WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










maio 2012
D S T Q Q S S
« abr   jun »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

editorias






:: 12/maio/2012 . 16:45

JURISTAS ESTUDAM AUMENTO DA PENA MÁXIMA NO BRASIL

Para punir detentos que cometem novos crimes na prisão, a Comissão de Juristas responsável pela elaboração do anteprojeto do novo Código Penal aprovou ontem uma proposta que aumenta em dez anos o limite de cumprimento das penas de prisão. Pela regra proposta, a pena será de até 40 anos.

O Código Penal atual prevê que o cumprimento máximo de pena não pode ser superior a 30 anos. Isso significa, por exemplo, que um condenado a 30 anos que cometer uma tentativa de homicídio na cadeia não tem sua pena aumentada.

“Com a mudança, a pessoa poderá cumprir até dez anos pelo novo crime, ou seja, o cumprimento máximo se estenderia para 40 anos”, resumiu o procurador da República Luiz Carlos Gonçalves, integrante da comissão criada pelo Senado para discutir o assunto.

Os juristas também propuseram alterações em relação aos crimes continuados, que são aqueles em que a pessoa pratica dois ou mais atos ilegais. O Código Penal prevê, no artigo 71, que, quando os crimes continuados forem dolosos, ou seja, intencionais, o juiz só pode triplicar a pena do crime mais grave.

Os juristas sugerem que as penas agora sejam somadas. “Se você praticou 20 crimes vai pegar a pena de cada um e somar”, explicou o relator da comissão.

Leia mais no Estadão.

CLIENTE SE QUEIXA DO NOVO FIAT UNO. CONCESSIONÁRIA DIZ QUE TROCARÁ PAINEL

O servidor público José Torquato Neto comprou um Fiat Uno Way zero e o veículo começou a apresentar problemas logo aos 105 quilômetros rodados. Segundo ele, a luz da bateria fica sempre acesa e há corte de corrente quando trafega a 100 km/h.

“De uma hora para outra, parece que o carro “morre” e ressuscita por ele mesmo. Viajo com receio de fazer ultrapassagem”, diz Torquato, que pagou R$ 32 mil pelo veículo.

Torquato diz que depende do carro também para ter renda extra e se queixa dos R$ 39,00 diários do seguro que é obrigado a pagar pelo veículo fornecido pela Fiat, enquanto o Uno Way está em reparo.

O servidor público diz que sempre é bem atendido pelos funcionários da Brione, mas o problema se dá no relacionamento com os superiores e a Fiat. “A montadora diz que nada poderia fazer por mim, pois o carro não está em meu nome”, afirma. O veículo foi comprado pela locadora 2 de Julho. Ele decidiu expor o caso em um vídeo no Youtube.

TROCA DE PAINEL

O gerente de pós-venda da Brione em Itabuna, Ernesto Neto, confirmou que o veículo apresenta os problemas descritos por Torquato. Da primeira vez que o Fiat Uno foi levado à concessionária, lembra Ernesto, foram feitos testes e se imaginava que o defeito estava no alternador. “Trocamos a bateria. Como apresentou novo problema, solicitamos a troca do painel”.

O carro está na concessionária há 15 dias, o que é outro motivo de irritação para o cliente. Segundo o gerente de pós-venda, a demora ocorre porque “cada carro tem painel codificado por chassi”.

A previsão da Brione é de que o painel chegue até a próxima quinta, dia 15. O veículo será liberado assim que concluir a troca. Ernesto diz que a Fiat não paga o seguro do veículo substituto para o cliente, mas a Brione arcará com essa despesa.

BALANÇOU…

O empresário e jornalista José Adervan ficou balançado com o convite (informal, ainda!) para ser o vice na chapa do prefeito Capitão Azeved0 (DEM). Menos pelo convite em si, mas pela proposta do presidente da Câmara de Vereadores de Itabuna, Ruy Machado (PRP).

Ruy, na frente de Augusto Castro e de outros interlocutores, disse que leva o PTB e mais dois partidos para a coligação de Azevedo se Adervan aceitar a vice.

Adervan se entusiasmou, mas não disse que sim – nem não. A resposta depende do diretório local do PSDB e de explicações pessoais ao pré-candidato tucano Ronald Kalid. E de uma melhor análise de cenários, claro.

O TRABALHO DELA É EMOCIONAR PESSOAS

Conceição: histórias emocionantes (Foto Pimenta).

O desejo de acompanhar o crescimento das filhas levou a ex-bancária Maria da Conceição Carvalho Nunes a fazer a opção de sua vida. Há 13 anos, Maria da Conceição toca o próprio negócio empresarial dedicado a fazer felizes outras pessoas em momentos especiais de suas vidas.

Ela trabalhava como caixa de um banco. Depois que se casou, decidiu montar uma atividade que lhe desse independência financeira e permitisse ser dona de casa, mãe e, mais do que isso, acompanhar o desenvolvimento de Camila e Carolina.

Foi aí que nasceu a empresa Estilo Telemensagem. Focada no próprio negócio, Maria da Conceição passou por cursos para serviços de telemensagens em São Paulo, adquiriu trilhas sonoras e mensagens eletrônicas para qualquer tipo de evento. Colocou a roda para girar.

As filhas hoje são adolecentes. Camila cursa Direito e fala inglês fluentemente. Carolina faz o 2º ano do Ensino Médio. Coruja como toda mãe, a empresária emociona-se ao falar das duas filhas e derrama-se em elogios.

Nas 24 horas de cada dia, Conceição e as duas funcionárias da empresa mantêm uma rotina de chamadas para emocionar pessoas em telemensagens para várias partes do país e até do estrangeiro.

Conceição diz que se emociona com o trabalho de telemensagem. “Por ser um serviço em que eles não me conhecem pessoalmente, costumam desabafar,  falando do amor, carinho ou consideração que têm pela pessoa a ser homenageada”.

Nos 13 anos de trabalho, Conceição reúne histórias de pais e mães que se reconciliam com seus filhos, novas amizades, amores. “Elas mostram a beleza que é amar alguém e o quanto uma palavra de carinho, uma mensagem pode curar mágoas antigas”.

Por meio do serviço de telemensagem, diz Conceição, já conseguiu evitar separação de casais, filhos, parentes e amigos. “É muito lindo lidar com a emoção das pessoas, sentir o quanto somos frágeis e carentes da atenção de quem amamos”.

PREFEITURA SE COMPROMETE A MANTER AUXÍLIO AO CEMEPI

Após quatro meses de idas e vindas, ontem, 11, o prefeito Capitão Azevedo (DEM) se reuniu com a direção do Centro Médico Pediátrico de Itabuna (Cemepi) e garantiu o pagamento de auxílio mensal de R$ 54 mil à unidade hospitalar.

O auxílio para manutenção do hospital e pagamento de parte da equipe médica havia sido suspenso desde janeiro, após o Cemepi acionar a Secretaria de Saúde de Itabuna no Ministério Público estadual. O prefeito assegurou que até a terça-feira, 15, retomará o pagamento do auxílio ao Cemepi (antigo Ipepi).

A reunião ocorreu no hospital e contou com a presença de dirigentes do hospital pediátrico, dos secretários Carlos Leahy (Indústria e Comércio) e Geraldo Magela (Saúde), e do jornalista e apresentador Tom Ribeiro, que foi convidado pelo hospital para intermediar as negociações.

O hospital pediátrico atende uma média de cinco mil crianças e adolescentes por mês e sofre com a falta de receita. Pacientes do SUS formam 90% da clientela do Cemepi.

EMPRESA CONTRATA PROFISSIONAIS DA CONSTRUÇÃO CIVIL

A primeira franquia da Dr. Resolve em Itabuna abriu seleção de profissionais da área da construção civil. A empresa vai contratar profissionais das áreas de alvenaria, hidráulica, pintura, elétrica e jardinagem. A filial itabunense da Dr. Resolve será inaugurada no final deste mês.

O profissional interessado deve enviar currículo para o email itabuna@doutorresolve.com.br ou participar de entrevista na sede da franquia em Itabuna, na Avenida Juracy Magalhães, 50, centro. O horário de atendimento é das 8h às 12h e das 14h às 18h.

Elio Almeida, da Dr. Resolve, afirma que as vagas são destinadas a profissionais de Itabuna e região. A seleção será encerrada no dia 18. A Dr. Resolve, segundo o empresário, é a franquia da área de reparos e reformas que mais cresce no Brasil, com mais de 450 unidades em todo o país.

JEAN WYLLYS É PATRONO DE TURMA DE JORNALISMO DA UFRB

Cláudio Rodrigues, da Formandu´s, e o deputado e jornalista Jean Wyllys (Foto Maria Bethânia).

O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) foi o patrono da terceira turma de jornalismo da Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB). A cerimônia de formatura ocorreu ontem, 11, no campus da universidade na histórica Cachoeira, no recôncavo.

O parlamentar eleito pelo Rio de Janeiro é baiano de Alagoinhas e tornou-se famoso nacionalmente ao vencer a quinta edição do reality Big Brother Brasil, da Rede Globo, mas já atuava na defesa das liberdades civis e justiça social.

“O jornalista tem a responsabilidade de ser os olhos, ouvidos e voz da sociedade”, disse ele aos 24 diplomados pela UFRB. “Vocês devem focar essa missão [profissional]”.

O deputado afirmou que se sentia emocionado com o convite da turma que teve como tema os 200 anos de imprensa no Brasil. Wyllys também elogiou o cerimonial da formatura, executado pela Formandu´s Eventos e Formaturas, de Itabuna.

EDUCAÇÃO NOTA ZERO

Walmir Rosário | wallaw1111@gmail.com

Trata-se de uma proposta de nivelamento por baixo, no sentido de manter (e por que não criar) uma sociedade alienada, apropriada para os propósitos do partido dominante, cujos projetos versam apenas sobre a oportunidade de se eternizar no poder.

Estamos vivendo numa época ímpar, na qual cada vez mais são relegados ao desprezo os valores éticos e morais. Essas mudanças poderiam ser entendidas como decorrentes das transformações normais de qualquer sociedade não fossem provocadas pelas pessoas que defendiam bandeiras opostas, através de postulados filosóficos considerados dogmas intocáveis para a preservação da moralidade.

Com as mudanças a sociedade assiste, passivamente, que as velhas bandeiras da educação não passam de um biombo onde a ideologia esconde seus verdadeiros objetivos: quebrar paradigmas. Só que até hoje muita gente não se apercebeu de que os modelos substituídos não possuem parâmetros ou comandos capazes de impor um freio na degeneração social.

Em suma, se aposta no quanto pior melhor, no sentido de propor medidas apenas paliativas quando a solução está a exigir mudanças efetivas, duradouras, e que possam ser consideradas avançadas.

Essas propostas que vêm sendo colocadas em prática pelos profissionais da educação de sucessivos governos é um atentado à obtenção de conhecimento, sobretudo por não privilegiar a busca do saber pelos alunos. Nem precisa, pois eles são automaticamente passados para as séries seguintes sem qualquer aferição sobre o conhecimento adquirido pelos estudantes.

Perde com isso o ser humano uma das suas motivações mais primitivas que é ambição de galgar conhecimento, status social e profissional na sociedade, geralmente adquiridos por meio do aprendizado. Essa prática tem criado um clima desestimulador na sala de aula, em que os alunos não precisam estudar, pois estão previamente aprovados.

Em defesa desse modelo, professores que apoiam esse método ou pelo menos aceitam, dizem que a avaliações procedidas em sala de aula são insuficientes para mensurar a educação. Para esses defensores da aprovação automática, as provas medem apenas o que o aluno está com vontade de responder instantaneamente. O fato mais desanimador é que, em nenhum momento, os defensores dessa proposta apresentam um projeto que incentive o aprendizado e melhore o nível de conhecimento repassado pelos professores em sala de aula.

:: LEIA MAIS »

ELEIÇÕES 2012: “GATO-MESTRE” DE BELMONTE NA MIRA DO MINISTÉRIO PÚBLICO

Janival, o gato-mestre, tá se ferrando...

Tirado a sabido, o pré-candidato a prefeito Janival Andrade Borges tentou burlar a legislação e se deu mal em Belmonte, no Extremo-Sul do Estado. A pretexto de dizer que era vítima dos adversários, o gato-mestre distribuiu panfletos em que afirmava ser líder nas pesquisas.

Olhe a arte do espertinho: “Eles estão dizendo que Janival não poderá ser candidato a Prefeito. Mas a mentira tem perna curta! Veja, abaixo, a certidão do Tribunal Superior Eleitoral, mostrando que Janival não tem qualquer impedimento para ser candidato. Ele será candidato a prefeito, sim! Todas essas mentiras é fruto do desespero dos inimigos de Belmonte: eles já estão vendo que Janival lidera todas as pesquisas e vai ganhar a eleição”.

Sob o singelo título “Cuidado Com os Boateiros”, o panfleto não “desceu redondo”. O Ministério Público estadual ingressou na Justiça com representação contra Janival Borges, acusado de ter feito propaganda eleitoral dissimulada e extemporânea. Quem “pegou” o bichano-mestre foi o promotor público Bruno Gontijo, com base na Lei 9.504/97

Julgada procedente a representação, Janival será condenado a pagar uma multa prevista em lei que pode corresponder ao valor de 20 mil a 50 mil UFIR ou equivalente ao custo da propaganda, se este for maior.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia