WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










agosto 2013
D S T Q Q S S
« jul   set »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

editorias





itao




O TEMOR DOS PROFESSORES DO CISO

Os professores do colégio Ciso (Centro de Integração Social), localizado em Itabuna, certamente têm lembranças desagradáveis da tarde de quarta-feira (31). Um aluno da 7ª série, aparentando estar drogado, mostrou sinais de agressividade na sala de aula, chutou a mão de uma monitora que o levaria à secretaria e agrediu verbalmente a diretora ao ser comunicado que seria expulso. Por fim, disse que cortaria a garganta da secretária quando estivesse fora da escola.

A Polícia Militar foi acionada, para que as agressões fossem registradas, e um clima de pavor se instaurou no Colégio. Uma professora identificou, através das sobrancelhas do aluno, que ele é do Raio B.

“O medo que a gente tem é de o menino, que ia à escola com frequência, ficar com raiva e voltar armado para se vingar”, disse outra educadora. O sentimento, ressalta ela, é compartilhado pelos demais profissionais que atuam no local.

Leia a íntegra no Diário Bahia

13 respostas para “O TEMOR DOS PROFESSORES DO CISO”

  • Amor e carinho... says:

    “Amor e carinho, atenção, respeito e dignidade. Nada de policia !!! A polícia é truculenta e arbitrária”.

    É nisso que dá essa frescura…

    Agora vá a PM e resolva, para depois ser apedrejada pelos “fresquinhos” de plantão. E o pior é que não vai faltar é advogado, muita atenção social e psicólogos à vontade, sociólogos de plantão, antropólogos que justifiquem em suas “teses” a existência de RAIOS diversos.

    REPÚBLICA POPULAR DA CHINA NELES !!!

  • Comunista da Sibéria says:

    “Uma professora identificou, através das sobrancelhas do aluno, que ele é do Raio B.” ?????? Cade o Lévi-Strauss quando precisamos dele?!

    Prédio caindo aos pedaços, educação sucateada, professores despreparados e mal pagos, juventude sem perspectiva. O Ciso da memória afetiva itabunense é um e o Ciso da Bahia de Todos os Nós e da Cidade de Paz de mentirinha é outro.

  • maria luisa says:

    ESSES SÃO NOSSOS ALUNOS ,NOSSOS JOVENS .

  • educadora says:

    As pessoas alegam logo que os jovens não tem perspectivas. Nunca a juventude contou com assistência tanto quanto agora. E não digam que é politicagem. As escolas de hoje, a maioria é ajardinada, arejada, arrumada, com professores interessados em ver o crescimento intelectual e moral dos alunos. É projeto de música, leitura, ciências; bolsa-auxílio, lanche, livro, provinha fácil para o menino não ficar ansioso, não se sentir inseguro, acolhimento de toda parte e os resultados são os mais pífios. Bolsa para estudo extra até os 29 anos; universidade sem estresse de vestibular; possibilidade de intercâmbio, de premiação em Festival de música, de jogos, oportunidades que as gerações anteriores jamais imaginaram.

    Alunos arrogantes que não sabem ler, nem escrever, porque foram promovidos ano a ano pelas leis que os iludem; que quando são convidados à leitura em classe, respondem na lata: Quero ler não!!! Que armam briga, barraco na escola sem o menor constrangimento. Que chamem pai, mãe, o bispo, o papa, a diretora. E vejam que aluno que vai estudar não tem queixa de professores, somente os estúpidos.

    Quem se sente confortável trabalhando num local onde as pessoas necessitadas do serviço que vai oferecer – por dever e direito – tem que passar por bullying de filhos da espécie humana? No mínimo constrangedor, pois ninguém estuda mais que professor, que para fazer jus a uma “merreca” tem que estar em constante formação. Muitos médicos não querem trabalhar em postos de saúde, por quê?

    Certos alunos não precisam usar droga, basta ser chamado a melhorar a letra, já fica com ódio. Dia desses um aluno convidado a refletir sobre sua agressividade saiu-se com essa: “Tenho tio promotor, posso fazer o que quiser que não acontece nada comigo. Professor pra mim não é nada. Na hora que eu quiser arrebento professora que se acha e fica por isso mesmo”. As pedagogias “psi” aparecem logo com uma série de justificativas vãs cujo resultado é o embrutecimento social.

    Será que alguém estuda, chega a ser promotor para ajudar parente a ser mais um vândalo, mais um estúpido social? A tentativa do aluno de intimidar as pessoas de sua convivência tem a mesma finalidade coronelista,/cangaceira: “Sabe com quem está falando? Se meta comigo, não!!!”

    O ódio aumenta se a professora conta a história da menina paquistanesa que quer escola para todas as meninas, razão de quase ter morrido assassinada por uma instituição, perguntando: E vocês, o que fazem com a escola que tem? Com os professores e colegas que querem avançar nos estudos? A resposta é uma estrondosa vaia. A docência é uma profissão de alto risco, no mínimo estressante.

    Precisamos agir rápido, porque nossas leis e nosso sistema educacional não educam o indivíduo. Se estivessem cumprindo o seu papel, as prisões não estariam abarrotadas de jovens que deveriam estar produzindo riquezas, formando suas famílias e uma sociedade mais justa e igualitária como todos querem, no lugar de estarem onerando a sociedade.

  • Trajano says:

    Bem, então vamos lá… OS PROFESSORES POR MAIS DE UMA DÉCADA FICARAM PONDO NA CABEÇA DOS ALUNOS QUE ESSE GOVERNO DO PT ERA O MELHOR e então a violência tá aí, e depois ficam querendo achar culpados a CULPA E SUA PROFESSOR PORQUE VOCÊS FORAM CABO ELEITORAIS DO PT .

  • Iansa says:

    Trajano,

    Isso aqui meu amigo, nao tem nada a ver com política partidária, acorde, Se não somos respeitados é pq a sociedade perdeu valores ou não as consolidou. Seu alienado.

  • Em março /2013 fiz a seguinte postagem…..hoje, infelizmente a confirmação do que afirmamos! Vergonha!!!!!!!!!

    Violência nas Escolas

    É público e notório como funciona o “sistema” dos Raios… altamente hierarquizado, possuem estrutura em cascata. Temos que cortar o mal pela raiz… lideranças externas camufladas, agindo em todos os cantos da cidade… preocupa-me, como iremos atuar nas escolas em 2013, com qual segurança? Uma Unidade da PM Ronda Escolar para cobrir todas as escolas, municipais e estaduais da cidade? Itabuna mais parece uma Agência de Bicicletas, cheia de raios, assistiremos a tudo como expectadores, os nossos jovens partindo sem volta? A família já se foi… a Igreja já perdeu o rumo… E agora as escolas? Será o fim? Famílias, alunos, professores, funcionários e diretores ameaçados… alunos impedidos de frequentar as escolas, aumentando a evasão e a repetência, outros terem que retornar mais cedo para casa por causa dos Raios…. acho que devamos dar um basta nisso! Já fazemos a nossa parte, com ações voltadas para conscientização nas salas de aula, contra o uso de drogas e violência. A Civil e a PM fazem o seu papel… Itabuna merece ser tratada com respeito…. Fechemos as “fronteiras” da nossa cidade! O grande financiador da violência é o tráfico, suspendamos o crédito!

    Desabafo!
    Políticas públicas para as famílias devem ser promovidas com mais ênfase.
    Existe uma falência moral da família, da igreja e dos alicerces que ancoram a sociedade, “‘ empurram e transferem” para a escola suas responsabilidades, tudo recaindo sobre a mesma….
    As escolas não são casas de recuperação, não temos habilidades e não queremos lidar com drogados e dependentes químicos.
    A escola não pode ser encarada como o último “porto seguro’, dependentes químicos devem ser tratados em centros e/ou clínicas de recuperação.
    Professor não é psiquiatra e nem psicólogo, nem o Estado disponibiliza tais profissionais.
    Na escola não se pode pregar a parábola das ‘ Cem Ovelhas”, abandonar 2.299 alunos por causa de um, nem destruir o trabalho com 2.299 famílias, por conta de uma que se dispersou.

  • pais e mães das escolas públicas. says:

    ” Em 2012 nós das escolas públicas estaduais ficamos 100 dias sem aula “a onde estava os vereadores? A onde estava os deputados estaduais? A onde estavam os prefeitos ?A onde estava o ministério público o concelho tutelar o governador ?A polícia? Por onde andava à cidadania ?Não somos nós os únicos culpados! É toda à rede.Afinal vivemos em rede é ou não é?

  • Maria says:

    Professores sempre foram cabos eleitorais do PT e seu discurso de paladinos dos direitos humanos ( estória de cobertura para enfraquecer as instituições e instalar a ditadura velada, que é seu projeto de perpetuação no poder ). Agora, quando o bicho tá pegando chamam a PM, fala-se em usar onExército na segurança públia… danem-se voces agora, professores, pois a minha segurança eu faço na minha cintura.

  • Policial Militar... says:

    “EDUCADORA”… VOCÊ DISSE TUDO QUE TENHO VONTADE DE DIZER E NÃO DIGO PRA NÃO LEVAR A FAMA DE “TRUCULENTO” OU SAUDOSO DE 64…

    VOCÊ É “RETADA” MULHER !!!

  • Profº Max says:

    Os alunos são vítimas deste sistema nefasto que governa nosso país, fala-se em punir mais coloco aqui algumas sugestões:
    01- o governo chama o aluno de cliente
    Resposta: temos que aprovar todos, para que os filhos dos governantes, não percam seu lugar..

    02- bolsa família:
    resposta:deveria ter bolsa cultura, não que seja do meu agrado, mais pelo menos seria uma outra viela…

    03- ECA ( Estatuto da Criança e do Adolescente )
    Resposta: absoleto, inviável, perverso, desumano, mentiroso e inoperante. A cada seis meses surgem novas tecnologias, novas tendências e etc.. e o ECA já tá vovô… foi criado para aquela geração do século passado.

    04- Escola:
    Resposta: tem comida, livros, farda, professores…. falta: quadra poliesportivas, teatro, dança, música, fanfarra e melhores aulas…

    a violência não existe quando você trata as pessoas como seres humanos, quando você chega junto, quando ama, quando respeita…
    é a profissão mais próxima do futuro, hoje tenho 44 anos se tivesse novamente 20 seria educador novamente.

  • Muito bem IANSA, a sua opinião quanto ao TRAJANO é certa, ele é um alienado, o que está acontecendo não tem nada a ver com política partidária e sim com a perda dos valores na sociedade.
    Quando eu era menino, eu ouvi a minha tia dizer que não ia criar os filhos dela como ela foi criada, ela reclamava que tinha sido criada com muito rigor, ela disse que ia dar toda a liberdade para os filhos. Outro episódio que me chamou a atenção foi que o esposo dela esta botando cerveja na boca do filho e a mão dela reclamou com ele e pediu que não botasse bebida alcoolica na boca da criança, ele não gostou e disse que fazia sim que ninguém mandava nele.
    O resultado dessa falta de responsabilidade para com os filhos resulta em filhos rebeldes, não respeitam ningúem, se transformam em viciados começando pela bebida alcoolica e depois partem para drogas mais fortes tipo crack, maconha cocaína.
    A conclusão disso tudo que está acontecendo com os jovens de hoje é seguinte: os país estão dando muita liberdade aos filhos sem vigiá-los, essa total liberdade os deixam rebeldes e uma rebeldes eles não respsitam nada nem ninguém e acham que podem fazer tudo e acham que estão acima da Lei.
    MINHA OPINIÃO: é preciso que a família resgatem os valores que foram passados pelos seus antecessores e ensinem esses valores aos jovens de hoje para eles aprenderem que devem respeitar pai, mãe, os idosos, todas as pessoas da família, respitar as Leis, ensinar esses jovens a ter fé em Deus, frequentar uma religião seja ela católica ou prostestante, ensinar esses jovens a gostarem de estudar de trabalhar, para poder ter uma perspectiva de um futuro melhor.

  • pais e mães das escolas públicas. says:

    Só quando houver respeito mútuo,haverá harmonia entre nós alunos(a), pais mães ,servidores(a) públicos da educação ,servidores públicos da secretaria de segurança.Quando nós, “podermos olhar nossa sombra refletida pela luz que emitimos”!Sem medo. Ai sim estaremos caminhando rumo à liberdade.

Deixe seu comentário






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia