WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate






alba










novembro 2011
D S T Q Q S S
« out   dez »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

editorias





itao






SEGUNDO PRESIDENTE DO COMDEMA, POPULAÇÃO QUER O G BARBOSA

Nazal diz que atraso se dá por culpa da empresa

O presidente do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente de Ilhéus (Comdema), José Nazal, entrou em contato com o PIMENTA e atribuiu exclusivamente ao supermercado G Barbosa a responsabilidade pelo atraso no início da construção do supermercado da rede no bairro do Pontal, zona sul de Ilhéus.

Nazal disse que a maioria da população defende a vinda do G Barbosa para a cidade, mas salienta que é preciso obedecer determinados critérios para que o empreendimento possa ser executado. “Não se constroi sem alvará”, exemplificou o presidente.

Segundo Nazal, os questionamentos dos moradores e membros do Comdema têm a ver com aspectos como, por exemplo, o acesso ao supermercado. “Não existe projeto aprovado”, declarou, salientando que um engenheiro do próprio G Barbosa admitiu que o atraso se dá por culpa  do empreendedor.  “Eles deram entrada no processo de licenciamento ambiental em março e só agora apresentaram a documentação”, diz Nazal.

O presidente do Comdema também descartou a possibilidade do G Barbosa deixar de vir para Ilhéus. “Nenhuma empresa vai investir R$ 5 milhões na compra de um terreno para depois abandonar o projeto”, justificou.

19 respostas para “SEGUNDO PRESIDENTE DO COMDEMA, POPULAÇÃO QUER O G BARBOSA”

  • Obrigado says:

    Obrigado seu Pimenta por sair na frente sobre a notícia da implantação do Mercado G Barbosa em nossa cidade, coisa que a imprensa local não se preocupa. Infelizmente a nossa cidade continua sendo a cidade que já teve. O povo de Ilhéus precisa acordar para o que vem acontecendo ultimamente em tratando de investimento, porque todos os empreedimentos cogitados estão sendo boicotado.

  • leidikeiti says:

    Sei não, mas a Ilhéus – Olivença, não é um bom lugar. No meio do caminho tem uma ponte tem uma ponte no meio do caminho… Penso que a rodovia Jorge Amado oferece melhores condições para toda região.

  • Kalif Rabelo:G.BARBOSA says:

    Awfuan
    Zé Nazal,

    Que a maioria da população quer que o G. Barbosa instale em Ilhéus, isso não podemos negar.”Não se constroi obras sem Álvara”.
    “Não existe projeto aprovado”.
    Não posso deixar de concordar com o nobre Secretário de Governo e Presidente do CONDEMA, sôbre a falta dos projetos do G.Barbosa, para a emissão do Álvara de Construção.Nos tranquiliza, que o G. BARBOSA não pretende deixar de investir em Ilhéus.Que as obras vão reiniciar tão logo o projeto seja aprovado e emitido o “Álvara de Construção”.

    Obras de investimentos do Governo Federal , financiamento do (BIRD),como saneamento basíco,construção da ponte da zona sul, não são liberados para a Prefeitura de Ilhéus, pois a mesma encontra-se inadimplente com o INSS,RF,FGTS, etc. E,não tem projetos de obras aprovados.Quando a PMI tiver projetos, estiver adimplente com os orgãos públicos arrecadadores, pode solicitar investimentos do Governo Federal, que são liberados, isto é se tiver projetos!Sem projetos, não chega investimentos em Ilhéus!
    Salamaleque
    Assalaamu aleik

  • Fernando Florencio says:

    Sem querer por em dúvida as colocações constantres nesta matéria, acho muito dificil, impossivel até, que a segunda maior rede de varejo da América Latina, multinacional chilena, dê início a uma obra deste porte sem o competente Alvará e a prefeitura deixar a obra ser tocada até o ponto de telhado.Pelo fundo já está sendo coberta.
    Seria de um primarismo sem comparação.
    Procurem outros motivos, mas este é como a desculpa do Lupi.
    Papo de cerca lourenço, puro.
    Fernando
    Ilheus/Ba

  • Wagner says:

    Se eu fosse morador de Ilhéus não ficaria tão animado assim, esse tal G Barbosa aportou em Jequié após a compra dos Supermercados Cardoso e tá que é só reclamação dos consumidores: Desorganização (Ok, até aí tudo bem pq tá “arrumando a casa”), mas além disso tem os preços altos em relação à antiga bandeira do estabelecimento.

  • Correia says:

    Essa história esta mal contada, a cidade é turistica e necessita de empreendimentos desse porte. O entendimento para quem esta de fora, é que alguém esta deixando de levar vantagem.

  • Sérgio Oliveira says:

    Ilhéus tem algumas coisas que poderemos considerar pândegas, jocosas, e por aí vai, …!!!

    Doar terreno na avenida, em plena praia, para o – hoje finado – Sr. Sérgio Naia fazer Shopping, …, pode, mas receber um supermercado num dos bairros da cidade, não pode, …!!!

    Não precisa explicar, …, eu só queria entender, …!!!

    Na mesma direção, eu pergunto: Qual a utilidade do Porto do Malhado, hoje, em termos de exportação de produtos, …, e qual o impacto ambiental causado por ele, …?!?!?!

    Se ele é REALMENTE útil, funcional e importante, …, porque, então, querem construir outro, …?!?!?!

    Qual a “padronização” existente nas cabanas e/ou barracas, de praia do litoral sul ilheense, …, e qual o impacto que elas causam, estando praticamente cravadas em plena faixa de areia da praia, …?!?!?!

    Isto é típico de quem engole um elefante, mas engasga com uma formiga, …!!!

    – Dizer o que desse povo, …?!?!?!?

    – Sei lá, entende, …?!?!?!

    -É um barato estranho, …!!!

  • Fernanda says:

    e aquele boato de que o dono de uma rede de supermercados, que contribui com a caixinha da Prefeitura, pediu aos seus amigos para não liberarem o Alvará?

  • Zé Nasal, R$ 5 milhões de prejuíso para o G Barbosa é café pequeno !!!

  • Marcelo de lima says:

    Isso só prova a incompetência desse governo. Olhemos o tamanho da edificação em que já se encontra o empreendimento.

    Depois de 4 meses que “descobrem” que não existia alvará?

    Tem também os boatos de que a obra teria avançado sobre uma via pública, ali pela rua 1 da sapetinga.

    O que é verdade? Falta de alvará ou invasão da via?

    Não tem bobo nessa história. Se a história dessa rua for verdade, e a GBarbosa for relamente uma empresa séria(e creio que deva ser), alguém lá vai perder seu emprego.

    E sendo verdade, como vai ficar a tal rua?

    Vão destruir o que foi construído, ou cederão a rua pro Hiper?

    Porque concordo com Zé Nazal. O mercado vai ser construído. Já se foi gasto muito dinheiro, com aquisição de terreno e edificação.

    E uma empresa desse porte não é do tipo que se aventura. Pra estar gastando dinheiro, estudos e mais estudos de viabilidade foram realizados, o que nos deixa tranquilo quanto ao potencial de nossa cidade.

    Pena que o governo não ajuda!

  • Nasal você tem que verificar as licenças ambientais que são emitidas pela secretaria de meio ambiente de ilhéus pois eles não exigem quase nada e não a controle sobre as condições ambientais dos empreendimentos, ex: as marmorarias pra onde vão a lama do beneficiamento do granito; quais as condições e controles das descargas e higienização dos navios e aviões; as torres de celular sera que estão com a calibragem das ondas corretas?; os areais estão realmente realizando suas condicionantes; sera que os responsáveis técnicos que elabora os programas de licenciamento estão assinando com suas devida competência de formação, os postos de combustíveis tem feitos seus testes de estanque e do solo, é muita coisa mesmo Jovem Nasal abre o olho que O MP vai receber um laudo que constara e prova isso tudo que esta escrito aqui.

  • Henrique Maia says:

    O que percebo da população de Ilhéus, que os políticos e comerciantes locais que dominam a política e economia, estão temerosos, pelo simpes motivo: visualizam o fim de seu prestígio.
    Com o G, os donos da rede Meira não passaram e meros comerciantes locais, afinal o G entra na cidade para ser líder.
    Com os investimentos da ferrovia, aeroporto, porto; a classe política perde o prestígio afinal a população não precisará se render os caprichos dos políticos locais.
    Abraços

  • Gilson says:

    A informação que o Secretário Alisson deu a uma comissão de moradores da Sapetinga, é que a empresa G. Barbosa pediu desculpas à Prefeitura porque havia contratado uma empresa para providenciar as licenças e a executar a construção, porém a empresa construtora iniciou as obras sem antes conseguir as licenças e atender a legislação vigente, inclusive legislação federal.
    Segundo eles, irão providenciar toda a documentação necessária e adequar o projeto de forma a atender as disposições legais.

  • Jackie Santos says:

    Eu gosto da idéia de inovação e crescimento em Ilhéus, principalmente investimentos na área de comércio.. Com a vinda da Ferrovia e o Porto Sul, novas empresas estão se instalando em nossa cidade e favorecendo o crescimento econômico.Porém, percebo que junto a esses novos empreendimentos deve haver um acompanhamento por parte dos Governos para dar infra-estrutura a essas melhorias, eu vejo a necessidade de uma outra ponte como prioridade no momento.

  • To de olho says:

    Deve ter dado alguma coisa errada, o valor não foi suficiente venderam dificuldade e até agora o valor não foi suficiente para comprar a facilidade…simples assim..Tudo se resolverá, tem muito petista no prefeitura de Ilhéus, então o negocio vai dar certo sim.

  • alves says:

    nós so temos admnistração municipal para vetar os grandes empreendimentos que querem vir para ilhéus, eles já mandaram embora a petrobras, brasilgas,nestle, dentre outras.
    A cidade precisa de empregos e opção de compras.
    é pedir muito concidados?

  • Paulo Roberto Galvão says:

    Que não se constroi nada sem alvará é fato.Mas ocúmulo da incompetencia e imbecilidade é deixar obra tomar grandes proporções para depois se descobrir que não tem alvará.Então oque realmente acontece é alvará de menos ou fata de molhada de mão? Questão a se pensar……..

  • Marconews says:

    Não precisa do G-barbosa não…Tem o Jaciana, Delta, a rede Meira…Olha que maravilha de rede de supermercados…Vc estra e todos os produtos estão empueirados (hipermeira); os funcionários olham com cara feia…as prateleiras estão cheias de coisas que vc não quer…pois, quando quer algo não há…
    Olhe o BomPreço de Itabuna, como tem uma péssima fila, mas como é bom comprar lá, pois tem produtos de boa qualidade e preços semelhantes aos demais supermercados…
    Abraços…

  • Diego.G.Barbosa Obra Embargada says:

    Quanto penso que já vi de tudo na vida, sempre sou surprendido por algum político.Quem foi que autorizou o G. Barbosa iniciar as obras sem os devidos estudos de impacto ambiental?O mercado que é Internacional Chileno, tem advogados brasileiros contratados para defender seus interesses e não passaria por cima das Leis vigentes do Brasil, principamente no que diz respeito ao meio ambiente.Se as obras foram iniciadas teve o aval de alguém com poderes para autorizar o início da construção.Vamos entrar em período eleitoral, campanha cara que requer investimentos,G.Barbosa deixou de molhar as mãos de algum Secretário$$$ que tem poderes para autorizar obras sem Álvara!
    Diego Toledo

Deixe seu comentário








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia