WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate


alba










abril 2013
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

editorias






:: 20/abr/2013 . 10:48

AZEVEDO SE NEGA A FALAR DE DESVIO DE R$ 2,5 MILHÕES NA SAÚDE

Azevedo encerra entrevista quando questionado sobre desvio na saúde (Foto Pimenta).

Azevedo discursa em evento do PSDB (Foto Pimenta).

O ex-prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo (DEM), encerrou bruscamente uma entrevista ao PIMENTA, ontem à noite, quando instado a falar da acusação de desvio de R$ 2,5 milhões na saúde. O prefeito participava da inauguração da sede do PSDB itabunense, ao lado do deputado estadual Augusto Castro e do deputado federal Jutahy Júnior .

O dinheiro foi liberado pelo Ministério da Saúde, em 2012, para a reforma e informatização de unidades de saúde do município. O desvio está sendo investigado em auditoria aberta no final do mês passado (relembre aqui).

Antes, Azevedo havia respondido que ainda não decidiu o seu futuro político e que o sucateamento da prefeitura e as dívidas deixadas por ele são resultado de suposta falência dos municípios. E a raiz do problema estaria, segundo ele, na repartição do bolo tributário brasileiro. “[Os municípios] ficam com apenas 15% do que é arrecadado”.

O ex-prefeito foi um dos convidados da solenidade de posse dos novos dirigentes do PSDB itabunense. Falou de harmonia e ambição na política. “As ambições devem ser controladas. Excessos de ambição levam a perda de poder”, filosofou. Azevedo perdeu a eleição por 1.107 votos para Claudevane Leite, o Vane do Renascer (PRB).

BLOG PIMENTA – Ex-prefeito, o senhor já decidiu o seu futuro político? Vai disputar vaga na Câmara Federal em 2014?

Capitão Azevedo – Ainda não decidi nada.

BP – O prefeito Claudevane Leite diz ter encontrado prefeitura sucateada e com R$ 300 milhões em dívidas. O que o senhor tem a dizer?

CA – Os municípios brasileiros estão falidos. Ficam com apenas 15% do que é arrecadado [em impostos].

BP – O senhor está sendo acusado de desviar R$ 2,5 milhões da saúde…

CA – [Interrompe] Eu não sei de nada disso, não.

Nesse ponto, Azevedo vira as costas e se nega a dar continuidade à entrevista. Numa emissora de televisão, em março, o ex-secretário da Saúde Geraldo Magela disse que o dinheiro foi desviado para pagar salário do funcionalismo. Os servidores da saúde, no entanto, ficaram sem receber parte do 13º salário e o salário de dezembro.

HOJE É O “DIA DO BASTA” EM ITABUNA

Criado para fiscalizar o uso de dinheiro público, o coletivo Fiscal Grapiúna promove o “Dia do Basta” neste sábado, 20, com uma caminhada pela Avenida do Cinquentenário, em Itabuna, nesta manhã. A concentração será no Jardim do Ó.

A manifestação integra movimento nacional pelo fim do voto secreto no legislativo brasileiro e apoia ação contra a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que retira poder de investigação do Ministério Público (federal e estadual) em ações criminais. A proposta está em discussão no Congresso Nacional.

JUTAHY DIZ QUE PSDB DESEJA E ESTIMULA “CANDIDATURAS DE MARINA E EDUARDO CAMPOS”

Jutahy defende Marina e Campos como estratégia para fortalecer oposição (Foto Pimenta).

Jutahy defende Marina e Campos como estratégia para fortalecer oposição (Foto Pimenta).

O deputado federal Jutahy Júnior disse  ontem à noite, 19, na inauguração da sede do PSDB em Itabuna, que o seu partido está “muito safisfeito” com a possibilidade das candidaturas de Marina Silva (Rede) e Eduardo Campos (PSB) à presidência da República em 2014.

“Estamos estimulando as candidaturas de Eduardo e Marina. Esse é o nosso desejo. Lógico que vamos trabalhar para que o segundo turno seja com o PSDB”. Os tucanos avaliam que a candidatura de Eduardo Campos sugaria votos da candidatura petista, provocando um segundo turno, como ocorreu em 2010, pleito em que a ex-petista Marina Silva, então no PV, obteve 19,6 milhões de votos. José Serra e Dilma Rousseff foram para o segundo turno.

O parlamentar atacou o PT. Para Jutahy, o partido da presidente Dilma Rousseff “assaltou o Estado na ocupação de cargos”. O deputado também fez críticas à gestão do governador Jaques Wagner e defendeu a união das oposições, na Bahia, já no primeiro turno em 2014. Para isso, lembrou a disputa pela Prefeitura de Salvador:

– Ganhamos pela capacidade de ACM Neto e a aglutinação das oposições [no segundo turno] – afirmou, sem esquecer que o PMDB de Geddel Vieira Lima lançou candidatura [de Mário Kértesz] no primeiro turno. O PSDB lançou o empresário João Gualberto como pré-candidato à sucessão estadual. Desde o cerimonial aos discursos, o ex-prefeito de Mata de São João era tratado como “o futuro governador da Bahia”.

TROCA DE COMANDO NO PSDB

Castro: "PSDB é maior do que qualquer picuinha" (Foto Pimenta).

Castro: “PSDB é maior do que qualquer picuinha” (Foto Pimenta).

O líder do PSDB baiano participou da solenidade em Itabuna. Para ele, a mudança de comando no diretório local do partido era “reconhecimento, justiça” ao novo presidente, o deputado estadual Augusto Castro. “Augusto conquistou isso no voto e com a capacidade de aglutinar”, afirmou. Ele agradeceu ao ex-presidente, Adervan Oliveira, mas sem deixar de alfinetá-lo: “nos últimos tempos, ele só fala mal de mim e Augusto Castro”.

Castro disse que agradecia ao apoio que teve de Adervan e emendou: “o PSDB é maior do que qualquer picuinha. O PSDB dá demonstração de força e de união [hoje]”, afirmou. O evento lotou a nova sede do partido com lideranças locais e estaduais do PSDB e representantes de partidos, como Acácia Pinho (PDT), Ubaldo Dantas e Renato Costa (ambos do PMDB) e Capitão Azevedo (DEM).

Maioridade penal – ou sua vida não vale uma bala

walmirWalmir Rosário | wallaw1111@gmail.com

Só rogo que pelo menos expliquem à sociedade, principalmente aos que sofrem com a perda de seus filhos, quais as suas posições: a favor ou contra a sociedade?

 

Mais uma vez o Brasil assiste, passivamente, um verdadeiro “jogo de empurra” entre a sociedade e as autoridades. Desta vez, é o projeto de lei da maioridade penal, que prevê punições mais rígidas para menores de 18 anos. Apresentada pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, trava os primeiros embates, mesmo antes de chegar ao Congresso Nacional.

Ao que tudo indica, a simples ideia de apresentar a proposta provocou a velha e idiota rivalidade entre os dirigentes e militantes do Partido dos Trabalhadores (PT) e o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). Mesmo antes de ser analisado, membros do Governo Federal, a começar pela presidenta da República, Dilma Rousseff, se posicionam contrariamente ao projeto.

Para não fugir à regra, os ministros e assessores também apoiam a presidenta, se manifestando pela execração pública da proposta. Para nossas autoridades, menor é menor e assim deve ser tratado como tal, não importa que utilizem, de forma useira e vezeira, dessa prerrogativa para praticar crimes que continuarão no rol dos esquecidos, ou melhor, dos injustiçados.

Injustiçados, sim, pois a exceção se transformou em regra e os menores são cada vez mais utilizados pelos maiores na consumação de crimes torpes, violentos. Sim, porque quando a “casa cai”, como se diz no jargão policialesco, são esses menores quem assumem a culpa pelas mortes, mesmo que não tenham sido praticadas por eles.

Pouco importa quem morreu e qual a causa. De acordo a tipificação penal, são liberados após serem os pais chamados à delegacia e assinarem um termo de responsabilidade para apresentarem seus filhinhos à Justiça, quando intimados. Outros, a depender da gravidade do crime, vão para estabelecimentos socioeducativos, ditos apropriados e aceitos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente.

A sociedade muda, contudo as leis, para nossas autoridades, não precisam acompanhar essa evolução. Deve dar muito trabalho encaminhar propostas de mudanças para o Congresso Nacional, convencer os parlamentares dessa premente necessidade. E têm razão: esses projetos levam anos para serem elaborados por técnicos e logo desfigurados no Congresso Nacional.

Além dos compromissos dos congressistas, uma legião de instituições dita defensoras dos direitos humanos desfila diuturnamente fazendo lobby na Câmara e Senado. Cada qual com os seus interesses, ressalvados nos contratos que mantém com os entes públicos. São as chamadas organizações não-governamentais, sustentadas com o dinheiro do tesouro público.

Enquanto a guerra é travada nos bastidores, nossos menores de 18 anos chefiam quadrilhas, roubam, matam inocentes a troco de um aparelho telefônico celular, um par de tênis, um relógio comprado numa das bancas de camelôs do centro da cidade. Desmoralizam instituições como a polícia, dirigindo escárnios e ameaças aos policiais.

Os menores marginais têm o direito de escolher o presidente da República, senadores, deputados federais e estaduais, governadores, prefeitos e vereadores. Não posso afirmar, mas ao que parece, essa defesa de responsabilizá-los pode decorrer de um acordo feito em troca do voto. Cada qual no seu cada qual. Uns agem em Brasília, outros no restante do Brasil.

:: LEIA MAIS »

STF: VOTOS DO JULGAMENTO DO MENSALÃO SERÃO PUBLICADOS NA SEGUNDA

O acórdão completo da Ação Penal 470, do julgamento do mensalão, será divulgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) na próxima segunda-feira, 22, quando o texto será considerado publicado. O Diário da Justiça Eletrônico divulgou ontem, 19, um resumo de 16 páginas com as principais decisões do julgamento.

Os votos e considerações dos ministros, que totalizam cerca de 8 mil páginas, não serão publicados no Diário da Justiça, e sim na página do processo na internet. O texto completo do acórdão poderá ser acessado na área Jurisprudência, no setor Inteiro Teor.

O acórdão reúne as principais decisões do julgamento, os votos dos ministros, as penas e absolvições, e serve de referência para apresentação de recursos. O prazo duplicado de dez dias para apresentação de recursos começa a correr na terça-feira (23). O intervalo é considerado em dias corridos e termina em 2 de maio. Informações da Agência Brasil.

TIRIRICA É ATRAÇÃO DO FUTEBOL SOLIDÁRIO

O palhaço profissional e deputado federal Tiririca (PR-SP) será uma das atrações do Futebol Solidário, no próximo dia 25, no Estádio Luiz Viana Filho. Além dele, outros dois parlamentares federais participam da partida beneficente: Acelino Popó de Freitas e Romário.

Tiririca gravou vídeo convocando os torcedores para o jogo solidárioi. A troca de dois quilos de alimento por ingresso começa na segunda, 22, às 14h, em frente ao estádio.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia