WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


maio 2013
D S T Q Q S S
« abr   jun »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

editorias


:: 6/maio/2013 . 23:18

ÍNDICE REVELA QUE SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÃO PIORARAM EM DEZ ANOS

telefoniaBruno Bocchini | Agência Brasil

O índice de satisfação do usuário referente a 2012, divulgado hoje (6) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), mostra uma piora na avaliação dos serviços prestados pelas concessionárias, em comparação com a última pesquisa feita em 2002.

A nota dada pelos clientes ao serviço de telefonia celular pós pago foi 53,7 (em uma escala de 0 – muito insatisfeito – a 100 – muito satisfeito), ante a nota de 71,4 dada em 2002. Para o serviço de telefonia celular pré pago, a nota foi 60, na pequisa atual, e 77,5 em 2002. De acordo com a Anatel, a partir da nota 62,5 o usuário pode ser considerado satisfeito com o serviço.

Em relação à telefonia fixa residencial, a nota foi 58,9 contra 72,1 da em 2002. A telefonia fixa não residencial recebeu avaliação 60, ante a nota 77,5 dada pelos usuários há dez anos.

O serviço de telefonia pública (orelhões) foi o pior avaliado: recebeu nota 19,4, muito abaixo da avaliação de 2002 (44,6). Já o serviço de TV por assinatura via satélite foi um dos melhores avaliados: obteve nota 72,2, melhor que na avaliação de 2002 (71,6).

A TV por assinatura via rádio recebeu nota 60,7, ante 72 da pesquisa de 2002. A TV por assinatura a cabo foi avaliado com a nota 56,5 ante nota de 68,2 em 2002.

TIM É CONSIDERADA A PIOR DA TELEFONIA CELULAR

tim3A pesquisa ainda trouxe a avaliação dos usuários de acordo com as concessionárias que oferecem os serviços. No entanto, não foi fornecido o comparativo com 2002. Na telefonia celular pós-paga a empresa melhor avaliada foi a Sercomtel, com 61,1, e a pior, a TIM, com nota 49,8. Na telefonia celular pré-paga, a Sercomtel também obteve a melhor avaliação, 63,8, e a TIM a pior, 58,6.

Na telefonia fixa residencial, a GVT foi a melhor avaliada, com nota 67,1, e a Telefônica a pior, com 55,4. Na telefonia fixa não residencial, com 65,8,a Sercomtel recebeu maior nota. A Oi foi a pior. Ela obteve a nota 59. No serviço de telefonia pública (orelhões), a Sercomtel foi a melhor avaliada, 49,5, e a Embratel a pior, com 33,8.

No serviço de TV por assinatura via satélite, a NossaTV foi a melhor avaliada (75,89), e a CTBC, a pior. com 67,02. Na TV por assinatura via rádio, a GVT recebeu a maior nota (68,66) e a FlexTV NorTV obteve a pior, com 55,15. Na TV a cabo, a Jangadeiro recebeu a maior nota, 60,42, e a TV Nordeste a pior, com 49,75.

A pesquisa foi feita com base em cerca de 200 mil entrevistas com usuários dos serviços de telecomunicação no país. As avaliações reunidas conforme os grupos empresarias proprietários das concessionárias serão divulgadas em breve, informou a Anatel.

A reportagem tentou hoje, sem sucesso, contactar as assessorias de imprensa das empresas.

MÉDICO ARMADO NO HOSPITAL GERAL

Funcionários do Hospital Geral Luiz Viana Filho, em Ilhéus, denunciam que um médico tem ido trabalhar armado. A cena se repete sempre nos plantões do “valentão”, que reage de forma “civilizada” quando alguém o desperta para atender os pacientes.

O temor de que algo pior aconteça é grande. Cabe ao novo diretor, Júlio Guzmán, dar uma enquadrada no mocinho.

LICITAÇÃO DO LIXO É REMARCADA PARA DIA 17

A atrativa e milionária licitação da coleta de lixo em Itabuna foi remarcada para o dia 17 de maio. As propostas serão conhecidas em pregão eletrônico antes previsto para 24 de abril. Até o final do mês passado, pelo menos 11 empresas estavam interessadas no negócio.

A previsão do prefeito Claudevane Leite é de que a coleta fique, pelo menos, R$ 500 mil mais barata do que na gestão do seu antecessor, o capitão e projeto de delegado José Nilton Azevedo (DEM). O edital do pregão eletrônico pode ser retirado na prefeitura (Centro Administrativo Firmino Alves).

JUSTIÇA SUSPENDE JUROS EM FINANCIAMENTO DE IMÓVEIS COM OBRAS PARALISADAS

Renato foi um dos que entraram com ação contra a Caixa.

Renato foi um dos que entraram com ação contra a Caixa.

Uma liminar da Justiça Federal suspendeu a cobrança de juros de mutuários de imóveis com obras paralisadas. A liminar foi deferida pela juíza da Vara Federal em Itabuna, Dayana de Azevedo Bião de Souza, a favor de dois mutuários da Caixa que compraram apartamentos em condomínios residenciais cujas obras estão paralisadas há mais de seis meses. A cobrança pode ser retomada somente com o reinício das obras.

Os mutuários continuavam pagando juros do financiamento, apesar da paralisação das obras no condomínio Villa Verde e no residencial Pedra da Vitória. Em sua decisão, a magistrada cita que a Caixa Econômica possui cobertura securitária (seguro), possibilitando que seja ressarcida pela paralisação da obra. Os mutuários, no entendimento da juíza, são os prejudicados.

A decisão da magistrada também proíbe a Caixa Econômica de incluir o nome dos mutuários em órgãos de proteção ao crédito ou que remaneje os juros para o saldo devedor. Para Dayana de Azevedo Bião Souza, a cobrança dos juros do financiamento quando a obra está paralisada é “indevida transferência de responsabilidade financeira pelo atraso da obra”.

A cobrança de juros em contratos da Caixa Econômica Federal ocorre no intervalo entre a assinatura do contrato e a entrega do imóvel. Na maioria dos casos, o mutuário recebe o imóvel em um prazo de 18 a 24 meses após a assinatura, mas a maioria em Itabuna vem enfrentando dificuldades para ter a moradia.

O ex-serventuário da Justiça e advogado Renato Menezes comprou um apartamento do Pedra da Vitória e decidiu acionar a construtora após seis meses de obras paralisadas e a insolvência da Runa Patrimonial. “Nem o advogado da Caixa acreditou [que poderia ganhar]. Ficou fazendo deboche de mim”, disse. Renato diz que vinha pagando quase 500 reais, por mês, de condomínio. “Enquanto a Caixa estiver recebendo juros, ela não vai tomar providência”, afirma.

Renato diz que vinha pagando quase 500 reais, por mês, de condomínio. “Enquanto a Caixa estiver recebendo juros, ela não vai tomar providência”, afirma. O advogado ainda defende um casal que comprou apartamento no Villa Verde e planejou casamento de acordo com cronograma de entrega da obra. O casal também cobra na Justiça que a Caixa custeie o pagamento de aluguel até que o apartamento seja entregue.

DEPUTADO QUE DEFENDE FUSÃO DA CEPLAC COM A EMBRAPA REBATE GERALDO

Felix defende fusão Ceplac-Embrapa.

Felix defende fusão Ceplac-Embrapa.

O deputado federal Félix Mendonça Jr (PDT) rebateu o colega Geraldo Simões (PT) e disse que a Embrapa trabalha com culturas como o café. Geraldo discorda da proposta de Félix de fundir a Ceplac com a Embrapa, criando a Embrapa-Cacau.

Hoje, o pedetista festejou resultados de pesquisa que com variedade de café mais resistente à seca. “A transformação da Ceplac em Embrapa Cacau é urgente”, disse Félix.

O parlamentar, que preside a Frente em Defesa da Lavoura Cacaueira, destacou notícia de que a Embrapa conseguiu aplicar o gene CAHB12, encontrado no café, em culturas como cana-de-açúcar, soja e algodão, fazendo-os resistir por até 45 dias sem água.

CAPITÃO QUER SER DELEGADO

O ex-prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo, resolveu testar seus conhecimentos jurídicos, submetendo-se neste domingo, 5, ao concurso para delegado da Polícia Civil da Bahia.Azevedo foi visto no campus 2 da Unime, um dos locais onde o certame foi realizado, e sua presença não passou despercebida.

Se não der para virar delegado, o ex-prefeito já tem outro projeto: eleger-se deputado federal em 2014. Informações do Itabuna Notícias.

LUTO NA MÚSICA SUL-BAIANA

Mimide fundou a banda Lordão (Itabuna City).

Mimide fundou a banda Lordão (Itabuna City).

Um dos fundadores da Banda Lordão, Clemides Pereira, Mimide, faleceu nesta madrugada de segunda-feira, 6, em Itabuna, após lutar contra o câncer. O corpo do músico de 73 anos está sendo velado no Santa Fé, ao lado do cemitério Campo Santo, onde será enterrado às 16 horas de hoje.

Ainda durante a madrugada, o vocalista da banda Lordão, Kocó, lamentou a perda. “É com grande pesar e comoção que o nosso querido Mimide, guitarrista fundador do Lord Ritmos – Lordão, faleceu nessa madrugada em Itabuna. Aos amigos, parentes e fãs o nosso momento de tristeza com os papos e risadas!!! Deus conforte a família”.

Mimide estava afastado da banda  e, eventualmente, se apresentava tocando violão, segundo amigos, fragilizado pelo avanço da idade e pela doença.

TRIO DA HUANNA

Careca sofreu duas paradas respiratórias e faleceu (Foto Divulgação).

Careca sofreu duas paradas respiratórias (Foto Divulgação).

Luto também numa das bandas mais famosas do arrocha na região. Ontem, Noelson Santos de Oliveira, Careca, faleceu após se sentir mal e sofrer duas paradas cardíacas. O corpo do funcionário da banda está sendo velado no SAF, próximo ao Grapiúna Tênis Clube, em Itabuna.

CONCURSOS OFERECEM 18,2 MIL VAGAS E ATÉ R$ 24.057,33 DE SALÁRIO

concursosQuem pensa em participar de concursos públicos tem, pelo menos, 18.226 vagas em certames por todo o país e com salários que ultrapassam até os R$ 24 mil, a exemplo da remuneração para procurador do Ministério Público Federal.

Existem vagas para todos os níveis. Quase metade delas é oferecida para quem possui nível superior (8.400). No outro extremo, são oferecidas 2.005 vagas para quem possui nível fundamental. Confira as vagas disponíveis clicando no “leia mais”. Os dados são da Folha Dirigida.

:: LEIA MAIS »

Especialistas criticam internação forçada de dependentes e pedem descriminalização de drogas

Luana Lourenço | Agência Brasil

Especialistas e ativistas que defendem a descriminalização das drogas no Brasil vão entregar uma carta à presidenta Dilma Rousseff, ao Congresso Nacional e ao Supremo Tribunal Federal (STF) cobrando a elaboração de uma nova política antidrogas que não seja baseada em medidas proibicionistas.

A principal crítica do grupo é ao Projeto de Lei 7.663/ 2010, do deputado Osmar Terra (PMDB-RS), que altera a Lei Antidrogas para aumentar a pena mínima para traficantes de drogas e prevê a internação compulsória de dependentes. Segundo os signatários do documento, o PL é um retrocesso no debate sobre drogas no Brasil e fere direitos constitucionais.

“Constatamos a falência do modelo proibicionista, nos preocupa que o PL do Osmar Terra aponte na direção contrária, em particular, priorizando a internação forçada, que a própria ONU [Organização das Nações Unidas] declara como sendo tortura. Consideramos inadmissível que o governo da presidenta Dilma, que tem um histórico de defesa dos direitos humanos, admita que isso venha a ocorrer”, avaliou o neurocientista Sidarta Ribeiro, integrante da comissão científica e organizadora do congresso.

Ao STF, o grupo pede o julgamento da inconstitucionalidade da penalização do porte de drogas para uso pessoal, prevista no Artigo 28 da Lei Antidrogas.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia