WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate


alba










setembro 2012
D S T Q Q S S
« ago   out »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

editorias






:: 15/set/2012 . 23:06

UNIVERSO PARALELO

NÃO COMO BADÊJO NEM CARNE GRÊLHADA

Ousarme Citoaian | ousarmecitoaian@yahoo.com.br

É incrível como a mania das vogais fechadas, típica de paulistas mal informados, invade a mídia eletrônica, lá faz morada e termina sendo defendida por linguistas descuidados, em nome de um vago “dinamismo” da língua portuguesa. Há dias, com o “gancho” do jogo da seleção brasileira de futebol, cansei-me de ouvir narradores de tevê chamarem a capital da Suécia de Estocôlmo. Outros afirmam os milagres de uma tal vitamina Ê (dizem que, como afrodisíaco, é tiro e… queda!), assam carne na grêlha, fazem moqueca de badêjo, falam de um lugar longínquo da Grécia dito Peloponêso – e por aí vai.

________________

O regionalismo identifica certos locais

E não é difícil encontrar até gente “culta” que defenda tais prosódias despropositadas, como “regionalismos”. Deixemos em paz os regionalismos, que são perfeitamente defensáveis como parte da identidade de determinados lugares. Regionalismo é chamar tangerina de bergamota, laranja-cravo, poncã, mimosa etc. – mas chamar Estocólmo de Estocôlmo é ignorância mesmo. Lembro-me que, certa vez, ao avaliar um texto gravado para tevê, topei com a expressão “quadra pôliesportíva” : chamei a repórter e lhe pedi que gravasse outra vez. Ela, que devia me agradecer, ficou ressabiada por ter-lhe estragado a pronúncia “bonita”.

________________

A língua é viva, mas não exageremos

Entre os novidadeiros e os meramente ignorantes vamos mudando o que não é para ser mudado, introduzindo “novos” vocábulos e contribuindo para deseducar as atuais e futuras gerações. Que a língua é viva e dinâmica, não há dúvida; mas de que tudo demais é sobra também tenho certeza. A pessoas que escrevem (ou falam) nas mídias (aí incluídos os blogs, por que não?) há de ser imposta a dita norma culta – não lhes cabendo o direito a sair por aí chutando a sintaxe, dando pescoções na prosódia e matando de raiva a concordância e a regência.

COMENTE! » 

O DIA EM QUE ALCEU RECEBEU UM FORA DE SAFO

A poetisa Safo, nascida na ilha grega de Lesbos, por volta de 612 a. C., foi revolucionária, em vários aspectos. Diga-se que com cerca de 19 anos (já morando na capital, Mitilene), junto com outros militantes, conspirava contra Pitacos. Foi exilada na cidade de Pirra, de onde o ditador, temendo-lhe a escrita, mandou-a para local mais ermo: Pirra, na Sicília. Em Pirra, certo Alceu, apaixonado, mandou-lhe um convite amoroso: “Oh! pura Safo, de violetas coroada e de suave sorriso, queria dizer-te algo, mas a vergonha me impede.” Safo resistiu à cantada. Talvez porque Alceu pesou nas plumas e paetês, quando ela queria mais firmeza e menos frescura.

________________

A elegância que impressionou Sócrates

Durona e rápida no verso, Safo mandou Alceu pastar: “Se teus desejos fossem decentes e nobres e tua língua incapaz de proferir baixezas, não permitirias que a vergonha te nublasse os olhos – dirias claramente aquilo que desejasses”. Depois deste fora, o bom Alceu dedicou à amada muitas composições (odes e sertenatas) – mas se houve ou se não houve alguma coisa entre eles dois, ninguém soube até hoje explicar… Conta o professor e poeta mato-grossense (de Campo Grande) Ricardo Sérgio que Safo estava fora do padrão de beleza grega, por ser baixinha e magricela. Mas era de tão refinada elegância que ganhou do velho Sócrates, aquele mesmo, o título de “A bela”.

________________

A poesia sublime foi para a fogueira

Tida como grande poetisa, Safo nunca foi santa:  montou em Metilene uma escola para moças (até onde sei, ensinava-lhes só poesia, música e dança), em que as estudantes eram chamadas de amigas, não de alunas. Ela se apaixona por algumas das “amigas”, particularmente Átis, mas esta se envolve com um rapaz: Safo, louca de ciúmes, escreve o poema À Amada, com versos líricos que até hoje apaixonam a crítica. Líricos e quentes como chumbo derretido: “É minha alma um labirinto/ Expira-me a voz nos lábios/ Nas veias um fogo sinto…” A respeito de Safo, há mais lendas do que fatos. Sabe-se que sua poesia, tida como sublime (em nove volumes), foi queimada pela Igreja. Dizem que, já madura, a poetisa desencantou-se com as “amigas” e passou a gostar de homens – mas disso não encontrei prova.

COMENTE! » 

COM A INJUSTIÇA PREGADA NA BIOGRAFIA

Coautor de Desafinado (e também Samba de uma nota só e Meditação) Newton Mendonça, o primeiro parceiro de Tom Jobim, morreu muito cedo, aos 33 anos. Há quem o coloque ao lado de Tom e João Gilberto, no mesmo pedestal da Bossa-Nova. Mas a história o tem como uma figura desconhecida, sombra de Tom Jobim – e ainda com a injustiça pregada na biografia (talvez maldosamente): a de que ele era apenas  letrista. Segundo Ruy Castro, Newton não era letrista de Tom (como foi Vinícius), mesmo que, ocasionalmente, fizesse versos, e que tocavam de igual pra igual. Pior: na primeira gravação de Desafinado, seu nome foi creditado como Milton Mendonça!

________________

Coleman Hawkins não soube da polêmica

Autor da única biografia sobre o músico, o escritor potiguar Marcelo Câmara é bem claro quanto ao peso de Newton: “Foi ele quem revolucionou a música da época”. E mais esta, que me fez segurar o queixo: “Tom só é vanguarda com Newton. Sem ele é apenas samba-canção”. Tom, que circulava fácil na mídia, ajudou a consolidar o mito do letrista, e este (que deu raras entrevistas) disse: “Muita gente acredita que eu faço as letras, enquanto Tom faz as músicas – mas não é esta a verdade. Música e letra vão sendo feitas ao mesmo tempo”. Coleman Hawkins nunca soube da polêmica, e dá um banho com Desafinado, sem perguntar de quem é. Aperte o play e… bon voyage!.

(O.C.)

ILHÉUS: JOSIAS CRÊ EM VITÓRIA DE CARMELITA

De posse de informações privilegiadas, o deputado federal Josias Gomes disse que é cada vez mais real a possibilidade de a Professora Carmelita vencer a disputa eleitoral em Ilhéus. “Vamos ganhar em Ilhéus”, exultava em conversa com este blog neste final de semana. Rememorava aposta eleitoral feita no início da peleja, quando o nome de Carmelita ainda ganhava espaço dentro do partido, o PT, como prefeiturável.

O deputado apresenta uma leitura em que a dita polarização entre Jabes Ribeiro e a prefeiturável petista acabou por beneficiar Carmelita. Indo mais além, pode-se dizer que o cenário traz algumas surpresas, como a visibilidade ganha pelo terceiro nome na disputa em Ilhéus: Jorge Luiz, do PSOL.

Josias, ao contrário dos prognósticos da maioria, crê que, no final, o PT ganhará – pela primeira vez, a corrida ao Palácio Paranaguá. E com uma mulher à frente. Seja como for, do outro lado há Jabes. O pepista aposta todas as fichas para voltar a sentir o gostinho da vitória nas urnas, o que não ocorre desde 2000 – e ganhar a prefeitura pela quarta vez.

PROGRAMAS ELEITORAIS (SEXTA, 14)

Vane do Renascer (PRB)

Capitão Azevedo (DEM)

Zé Roberto (PSTU)

CANDIDATO PROMETE DOAR SALÁRIO AO ARISTIDES MALTEZ

Ao lado de Maltez Filho, Pithon faz promessa a hospital filantrópico.

Enquanto muitos entram na festa eleitoral para auferir lucros por quatro anos (seja na prefeitura ou na Câmara), o candidato a vereador pelo PDT de Salvador, Mário Pithon, comprometeu-se a doar todo o salário de verador –  R$ 10,4 mil – ao Hospital Aristides Maltez. Claro, se for eleito. O hospital sofre com o calote da prefeitura, que atinge aproximadamente R$ 13 milhões.

– Na capital da Suécia, em Estocolmo, o vereador recebe apenas uma ajuda de custo, que pode variar entre R$ 350 e R$ 790. Na Cidade do México, o vereador não ganha salário. Acredito que, ao doar meus vencimentos líquidos, se eleito, estarei colaborando para moralizar o cenário político local – afirma.

Pithon esteve no centro da mídia soteropolitana, no início do ano, ao posicionar-se contra o projeto do “Cacetinho Baiano”, que obriga as padarias baianas a adicionar fécula de mandioca ao pãozinho nosso de cada dia. Ele é presidente do sindicato das panificadoras.

EMPRESÁRIO EXPÕE FAIXA PARA DENUNCIAR CALOTE DE PREFEITO EM ITABUNA

O proprietário de uma loja de materiais de construção no bairro Santo Antônio, em Itabuna, estampou faixa na frente do empreendimento para cobrar o prefeito Capitão Azevedo e o candidato a vereador e empreiteiro Ernani Santana, ambos do DEM.

Moisés acusa prefeito e empreiteiro de terem comprado mais de R$ 20 mil em materiais de construção em sua loja em 2009 e não pagar o “prego” até hoje, segundo o site Radar Notícias. O material, segundo Moisés, foi utilizado na reforma do Estádio Luiz Viana Filho, o Itabunão.

AGENDA DOS CANDIDATOS (SÁBADO, 15)

Zé Roberto, do PSTU, ouve vendedor ambulante em feira.

Zé Roberto (PSTU)
9h – Ato e panfletagem no Centro Comercial
14h – Visita a apoiadores no Santa Clara
18h – Panfletagem na Mangabinha

Juçara Feitosa (PT)
9h – Encontro com as Mulheres
14h – Caminhada no bairro São Caetano

Capitão Azevedo (DEM)
14h25min – Caminhada no Santa Inês
19h25min – Reunião com Sindicato das Empregadas (ao lado da Igreja N.S. de Fátima)

Zem Costa (PSOL)
09h50min – Visita a camelôs
12h – Almoça com ex-alunos
20h50min – Participa da Pré-Parada Gay (Usemi)

— Os demais candidatos não enviaram agenda.

ILHÉUS

Jorge Luiz, do PSOL, investe no corpo a corpo com o eleitor.

Jorge Luiz
8h – Corpo a corpo com panfletagem no Japu e Banco da Vitória
15h – Reunião com moradores na Avenida Itabuna
16h – Corpo a corpo com panfletagem na Vila Cachoeira
19h – Corpo a corpo com panfletagem no Alto do Aureliano

Jabes Ribeiro (PP)
9h – Grande Caminhada no centro, saindo da Catedral
16h – Visita ao Salobrinho, saindo da praça
18h – Visita à Igreja Vale do Amanhecer
20h – Encontro do Movimento Dilazenze, na Conquista

DESAPARECIDO

Familiares procuram Sebastião Silva dos Santos, 34 anos. Ele está desaparecido desde a última quarta, 13. Segundo o irmão Danilo Silva, Sebastião foi visto por conhecidos quando caminhava próximo à Granja São João, na BR-415, sentido Itabuna-Ibicaraí.

Quem tiver informações sobre o paradeiro de Sebastião, pode entrar em contato com familiares pelos telefones (73) 8857-7339 e 8823-0951.

Atualização às 11h25min – Sebastião já está com familiares








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia