Os candidatos a prefeito e vereador em 2012 têm até a próxima terça, dia 6, para prestar fazer prestação de contas finais de campanha à Justiça Eleitoral.

De acordo com resolução do Tribunal Superior Eleitoral, o prazo vale também para os comitês financeiros e os partidos e se aplica para quem encerrou campanha em primeiro turno.

Quem não fizer prestação de contas no prazo ficará sem certidão de quitação eleitoral e corre risco de ficar impedido de obter registro de candidatura em novos pleitos. Já no do candidato eleito que não prestar contas, o risco é não poder ser diplomado.

O prazo de prestação de contas é outro para os cem candidatos a prefeito que disputaram segundo turno em todo o país. Para estes, a data final é 27 de novembro. Estão nesta situação ACM Neto e Pelegrino, em Salvador, e Herzem Gusmão e Guilherme Menezes em Conquista.