WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




alba








novembro 2012
D S T Q Q S S
« out   dez »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

editorias






:: nov/2012

PROCURA POR LOTES NO CIDADELLE JÁ É GRANDE

Luciano Szafir entre os diretores da construtora André Guimarães, durante apresentação do projeto à imprensa e autoridades

As vendas só começam oficialmente neste sábado, 1º, mas a procura por lotes no condomínio Cidadelle já é intensa. Segundo os corretores credenciados para comercializar os imóveis, na manhã desta sexta-feira houve dezenas de pessoas procurando fazer o cadastro para garantir um dos lotes.

O futuro bairro planejado ficará na rodovia Ilhéus – Itabuna, ao lado do Atacadão, onde ontem (dia 29) foi realizada apresentação do empreendimento para a imprensa e autoridades da região.  Estavam presentes os diretores da construtora André Guimarães e o ator Luciano Szafir, garoto-propaganda do Cidadelle.

AZALEIA FECHA UNIDADES NO SUDOESTE

O blog Sudoeste Hoje informa que a indústria de calçados Azaleia anunciou o fechamento de todas as suas 12 unidades instaladas nas regiões de Itapetinga e Itororó. Apenas a fábrica principal, em Itapetinga, será mantida em funcionamento. A medida implica na possível demissão de 3.500 trabalhadores, o que é considerado um verdadeiro desastre econômico-social.

O encerramento das atividades da filiais da Azaleia foi anunciado pelos gerentes das unidades. A previsão é de que os funcionários trabalhem somente até o dia 14 de dezembro.

Existe o receio de que a indústria planeje no médio prazo encerrar totalmente suas atividades na Bahia.

APOIO À APICULTURA

A Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) recebe até 15 de janeiro projetos na área da apicultura, que poderão pleitear  recursos destinados ao fortalecimento dessa cadeia produtiva. O apoio está previsto no Edital 03/2012, que engloba um apoio financeiro no valor total de R$ 19 milhões.

Segundo a empresa do governo baiano, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento e Integração Regional, o objetivo é promover a geração de trabalho e renda a partir da produção de mel e outros produtos de colmeias, aliada à sustentabilidade dos empreendimentos.

A iniciativa faz parte das ações do programa Vida Melhor, que resulta de cooperação entre o Ministério da Integração Nacional e o Governo da Bahia.

COMERCIANTES PREOCUPADOS

Funcionamento do comércio à noite depende de acordo entre trabalhadores e patrões

No impasse instalado nas negociações entre Sindicato dos Comerciários e a representação patronal, os lojistas começam a ficar seriamente preocupados com a possibilidade de que o funcionamento do comércio em horário diferenciado no período natalino acabe se tornando inviável.

A dificuldade na mesa de negociação é maior em dois pontos. Um é o reajuste salarial, pois os trabalhadores querem 12%, enquanto os patrões oferecem 6,6%. O outro é a exigência dos comerciários de folga no dia 31 de dezembro.

Para o Sindicom, representante patronal, “o funcionamento do comércio em horário especial no período natalino está ameaçado de não acontecer devido à intransigência do Sindicato dos comerciários.

A entidade reúne seus associados nesta segunda-feira, 3, a partir das 19 horas, em sua sede, para ver se encontra uma solução.

POLÍTICA EQUIVOCADA ATRAPALHA ITABUNA

Do Cenabahiana

Não se sabe se tem a ver com o resultado das eleições de Itabuna, mas os deputados federais Geraldo Simões (PT) e Márcio Marinho (PRB) estão batendo cabeça na Câmara. A referência às eleições se justifica porque o petista parece ainda não ter engolido a vitória do correligionário de Marinho, Vane do Renascer, na sucessão municipal.

Os sintomas de desentendimento entre os dois parlamentares foram percebidos nesta terça-feira, 27, quando se discutia em Brasília os destinos das emendas de bancada. Marinho defendeu que Itabuna fosse contemplada com projetos de infraestrutura, enquanto Simões apontava outras prioridades, a exemplo da conclusão das obras do Centro de Convenções.

Como não se chegou ao esperado denominador comum, a cidade ficou de fora e amarga um prejuízo que pode passar dos R$ 50 milhões.

FTC DIVULGA RESULTADO

A FTC de Itabuna divulgou na tarde desta sexta-feira, 30, o resultado do vestibular 2013.1. Com a divulgação, também foi iniciado o processo de matrícula dos novos alunos.

A lista de aprovados pode ser consultada no site da instituição de ensino. Para realizar a matrícula, é necessário fazer um cadastro, também disponível no endereço eletrônico, e gerar o Contrato de Prestação de Serviços Educacionais.

O restante do procedimento é presencial, feito na Central de Atendimento ao Aluno (CAA), onde o expediente é de segunda a sexta, das 9 às 20 horas, e aos sábados, das 8h às 12h.

 

PORTO SUL: MP PEDE SUSPENSÃO DE LICENÇA

Governo da Bahia pretende construir porto na zona norte de Ilhéus

Duas promotoras, uma do Ministério Público Federal e outra do MP Estadual, ingressaram na justiça com ação civil pública que pede a suspensão da licença prévia concedida pelo Ibama ao Porto Sul. O empreendimento, que o Governo da Bahia pretende construir em Ilhéus, ainda precisa de mais duas autorizações.

Na ação, as promotoras Flávia Arruti (do MPF) e Aline Salvador (MPE) pedem ainda a realização de novas audiências em todas as sete cidades da área de influência do Porto Sul. Elas alegam que em fevereiro deste ano o Ibama emitiu nota técnica que apontou uma série de irregularidades no Estudo de Impactos Ambientais do projeto. À época, o órgão pediu que o Governo da Bahia complementasse o EIA.

MORADORES DO NÚCLEO DA CEPLAC RECEBERÃO ESCRITURA DOS IMÓVEIS

As cerca de 150 famílias que residem no Núcleo Habitacional da Ceplac, em Itabuna, finalmente receberão as escrituras de propriedade das casas onde vivem. A comunidade, formada basicamente por ceplaqueanos, existe há mais de três décadas e somente depois de muita luta os moradores se tornarão legalmente donos dos imóveis.

A conquista foi possível a partir do trabalho de uma comissão de funcionários da Ceplac e gestões da superintendência do órgão junto à Secretaria do Patrimônio da União (SPU). O superintendente Juvenal Maynart se envolveu pessoalmente na causa.

A entrega das escrituras definitivas de propriedade ocorrerá na próxima terça-feira, dia 4, às 14 horas, na Praça do Núcleo Habitacional. Participam do evento dirigentes da Ceplac e da Coordenadoria de Regularização Fundiária da SPU na Bahia.

A carta de Gabriele Santos Barbosa, 14 anos, menina grapiúna

Daniel Thame |danielthame@gmail.com

 

A carta que Gabriele Santos Barbosa, de 14 anos, assassinada após uma discussão banal com uma colega de classe numa escola pública em Itabuna, não escreveu, é um libelo contra a bestialidade coletiva que transforma a vida em algo absolutamente sem valor.

 

“Meu nome é Gabriele Santos Barbosa, eu tenho 14 anos, morei na Espanha, falo dois idiomas e poderia estar vivendo na Europa, com a minha mãe.

Lá é muito bonito, as pessoas se tratam com respeito, mas eu preferi morar em Itabuna, pra ficar perto da minha avó e dos meus parentes.

Meu bairro é muito carente, mas é nele que vivem meus amigos. Minha escola é pública e nem se compara com a que eu estudava na Espanha.

As salas de aula são apertadas, tem alunos demais, o material didático é precário e sinto que os professores estão desmotivados. Não tenho condições de estudar em escola particular. Meu avô foi vereador em Itabuna, secretário de Esportes, mas ao contrário de um monte de políticos que a gente vê por ai, continua pobre.

Eu tenho orgulho dele. É honesto, isso eu sei que ele é.

Tenho um tio-avô que trabalha na televisão. Ele faz um programa policial, o Alerta Total, que todo mundo assiste. Meu tio é muito engraçado, magro, narigudo, desengonçado, mas as pessoas gostam dele. Eu também gosto, mas vejo pouco o programa.

Tenho pavor de violência. Na minha escola, que fica num bairro carente, a gente sente essa violência de perto. No meio de tanta gente boa, que quer estudar e crescer na vida, tem gente que já se envolve com drogas, com assaltos. Que fala cada palavrão que a gente morre de vergonha.

Tem uma menina, era até minha amiga, novinha como eu, que namora um cara envolvido com o crime, um tal de Rodrigo. Imagina que outro dia ela veio me dizer que eu estava dando em cima do namorado dela, que eu mal conheço.

A única coisa que eu consegui responder foi algo do tipo ´fique com esse traste para você´, essas coisas que a gente diz meio sem pensar. Não quis ofender a minha amiga, ela que viva a vida dela. Mas eu acho que ela se chateou, ficou de cara amarrada e deixou de falar comigo.

Isso passa, também sou adolescente e sei como é. Amanhã ela esquece essa briga boba.

Todas as pessoas gostam de mim aqui na escola e no bairro. Os professores me adoram e dizem que sou uma garota de muito futuro. Sabe que eu ainda não parei pra pensar no futuro? Só sei que terei que lutar muito pra vencer na vida, não sou de família rica, mas deixa eu viver minha adolescência, minha juventude.

Gosto de música, de ir ao shopping e à praia com meus amigos. Adoro ficar no Facebook, onde tenho um monte de gente pra trocar ideias. Tem umas fotos minhas lá. Falam que sou linda. Quem não gosta que achem você bonita? Mas não me acho tão bonita assim.

Gosto de Itabuna, gosto das pessoas daqui, amo minha família e meus amigos. Gosto de viver.

Nem sei por que estou escrevendo tudo isso. Parece até que minha professora de português pediu uma redação e eu danei a escrever.

Agora a pouco eu saí da escola e estava indo pra assa, mas uma amiga da menina que eu discuti por causa do namorado disse que ela estava me chamando. Era pra acabar com essa briga e fazer as pazes.

Ainda bem. Acho que a amizade está acima de tudo. Estou indo lá agora, dar um abraço nela…

Rodrigo?

(um tiro)

Não Rodrigo, não,

(mais um tiro)

Não, Rodrigo, nããão…

(cinco tiros)”

——–

Uma menina de 14 anos está morta. E essa é a carta que ela poderia ter escrito e não escreveu, porque as páginas do livro de sua vida foram manchadas de sangue. O sangue de uma violência brutal, irracional e sem limites.

A carta que Gabriele Santos Barbosa, de 14 anos, assassinada após uma discussão banal com uma colega de classe numa escola pública em Itabuna, não escreveu, é um libelo contra a bestialidade coletiva que transforma a vida em algo absolutamente sem valor.

Um hino à vida, num cenário de morte.

Daniel Thame é jornalista e escritor.

TELAS DESAPARECEM DO GALPÃO CULTURAL

Uma coleção de 20 telas que ornavam as paredes do Galpão Cultural, no bairro de Ferradas, em Itabuna, desapareceu do local. O fato chegou ao conhecimento da equipe do futuro governo do município, que constatou a veracidade do ocorrido na tarde desta sexta-feira, 30.

Pessoas ligadas ao prefeito eleito, Vane do Renascer, foram até o Galpão acompanhadas de policiais. Houve tentativa de entrar em contato com a presidente da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Ficc), Sandra Ramalho, mas a gestora não foi localizada.

OUTRO LADO

A presidente da Ficc entrou em contato com o PIMENTA e disse que as telas não pertenciam ao acervo público. Segundo ela, as obras estavam no galpão em sistema de consignação, mas, observou, “o município não dispunha de dinheiro para comprá-las”. Assim, as telas foram devolvidas ao artista.

ANA BRITO “DÁ LINHA”. MAURÍCIO ATHAYDE, TAMBÉM

A presidente da fundação mantenedora do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem), Ana Brito, entregou carta de exoneração do cargo. Ela foi nomeada para o cargo em 26 de junho deste ano pelo prefeito Capitão Azevedo (DEM).

Azevedo caminha para terminar o governo sem boa parte da equipe de secretários. Ontem, Carlos Burgos pediu exoneração. Hoje, foi a vez do secretário de Administração, o todo-poderoso Maurício Athayde. As exonerações ainda carecem de confirmação oficial.

Atualizado às 14h18min – A presidente da Fasi, Ana Brito, entrou em contato com o PIMENTA e negou que tenha intenção de pedir exoneração do cargo. “Estou aqui trabalhando, correndo atrás de pagamento do fornecedor. Estou trabalhando. Na hora [da exoneração], quem vai para a imprensa sou eu. Trabalho, sou concursada [do Hblem]. Saio da presidência, mas continuou aqui”. A presidente da entidade também negou que tenha tido a intenção de privilegiar grupo de médicos, fornecedores e funcionários do hospital.

CLIENTE ESPERA ATÉ 1H POR SENHA DE ATENDIMENTO NO BB

Os clientes da agência do Banco do Brasil na Praça Olinto Leone, centro de Itabuna, estão sofrendo com um novo sistema de liberação de atendimento. Primeiro, o cliente enfrenta uma fila para obter senha de atendimento, que geralmente já é demorado.

Hoje, a coisa piorou de vez. Somente para pegar a senha de atendimento, os clientes estão aguardando, pelo menos, 50 minutos. Cliente que chegou à agência às 12h15min, ainda não havia recebido a senha às 13h13min.

O esquema “Felipão” é ordem da gerência, segundo justificam funcionários de “baixa patente”. “A gente espera isso tudo aqui fora, para depois tomar mais uma ou duas horas de cadeira”, reclama Rafael Souza.

SEBRAE OFERECE 10 VAGAS E SALÁRIO DE ATÉ R$ 9,4 MIL

O Sebrae Nacional está com inscrições abertas para o processo de seletivo para contratação de profissionais de nível médio, superior e pós-graduados em diversas áreas de conhecimento. São 10 vagas com salários que variam de R$ 2.550,81 a R$ 9.448,62.

As oportunidades são para as áreas de licitações e contratos, auditoria, educação, políticas públicas, tecnologia da informação, call center, entre outras. Sete dos 10 cargos em aberto serão ocupados por tempo determinado de um ano, podendo ser o contrato prorrogado por mais um ano. No entanto, os colaboradores em regime temporário poderão permanecer no Sebrae após o prazo final.

A primeira etapa da seleção é a análise do currículo, depois os selecionados participarão de outras duas fases, que incluem provas de conhecimentos específicos e de situações. O salário para o cargo de Assistente é de R$ 2.550,81. Para as vagas de Analistas I, a remuneração será de R$ 4.545,21, e entre R$ 7.513,69 a R$ 9.448,62 para Analistas II. As inscrições no site do Sebrae vão até dia 6 de dezembro. Informações do Correio.

PONTE E RODOVIA PODEM SAIR DO PAPEL EM 2013

Passos promete início de obra em 2013 (Foto Manu Dias).

Ontem, o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, disse que a obra de duplicação da BR-415, no trecho Ilhéus-Itabuna, deverá começar somente no segundo semestre de 2013.

O governo federal ainda conclui o projeto executivo da obra e o processo de licenciamento ambiental para licitar e dar inicio à obra. A promessa do ministro baiano nascido em Muritiba foi feita durante homenagens na festa do centenário da Associação Comercial de Ilhéus.

Também durante os festejos, o governador Jaques Wagner anunciou a abertura de licitação para construir a ponte interligando o centro à zona sul de Ilhéus (Ilhéus-Pontal), em um investimento de R$ 120 milhões. A promessa é de que a ponte fique pronta entre setembro e outubro de 2014.

O CHORO DE AZEVEDO

O ex-secretário de Assuntos Governamentais da Prefeitura de Itabuna, Carlos Burgos, que pediu exoneração ontem (veja aqui), tem dito que o prefeito Azevedo caiu em prantos ao saber que ele estava de saída. Burgos conta a história como quem massageia a própria vaidade: “chorou feito um menino”.

Um membro do primeiro escalão explica: “deve ter chorado mesmo, porque ele está chorando por tudo, chora desde que perdeu a eleição”.

Tantas lágrimas podem ser mais do que pela derrota. Azevedo encara o fim de governo mais melancólico da história de Itabuna. A Prefeitura está completamente desorganizada e com as finanças comprometidas, sem condições de pagar salários e chegando a dispensar servidores contratados e comissionados com data retroativa.

Burgos, que era um dos secretários mais fortes do governo, conhece bem o tamanho do problema. E Azevedo fica cada vez mais sozinho para (não) resolver.

O CHORO DOS COMISSIONADOS

Servidores comissionados da Prefeitura de Itabuna estão desesperados.

Circula nos corredores do Centro Administrativo a informação de que os salários desses funcionários não serão pagos. Eles ainda não receberam o de outubro e deverão ser excluídos da folha de pagamento de novembro e dezembro.

Azevedo teria decidido tomar a medida após receber dados pouco animadores do secretário da Fazenda, Geraldo Pedrassoli.

WAGNER FAZ CRÍTICAS E DEFENDE ADEQUAÇÕES NO TERMINAL PESQUEIRO DE ILHÉUS

Wagner critica instalações de terminal. Seta aponta origem dos questionamentos (Foto Pimenta).

O governador Jaques Wagner demonstrou insatisfação e defendeu mudanças no setor de recepção e beneficiamento de produtos do Terminal Pesqueiro de Ilhéus, ontem, momentos antes de descerrar a placa de inauguração da obra. As críticas foram feitas internamente e ao discursar no palanque instalado dentro do terminal.

Ao visitar a área de recepção e beneficiamento de pescado com o ministro Marcelo Crivella (Pesca e Aquicultura) e o presidente da Bahia Pesca, Isaac Albagli, Wagner discordou de parte da estrutura física. “Eu trabalhei em fábrica. Tem que aumentar [a estrutura para recepção de pescado]”, disse.

A conversa com o presidente da Bahia Pesca e o ministro Marcelo Crivella foi acompanhada pelo PIMENTA. Um engenheiro de aquicultura foi chamado para dar explicações ao governador sobre “inadequações do projeto”, quando a equipe do blog e e assessores de governo não puderam mais acompanhar a discussão. “Eles vão ter conversa reservada”, argumentou um representante do cerimonial do governador.

Logo após, Wagner externou as críticas em público. “Gosto das coisas bem feitas. Quando está malfeita, eu falo”. O ministro Marcelo Crivella ponderou afirmando que entendia a necessidade de adequações defendidas pelo governador, mas lembrou do custo baixo do terminal e a relevância da obra para os pescadores, reféns do mercado.

– Os pescadores tinham que vender o peixe a preços baixos porque não havia local para refrigeração, congelamento e estocagem. Agora, eles poderão esperar e vender seu produto por um preço justo.

No palanque, Isaac Albagli falou da economia feita para execução da obra com R$ 10 milhões e citou interesse privado para operar em Ilhéus, a exemplo da Atlântica Tuna. A empresa do Rio Grande do Norte arrendou, no Japão, 10 embarcações de grande porte no Japão e fará operações no terminal ilheense.

ISAAC EXPLICA: ÁREA É PARA BENEFICIAR PEIXES PEQUENOS

Engenheiro explica funcionamento de terminal após críticas de Wagner (Foto Pimenta).

Hoje pela manhã, o presidente da Bahia Pesca explicou ao blog que as críticas de Wagner se deram porque o governador entendia que  a estrutura de recepção e beneficiamento do terminal era para pescados de grande porte, que tem fluxo diferente. “Será área para peixes de pequeno porte. Não será para peixe de grande porte”.

O presidente da Bahia Pesca disse que o ministro Marcelo Crivella se comprometeu a fazer novo aporte para que o terminal pesqueiro tenha linha para peixe de grande porte. Antes desses investimentos, explicou, essa recepção de pescado poderá ser feita em navios no Porto do Malhado, pois precisará de estrutura que conta com guindastes para movimentação de contêiner.

O terminal inaugurado ontem tem capacidade para beneficiar 150 toneladas de pescados por mês. “Importante é que tem gelo suficiente, óleo diesel e beneficiamento”. O dirigente da estatal da pesca afirmou que há espaço para ampliações que possibilitem movimentar cargas de pescados de grande porte.

PROTESTOS EM ILHÉUS TAMBÉM ATINGEM WAGNER

Wagner ouviu coro de “traidor” de pequeno grupo de educadores em Ilhéus (Foto Pimenta).

Servidores da Prefeitura de Ilhéus e funcionários do Hospital São José protestaram e pediram socorro a Jaques Wagner para receber salários de setembro e outubro, ontem, na visita do governador ao município sul-baiano, onde inaugurou o Departamento de Polícia Técnica e o Terminal Pesqueiro Público de Ilhéus, além de assinar ordem para licitar obras de infraestrutura no valor de R$ 98 milhões.

Uma comissão de servidores públicos foi pedir ao governador intervenção para que a Justiça baiana libere cerca de R$ 3,5 milhões bloqueados desde setembro, segundo o presidente do Sinsepi, Lu Machado. Já os funcionários do São José, da Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus, pediam a intervenção do Estado, via Secretaria de Saúde, para que sejam regularizados os pagamentos de salários atrasados há quase três meses.

Mas o governador enfrentou também manifestação de pequeno grupo de educadores. Professores gritavam palavras de ordem como “traidor” e exibiam cartazes mostrando insatisfação com a condução da greve dos profissionais do magistério da rede estadual. A categoria parou por 115 dias em meados deste ano. Um dos cartazes dizia “Minha educação não é privada, mas o governo (sic) ta c$ga$ndo nela”. A polícia fez cordão de isolamento, separando manifestantes e comitiva das autoridades. Não houve incidente.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia