WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba

unesul bahia

uniftc






novembro 2012
D S T Q Q S S
« out   dez »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

editorias


:: 11/nov/2012 . 22:24

TETRA POR ANTECIPAÇÃO

Atendendo a pedidos de ilustres representantes da torcida tricolor, o PIMENTA registra a belíssima conquista do Fluminense no Brasileirão de 2012. Neste domingo, 11, a equipe carioca derrotou o Palmeiras por 3 x 2, em Presidente Prudente, interior de São Paulo, e faturou o título por antecipação. O time paulista, por sua vez, deu mais um passo para o rebaixamento.

O desempenho do Fluminense foi o melhor jamais apresentado por qualquer outra equipe no Campeonato Brasileiro, desde a instituição do sistema de pontos corridos.

Abaixo, os gols do jogo:

AZEVEDO JOGOU A TOALHA

Não é só no descaso com a cidade que o prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo (DEM), dá sinais de que abandonou o barco após a derrota no dia 7 de outubro. Outro exemplo de que o gestor atual entregou os pontos está na Câmara de Vereadores.

Desde que a composição do legislativo foi inteiramente renovada, com o afastamento dos titulares por liminar judicial, Azevedo não indicou ninguém para assumir a função de líder do governo na Câmara.

A situação gerou o seguinte comentário de um oposicionista:

– Para que líder, se não existe governo?

SE POR UM LADO PERDEU, POR OUTRO…

Em Itororó, sudoeste baiano, ainda tem muita gente espantada com a derrota do prefeito Adroaldo Almeida (PT), que perdeu a última disputa eleitoral para o peemedebista Marco Brito.

Adroaldo teve uma gestão elogiada, principalmente nas áreas de educação e saúde, mas há quem lhe critique o estilo concentrador. Um fato, porém, causou especial prejuízo ao petista, sobretudo com os evangélicos.

No mês de abril do ano passado, o prefeito lançou o livro Até o fim dos dias e mais um domingo, no qual ele tece loas aos próprios dotes sexuais. A “autopromoção” incomodou o eleitorado mais conservador e teria contribuído para a derrota.

Mas nem tudo está perdido. Desde a publicação do livro, Adroaldo faz o maior sucesso com o público feminino.

LELO FILHO: “ESTÁ SENDO DIFÍCIL FAZER TEATRO, MAS A GENTE NÃO DESISTE”

Lelo (centro) conversa com a plateia após chuva de risos em Siricotico (Foto Pimenta).

Ator e responsável pelo texto de Siricotico, uma comédia do balacobaco, Lelo Filho emocionou-se ontem, 10, ao final do segundo dia de três apresentações da peça em Itabuna. “Está sendo muito difícil viajar, fazer teatro, mas a gente não desiste, a gente quer continuar”, disse, acompanhado dos atores Jarbas Oliver, Alexandre Moreira e Nilson Rocha. A emoção, em parte, era explicada pela grande interação do público com os atores.

Para a plateia que encheu o Centro de Cultura Adonias Filho (CCAF) ontem, Lelo falou um pouco da concepção de Siricotico e lembrou que a comédia “responde à pergunta que o público sempre fez” ao mostrar os bastidores do teatro, de “como se faz um espetáculo”.

Lelo é da primeira formação de atores da Cia Baiana de Patifaria e completa 30 anos de carreira. Ele mesmo faz questão de dizer que o trabalho é árduo, mas completa: “Estou muito feliz de fazer o que amo”.

A última apresentação de Siricotico em Itabuna será neste domingo, 11, às 20h30min, no CCAF. No próximo final de semana, a peça estará em cartaz em Valença e o elenco se prepara para apresentações fora do Estado.

“OS CARAI” FORA DE CASA

Mais um vídeo d´Os Carai-BA. Desta vez, os meninos narram o drama de um universitário quando adoece fora de casa, longe dos pais. Hilário.

MUTIRÃO DO DIABÉTICO

Participantes praticam exercícios físicos na abertura do mutirão.

O Mutirão do Diabético deste ano conseguiu superar a marca de 2011 ao prestar 14 mil atendimentos na Praça Rio Cachoeira, em Itabuna, ontem. No ano passado, foram 13 mil, conforme a organização.

Dentre os atendimentos prestados, serviços como exames do olho, rim e pé diabético, pressão arterial, glicemia e informações sobre nutrição, uso da insulina, noções de higiene, saúde bucal e acompanhamento psicológico.

800 voluntários participaram do mutirão, que teve parceiros como a TV Cabrália/Rede Record News. Médico do Hospital de Olhos Beira Rio (HOBR) e idealizador do evento, Rafael Andrade lembra que a primeira edição do evento ocorre há oito anos, quando foram prestados 400 atendimentos.

O crescimento do mutirão transformou Itabuna em referência na prevenção ao diabetes. “Esse projeto é fruto de uma grande mobilização e hoje é o maior evento do gênero na América Latina, um exemplo de como uma cidade pode se unir em torno de uma causa”, diz Rafael.

Artistas como Kocó, da Banda Lordão, e Mari Antunes, vocalista da Babado Novo, participaram do mutirão. O senador Walter Pinheiro, o chefe de gabinete do governador Jaques Wagner, o médico Edmon Lucas, e o presidente da Bahiagás, Davidson Magalhães, foram recebido pelos médicos Carlos Ernane e Ronaldo Netto, dirigentes do Hospital de Olhos Beira Rio.

CONGRESSO DO CACAU

A edição do III Congresso Brasileiro do Cacau, que começa hoje, no Centro de Convenções de Ilhéus, custará R$ 412.644,13, financiado pelos cofres públicos e empresas privadas. Uma das estrelas do primeiro dia é o vice-presidente Pessoa Jurídica da Caixa, o ex-ministro Geddel Vieira Lima.

AS MEDIDAS SOCIOEDUCATIVAS E O ADOLESCENTE INFRATOR EM ITABUNA

Gil da Silveira Neto 

Reconhecer a existência de problemas reais que acometem as famílias dos adolescentes, como a pobreza, ausência de equipamentos sociais e políticas públicas adequadas, a violência e a falta de oportunidades, não quer dizer desmerecê-las como legítimas educadoras dos filhos

Em 1990, o Brasil criava o Estatuto da Criança e do Adolescente, afastando-se das legislações tradicionais para a infância baseadas na doutrina que colocava uma divisão entre as crianças e os ‘menores’, ou seja, os meninos e meninas pobres e oriundos de lares “desestruturados”, aqueles ditos abandonados e/ou perigosos.

O Estatuto hoje assegura às crianças e adolescentes o direito da proteção integral. No caso do cometimento de ato infracional, são destinadas medidas de caráter socioeducativo e também protetivas, sem deixar de responsabilizar os adolescentes.

De acordo com o Dr. Marcos Antônio dos Santos Bandeira, Juiz da Vara da Infância e Juventude de Itabuna, as medidas impostas pelo Estatuto da Criança e do Adolescente precisam de maiores investimentos para serem totalmente implantadas no município.

O perfil do adolescente em conflito com a lei em Itabuna, de acordo com os levantamentos feitos pela Vara da Infância e Juventude, é o seguinte: idade entre 15 e 17 anos, pobre, sexo masculino (92%), baixa escolaridade, família desestruturada e ocorrência de abandono afetivo, e quase sempre envolvido no tráfico de drogas (crack ou maconha).

Quando atos infracionais forem cometidos por adolescentes com violência ou grave ameaça (exemplos: roubo, homicídio) e nos casos de reiteração em tráfico de drogas, podem ser imputadas medidas de internamento de até 3 anos. Hoje, porém, em Itabuna inexistem institutos apropriados para execução desta medida, obrigando os adolescentes infratores a serem deslocados a Feira de Santana ou Salvador.

A medida socioeducativa da semiliberdade trata-se de um modelo similar ao regime semiaberto destinado aos imputáveis que exercem atividades escolares e profissionalizantes sob a supervisão, retornando para o pernoite. Tal medida em Itabuna é aplicada em uma casa no bairro São Judas. :: LEIA MAIS »

SERVIDORES PROTESTAM CONTRA ATRASO DE SALÁRIO EM ITABUNA

Município ainda não pagou salário dos servidores.

Os servidores municipais de Itabuna promovem protesto nesta segunda-feira, 12, contra o atraso geral de salários. A manifestação organizada pelo sindicato da categoria, o Sindserv, começa às 8h em frente ao Centro Administrativo Firmino Alves, sede da prefeitura local.

Professores também reclamam por ainda não terem recebido salário de outubro, embora haja verba “carimbada” para esta finalidade, por meio do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). O município tem aproximadamente 5 mil servidores, entre concursados, contratados e cargos de confiança.

Em nota, a direção do Sindserv denuncia que, além de não quitar o salário de outubro, a gestão do prefeito Capitão Azevedo adotou outras medidas contra o funcionalismo. “Benefícios estão sendo cortados da folha de pagamento do pessoal, a exemplo da insalubridade, plantão de serviços, pontuação entre outros”.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia