WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










dezembro 2012
D S T Q Q S S
« nov   jan »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

editorias





itao



quinta da alegria


UFSBA: milhares de jovens de Itabuna e da região cacaueira não podem continuar sem opção universitária pública

Josias Gomes

 

Nossa responsabilidade para com a Ceplac é histórica, do conhecimento de seus dirigentes, seus funcionários e seus pesquisadores.

 

A Bahia vive uma experiência acadêmica da maior importância. Na região cacaueira está sendo implantada, não sem dificuldades, a Universidade Federal do Sul da Bahia. A nova instituição nasce com o objetivo de priorizar o ingresso de estudantes do Sul e do Extremo Sul baianos. Segundo levantamento realizado pela equipe que coordena o projeto da UFSBA, cerca de 17.000 jovens concluem anualmente o Ensino Médio, na área abrangida pela futura instituição, e não têm acesso à universidade pública, e, portanto, gratuita. E é isto o que ocorre, mais uma vez, neste final de ano.

Nós, que, na condição de um dos representantes da região na Câmara dos Deputados, com inescapável responsabilidade para com a situação descrita, estamos, agora, empenhados na busca de soluções que barateiem o funcionamento da universidade, e, ao mesmo tempo, tornem mais ágil concluir o processo. Pensamos não ser possível mais tolerar que os milhares de estudantes da região cacaueira continuem vivendo sem perspectiva alguma de continuidade de seus estudos, uma vez que a UFSBA já se constitui num projeto devidamente aprovado em todas as instâncias federais.

Ao todo, a UFSBA oferecerá 8.000 vagas para ingresso em seus cursos. Um número tão expressivo, que modificará inteiramente a realidade educacional superior na região. O sistema, inspirado nas teses do grande educador baiano Anísio Teixeira, fundador da Universidade de Brasília, absorverá os estudantes da região cacaueira através de um inclusivo sistema de colégios universitários, que funcionarão em dezenas de municípios do Sul e do Extremo Sul baianos, polarizados por três sedes: Itabuna, Teixeira de Freitas e Porto Seguro.

Prendo-me agora a uma situação específica desse processo de implantação da UFSBA: a querida cidade de Itabuna. O município vai abrigar o campus das Engenharias e das Exatas, priorizando a absorção de cerca de 6.000 estudantes nos diversos municípios para os quais vai servir de polo. São esses 6.000 jovens que constituem o objetivo central, portanto, do campus de Itabuna. Eles, que neste final de ano concluem o Ensino Médio, e param seus estudos. No próximo ano, outra vez a tragédia educacional se repete. Enquanto isto, a instalação da nova universidade fica aguardando melhores oportunidades.

Temos nos batido, no sentido de agilizar o processo, que o campus de Itabuna utilize parte das instalações da atual Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira, e vamos continuar nessa luta até que ela seja vitoriosa. Há algumas incompreensões  que certamente serão vencidas pela robustez da proposta e pela necessidade de Itabuna, e de toda a região, de ver a nova universidade funcionando. A proposta não apenas permite a instalação mais rápida do campus da UFSBA em Itabuna, como fortalece as duas instituições, Ceplac e UFSBA, pela integração de seus corpos científicos e técnicos.

Ao voltarmos para a Bahia, nesta quinta-feira, 20, vamos redobrar nossos esforços para que a proposta seja efetivada. Nossa responsabilidade para com a Ceplac é histórica, do conhecimento de seus dirigentes, seus funcionários e seus pesquisadores e, sobretudo, de toda a região. Nada nos moveria a contrariar esse comprometimento e é justamente por tudo isso é que vamos continuar a defesa da implantação do campus da UFSBA em parte do enorme espaço físico que abriga atualmente a Ceplac, o que vai permitir, como já afirmamos, oportuna integração entre as duas instituições. Ao mesmo tempo em que agimos para fortalecer a Ceplac, estamos contribuindo para evitar que milhares de jovens concluintes anuais do ensino médio na região a ser polarizada pelo campus de Itabuna continuem paralisando seus estudos por falta de uma ação tão oportuna quanto a que defendemos.

Josias Gomes é deputado federal pelo PT da Bahia.

16 respostas para “UFSBA: milhares de jovens de Itabuna e da região cacaueira não podem continuar sem opção universitária pública”

  • Rafael says:

    Concordo com o nobre deputado e sensatamente acredito que a população de Itabuna, como toda a sociedade de nossa região apóia essa ideia. Pergunto: A Uesc pertence a Ilhéus? Não, pertence a toda região cacaueira. A Maioria dos Alunos não são de Ilhéus. São de toda região. Ela é nossa, assim com a Ufesba também será, será de todos. Então eu clamo a toda população regional, para o bem de nossa educação com mais qualidade que apoiemos a ideia desse representante do povo, que se mostra preocupado com os nossos jovens e mais do que tudo – Com a nossa Região. Parabéns Ilhéus, Parabéns Itabuna, Parabéns Região Cacaueira!!!

  • Julinho de Adelaide says:

    Parabéns Deputado Josias Gomes por mais essa iniciativa de detalhar a questão e a solução da mesma, sem descer a níveis rasteiros, no sentido apenas de elevar o debate com dados esclarecedores, para que os que pensam e participam desse crucial momento historico da nossa regiao cacaueira, possam ser melhor subsidiados na configuração dos seus argumentos sobre a melhor forma de antecipar soluçoes para a instalação da UFSBA e seu imediato funcionamento.

    É disso que precisamos, e nao de ironias, prepotência, nem tampouco desfaçatez.

  • Fernando Florencio says:

    Pelo que me consta este cabra também é mensaleiro.
    Assim como os demais, devia estar sendo encaminhado ao Presídio Ariston Cardoso, em Ilheus.Sem mandato.
    Fernando
    Ilheus\Ba

  • ITABUNENSE QUE MORA EM ILHÉUS says:

    RESUMINDO O QUE DISSE O DEPUTADO:

    Não temos área dentro de Itabuna que possa abrigar um campus desses. A sociedade de Itabuna tem que parar de “birra” e cair na real.Ou se aproveita o espaço da CEPLAC ou vamos ver o sonho da universidade federal demorar uns 5 anos ou mais pra acontecer.
    A reitoria vai ficar em Itabuna e assim os impostos serão gerados a partir de itabuna,ganhando o município com isso. A universidade é Federal e não municipal como pensam alguns que acham que um campus desses é aratinho de se construir e cabe ali na cinquentenário ou então são caetano. Gente já pensou ter que levar seu filho ou neto até Itajuípe pra estudar,quase 20km,sendo que a ceplac de Ilhéus(sede)fica a 3 km do centro de itabuna,peraí me poupe viu!!!!!!!!deixem de besteira,tenho um filho que mora no santo antonio eu não vou querer que ele fique pegando a BR 101 todo dia pra estudar,sendo que ele pode estudar a apenas 3 km de casa!!!!!

  • Marcos Paulo says:

    Mensaleiro..Teremos a opção da UFESBA, uma instituição Publica..

    Mas ela sera instalada em Itabuna..Nada de instalar na CEPLAC.. A Ceplac deve ser fechada e ser transformada em EMBRAPA CACAU e ainda vai receber o AEROPORTO INTERNACIONAL..

    Caso Ilheus tenha a benevolencia espontanea de mudar os limites ate depois da CEPLAC, ai sim, a UFESBA poderá ser instalada no local..

    Levante popular contra este deputado mensaleiro!!!
    O Coronel Santana tem razão, temos que anexar aquela área e deixar de sermos trouxas..

  • FILOSOFO says:

    O NOBRE DEPUTADO JOSIAS GOMES FOI BEM CLARO,AS CIDADES QUE VAI SER SEDE QUE TERÁ OS CAMPUS SERÁ TEIXEIRA DE FREITAS,PORTO SEGURO,ITABUNA,ISSO FOI UMA CONQUISTA DOS REPRESENTANTES DESSA REGIÕES,VAMOS TER CALMA,EU NÃO ESTOU VENDO AS DEMAIS CIDADES COM ESSA AGONIA,VAMOS PROCURAR UMA ÁREA EM ITABUNA, A REGIÃO TEM FACULDADES E UNIVERSIDADES,TEM PROUNI,FIES,PARA ALUNOS DA REGIÃO E ATÉ PARA OUTROS ESTADOS,LOGO.VAMOS ESPERAR A CONSTRUÇÃO DA REITORIA E O CAMPUS DE ITABUNA,TEIXEIRA DE FRETAS E PORTO SEGURO,RESTO É SÓ COMEMORAR.

  • Marcelo says:

    Pessoal!

    … esperar não é saber
    Quem sabe faz a hora
    Não espera acontecer…

    Adiantem os processos de implantação aí pelo bem geral da nação.

    []s

  • Robson Almeida says:

    Parece que é tudo o que eles querem.
    Um forte debate em torno do que não interessa (se fica em Ilhéus ou Itabuna). Estimular uma competição provinciana, em torno de uma Universidade que nunca virá!…
    Como a duplicação da estrada, como a nova ponte, como o novo porto, como o novo aeroporto… e por aí vai.

  • Eu amo itabuna says:

    SÓ SEI QUE O NOBRE DEPUTADO GERALDO SIMOES SEMPRE FALOU DESSA UNIVERSIDADE PARA ITABUNA.E JÁ ESTÁ MAIS DO QUE NA HORA!

  • Marcos Paulo says:

    o deputado mensaleiro propoe a instalação da reitoria em itabuna.. so que TODAS as instituições, depois que ganha sua autonomia total pode mudar o local de sua reitoria..

    Assim, o que garantiria que a reitoria da UFESBA saisse de Itabuna e fosse para o Campus..

    Logo, seria transferida para Ilheus.. NÃO, BASTA!!!

    UFESBA na região de Ferradas.. lembrem-se que entre Ios-Itb ja tem a UESC..então o ideal é coloca em uma área que facilite o acesso a outras cidade..

    Fora que, se implantando no sentido FERRADAS, a cidade vai ter um impulso para crescer para aquela área.. O Governador miguezeiro cumpre a promessa de duplicação da BR415 (Nova Itabuna-Ferradas)..

    Nauralmente, Itabuna ja tende a invadir ilhéus (rumo a leste)..Então, precisamos ter visão de longo prazo e expandir a cidade para o outro lado..

    A CEPLAC ja esta no ostracismo..deve ser transformada em EMBRAPA e receber o aeroporto internacional, que também necessita de uma área gigante..

    Assim cada um fica no seu quadrado e todos serão beneficiados..

  • falconieres says:

    Agora todo mundo é o pai da criança por quanto tempo Itabuna passou por problemas na educação por conta de políticos irresponsável inoperante sem algum interesse pela nossa região até mesmo os votados aqui que por hora cometeu a fraude de vender emendas para outros municípios o outro envolvido no caso do mensalão agora bastou anunciar a vinda da universidade para a região que causou o maior reboliço, vejo que Itabuna tem área sim para abrigar o campos da universidade tem uma fazenda as margens da BR 101 que está a venda a muito tempo que o município já poderia ter negociado esta fazenda é a fazenda santa marta que fica nos limites do município de Itabuna em nosso território por sinal é uma área ótima o que faltaram foi interesse da gestão de Azevedo, de sanar o problema da área agora o que não dá pra engolir é um monte de deputados safados tentando ditar regras até mesmo pro próximo gestor municipal vamos ver como ele trata a questão da universidade para podermos cobrar ai sim eu sei que estamos sendo coerentes.

  • falconieres says:

    VEJO QUE MUITA GENTE NÃO CONHECE O TERRITÓRIO QUE ABRANGE ITABUNA POIS AS MARGENS DA BR 101 TEM UMA ÁREA ÓTIMA QUE É A FAZENDA SANTA MARTA QUE FICA NA BEIRA DA PISTA A MENOS DE 20 METROS QUEM DIZEM QUE ITABUNA NÃO TEM ÁREA COM CAPACIDADE COM CERTEZA NÃO CONHECE A REGIÃO FAÇA ME UM FAVOR

  • De Olho says:

    Concondo com o comentário do Robson, com este governador miguezelo que brinca de governar e com estes deputados que dizem representar a região, que só querem mídia pensando em 2014, não chegará nada,não percebem o quanto os deputados agem iguais a mosca de padaria, querem associar a sua imagem as conquistas que não sae do papel,o fato é que falam em barragem do rio colônia, duplicação do trecho Ilhéus-Itabuna, nova ponte Ilhéus-Pontal e agora aeroporto internacional, ferrovia, porto, região metropolitana e universidade federal, não enxergam que a esmola é grande e que o santo é de barro. Este governo do PT e seus deputados já mostrou para que veio, turma de mensaleiros e vendendores de emendas, só sei que de concreto só a licitação da empresa para construir a barragem em Itapé.

  • cidadão says:

    Esse Deputado para-quedas acha que sabe tudo da região, pobre Itabuna quando é contemplada com algo importante, existem sempre aqueles que acham que tudo que é fora do município é melhor, vejamos o que vperderemos com implantação no campus na Ceplac
    Investementos dentro do município, a construção do campus gerará emprego e renda com um efeito multiplicador que melhorará a receita muncipalem pelo menos 10% com a implantação dentro do nosso território.
    2. abrirá um novo vetor de desenvolvimento dentro do muunicípio, com criações de condomínnios e empresas para atender a demanda da UFSBA, enquanto com a instalação na ceplac esse efeito se dará as margens da BR-415 beneficiando o município vizinho.
    3- Itabuna perde receita para atender as demandas da universidade, já que os serviços públicos serão todos demandados para Itabuna.
    4- Em resumo essa provocação do para-quedista paraibano, é mais projeto “caracu” que vem para o nosso município, ou seja, o Deputado como pai da intervenção entra com a cara e o município e seus cidadãos entram com o resto.
    5- se região metropolitana fosse resolver problemas Salvador e Lauro de freitas não brigariam pela posse do Aeroporto.
    6- Seu Pimenta vamos lançar uma campanha por amor a Itabuna, o bairrismo para a situação que nos encontramos será a única solução para salvarmos o nosso município, ou então será melhor rasgar a carta de emancipação e virar povoado de ilhéus, e aí vamos adquirir o título que foi de eunápolis, de maior povoado do mundo.

  • Fernando says:

    Hahahauaha! Eu aposto com qualquer um que é mais rápido chegar na CEPLAC de Itajuípe (15km) do que na CEPLAC de Itabuna (7km).

    Com mais segurança e mais rapidez. Rodovia da morte está longe de ser a 101. Rodovia da morte é a Itabuna-Ilheus cumpade!

    UFESBA NA CEPLAC Joaquim Bahiana Já! ITabuna não perderá em nada!

  • Mixurukinha says:

    Deputado mensaleiro,aplique uma parte do dinheiro na UFESBA…. ao invés de falar besteira.

Deixe seu comentário








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia