Gravação das primeiras cenas do documentário em Ilhéus (Foto Karoline Vital).

Gravação das primeiras cenas do documentário em Ilhéus (Foto Karoline Vital).

Teodorico Majestade, as últimas horas de um prefeito está entre as maiores peças já produzidas pelo teatro regional. Depois de ganhar os palcos regionais e encantar plateias no sudeste do País, o espetáculo vai parar na telinha em um documentário do diretor ilheense Elson Rosário,que já atuou como diretor de produção de filmes como Eu, tu eles, Tieta do Agreste e A coleção invisível.

O documentário pretende mostrar como Teodorico Majestade influenciou o processo de cassação do então prefeito de Ilhéus,Valderico Reis, em agosto de 2007. A política ilheense fervia e Teodorico Majestade, escrita pelo ator e diretor teatral Romualdo Lisboa, era luz na consciência ilheense.

Seus personagens se apresentavam em qualquer lugar. Até mesmo ali nas escadarias do Palácio Paranaguá, de onde o prefeito e sua equipe saíram enxotados pela voz das ruas e a pressão dos políticos – e sob escolta da polícia.

Teodorico em cena: sucesso de público e crítica.

Teodorico em cena: sucesso de público e crítica.

De acordo com o script do documentário, o curta-metragem de 15 minutos terá, além de entrevistas com políticos, jornalistas, sindicalistas e artistas, imagens dos protestos à época. Pronto, o documentário será exibido em vários espaços e a ideia é que atinja, também, público variado, desde movimetnos sociais e culturais a instituições de ensino e TVs, além de ficar disponível na internet.

Para o diretor do documentário, a difusão do filme irá “estimular debates e reflexões críticas sobre cidadania, mobilização social, cultura popular e exercício democrático”. O filme foi selecionado em edital do Ministério da Cultura e tem coprodução do Núcleo de Produção Audiovisual do Teatro Popular de Ilhéus.

GRAVAÇÃO NA PRAÇA DO TEATRO

A cena final do documentário será gravada nesta sexta-feira, às 10h, em frente ao Teatro Municipal de Ilhéus. Teodorico, em suas últimas horas no cargo, fará um discurso. O público terá a oportunidade de participar como figurante do documentário de um dos períodos políticos mais ricos da história ilheense.