Ao comentar a tarefa de criar leitores, atribuída à escola, o colunista Ousarme Citoaian (que assina o UNIVERSO PARALELO, aqui no Pimenta) afirmou que “a leitura é só um item desse vasto mundo chamadoEducação, e não será resolvida se o problema não for encarado de forma geral –eu quase diria de forma dialética”. Chamado a detalhar o assunto, ele disse quese referia a um olhar da Educação como movimento, um conjunto integrado escola-casa-sociedade-pais-professores.

“Entender a Educação como feita em setores estanques é uma visão ideologicamente torta, pois, segundo Engels, não há nada definitivo, absoluto, sagrado, nada escapa ao movimento”, provocou. Ele citou ainda um artigo em que o jornalista Ricardo Ribeiro “mostrou que a escola está cercada por um cordão de indignidade e sordidez que o professor não pode romper”.

Para ver este e outros comentários e acessar acoluna mais recente, clique aqui.