Apesar da revista IstoÉ informar neste final de semana que o secretário-executivo do Ministério das Cidades, Roberto Muniz, estaria de malas prontas para deixar o Governo Dilma e rumaria para a iniciativa privada, o político baiano negou qualquer movimentação nesse sentido. A nota foi repercutida por este blog.

O secretário-executivo disse ao PIMENTA que não deixará o cargo. Permanecerá “exercendo plenamente a função” no governo federal. Além de ocupar o segundo escalão do Ministério das Cidades, Muniz é primeiro-suplente do senador baiano Walter Pinheiro (PT).