WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




alba



bahiagas





julho 2013
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

editorias






:: 27/jul/2013 . 11:58

DESGASTE DE VANE REABILITA AZEVEDO

Azevedo: novamente punido pelo TCM.

Azevedo deixou governo com imagem de incompetente, mas hoje é o maior beneficiado com os tropeços de Vane

Confirmando o dito popular de que “o boi morre para alegria do urubu”, a empresa de pesquisas Sócio Estatística tem constatado que o desgaste do governo Vane do Renascer beneficia o ex-prefeito Capitão Azevedo, que comandou o município até dezembro passado.

Quando no governo, Azevedo era visto como um gestor sem comando, desorganizado e que não planejava. Deixou vários “abacaxis” para o sucessor descascar, como débitos com servidores e fornecedores e obras inconclusas. Mas o tempo conspira contra a memória e o esquecimento vira trunfo de quem aprontou no passado e está momentaneamente fora do cenário, à espera da hora de retornar.

Segundo pesquisa da Sócio Estatística, feita entre os dias 19 e 24 de julho, a percepção positiva do governo Vane é de apenas 5,8%; a negativa atinge 61,2%. O que ainda dá um alento ao gestor é a esperança de que as coisas irão melhorar, manifestada por 48% das pessoas consultadas, empatando com a soma dos que acham que vai piorar (27%) e dos que consideram que tudo continuará na mesma (21%).

A conclusão do sociólogo Agenor Gasparetto, diretor da Sócio Estatística, é a seguinte: “como homem religioso que é, Vane precisa ter fé que será capaz de reverter situação, mas fé por si só não será suficiente para confirmar  expectativa da população”.

PROTESTO TERMINA, MAS REINAUGURAÇÃO É ADIADA

Monteiro se comprometeu a atender reivindicações dos moradores (foto Pimenta)

Monteiro se comprometeu a atender reivindicações dos moradores (foto Pimenta)

Os moradores da Rua 3, do Loteamento Monte Líbano, encerraram há pouco o protesto contra as más condições daquela via.  Devido à manifestação, o prefeito Claudevane Leite foi obrigado a adiar a reinauguração da unidade básica de saúde Dilson Cordier, que funciona no local.

Além da falta de pavimentação e dos buracos na rua, os manifestantes reclamam da irregularidade da coleta de lixo  e do abastecimento de água, e de problemas na rede de esgoto. O secretário de Desenvolvimento Urbano de Itabuna, Marcos Monteiro, conversou com os moradores e assumiu o compromisso de atender as demandas.

Segundo Monteiro, a Emasa mandará uma equipe ainda hoje até a Rua 3. Ele também se comprometeu a melhorar a coleta de lixo e a enviar uma máquina para “patrolar” a via na segunda-feira, 29.

Somente após a conversa com Monteiro foi que os manifestantes liberaram o tráfego na Rua Independência, que dá acesso à Rua 3 e liga a região do bairro São Roque ao bairro Santo Antônio. Policiais militares apenas acompanharam as negociações.

Os moradores disseram que, caso as reivindicações não sejam efetivamente atendidas, um novo protesto ocorrerá na próxima semana.

ABC DA NOITE COMPLETA 51 ANOS HOJE

Caboclo e o seu ABC da Noite (Foto Daniel Thame).

Caboclo e o seu ABC da Noite (Foto Daniel Thame).

O ABC da Noite completa 51 anos de plena atividade e a comemoração será neste sábado (27),  a partir das 11 horas, no Beco do Fuxico, em Itabuna.  O Caboclo Alencar, fundador do tradicional boteco grapiúna,  vai receber os amigos, que fazem do ABC da Noite um ponto de encontro da boemia itabunense.

Além das tradicionais batidas, haverá vinho, cachaça e  salgadinhos por conta da casa, já que aos 81 anos de idade, o Caboclo resolveu abrir a mão. Dedé do Amendoim, outra figura lendária, também vai dar o ar na graça no ABC da Noite com amendoim, ovo de corda e codorna, mas ai é por conta do freguês. Leia mais

MORADORES FAZEM PROTESTO EM ITABUNA

Moradores do Monte Líbano queimam pneus em frente à unidade de saúde Dilson Cordier (foto Pimenta)

Moradores do Monte Líbano queimam pneus em frente à unidade de saúde Dilson Cordier (foto Pimenta)

Um protesto acontece neste momento na Rua 3, Loteamento Monte Líbano, em Itabuna. No local, o prefeito Claudevane Leite deverá reinaugurar logo mais a unidade básica de saúde Dilson Cordier, que passou por uma reforma na qual foram gastos R$ 134 mil.

Apontando má qualidade da obra, além do abandono da rua, os moradores interditaram o trânsito e queimam pneus no cruzamento com a Rua Independência e em frente à unidade de saúde. “Nosso sentimento é de tristeza. Moro aqui há 22 anos e nenhum prefeito fez nada por essa rua”, lamentava o representante comercial João Elísio Guerreiro.

Guerreiro lembra que na gestão do prefeito Capitão Azevedo o Governo Federal liberou recursos para a pavimentação das ruas do Monte Líbano, mas a obra foi executada somente na parte baixa do loteamento.  Segundo ele, o descaso perdura na atual administração. “Vane fez o meio fio em fevereiro e depois sumiu”, diz.

Na rua da unidade de saúde Dilson Cordier, os buracos dificultam o tráfego e o acesso de gestantes e pessoas com deficiência. Há também canos da rede da Emasa quebrados, o que faz a água potável correr ladeira abaixo.

Os moradores também criticam a qualidade da obra da unidade de saúde.

HOSPITAL DE BASE CONCLUI REFORMA

Será entregue neste sábado, 27, às 11 horas, a obra de reforma da emergência do Hospital de Base de Itabuna, unidade que também foi reequipada. De acordo com o médico Paulo Bicalho, diretor-presidente da Fundação de Assistência à Saúde Itabuna (Fasi), que administra o hospital, a intervenção foi necessária porque a emergência estava em condições “insalubres”.

Durante a reforma, os pacientes foram atendidos em uma emergência provisória. Os atendimentos na unidade reformada começam no dia 30.

“RECALL”

No embalo da exoneração do secretário Renan Araújo (Saúde), já se fala em outras mudanças no governo do prefeito de Itabuna, Claudevane Leite. Um forte candidato a ser dispensado é o titular do Desenvolvimento Social, o taciturno José Carlos Trindade.

Nas discussões internas, Mariana Alcântara migraria da Secretaria da Administração para o lugar de Trindade. E o vice-prefeito Wenceslau Júnior deixaria a pasta do Planejamento, passando a ocupar a Administração.

O PCdoB, provavelmente, indicaria o substituto de Wenceslau.

VANE AGRADECE RENAN, MAS DIZ QUE “A ATENÇÃO BÁSICA DEIXOU A DESEJAR”

(Foto Pimenta).

(Foto Pimenta/Arquivo).

Com o semblante mais tranquilo que a quinta-feira de reuniões tensas, o prefeito Claudevane Leite participava nesta sexta á tarde (26) da inauguração da sede da Bahiagás em Itabuna. Ao lado do vice-prefeito Wenceslau Júnior e do presidente da Bahiagás, Davidson Magalhães, ambos do PCdoB, o prefeito dizia em entrevista ao PIMENTA que ainda não havia definido o nome do novo secretário da Saúde. 

O nome mais provável para o cargo, no entanto, participava da solenidade: o médico e empresário Eduardo Fontes. Vane desconversou quando questionado sobre o nome para o lugar de Renan Araújo, demitido por dificuldades de mostrar avanços em uma área. “Realmente, a atenção básica deixou a desejar, não funciona como gostaríamos”, disse Vane, reconhecendo o esforço do ex-secretário no retorno da Gestão Plena. Confira a entrevista.

BLOG PIMENTA – O que levou à demissão do secretário da Saúde?

CLAUDEVANE LEITE – Entendemos que uma das pastas mais complicadas é a Saúde e reconhecemos que houve um esforço muito grande de Renan [Araújo], mas esse é um momento de mudança, tomar outro rumo, sem briga. No momento que a gente entender que um secretário precisa ser mudado, que precisa de uma dinâmica diferente, a gente vai fazer isso.

PIMENTA – Mas qual o motivo específico da exoneração?

VANE – Nós avançamos em algumas áreas: Cedorf, Hospital de Base, retorno da Gestão Plena, mas, realmente, a atenção básica deixou a desejar, não funciona como gostaríamos. Temos problemas de estrutura e a maioria das unidades é alugada. Mas esse não é o motivo principal da saída dele. A gente entende que precisa de um novo rumo. Por isso, a mudança.

PIMENTA  – Essa mudança  significa avançar em quais áreas?

VANE – O Hospital de Base melhorou bastante. A gente pegou salários atrasados, saiu de 4 para 9 leitos de UTI, amanhã (hoje) vamos inaugurar a reforma geral do hospital, mas o que precisamos hoje é que a atenção básica funcione melhor. Itabuna, como todas as cidades do país, sofre com a falta de médicos. Nós entendemos que essa reivindicação da sociedade  pelo melhor funcionamento dos postos de saúde é legítima. Espero que em agosto, setembro possamos mudar essa realidade com os postos funcionando de uma melhor maneira.

PIMENTA – O senhor já tem algum nome para o cargo?

VANE – Durante a campanha, nós prometemos que os cargos seriam indicação política, mas nunca sem perfil [para a área]. Vamos buscar uma pessoa com perfil. Nessa necessidade urgente de fazer com que a atenção básica funcione, pessoalmente estarei trabalhando neste sentido para que essa dinâmica de melhoria nas unidades possa acontecer o mais rápido possível.

__________Vane4

Não há briga com nenhum partido, muito menos o PCdoB. O PCdoB é aliado, ajudou muito a gente, tem quadros importantes no governo.

__________

 

PIMENTA – Dá para conciliar essa função com a de prefeito, levando em consideração a complexidade da Secretaria da Saúde?

VANE – É como eu estou falando… Sou prefeito de todas as secretarias, da saúde, da educação, da infraestrutura, só que colocamos pessoas capazes em cada área. A gente sente hoje que a maior dificuldade da cidade é a saúde. Com certeza, vamos ajudar muito mais a saúde. Estamos mais perto, negociando pessoalmente, vendo a questão dos recursos, para que a gente possa fazer com que a atenção básica, tão criticada com razão pelas pessoas que precisam, funcione melhor.

PIMENTA – O secretário será do PCdoB ou indicado pelo partido?

VANE – Pode ser alguém do PCdoB, pode não ser. Mas eu sempre digo que, do secretário ao gari, a nomeação é do prefeito. Há a indicação, mas sempre a gente analisa.

PIMENTA – Pelo lado político, o senhor não teme um atrito se a indicação não for do PCdoB?

VANE – Com toda a sinceridade, não há atrito no governo. O governo está unido, tem objetivo. É um governo só, uma prefeitura só, um prefeito e todas as secretarias precisam vestir essa camisa que é a da gestão.

PIMENTA – Não há atrito?

VANE – Não há briga com nenhum partido, muito menos o PCdoB. O PCdoB é aliado, ajudou muito a gente, tem quadros importantes no governo… Nós estamos trabalhando com harmonia. Nós só sentimos que precisávamos dar uma nova dinâmica, uma dinâmica melhor à Saúde. Reconhecemos o papel de Renan, que foi útil, deixou coisas boas, mas entendemos que é preciso outra dinâmica.

PIMENTA – O senhor elogiou o trabalho no Hospital de Base. Paulo Bicalho é o nome escolhido para a secretaria?

VANE – Paulo Bicalho é um técnico, já foi secretário [da Saúde]  de Itabuna e de Camaçari, tem todas as condições, mas Paulo tem feito um trabalho fantástico no Hospital de Base. Paulo mudou a realidade do hospital. Quando chegamos, desculpe a expressão, o Base cheirava mal. Era uma situação muito ruim. Com a nossa determinação, confiança, Paulo, sem interferência política, conseguiu sanear o Hospital de Base. A tendência é que ele permaneça no hospital para que possamos ajudá-lo, principalmente após a vinda da Gestão Plena.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia