WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










junho 2013
D S T Q Q S S
« maio   jul »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

editorias






:: 9/jun/2013 . 21:42

CASAL DE ITABUNA MORRE EM ACIDENTE NA BR-101

Thiago e Deusamar seguiam de Itabuna para Eunápolis (Reprodução/Facebook).

Thiago e Deusamar seguiam de Itabuna para Eunápolis (Reprodução/Facebook).

O casal Thiago Carvalho Messias e Deusamar Bezerra Homem faleceu em um acidente em um trecho da BR-101 próximo a São José da Vitória, no Sul da Bahia, no início da noite de hoje (9). De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal, o casal, o filho, Pedro, e uma mulher identificada como Marlene Mota dos Santos seguiam em um Fiat Siena para Eunápolis. O veículo rodou na pista e colidiu com um caminhão.

A criança e Marlene Mota foram encaminhados para hospitais de Itabuna. O casal era de Itabuna, mas estava residindo em Eunápolis, no Extremo-Sul baiano. Deusamar era professora de Educação Física e Thiago, ex-aluno da Unime de Itabuna, trabalhava em uma empresa da área de saúde. Nas redes sociais, amigos e colegas prestam homenagens ao casal.

VITÓRIA ASSUME VICE-LIDERANÇA DO BRASILEIRÃO

O Vitória bateu o Atlético Paranaense por 3 a 2, no Joia da Princesa (Feira de Santana), e assumiu a segunda colocação do Brasileirão 2013. A posição é provisória, pois Fluminense, Grêmio e São Paulo têm um jogo a menos e voltam a campo na próxima quarta (12). O líder temporário é o Coritiba, com 11 pontos, um a mais que o time baiano.

Cáceres fez o primeiro gol do jogo, aos 27 minutos do primeiro tempo, após receber passe de Biancucchi. Ederson empatou aos 30min. Biancucchi colocou o rubro-negro novamente na frente, aos 35min.

Os outros gols pintaram no segundo tempo. Aos 34min, Luiz Alberto aproveitou a furada baiana e empatou.

A vitória rubro-negra veio aos 41 minutos, com Escudero. O time baiano volta a jogar em 7 de julho, contra o Goiás (Estádio Serra Dourada), após a Copa das Confederações.

UNIVERSO PARALELO

TRABALHAR SERIA CASTIGO VINDO DO ÉDEN

Ousarme Citoaian | ousarmecitoaian@yahoo.com.br

1Trabalho

Adianto ao respeitável público, sem que ninguém me haja interrogado, que me sinto um sujeito intrinsecamente pobre de imaginação, desses que se divertem trabalhando. Tivesse eu algum apreço pelo exagero e os anglicanismos, me identificaria como workaholic. Dizem que trabalho e diversão não se misturam, que isto é um desvio patológico, com o doente, isto é, o indivíduo usando o labor como refúgio do mundo, forma de estar confortável, protegido, com sentimentos afogados – sei lá, esse papo de psicólogo. Minha intenção não é discutir doenças da cuca, mas especular sobre os motivos de tanta aversão ao trabalho. Círculos religiosos o explicam como castigo para “pecado” de longínquos ancestrais.

________________

Sentença dúbia: “comer pão com suor”

Com aquela não bem explicada trapalhada no Paraíso (homem chamado Adão, mulher chamada Eva e Cobra anônima), a divindade, que nesta parte do Livro não é muito chegada a perdoar, os condenou, sem direito a apelação: a mulher às dores do parto, a serpente à mudez (para nunca mais dar ideia de jerico à mulher) e o homem ao trabalho. “Vais trabalhar, vagabundo!” – teria pensado o Senhor, mas decidiu dar elegância ao texto, ornou-o com os devidos eufemismos e chegou a “Comerás o teu pão com o suor do teu rosto”. Sentença bonita, mas merecedora de embargo, por ser dúbia: o crente pode ser levado a comer pão embebido em suor. Enfim, esta seria uma das origens da má fama do trabalho.

______________

Por aqui, trabalho era “coisa de pobre”

3EscravidãoHá explicações mais eruditas: trabalho viria do latim antiquíssimo tripalium, um instrumento de tortura (três paus, formando uma estranha canga no pescoço do infeliz). De tripalium nasceu o verbo tripaliare (pôr no tripalium) e desse meio macabro veio… trabalhar! Portanto, trabalho e tortura têm a mesma origem suspeita. Mais tarde, com a escravidão (não ainda a nossa, mas a greco-romana), solidificou-se a ideia de que pegar no pesado não é negócio pra gente socialmente “bem”. Ao contrário, é atividade imoral, indecente, coisa de pobre, no mínimo. No Brasil, a escravidão manteve esse olhar – e o coronelato do cacau também, para cujos filhos, em geral, trabalhar era desonra.

COMENTE! » |

OS SAPATOS DE SOFIA DESCERAM A ESCADA

Dentre os contos de Machado de Assis (todos sabem que ele foi um mágico criador de estórias) destaco aqui “Capítulo dos chapéus”, pela habilidade com que o autor emprega certa figura de estilo (seria prosopopeia, metonímia, quem souber que o afirme). Primeiro, ele nos avisa que “os tacões de Sofia desceram a escala, compassadamente” – um toque de mestre: um aprendiz diria que Sofia desceu a escada; para Machado, “os saltos” desceram a escada, e com isso ele deixa claro que surgiu uma Sofia arrumada, produzida. Fala do chapéu, “que lhe dava um ar senhoril”, e arremata: “um diabo de vestido de seda preta, arredondando-lhe as formas do busto, fazia-a ainda mais vistosa”.
______________
Da rua, chapéus estão de olho na moça
5ChapéusEis Sofia encantadora, “vistosa”, descrita com economia de palavras. Mas o melhor vem quando ele explica que “os chapéus, de senhora ou de homem, abundavam àquela hora na Rua do Ouvidor”. Depois de substituir Sofia por tacões, ele troca homens e mulheres por chapéus. Mariana, a outra personagem do conto, está confusa “naqueles mares” da Ouvidor, com tanta gente, onde “os demônios dos chapéus, femininos ou masculinos, sucediam-se como um caleidoscópio”.  Mais tarde, no dentista, a pobre Mariana, tenta umas três vezes ir à janela, “mas os chapéus eram tantos e tão curiosos, que ela voltava a sentar-se”. Nenhuma frase grosseira, apenas “chapéus” que espreitavam a moça. Isto é Machado de Assis!

SONHOS SOLTOS NO AZUL DA ADOLESCÊNCIA

Valioso recurso de linguagem (“figura”, diz a gramática) é a comparação, de que muito gosto. Raimundo Correa usou-a, ao confrontar as pombas – que levantam voo quando “apenas raia sanguínea e fresca a madrugada”, mas, à tarde, retornam ao pombal – e os sonhos da juventude – que “no azul da adolescência as asas soltam”, mas, ao contrário das pombas, “não voltam mais”. E que a gentil leitora não me surpreenda, dizendo que não conhece As pombas (sem trocadilho infame). Manuel Bandeira se vale do mesmo recurso em poema famoso, que mereceu de Jorge Medauar, poeta uruçuquense (ele preferia água-pretense), curiosa e bela “resposta”.
_______________

Medauar: verso é instrumento de luta

7MedauarEm Desencanto, com postura que sabe a depressão (o que, aliás, lhe é comum), Bandeira escreve na primeira quadra: “Eu faço versos como quem chora/ De desalento… de desencanto…/ Fecha o meu livro, se por agora/ Não tens motivo nenhum de pranto”. Poeta socialista, engajado no processo de transformação, Medauar (foto) “responde” com Esperança: “Eu faço versos como quem luta/ De armas em punho… de armas nas mãos…/ Forma ao meu lado, pois na labuta/ Os companheiros são como irmãos”. Ao último verso de Bandeira (“Eu faço versos como quem morre”), Medauar contrapõe “Eu faço versos como quem vive”. Touché!

______________

Rio de passagem de menina para mulher

Em O xote da meninas, o pernambucano Zé Dantas (1921-1962), segundo grande letrista de Luiz Gonzaga (o primeiro foi o cearense Humberto Teixeira), compara, liricamente, o mandacaru e o rito de passagem para a adolescência. Quando o cacto floresce, vem a chuva; quando a menina “enjoa da boneca”, desabrocha em moça. Gosto de pensar que Zé Dantas, médico, bebeu no consultório esse conhecimento da psicologia da menina que parece “adoentada”, mas que, de verdade, tem dentro de si o grito da natureza forçando a saída. Se almas sem poesia não percebem quão bonita é a mudança da menina em mulher adulta, não será culpa deste outonal colunista.

(O.C.)

OS BASTIDORES DA LUTA DAS BAIANAS DE ACARAJÉ PARA “DOBRAR” A VELHA FIFA

Baianas fizeram protesto e se articularam por liberação do acarajé na Fonte.

Baianas fizeram protesto e se articularam por liberação do acarajé na Fonte.

A coluna Painel FC, do caderno de Esportes da Folha, trouxe hoje um pouco dos bastidores da pressão que as baianas de acarajé fizeram para que a velha Fifa, a entidade máxima do futebol, liberasse a venda do quitute nos arredores da Fonte Nova, em Salvador, na Copa das Confederações.

Quem conta a história é Rita Santos, presidente da Associação das Baianas de Acarajé (Abam) e mãe do goleiro Felipe, do Flamengo.

A pressão de oito meses em cima da velha e poderosa Fifa  envolveu abaixo-assinado com 17 mil nomes e “pressão pessoal feita por ela junto a políticos” como o governador Jaques Wagner.

A Fifa acabou liberando seis baianas para trabalhar no estádio. Para Rita, o número baixo “é melhor do que se não tivesse ninguém”.

Quanto ao preço do quitute na Fonte, cravado em 8 paus, ela entra na filosofia Fifa de arrochar o torcedor: “Lá dentro [do estádio] tudo é cara mesmo…”.

A baiana contou a história ao repórter da sucursal da Folha em Salvador, Nelson Barros Neto.

MORADOR DE RUA PRECISA DE SOCORRO

Stanley colocou catraca e pode perder um dos dedos (Foto Branca Magalhães).

Stanley colocou catraca e pode perder um dos dedos (Foto Branca Magalhães).

Branca Magalhães*

O morador de rua conhecido como Fernando ou “Stanley” vive em Itabuna há alguns anos. Usuário de drogas, Fernando tem uma vida como a maioria dos mendigos da cidade.

Há pouco mais de dois meses, Fernando colocou em seus dedos algumas catracas (peças de bicicleta). Após alguns dias, um dos dedos começou a inchar e encontra-se no estado revelado pela foto acima.

Cidade com pouco mais de 200 mil habitantes, Itabuna já foi conhecida pelo acolhimento, pela convivência pacata. No entanto, a cidade encontra-se decadente, fortemente desestruturada e marcada pela miséria pública e violência. O abandono na área educacional, saúde, segurança e outros, tem sido o fruto mais colhido nos últimos anos.

Em todo canto da cidade é possível notar a presença de algum morador na rua, crianças, jovens, adultos e idosos. Pessoas que, por diversos motivos, deixaram de viver dignamente, de estarem integradas à sociedade itabunense. O decreto 40.232/01 atribui ao poder público a responsabilidade de prestar atendimento aos moradores de rua.

As oportunidades são nulas. Essas pessoas são vistas como incômodo para a maioria da população, que, por sua vez, o máximo que fazem é doar algum tipo de alimento quando solicitado.

*Estudante de jornalismo.

CORRA, VANE, CORRA…

greveO Sindicato dos Servidores Municipais de Itabuna (Sindserv) emitiu nota, na sexta, na qual informa ao Governo Vane que não vai tolerar carga extra de trabalho para os funcionários da área administrativa da Educação (porteiros, merendeiras etc). A compensação de aulas deverá ser seguida de “remuneração”.

O recado do sindicato, ligado ao PCdoB, ocorria no momento em que a greve dos professores da rede municipal completava duas semanas. Exatamente naquele dia (sexta 7), horas depois, o governo era derrotado em sua intenção de que a justiça considerasse a greve dos educadores ilegal.

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) rejeitou o pedido do município e marcou audiência de conciliação para a próxima quarta (12), em Salvador. Abaixo, a íntegra da nota do Sindserv.

“O Sindserv se solidariza com a luta dos professores municipais, que estão em greve por mais valorização, deixando claro para o executivo municipal que não aceitará, sob hipótese alguma, que os trabalhadores labutem extraordinariamente, sem a devida remuneração ou compensação, para suprir as ausências dos professores durante a greve.”

QUANDO PENSAREMOS NO PÃO E NA ARTE?

zacariasJosé Zacarias | jzacarias12@hotmail.com

Faz um mês meu time obteve uma estrondosa vitória sobre seu rival, e hoje no meu bairro ocorreu mais um assassinato e a minha vizinha reclama que a Escola Municipal onde seu filho estuda continua em greve. A cidade da paz prometida não apareceu.

Domingo estive eufórico, alegre, contente, extravasei, fui às ruas, saí gritando, empunhando a bandeira de meu time. O mundo seria diferente a partir dali. Meu time foi campeão.

Na segunda seguinte, passou a euforia. Voltei a realidade e percebi que minha vida continuava como antes, teria que pagar a mensalidade da escola para minhas filhas, as contas de água, luz, telefone (inclusive do celular), tudo na mesma rotinha com valores que ganhava antes do meu time tornar-se campeão.

Já se passou uma semana da vitória de meu time, os preços dos alimentos continuavam a subir, o tomate encareceu, a farinha encareceu etc. Se vão quinze dias, da minha alegria de ter meu time campeão. O desemprego na minha cidade continua grande.

Faz um mês meu time obteve uma estrondosa vitória sobre seu rival, e hoje no meu bairro ocorreu mais um assassinato e a minha vizinha reclama que a Escola Municipal onde seu filho estuda continua em greve. A cidade da paz prometida não apareceu.

Um ano já se foi da data que meu time foi campeão. Ele irá disputar a Copa Libertadores da América (a propósito, meus companheiros continuam presos na Bolívia) e sinto-me orgulhoso não só de torcer para meu time campeão, mas também de ser brasileiro, que terá alguns dos melhores estádios de futebol do mundo, nos quais serão gastos milhões e milhões de dólares.

E, já passados vários meses do título de meu time, vejo que a violência na minha cidade aumentou, que o consumo de crack atingiu também a zona rural; a seca assola meu Estado, como a muito não atingia, e o governo pouco fez em obra pra prevenir as suas consequências da estiagem.

:: LEIA MAIS »

JOELMA ANUNCIA PROJETO GOSPEL E FIM DA BANDA CALYPSO. EMPRESÁRIO NEGA

Joelma anuncia projeto gospel (Foto Flávio Alves/G1).

Joelma anuncia projeto gospel (Foto Flávio Alves/G1).

Com o anúncio do fim da banda Calypso, a cantora Joelma avisou aos fãs que pretende seguir agora a carreira gospel. A declaração foi dada durante um show na madrugada deste domingo, 9, no São João da Capitá, festa junina de Recife.  Os fãs que estavam presentes na apresentação ficaram consternados com a mudança de estilo.

A filha da artista, Natália Sarraff, usou seu perfil no Facebook para apoiar a decisão da mãe: “tudo que é bom dura pouco? Pelo contrário, tudo que é bom dura para sempre, pois tudo de Deus dura para sempre. Feliz por sua decisão, minha mãe. Eu te apoio, pois te conheço e sei o que se passa em seu coração, e sei que agora você está feliz de verdade”.

Em entrevista ao G1 de Pernambuco, o empresário da banda Fábio Macedo afirmou que, por conta dos compromissos já assumidos, Joelma, que é evangélica, só vai se dedicar ao novo ritmo em 2015. A assessoria da banda, no entanto, ainda não se pronunciou sobre o fim da banda Calypso.

Leia a íntegra n´A Tarde

BB: CAIXAS VAZIOS SERIAM REPRESÁLIA

Ricardo foi assassinado quando chegava em casa.

Bancário foi assassinado quando chegava em casa.

Clientes dos bancos Bradesco e do Brasil em Valença ficaram surpresos na noite deste sábado, 8, quando foram aos caixas eletrônicos e não encontraram um real para sacar.  O problema começou ainda pela manhã, quando poucos caixas permitiam saques, mas à noite se agravou, pois o perrengue tomou conta de todos os equipamentos.

Há suspeita de que o desabastecimento dos caixas tenha sido uma represália ao assassinato do bancário Ricardo Queiroz, de 48 anos. Ele voltava para casa, a pé, na quarta-feira, 5, quando foi abordado por dois homens em uma moto. Um dos bandidos disparou dois tiros na cabeça da vítima, que chegou a ser levada para o Hospital da Santa Casa de Misericórdia, mas não resistiu (relembre).

Ricardo era sobrinho de Ramiro Campelo de Queiroz, ex-prefeito de Valença, e havia sido candidato a vereador nas últimas eleições.

EVERALDO OBTÉM APOIO DE TENDÊNCIAS E PRÉ-CANDIDATOS PETISTAS

Caetano, Pinheiro e Rui confirmam apoio a Everaldo à presidência do PT.

Caetano, Pinheiro e Rui confirmam apoio a Everaldo à presidência do PT.

everaldo_anunciacao_membro_diretorio_estadual_partido_dos_trabalhadores_da_bahiaO evento de apoio à candidatura de Everaldo Anunciação, ontem, no Hotel Fiesta, reuniu mais de 2 mil petistas baianos. O ceplaqueano e ex-vereador de Itabuna disputa a presidência estadual do PT e atraiu ao evento o senador Walter Pinheiro, o secretário estadual da Casa Civil, Rui Costa, e o ex-prefeito de Camaçari Luiz Caetano. O trio disputa a indicação do partido para a sucessão do governador Jaques Wagner. José Sérgio Gabrielli, outro nome petista, não foi ao evento, pois cumpria agenda fora da Bahia.

O Processo de Eleições Diretas (PED) do PT será realizado em novembro deste ano, quando serão escolhidos, além dos novos dirigentes estaduais, as novas composições dos diretórios nacional e municipal. Everaldo também obteve, no evento, apoio das tendências Construindo um Novo Brasil (CNB), Reencantar e Esquerda Popular Socialista (EPS), que ainda definiu, ontem, o apoio à pré-candidatura a governador de Rui Costa, o nome preferido do mandatário-mor da Bahia, Jaques Wagner.

SALÃO ERA FACHADA PARA O TRÁFICO DE DROGAS

Adeilton usava salão de beleza como fachada para o tráfico (Foto Divulgação).

Adeilton usava salão de beleza como fachada para o tráfico (Foto Divulgação).

Um salão de beleza no distrito de São João do Paraíso, em Mascote, era usado como ponto para o tráfico de drogas, segundo o comando da Polícia Militar em Camacan, no sul da Bahia. O ex-guarda municipal Adeilton Grigório dos Santos Filho foi autuado em flagrante por tráfico.

A polícia encontrou no imóvel do ex-servidor público seis papelotes de cocaína, 183 gramas de maconha distribuída em catorze tabletes e cinco blocos, além de uma balança de precisão e um rifle Diamond. A polícia iniciou a investigação após receber denúncia anônima. Quando chegou ao salão, na Rua Camacan, em Mascote, Adeilton negou que fosse traficante e apenas possuía um rifle de ar-comprimido.

Segundo o comandante da 69ª Companhia da PM, major Rodrigues Castro, Adeilton autorizou uma busca no estabelecimento. Na “geral” no estabelecimento, os policiais encontraram drogas, arma e dinheiro. A polícia promete intensificar as ações contra o tráfico em Mascote. Nesta semana, a comunidade interditou a BR-101 por mais de três horas (relembre aqui) em protesto contra a onda de violência no distrito de Paraíso.

CURANDEIRISMO HOMOFÓBICO

Regina FlorêncioRegina Florêncio | reginaflorencio@hotmail.com

Ato falho ou não, ficou claro que nem ele acredita na cura gay. Mas a declaração de humanidade dele me tocou. De fato, somos humanos e complexos.

O Projeto de Decreto Legislativo nº 234/11, de autoria do deputado federal João Campos (PSDB-GO), que propõe mudanças na resolução 1/99 do Conselho Federal de Psicologia, é de fazer corar qualquer cidadão brasileiro que tenha o mínimo de sensatez e respeito aos direitos humanos.

A tentativa de golpe é simples: trata-se da suspensão da aplicação do parágrafo único dos Artigos 3º e 4º da Resolução do Conselho Federal de Psicologia nº 1/99, que estabelece normas de atuação para os psicólogos em relação à questão da orientação sexual. Destaco aqui o artigo 2º do referido projeto:

“Fica sustada a aplicação do Parágrafo único do Art. 3º e o Art. 4º, da Resolução do Conselho Federal de Psicologia nº 1/99, que estabelece normas de atuação para os psicólogos em relação à questão da orientação sexual.”

De acordo com os defensores daquilo que ficou conhecido como “Cura Gay”, o objetivo da intentona é restabelecer o direito constitucional à liberdade de expressão dos psicólogos. Porém, foi exatamente na defesa dos direitos da pessoa que o CFP adotou a resolução que virou alvo de ataques dos deputados da bancada evangélica. É importante conhecer o pensamento do Conselho. Aqui você encontra a resolução na íntegra (http://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/1999/03/resolucao1999_1.pdf).

O que fazer quando aparentemente existem dois princípios constitucionais conflitantes? A resolução do Conselho Federal de Psicologia cerceia os direitos de expressão e liberdade de seus profissionais? Analisado com cautela, o princípio constitucional reivindicado pelo deputado João Campos não é aplicável.

A resolução do Conselho Federal de Psicologia é um reflexo do que já era consenso para importantes órgãos internacionais. Em 1990, a Assembleia Geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) aboliu o termo “homossexualismo” e o retirou da lista de doenças mentais. Foi um grande avanço no sentido de resguardar a sociedade de práticas terapêuticas equivocadas, preconceituosas e discriminatórias.

O profissional de psicologia não pode contrariar determinações de órgãos oficiais e ferir princípios éticos ao oferecer tratamento ou “cura” para uma patologia que não existe. Como a sociedade brasileira poderá confiar neste profissional, caso o projeto em questão seja aprovado?

A proposta é um retrocesso jurídico, político e histórico. Está na contramão das lutas pelos direitos humanos. Desde 1991 a Anistia Internacional considera a discriminação contra homossexuais como violação de direitos humanos. A Constituição Brasileira, no seu Art. 3º, determina que é responsabilidade do Estado brasileiro promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade ou quaisquer outras formas de discriminação. E o bom senso, que não é regulamentado por nenhum órgão oficial, aconselha que haja respeito aos direitos individuais.

A bancada evangélica considera a homossexualidade “pecado” a partir de valores morais definidos por suas convicções religiosas. A sociedade tolera e compreende esta postura como um direito à liberdade religiosa. Mas os “felicianos” do Congresso não querem apenas respeito!

:: LEIA MAIS »

ÓRGÃOS PÚBLICOS VÃO OFERECER BANDA LARGA SEM INTERMEDIÁRIO. ITABUNA É BENEFICIADA

– NA BAHIA, OITO MUNICÍPIOS ESTÃO HABILITADOS

InternetêsA partir de agora, prefeituras, órgãos da administração pública direta e indireta e as organizações sem fins lucrativos vão poder prestar o serviço de banda larga diretamente, sem precisar contratar um provedor de acesso para fazer a intermediação.

Esta é uma das mudanças do novo regulamento do Serviço Limitado Privado (SLP) aprovado durante reunião da diretoria da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) na quinta-feira.

A autorização do SLP vai custar R$ 400,00 e será por 20 anos, prorrogável por igual período. O novo regulamento também simplifica os procedimentos tanto para a obtenção das autorizações quanto para a homologação dos equipamentos que serão utilizados. As mais de 19 mil prestadoras cadastradas atualmente, que contam com 540 mil estações licenciadas pela Anatel, terão suas licenças de serviços adaptadas.

A medida deverá permitir a expansão dos programas governamentais de inclusão digital no país. A prefeitura, por exemplo, poderá prestar o serviço de internet de forma direta, sem precisar contratar nenhuma empresa. Até agora, ela contratava uma empresa autorizada a prestar o Serviço de Comunicação Multimídia para isto.

O programa Cidades Digitais, coordenado pelo Ministério das Comunicações, será um dos principais beneficiados com o novo regulamento do SLP. Informações d´O Globo.

 








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia