WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




alba








abril 2012
D S T Q Q S S
« mar   maio »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

editorias






:: 10/abr/2012 . 23:05

VITÓRIAAAAAAAA!!!!

Ana Lúcia da Hora | ana.hora@yahoo.com.br

Ana (de pé), Jamile e Ione são símbolos da luta por gratuidade no sul da Bahia (Foto Arquivo Pimenta).

No dia 10-06-2011, eu e mais duas meninas começamos uma batalha onde repudiávamos a cobrança de tarifa nos transportes inter municipais  às pessoas com deficiência. Fomos expostas o sol e chuva e até fechamos a BR-101, juntamente com outros deficientes visuais.

Muitas foram as críticas por parte daqueles que não entendiam nossa reivindicação. Não desistimos! É um direito garantido na Constituição e eis que após dez meses, exatamente dez meses!, vem a tão esperada vitória! Sei que a vaidade humana agora vai bradar aos quatro ventos manifestada em pessoas que se dirão autoras e donas dessa conquista!

Mas o que importa é que conseguimos! Estou muito realizada e feliz, pois eu trabalho, mas a maioria das pessoas com deficiência não! Não têm condição de se locomover para ir em busca de seus tratamentos e outros recursos por falta de dinheiro para custear a passagem.

Portanto, quero aqui agradecer ao blog Pimenta na Muqueca e aos demais órgãos de imprensa bem como a sociedade civil pelo apoio dado a essa luta! Atualmente não faço parte de nenhuma entidade por discordar da postura de alguns dirigentes, mas não me abstenho da luta!

Minha felicidade foi tamanha após acompanhar por telefone a explanação do deputado Bira Coroa, relator do projeto! Na sua brilhante defesa, o deputado deixou bem claro que a aprovação do projeto não irá gerar custos aos usuários e se for dado aumento na passagem com essa justificativa não passará de uma inverdade! E para minha maior celebração, o projeto foi aprovado por unanimidade!

Parabéns para nós, parabéns para a voz e a garra de uma classe que apesar de ser minoria, foi maioria na coragem! Essa luta foi de poucos, mas a conquista é de todos nós! Mais uma vez, muuuuuuuuuiiiiiiiiito obrigada a todos que de alguma forma nos apoiaram!

Ana Lúcia da Hora é deficiente visual, formada em Pedagogia e formada em Psicologia.

BRINQUEDO NOVO

Elevado à condição de todo poderoso da rádio Difusora de Itabuna, o empresário Tiago Feitosa comemorava na última semana uma pesquisa que atestou o reconhecido poder de fogo da emissora. Como se sabe, a rádio tem a maior audiência na cidade e a pesquisa apenas confirma o que não é segredo para ninguém.

É também óbvio que o filho do deputado Geraldo Simões vê a Difusora como um forte instrumento para ajudar a candidatura da mãe, Juçara Feitosa, nome que representará o PT na disputa  pela Prefeitura de Itabuna.

E a família segue feliz…

 

ASSEMBLEIA APROVA O PASSE LIVRE

A Assembleia Legislativa da Bahia acaba de aprovar, por unanimidade, o projeto de lei que autoriza o passe livre para portadores de deficiência no transporte intermunicipal. A lei prevê o benefício nos modais terrestre, aquaviário, ferroviário e metroviário.

Cerca de 150 deficientes acompanharam a votação, inclusive os membros da Associação de Cegos do Sul da Bahia. O presidente desta entidade, Jamisson Barbosa, disse que “este é um momento histórico e uma grande vitória para os portadores de deficiência”.

No dia 22, em Itabuna, os deficientes realizaram manifestação durante a sessão itinerante da Assembleia Legislativa, após a retirada do projeto de pauta. Dessa vez, puderam comemorar.

ALTO ÍNDICE DE HOMICÍDIOS LEVA GOVERNO A CRIAR DELEGACIA ESPECIALIZADA EM ITABUNA

Itabuna contará com uma Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) até o final deste semestre de 2012. Pelo menos, esta foi a promessa feita pelo diretor da DHPP, Arthur Gallas, da Secretaria de Segurança Pública do Estado.

O município sul-baiano está entre os oito mais violentos do país para jovens na faixa dos 15 aos 29 anos de idade. Somente nos primeiros 100 dias de 2012, foram registrados 52 homicídios, média superior a uma morte a cada dois dias. Itabuna registrou 76,21 homicídios por 100 mil habitantes em 2011, quando o aceitável pelos organismos de segurança é, no máximo, 10 mortes violentas para cada grupo de 100 mil habitantes.

Vitória da Conquista e Feira de Santana são dois dos municípios que já contam com delegacias específicas para investigar casos de homicídios. Além de Itabuna, conforme Gallas, Juazeiro e Barreiras terão unidades para cuidar de homicídios.

O diretor das DHPPs no estado afirma que a ampliação do número de delegacias integra o conjunto de ações do programa Pacto pela Vida. As delegacias especializadas em homicídios também contarão com equipes do Serviço de Investigação em Local de Crime (SILC).

O modelo, explica Arthur Gallas, permite colher informações importantes para a identificação dos prováveis culpados em espaço de tempo bem menor.

Agora é aguardar para que a promessa saia – mesmo – do papel.

GOVERNO FARÁ MAIS 6 AUDIÊNCIAS SOBRE PORTO SUL

Rui Costa diz que discussão sobre o projeto é democrática e transparente

O Governo da Bahia e o Ibama chegaram nesta terça-feira, 10, a um entendimento para a realização de seis novas audiências públicas para discutir o projeto do Porto Sul. As novas audiências deverão acontecer no final do mês de maio, uma por dia, nos municípios de Uruçuca, Itacaré, Itajuípe, Coaraci, Barro Preto e Itabuna.

O governo avalia que os novos encontros com as comunidades reforçarão a proposta de transparência do projeto. Em 29 de outubro, o Ibama realizou uma audiência pública no Centro de Convenções de Ilhéus, onde foram apresentados os estudos de impacto ambiental do Porto Sul.

De acordo com o superintendente do Ibama na Bahia, Célio Costa Pinto, a audiência em Ilhéus foi o maior já realizada no estado, tendo reunido 3.788 pessoas de 25 cidades, registrando-se ainda 270 inscrições para questionamentos sobre o projeto. As discussões transcorreram durante 13 horas.

Apesar desses números, o Ministério Público Federal entendeu que o projeto deveria ter maior publicidade e pediu novas audiências em Itacaré e Uruçuca. O pedido foi deferido pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região e acatado pelo governo que, em vez de duas, optou por realizar seis novas audiências.

“O Governo do Estado respeita a decisão da justiça e está comprometido a participar das novas audiências públicas com a mesma disposição democrática com que dialogou na audiência realizada em outubro do ano passado. Vamos esclarecer, novamente, todos os pontos que forem levantados. O Porto Sul é um projeto prioritário para a Bahia, por isso, não mediremos esforços para viabilizar e agilizar a implantação desse empreendimento”, afirma o secretário da Casa Civil, Rui Costa.

PREFEITO NÃO MANDA PROJETO, CÂMARA SUSPENDE SESSÃO E GREVE DE PROFESSORES CONTINUA

Faixa colocada por grevistas na rampa de acesso ao plenário da Câmara (Foto Pimenta).

Professoras que lotavam o plenário às escuras e quente devido à falta de energia do Espaço Cultural Josué Brandão, onde se situa a Câmara de Vereadores de Itabuna, deixaram o local sem que o prefeito José Nilton Azevedo e o secretário de Educação, Gustavo Lisboa, tenha protocolado o projeto de reajuste. A greve continua na rede municipal de ensino.

Mais cedo, ainda no calor insuportável do plenário e sob palavras de ordem dos grevistas, o Wenceslau Junior (PCdoB) afirmou que havia condições técnicas e políticas de a Câmara votar o reajuste reivindicado pelos professores, que começaram a chegar ao prédio por volta das 13h30min e saíram duas horas e meia depois com as mãos abanando e frustrados. Também não houve sessão plenária.

Os professores reivindicam aumento salarial de 22,22% para os três níveis, mas a prefeitura acena com 22,22% para o Nível 1 e 15% escalonados para os níveis 2 e 3. A direção do sindicato dos professores municipais, o Simpi, informou que não aceita a contraproposta da prefeitura e exigirá o aumento por via judicial.

Professores em greve lotam plenário escuro da Câmara (Foto Pimenta).

Os professores sentiram-se desafiados pelo secretário de Educação de Itabuna, Gustavo Lisboa, que, por telefone, informou ao presidente da Câmara de Vereadores, Ruy Machado (PRP), que ou os professores aceitavam o reajuste ou teriam apenas a reposição salarial. O caldo engrossou e o clima ficou ainda mais quente por causa da falta de energia elétrica.

A falta de energia, segundo técnicos da concessionária, se deu por sobrecarga, o que elevou a temperatura interior da Câmara e deixou tudo às escuras. Professores, funcionários e vereadores presentes suavam em bicas. Desde que o Legislativo se mudou para lá nunca houve medição da carga necessária ao funcionamento de aparelhos eletro-eletrônicos. Neste momento, professores fazem protesto na praça Adami, centro de Itabuna.

VOTAÇÃO DE REAJUSTE DOS PROFESSORES DEPENDERÁ DE CONSENSO, DIZ WENCESLAU JÚNIOR

Wenceslau Júnior conversa com grevistas (Foto Luiz Conceição/Pimenta).

Para Wenceslau Junior, dependerá do consenso entre líderes políticos em plenário para que a matéria seja apreciada. E desde que o projeto chegue ao Legislativo em tempo hábil. A seguir a entrevista do vereador:

PIMENTA – Há condições técnicas e políticas para votação do projeto de reajuste dos professores dentro do prazo que a lei estabelece?
Wenceslau Júnior – No que depender do Legislativo, já conversei com o presidente, vamos envidar esforços para votar o mais rápido possível. Espero que o projeto chegue com conteúdo que, de fato, satisfação às reivindicações dos professores. Caso contrário, haverá empecilho…

Tecnicamente, é possível votar o projeto esta semana?
Na verdade tudo depende de consenso de lideranças. Havendo consenso, acordo do colégio de líderes poderemos votá-lo em primeira discussão nesta terça-feira e encerrar com a segunda votação amanhã. Caso o projeto chegue em tempo hábil.

Essa votação urgente não atropelaria questões regimentais e legais?
O Regimento Interno é claro com relação a isso. Mas, por outro lado, o acordo de lideranças e o consenso do plenário pode suprir, efetivamente, qualquer questão relativa a prazo. O próprio Regimento permite esse entendimento. Mas se houver divergências nas lideranças que compõem o Pleno da Câmara, teremos dificuldades de cumprir prazos, rigorosamente, como o Regimento prevê.

A divergência que existe entre o movimento e a Secretaria de Educação é a tentativa de achatamento da diferenças entre níveis I, II e III.

Há condições financeiras de votar pelo reajuste linear?
Em Itabuna, a divergência que existe entre o movimento e a Secretaria de Educação é a tentativa de achatamento da diferenças entre níveis I, II e III por progressão da carreira de pessoas que fizeram mestrado e doutorado e acabam sendo prejudicadas se não há linearidade nesse reajuste.

A folha de pagamento de professores é limpa ou existem penduricalhos?
Sindicato e o movimento grevista não tiveram acesso a essas informações. Ontem recebemos conjunto de professores pedindo que a Câmara faça esse pedido ao Executivo. Há desconfiança de que existe grande número de contratados e cargos comissionados, portanto, pessoas que não deveriam estar contando com recursos do Fundeb. Talvez possibilitasse reajuste maior e cumprimento da legislação do Plano de Cargos, que prevê salários diferenciados em razão do nível de cada profissional.

VOTAÇÃO DO PASSE LIVRE NA ASSEMBLEIA

Cerca de 150 portadores de deficiência física, provenientes de várias regiões do Estado, encontram-se neste momento no plenário da Assembleia Legislativa da Bahia. Já foi confirmada na pauta a votação do projeto de lei que estabelece a gratuidade do transporte coletivo intermunicipal para os deficientes.

Vários deputados já discursaram na tribuna e declararam voto favorável ao projeto. Entre eles, o deputado estadual Mário Negromonte Júnior, do PP, que já foi contra o passe livre. Por enquanto, tudo indica que Ronaldo Carletto, dono de empresas de ônibus, será voto vencido.

“Eu tenho certeza de que hoje o projeto será aprovado”, afirma Jamisson Barbosa, presidente da Associação de Cegos do Sul da Bahia, que acompanha a votação.

DRAGON – VALE TUDO

PROFESSORES AGUARDAM MENSAGEM. CÂMARA NÃO TEM ENERGIA

No escuro, professores esperam mensagem de Azevedo (foto Luiz Conceição/Pimenta)

Faltou energia elétrica na Câmara de Vereadores de Itabuna nesta tarde, exatamente quando a casa está lotada de professores à espera da mensagem do prefeito Capitão Azevedo sobre o reajuste salarial da categoria. A diretoria do Sindicato do Magistério Público de Itabuna (Simpi) está no plenário.

Segundo informações, a Coelba foi acionada para restabelecer o fornecimento de energia elétrica. No plenário, onde a luz natural é insuficiente, a escuridão e o calor afetam os ânimos do público. Há muita gritaria no local.

Os vereadores estão reunidos no gabinete do presidente da casa, Ruy Machado.

UESC PROMOVE SEMANA DE AGRONOMIA

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) promove, de 16 a 20 de abril, a V Seagro (Semana de Agronomia). O evento é organizado pelo Colegiado e Diretório Acadêmico do curso de Agronomia, e tem apoio da Secretaria de Desenvolvimento e Integração Regional e Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional do Estado (CAR).

O tema da Seagro neste ano são os “Desafios da produção agropecuária regional frente ao novo Código Florestal”. A proposta, de acordo com os organizadores, é discutir, dentro desse contexto de mudanças na legislação, como assegurar melhoria da qualidade, inovação e competitividade.

MOTOTAXISTA ASSASSINADO NO GOGÓ DA EMA

O mototaxista William Souza Silva, 24 anos, foi morto a tiros na manhã desta terça-feira,10, quando passava pela favela do Gogó da Ema, região do São Caetano, em Itabuna. O autor dos disparos não foi identificado.

William foi socorrido por uma equipe do Samu e chegou a dar entrada no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem), mas morreu a caminho do centro cirúrgico.

Não há informações sobre motivação do crime.

ILHÉUS NO ROTEIRO GASTRONÔMICO DO FESTIVAL DA TILÁPIA

Isaac e Luiz Henrique lançam festival (Foto Rildo Mota).

Os pratos servidos durante o coquetel de lançamento do Festival da Tilápia 2012 no lendário Bataclan, no Quarteirão Jorge Amado, Centro Histórico de Ilhéus, segunda-feira, 9, à noite, deram pista da riqueza gastronômica que baianos e turistas têm até o próximo dia 16 em Salvador e  municípios do interior. O peixe de água doce foi servido de deliciosas maneiras, encantando autoridades, convidados e jornalistas do eixo Ilhéus-Itabuna.

A 3ª edição do Festival da Tilápia começou no dia 26 de março numa promoção da Bahia Pesca, empresa estatal baiana, e a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). O evento é realizado, simultaneamente, em 44 restaurantes de Salvador, Lauro de Freitas, Camaçari, Porto Seguro, Ilhéus, Paulo Afonso e Vitória da Conquista.

O presidente da Abrasel, Luiz Henrique Amaral, destacou que o Festival de Tilápias visa fortalecer o segmento de bares e restaurantes que se especializa no fornecimento de pratos diversificados, incluindo o pescado.

O presidente da Bahia Pesca, Isaac Albagli, afirma que o consumo de pescado no estado tem déficit de 40 mil toneladas que serão compensadas nos próximos anos com a produção de peixes em águas interiores, a exemplo de açudes e barragens Confira entrevista concedida por Albagli.

PIMENTA – Qual o objetivo do Festival da Tilápia?
Isaac Albagli – A Bahia tem um déficit entre a produção e consumo do peixe. Após o salmão, a tilápia é o peixe mais cultivado no mundo e se adaptou bem ao Brasil. Então, estamos promovendo a tilápia para dar certeza ao produtor de que pode comercializá-la.

Quais condições a Bahia Pesca oferece ao produtor no cultivo de peixes na propriedade?
Estamos aumentando muito nossas ações. A principal delas é a oferta de alevinos. Nos últimos cinco anos, saímos de uma produção de 15 milhões de alevinos/ano para 75 milhões/ano. São oito estações de piscicultura em funcionamento e mais uma vai entrar em operação ainda este ano e assistência técnica: passamos de oito para 28 unidades para dar conforto e segurança ao produtor.

Quais são as condições atuais da pesca na Bahia?
A pesca sempre é um problema, passa por dificuldades e está sempre no limite da sustentabilidade. Hoje, existe sobrepesca muito grande e as condições decorrentes de poluição e outros problemas ambientais que faz diminuir a quantidade de pescados. Daí, a necessidade de pesca oceânica, ou seja, mais profissional, e é o que estamos fazendo com os terminais pesqueiros de Salvador e Ilhéus.

A Bahia saltou de quinto para terceiro colocado no País, com crescimento de 52% nos últimos cinco anos e a produção continua aumentando.

Como a Bahia Pesca imagina o futuro do setor na Bahia?
O futuro é promissor. A Bahia saltou de quinto para terceiro colocado no País, com crescimento de 52% nos últimos cinco anos e a produção continua aumentando. A Bahia é o estado com maiores condições de crescimento na pesca e aquicultura.

A Pesca é um bom negócio?
Sim. Agora é preciso tecnologia, capacitação, investimento, financiamento público e assistência técnica. Estamos trabalhando na linha de dotar o produtor e o pescador das condições para produzir e se desenvolver e trabalhar profissionalmente.

Há recursos disponíveis para investimentos do produtor e o pescador?
Existe sim, mas a rede bancária tem dificuldades em financiar por inadimplências do passado. Fizemos desafios aos bancos do Nordeste e do Brasil demonstrando que com assistência técnica presente isto não vai mais acontecer. Antigamente se dava o recurso ao produtor, pescador, dono de embarcação e armador sem acompanhamento técnico algum e a resposta não era positiva. Agora, não. Todo programa de financiamento terá acompanhamento da Bahia Pesca e a coisa muda de figura…

NEVILLE NO PRECIPÍCIO

Neville: precipício.

É tida como insustentável a situação de Neville Chamberlain na Valec, estatal responsável pelas ferrovias brasileiras. Neville caiu em desgraça após reportagem da revista Veja apontar irregularidades e relações suspeitas do executivo com empreiteiras. Dentre as grandes obras sob a responsabilidade do denunciado está a Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), orçada em mais de R$ 4 bilhões.

Ainda segundo a revista Veja, um relatório do presidente da Valec, Castelo Branco, apontou o executivo “incompetente”. Próximo de precipício, Neville, conforme a publicação da editora Abril, teria recebido a ajuda de políticos de proa, como o governador Jaques Wagner. Ontem, em Jequié, no sudoeste baiano, o mandatário baiano negou que tenha intercedido, apesar de lembrar do histórico do segundo homem da Valec (relembre aqui).

LEGISLAÇÃO PRESSIONA PROFESSORES E GREVE PODE ACABAR HOJE EM ITABUNA

A greve dos professores da rede municipal de ensino em Itabuna deve acabar ainda nesta terça, 10. Os mais de 1,2 mil educadores não aceitavam, até ontem, a proposta de reajuste de 22,22% para os professores do Nível I e de 15% escalonados para os níveis II e III.

Hoje, a direção do Sindicato do Magistério Municipal Público de Itabuna (Simpi) emitiu comunicado em que aponta prejuízos maiores à categoria caso a proposta do governo não seja aceita nesta terça. Isso, porque a legislação impede aumentos salariais a servidores públicos após o dia 10 de abril em período de eleições municipais.

A proposta de aumento salarial tem que ser enviada ainda hoje à Câmara de Vereadores. O sindicato aponta que, caso não seja aceita a proposta do governo, a categoria terá direito apenas à reposição inflacionária, o que significará reajuste de apenas 6,5% para todos os níveis.

Na assembleia de hoje, deverá ser votada a proposta de reajuste escalonado (8% em abril e 7% em setembro) ou manutenção da greve e possibilidade de obter apenas reajuste salarial de 6,5%.

“A decisão pertence à categoria e a responsabilidade de endossar essa decisão pertence ao Sindicato”, assina a direção do Simpi. Desde ontem, cerca de 30 mil alunos estão sem aula em Itabuna. Confira o comunicado do Simpi no “leia mais”, abaixo.

:: LEIA MAIS »

PESQUISA DO MINISTÉRIO DA SAÚDE APONTA QUE 49% DOS BRASILEIROS ESTÃO ACIMA DO PESO

Praticamente metade, ou seja, 49% da população brasileira têm excesso de peso, revelam dados da pesquisa Vigitel (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico), do Ministério da Saúde. O número aumentou em relação aos resultados anteriores: em 2006, a proporção era de 42,7%.

O levantamento, divulgado anualmente pelo ministério, traz um diagnóstico da saúde do brasileiro a partir de questionamentos sobre os hábitos da população, como tabagismo, consumo abusivo de bebidas alcoólicas, alimentação e atividade física. A pesquisa coletou informações nas 26 capitais brasileiras e no Distrito Federal e contou com mais de 54 mil pessoas, entrevistadas em 2011.

Segundo os dados, as capitais do Norte e do Nordeste são as que apresentam menores índices de excesso de peso e obesidade. “Homens com mais anos de estudo apresentam maior grau de obesidade e excesso de peso”, comentou o secretário de Vigilância em Saúde Jarbas Barbosa. Informações do Uol.

PATAXÓS INTERDITAM BR-101

Segundo informações do repórter Oziel Aragão (Difusora AM de Itabuna), índios pataxós interditam nesta manhã o trecho da BR-101 entre as cidades de Itamaraju e Itabela, no Extremo-Sul da Bahia. O protesto, que reúne centenas de pessoas, ocorre na região do Monte Pascoal, onde os índios reivindicam a posse de terras e protestam contra a PEC 215, que transfere ao Legislativo o poder de decidir sobre demarcação de terras. O engarrafamento gerado na rodovia já é de mais de 30 quilômetros, segundo um motorista informou ao repórter.

Em Itaju do Colônia, onde os índios também brigam pela posse de terras e já tomaram 52 fazendas desde o início deste ano, a situação se tornou mais tensa desde ontem à tarde, quando Ana Maria Santos de Oliveira, de 33 anos, foi executada por homens encapuzados (veja aqui e aqui). A irmã de Ana Maria, Odília Santos Oliveira, 30, também foi atingida, mas sobreviveu.

Atualizado às 11h

HERALDO PEREIRA DIZ QUE PAULO HENRIQUE AMORIM FAZ UMA “LEITURA INTOLERANTE

Anderson Scardoelli, do Comunique-se

A edição de abril da Raça Brasil traz uma entrevista com o repórter de política e eventual apresentador do ‘Jornal Nacional’, da Rede Globo, Heraldo Pereira. À publicação, o jornalista respondeu a 19 perguntas feitas por Amilton Pinheiro. Além de falar da carreira, o âncora substituto do ‘JN’ falou pela primeira vez a respeito do processo movido contra Paulo Henrique Amorim, da TV Record. De acordo com ele, o colega de profissão foi intolerante e precisava pagar pelo ato racista.

Na entrevista à publicação da Editora Escala, que está disponível na íntegra na internet, Heraldo diz ter orgulho de sua raça e criticou relacionou a conduta de Amorim, que postou no blog Conversa Afiada que o jornalista só fazia sucesso por ser negro e de origem humilde, com a política. “Não vou permitir que um indivíduo que faz propaganda do que é ser negro em suas rodinhas de convertidos tardios ao esquerdismo, todos criados em berço de ouro, venha me dizer o que é ser negro”, afirmou o jornalista da Globo.

Leia texto completo








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia