Jabes assinou decreto demitindo os concursados logo nos primeiros dias de governo.