancar a defesa da pátria à cobardia, à inconfidência ou à traição? quem, senão ela, ela a cólera do celeste inimigo dos vendilhões e dos hipócritas? a cólera do Verbo da verdade, negado pelo poder da mentira? a cólera da santidade suprema, justiçada pela mais sacrílega das opressões?” (Trecho do discurso de Rui Barbosa – Oração aos Moços)

    Bom seria, se a tua indignação fosse transformada “via internet,” em convocação através de todas as redes sociais, em uma “Santa Ira” de todos os jovens brasileiros, extravasada nas ruas; praças e avenidas das menores cidades às metrópoles, num movimento cívico e pacífico, por esse Brasil afora. Talvez – só talvez – teus filhos e netos não tivessem que amargar a mesma indignação que nós, os mais velhos, legamos a vocês jovens de hoje.

    Só vocês, jovens, poderão tomar nas próprias mãos os destinos; ético e moral da Pátria Brasil. Se não o fizerem hoje, serão também cúmplices de um futuro – se houver futuro – ainda mais infame, onde já não haverá espaço, sequer, para indignação.

  • Sérgio Oliveira says:

    Só para corroborar, …, quem estava na Universidade naquela época também tinha que cursar uma disciplina chamada E.P.B. (Estudo dos Problemas Brasileiros), …!!!

    No meu histórico escolar da graduação, por exemplo, constam: E.P.B.-I e E.P.B.-II, …!!!

  • Juca says:

    Putz, em poucas linhas já detectei um duplo homicídio contra a regência. Mas, parodiando a sabedoria popular, é melhor escrever errado a coisa certa do que escrever certo a coisa errada. É isso aí…

  • Luiz Tinoco says:

    Caro Ricardo Kruschewsky,
    Não estou aqui para ofender ninguém, você deveria ser mais educado, ponderado e menos grosseiro.
    Um simples cidadão como eu, que externa pensamentos, que discute e participa e, mesmo que outros discordem, isso é ótimo, é a tônica da democracia, melhor regime de governo, e como dizia Nelson Rodrigues: “Toda unanimdade é burra”, talvez você não saiba, sua percepção e inteligência ainda não tenha alcançado este patamar.
    Em momento algum eu disse que o PT é responsável por todas as mazelas do Brasil, são séculos de descaso, roubalheira, corrupção, nepotismo, etc.., o que eu não posso concordar é que um partido que lutou tanto pelas causas sociais, que conseguiu levar a Presidência da República Federativa do Brasil um operário, ex-retirante nordestino e, de fato, que fez algumas reformas importantes e conseguiu ascender milhões de pessoas social e economicamente, mas, que diante do poder transgrediu normas e regras das quais se opunha, alinhando-se a outros partidos na forma de fazer política, ou seja, corrompendo, roubando, subornando, superfaturando, enfim, os mesmos meios e métodos de se criar instrumentos para desviar recursos públicos.
    Outro detalhe importante e que eu sei perfeitamente que balizam o caráter, postura, honestidade e ética dos cidadãos são a estrutura familiar, os exemplos e ensinamentos dos pais que devem ser absolvidos e realizados em casa, cabendo a escola cultivar cidadania, oferecendo-lhe oportunidades para aprendizado, crescimento, discernimento e desenvolvimento na vida adulta.
    Não sou o dono da verdade, seja mais diplomático, aceite de alguém que você nem conhece críticas, elas podem não representar seus pensamentos, entretanto, servem para alargar os horizontes e despertar reflexões.
    Muita vezes um idiota está dentro de nós e não tivemos ainda a grandeza de reconhecê-lo.

  • EILTON says:

    “O POVO SABE O QUE É POLÍTICA?”
    TALVEZ O POVO DESCONHEÇA O QUE SEJA A POLÍTICA. MAS, PELO HISTÓRICO DE CORRUPÇÃO, AS PESSOAS TOMAM NOJO DA PALAVRA BEM ANTES DE TOMAR CONHECIMENTO DO SEU SIGNIFICADO. QUANDO OUVEM A PALAVRA JÁ MENSIONAM JUNTO VÁRIAS OUTRAS PALAVRAS COMO: BANDO DE LADRÕES, MAFIOSOS, CORRUPTOS E ETC. EIS A QUESTÃO, O POVO DEFINE POLÍTICA PELO QUE REPRESENTA O HISTÓRICO DE CADA CANDIDATO. E ESSES CANDIDATOS, NA SUA AMPLA MAIORIA, SÃO PESSOAS QUE DEVERIAM ESTAR CUMPRINDO PENA NUMA PENITENCIÁRIA, E EM CELA COMUM. O POVO SABE SIM O QUE É POLÍTICA, É JUSTAMENTE O CONTRÁRIO DO QUE TEMOS NO MOMENTO. A FALTA DE RIGOR DAS LEIS, A BUROCRACIA NA APLICAÇÃO DAS LEIS JÁ EXISTENTES, A IMPRENSA QUE É A FIEL PROPAGADORA DOS DIREITOS HUMANOS QUE ACOLHEM BANDIDOS, ISSO É O QUE TEMOS. A FAMILIA E A SOCIEDADE TEM UMA PEQUENA PARCELA DE CULPA, SIM, PELA FALTA DA EDUCAÇÃO. MAS COMO SUPRIR ESSA FALTA, SE INEXISTEM OS RECURSOS? VC ACHA QUE A EDUCAÇÃO VAI BEM? EM CASA OS PAIS ENSINAM E DÃO BONS EXEMPLOS, MAS NA RUA OS EXEMPLOS MAUS SÃO DADOS A BANHO DE SANGUE, DE XINGAMENTO, DE PORRADA. É A SENSAÇÃO DE IMPUNIBILIDADE. FALTA COMPETENCIA DOS ORGÃOS RESPOSÁVEIS. MELHORAR SALÁRIOS DOS FUNCIONARIOS DA SAUDE, EDUCAÇÃO, SEGURANÇA, ALEM DE AUMENTAR TODO O CONTINGENTE DE FUNCIONARIOS, JÁ SERIA UM BOM PLANO REAL DE RESSOCIALIZAÇÃO DA PRÓPRIA SOCIEDADE. NAO PRECISA PARTIR PARA COMENTAR UMA NOTA COMO ESTA, COM FANATISMO POLÍTICO, MAS DE OLHO NA REALIDADE, DA UMA OLHADA NAS OBRAS PÚBLICAS, VEJA QUANTO SE GASTA EM OBRAS QUE VÃO MELHORAR A VIDA DE POUCOS. TEMOS UM METRO QUE VAZA O DINHEIRO DO ESTADO. TEMOS OBRAS INACABADAS, TOMADAS PELO MATO. O BEM QUE QUALQUER GOERNO FAÇA, SAIBA, FANÁTICO, É UM DEVER DELE. O QUE QUEREMOS SABER É O POR QUÊ DE TANTO DESGOVERNO!
    QUAL O PROBLEMA DA POLÍTICA? VC, FANÁTICO!

  • Enquanto eu escrevia meu comentário, o pimenta postava mais uma “aberração anti-familía”:

    “SALVADOR: ESTUDANTE DE PSICOLOGIA MATA FILHO E ESCONDE CORPO NO CANIL
    30/ago/2011 . 16:57 | Autor: Seu Pimenta

    Uma universitária de 19 anos, do curso de psicologia, matou o próprio filho logo após o seu nascimento. O crime aconteceu na semana passada, no bairro de Itapuã, em Salvador, mas somente nesta terça-feira (30) veio ao conhecimento do público. A polícia não revelou o nome da criminosa, que está respondendo em liberdade, porque não houve flagrante.”

    Afinal, essa estudante de Psicologia, imagine, Luiz Tinoco Filho, uma futura “PSICÓLOGA”… matou seu filho porque o governo não fez adequações na universidade onde ela cursava ou porque não houve uma estrutura “BÁSICA” familiar? família????

    A culpa dessa assassina é da falta de uma FAMÍLIA ou do governo??

    A culpa dessa assassina é do Wagner, Lula, Dilma, do PT? É esse o seu conceito?????

  • Jose Carlos Reis says:

    Vixe!!!! Mais um a fazer apologia ao regime militar. Dizer que naquela época não havia corrupção é no mínimo falta total de bom senso, pois numa ditadura como naqueles tempos, meu amigo, nada era apurado, não havia liberdade de imprensa como hoje e aos militares o poder e a razão eram absolutos. O povo a tudo via sem poder opinar, sem contestar e sem votar. Diferente de hoje, onde a imprensa vigia, acusa e até funciona como polícia e juiz, tudo é apurado a as mazelas crônicas, estão à vista. Não vejo nada de absurdo nisso e sim o caminho natural de exercício da democracia e do estado de direito. Não se pode , em hipótese alguma, tentar forçosamente encontrar algo positivo em um regime ditatorial condenado pela história e responsável por grande parte dos problemas de todas as ordens que hoje enfrentamos. O país hoje é outro, a economia se estabiliza, o crédito a quem nunca teve aí está para aquisição da casa própria e bens de consumo. A educação superior avança com a criação de várias novas unoversidades e escolas técnicas, a polícia federal trabalah e atua como NUNCA, NUNCA MESMO, atuou nesse páís sem interferência do governo, etc,etc,etc…. e quanto a corrupção isso é caso de polícia e de justiça, aliás como está sendo tratado, nada mais.

  • Tio Teo da Bahia says:

    Caros amigos!!
    Perdoe-me discordar, mas acredito que a raíz do problema ainda não foi mencionada. Em séculos de Brasil, em nenhum momento, a educação foi encarada pela política nacional como uma arma para a transfomação da nação, simplesmente, porque quem sempre esteve no poder, nunca quiz tal transformação. É muito mais cômodo para nos políticos negligenciar a educação, notadamente, a educação política, a educação cidadã, pois dessa forma, podem continuar “mamando nas tetas do Governo” sem interferências daqueles que os elegeram.
    É muito duro diagnosticar falta de interesse da população, falta de educação familiar como causa da roubalheira num paíz, no qual, historicamente, ninguém foi adequadamente educado para se indignar, ou seja, para transformar tal indignação em ações conscientes e efetivas rumo á mencionada transformação. Por que não duvidem, a população se indgna. Ela só não sabe, ou não tem coragem para trabalhar essa indignação, a fim de pleitear mudança, em virtude do medo da represália governamental, uma vez que, aqui, até mesmo as leis são feitas, colocando a “massa” em posição de desvantagem. E mais, configura-se num verdadeiro sacrilégio comparar tal realidade com a de nações, que detém uma conjuntura, desde as suas colonizações, completamente diferente, para não dizer oposta. Sabe-se que é duro “pregar no deserto”, em outras palavras, é duro tentar mobilizar um povo que, cultural e historicamente, não foi instruído para tanto, contudo não se deve parar de tentar, não se deve perder a esperança, pois, mesmo as nações de primeiro mundo já tiveram seu período de escuridão política, a qual não foi dissipada “da noite para o dia” e sem “inúmeros que ‘pregaram no deserto'”. Então, vamos continuar tentando? Boa sorte para tosdos nós!!

  • Führer says:

    Vou só pegar a “pérola” do “Luizinho”.

    “Lembro-me que na época do Regime Militar, na época do meu ginásio, sei lá, acho que hoje é “Ensino Fundamental”, nós tínhamos duas matérias importantes e que nos davam um suporte de cidadania e política bem maiores, E.M.C (Educação Moral e Cívica) e O.S.P.B (Organização Social e Política do Brasil), nós éramos mais atuantes, importávamo-nos com as questões nacionais. Mesmo no período militar, a corrupção não era tão avassaladora e endêmica como agora.”

    Para época em que você viveu, “a ignorância era uma benção!”

    E ainda tem o Sérgio Oliveira que foi controlado pela Ditadura na Universidade e se vangloria disso!!! kkkkk

    Idiotas!!!

  • gilton says:

    ” O pior analfaberto é o analfaberto político,ele estufa o peito e diz que não tem nada haver com a politica”.BRECH-Bertold-. A merenda escola desviada,os constantes desvios de verbas da saúde; da educação; o menor abandonado e outras maracutaias são mais que o suficiente para o cidadão se indignar. Mas boa parte da sociedade acha que não tem nada com isso.

    A demagogia e o sinismo estão de mãos dadas com os dois seguimentos: políticos e sociedade. Um bom exemplo está no aborto, todo mundo é contra -mas se for com minha filha-, pode tirar (matar),que não vou criar filho da (P…).

    A sonegação de impostos, o superfaturamento das obras públicas,uma verdadeira promiscuidade com o dinheiro do povo, praticada por empresários ganaciosos e politicos corruptos.

    A falta de solidariedade, o respeito ao próximo são alguns dos elementos que estão fugindo das nossas famílias.

    Somos todos culpados, a solução está na participação efetiva da vida em comunidade, cobrando de nossos gestores a aplicabilidade de nossos impostos em políticas públicas a exemplo de educação gratuita e de qualidade e com garantias de segurança para nossos professores (segundo pai de família) e de nossos alunos.

    Blogueiros e internautas de todo Brasil “UNI-VOS”, em uma grande campanha contra a corrupção.

  • Gilberto says:

    Acho que o Luiz Tinoco tá completamente equivocado, a questão não é entender ou não de política, o buraco é muito mais embaixo e se chama “CARÁTER”, não adianta nada ficar condenando apenas os políticos corruptos e dirigir alcolizado como a grande maioria dos brasileiros, não adianda criticar os políticos e ficar jogando lixo em qualquer canto, burlando imposto de renda, e por aí vai, e não me venham pra cá com esse negócio de falta de estudo e vinte anos de ditadura que não cola, a Espanha com o general Franco teve por 34 anos um das piores e mais sangrentas ditadura do mundo, e nem por isso os espanhois são iguais ou pior que nós, a Coreia do Sul foi desmembrada da Coreia mae em 1945, até aí eram todos analfabetos e governados por despotas, após a divisão se seguiram vários anos de total anarquia e corrupção, mas o povo e os políticos sérios se uniram e hoje a Coreia do Sul é uma das republicas mais próspera e qualificada do planeta, não adianta nada ficarmos apenas condenando os políticos corruptos e tentando resolver nosso problemas também com os famosos jeitinhos brasileiros, pra que exemplo melhor do que os mostrados pelos socialistas de araque, outrora éticos e fiscais dos bons costumes, hoje estão todos milionários, e chefiando bandos de trambiqueiros, só para finalizar, ou mudamos nossas atitudes ou em pouco tempo esse será realmente um país não confiável.

  • Luiz Tinoco Filho, não fiz ofensa pessoal aqui, eu disse: “quem ESCREVE essas IDIOTICES”.

    O texto, já que estamos numa democracia, achei IDIOTA! O texto, Luiz Tinoco Filho.

    Sobre “medíocre, tascanho e mesquinho”, usei suas palavras, como você mesmo disse: NÓS SOMOS!! Eu, você e toda essa sociedade burra, banal, irracional e CULPADA!

    Agora, no seu texto não vi você citar o descaso no Brasil historicamente, por TODOS os políticos que governaram esse país, li, por mais analfabeto e ignorante político que eu seja, que sua crítica teve uma direção, o PT!

    E para você criticar o PT, defendeu até mesmo o regime militar!

    Eu sei muito bem que você não é o dono de NENHUMA verdade e sei também que: “Muita vezes um idiota está dentro de nós e não tivemos ainda a grandeza de reconhecê-lo”.

  • O Pimenta agora transformou-se em “meu querido diário”?

    Ficam dois primos, Valéria Ettinger e Luiz Tinoco Filho, discutindo “problema da política” e o espaço é ABERTO?

    Valéria Ettinger é professora Universitária? Já sei, Luiz Tinoco Filho, porque critica tanto a educação!

  • baiana says:

    Não adianta esse bate boca! o que importa é que os politicos são LADRÕES!formam verdadeiras quadrilhas para roubar o patrimonio publico e só enxergam o povo em época de eleição.Deveria existir uma milicia intelectualizada e politizada para acabar com essa raça na BALA.

  • Jose Carlos Reis says:

    O Ricardo Kruschewsky tá certíssimo!!!A culpa é nossa mesmo e não só dos políticos, pois esses existem porque nós os elegemos. vejam o exemplo dessa pobre cidade rica chamada Itabuna, governada de forma irresponsável e sendo vilipendiada há mais de 8 anos!!!! A EMASA é um exemplo de escrecência administrativa. E esse artigo vem me falar de roubalheira só em Brasília? E os municípios? Pois saibam, meus amigos, que o verdadeiro rombo e a mla versação do dinheiro público está nos municípios onde a TV e a grande imprensa prefere não falar, pois não dá ibope.

  • NEGO VEIO says:

    ACHO QUE O PT TEM HAVER COM ISSO SIM, QUANDO O SR. LULA ERA CANDIDATO ERA TOTALMENTE CONTRA O BOLSA FAMILIA, E TEM UM VIDEO QUE COMPROVA ISSO ,HOJE ÊLE CANTA DE GALO QUE É ÊLE O AUTOR DESSA ESMOLA, QUE SÓ FAZ AUMENTAR A QUANTIDADE DE GENTE PREGUIÇOSA, ÊLE SABIA QUE O SR. COSTA NETO É QUADRILHEIRO, MAS DEU UM MINISTERIO ONDE SE ROUBA MAIS, E AINDA EMPURROU PARA A SRA. DILMA NÃO VOU ME ALONGAR, SE NO PASSADO HAVIA CORRUPÇÃO HOJE SUPEROU TODAS, NOSSA BAHIA ESTÁ ENTREGUE A UM GOVERNADOR IRRESPONSALVEL, VEJA O ATRAZO DE TODA A BAHIA A MAIOR PREOCUPAÇÃO ERA DERRUBAR O CARLISMO, HOJE O QUE VEMOS É O ESTADO QUE MAIS TEM JOGO COM O GOVERNO FEDERAL, PASSARAM QUASE CINCO ANOS E SÓ PROMESSA, A BAHIA ESTÁ EM PRIMEIRO LUGAR DE TUDO DE RUIM QUE ACONTECE NO BRASIL VAMOS DAR O TROCO NAS PROXIMAS ELEIÇÕES SE BEM O PT ESTÁ COM MUITO DINHEIRO PARA COMPRAR VOTOS.

  • GILTON says:

    Dentre os comentários acima citados, eu discordo do que acha que Luiz Tinoco está equivocado, comentado por Gilberto.
    Caro Gilberto, Luiz está certo quando critica o PT que se igualou aos demais partidos, seguindo a mesma logica do toma lá da cá. Um grande exemplo está na politica ecônomica,onde o setor financeiro está acomulando, como nunca antes na história deste país, que digam os aposentados devorados por os BMG,s da vida.
    A bem da verdade o PT não tinha o direito de frustar as nossas espectativas,rasgamndo seu projeto de uma sociedade mais justa igualitaria e fraterna.
    Luiz só se equivocou quando diz que a corrpção era menor no periodo da Ditadura. Ledo engado, naqueles anos de muita atrocidades contra estudantes, jornalistas,professores e quem mais comentasse algo contra os milicos estava ferrados, tudo isso com o apoio dos Estado Unidos, através da “CIA” e de parte da elite brasileira.
    Viva A Democracia!. A agora podemos escrever estas e outras coisas,que alguns acham que é besteira. Besteira é concordar com esta ruma de escandaloe não escrever nada.

    Parabéns ao Pimenta e a todos que participaram deste pequeno evento, pois só com pessoas pensando de forma diferentes é que vamos consolidar de fato nossa jovem democracia.

  • Luiz Tinoco says:

    Caro colaboradores,
    Quero agradecer a todos que de alguma forma enriqueceram o debate, isso é muito oportuno e demonstra de forma inequivoca o quanto precisamos nos mexer, provocar e despertar a sociedade a uma reflexão maior, mover-se e posicionar-se politicamente, defender ideologias e doutrinas mesmo que não sejam majoritárias e, se cada um de nós que tivemos a sorte e despreendimento para externar estes fundamentos, visto que a esmagadora maioria da população brasileira não teve oportunidades que outros obtiveram, tornando-os absolutamente vulneráveis em manipulação dos políticos cretinos que, sem escrúpulos e caráter preferem comprar seus votos e consciências, distribuindo todo tipo de barganha eleitoreira e depois a conta é paga por todos nós.
    Sou filho de Ibirataia, resido em Salvador há 30 anos, tive um pai exemplar em caráter e dignidade, aquele homem que sempre afirmava categoricamente: “Mas vale a palavra de um homem, do que dez assinaturas”, são exemplos, conceitos e ensinamentos que jamais esquecemos e levamos para a vida toda.
    Quero parabenizar ao blog, ao seu “Pimenta”, excelente, tem que dá espaço mesmo para que possamos nos expressar, mesmo que criemos polêmicas, afinal, vários pensamentos construtivos sobrepoem a mediocridade da irracionalidade humana.

  • Kadafi- CIDADÃO BROCHA says:

    Meu Deus… Esse cara é uma santa!!! EMC e OSPB… Na DitaDURA filhinha, não sabias por que quem sabia morria! Só por isso. Se hoje as coisas estão aparecendo é por que tem gente trabalhando por isso e não os desacreditados como você, direitosas disfarçadas de eloquentes comentaristas de boteco de fim de linha!

    Anacrônica você perde para Cidadão Kane (sem ofensa), ignorante (não entende o contexto social em que está inserido), generalizante (o que significa que nem leu “Vidas Secas” de Graciliano Ramos para saber que nem tudo que é redondo é pitombo! Tinha isso na sua escolinha de escoteiro, ler literatura clássica???); desconhecedora da história de “su povo” (ou do povo que pretende dominar, ou lecionar “política” em palanques virtuais).

    Como cidadão “brocha” deveria incentivar o suicídio civil coletivo a iniciar pelos próprios cidadãos brochas, já que nem sabe o que fez mesmo né (“ensino médio, sei lá” – palavras suas). Você já tentou TINOQUA BROCHA, TINOQUINHA DESANIMEI, por a mão na massa? Falar é fácil, a formação do povo nosso é de esconder as coisas, quando elas aparecem ao invés de nos motivarmos na construção de uma outra postura… Vêm o CIDADÃO BROCHA e pede a rapaziada para ficar, como dizer, tristinha, decepcionada e se esconder…

    Ai ai, Tinoquinho Brocha, só você com esse sorriso de camelo babão e fedorento, para fazer os otários comerem areia. E eu me divertir com a ignorância tão emotion, tão vivaz, bem na hora de cagar! Mas vamos lá, deixa eu tentar retribuir…
    VALERIA VASQUEZ – A SÁBIA DISSE AO LER A MATÉRIA DE TINOQUINHO BROCHA:
    “Também brochei com esse negócio de cidadania, dá muito trabalho tá! Acompanhar as discussões, entender os conceitos, conhecer da história da formação política de mais de um país as vezes, ler, ler e ler – pior, sem o Harry!! Ohhhh, definitivamente não dá! vamos ser felizes né? vê se me liga para fazermos uns piquetes de playground! Quem sabe a gente não faz uma Revolução dos Bichos as avessas
    Bjs Kadafão!

    Seu querido Kadafão”(ai como eu sou malígna!!!)

  • Seus Heróis Morreram de Overdose? says:

    MORRERAM FOI? DE OVERDOSE?
    MEU CARO CIDADÃO INSANO, QUEM SÃO SUAS REFERÊNCIAS? VOCÊ FALA DE POLÍTICA COMO SE FOSSE UMA EMOÇÃO INVENTADA NO OCIDENTE, E NA BANDA MAIS PODRE…

    TINHAS COMO POLÍTICO O TIM MAIA?
    JANIS JOPLLIN?
    HENDRIX?
    ONDE ELES SE ELEGERAM MESMO????
    RAPAZ… TU É OUSADO ALÉM DE MALUCO!
    QUE LEGAL GENTE ASSIM… NUM MUNDO IDEAL SERVIRIAM PARA QUEBRAR PEDRAS, CONSTRUIR PONTES, VIADUTOS, TRABALHAR NA INFANTARIA DAS MINAS, ETC.

    DÁ UMA REFERÊNCIA COLÚIU DE “PRÓS” QUE TÊM QUE NSER “UNIVERSITÁRIOS” (ASSIM COMO AS FESTAS DE CAMISA E AS SHOPPADAS, TÊM ATÉ UM ESTILO MUSICAL DA INDÚSTRIA CULTURAL DE MASSA – SE É QUE ME ENTENDE).

    Ó, SÓ POR CARIDADE VIU, VOU TE DAR UMA REFERÊNCIA PARA INICIANTES: VÁ LER «SÉRGIO PAULO RUANET» QUANDO FOR AO BANHEIRO, AO INVÉS DE DELIRAR COM A TOGINHA DA PRIMA! VALEU?
    DE NADA!
    TAMOS AÍ! HEHEHEHEH
    TÚ É GENTE BOA!! HEHEHEHEH
    KKKKKKKKKKKKKKKKK

  • Paulo Renato Costa says:

    O senhor Tinoco é de causar náuseas. Ignorante e pretensioso, acreditar contribuir para um grande debate com seus discursos reacionários. Sei bem porque o “presente” (acho que todos devem entender o sentido do termo para ele) o incomoda tanto. Empresário na Barra-Salvador deve ter começado a pagar impostos há bem pouco tempo. Só pode ser isso que ele denomina, em seu texto, de “roubar, corromper, extrair, extorquir, dilapidar o patrimônio dos brasileiros”. Acredito que pelo mesmo motivo, afirma que “não acredito mais em políticos, os sonhos estão acabando, se exaurindo, não há mais razão para sorrir”. Quais seriam os sonhos desse senhor? Acumular mais capitais!
    Tamanha a pretensão do indivíduo, que tenta realizar críticas a expansão do Ensino Público no Brasil. Onde fizestes seu curso de gestão pedagógica ???? Isso deve incomodar profundamente a pequena burguesia da qual fazes parte. Negros e pobres nas universidades públicas significa que seus filhos terão que concorrer a um emprego. Não basta mais obter o diploma e bater na porta de um deputado pedindo sua vaguinha e relembrando aquela campanha que ajudou a financiar. Vai ter que mostrar que sabe!
    “A educação pública no Brasil é uma miséria. À exceção de algumas universidades federais, efetivamente não existe”. O que é educação para o senhor? Apenas aquela que ocorre nos meios institucionais. Coitado! A família deve tê-lo abandonado nos presídios (não chamaria aquilo de escola) da ditadura, justifica-se a ignorância. Mas não se justifica a preguiça! Por que não perguntou a tia Valéria o significado do termo.
    “País sem consciência e cidadania”. Blá, Blá, Blá! Embora seja um asno, vamos tentar. Cidadania, liberdade de consciência são conceitos burgueses criados lá no século XVIII, na EUROPA. Sugiro-lhe, ao invés de ficar repetindo o senso comum dos meios de comunicação de massa, que serve apenas para adestrar macacos, que leia um excelente historiador chamado JOSÉ MURILO DE CARVALHO, ele lhe dirá que numa sociedade como a nossa, que já nasceu imperfeita, “bestializada” (explico: devido ao processo de colonização), a cidadania enquanto exercício pleno dos direitos políticos, civis e sociais é algo bastante utópico. Mas cuidado! Utopia não é algo fantasioso, que nunca se realizará. Na acepção moderna do termo é aquilo que estabelecemos como viável para a nossa sociedade e buscamos estabelecer. Acho que isso já se iniciou. Agora, o senhor querer cobrar um alienação secular dos direitos básicos do povo brasileiro, de um governo que assumiu em 2003 é, com boa vontade, uma grande falta de conhecimento ou, para ser mais direta, um problema político partidário: “meus inimigos estão no poder”! Terminando o texto assim, só um idiota pra acreditar em sua preocupação social.

  • André Paiva says:

    É impressionante a quantidade de “pseudo-intelectuais” aqui!

    Vejo que um dos grandes males que estamos sofrendo é o das pessoas “um pouco” mais esclarecidas, que poderiam fazer grande diferença pra mudar o caos que estamos vivendo, se dividirem, desacreditando a todo tempo os poucos que tentam fazer algo pra mudar.

    Se ao invés de só criticar, nos uníssemos para tentar resolver os reais problemas, certamente com cabeças pensantes juntas, conseguiríamos encontrar soluções com muito mais facilidade.

    O que precisávamos nesse momento, é encontrar uma maneira de ensinar o que é política à população que é massa de manobra e não é novidade pra ninguém ao invés de duelarmos entre nós uma maldita guerra de egos e vaidades como essa que estou presenciando aqui.

    Luiz Tinoco Filho, compreendi o que quis dizer, discordo de alguns trechos, claro, mas não é por isso que vou tirar os créditos de suas importantes considerações. Como você estou tentando do meu jeito, fazer algo de verdade para mudar as coisas. Estou fazendo um documentário e justamente estou aqui absorvendo informações para reforçar meus argumentos e cada vez mais confirmo que estamos indo pelo lado errado. Triste!

    Bom conte comigo se vc ou qq outro aqui quiser fazer algo de verdade para acertar a nossa rota.

    Um abraço,
    André

Deixe seu comentário

camara itabuna






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia