WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










agosto 2013
D S T Q Q S S
« jul   set »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

editorias






:: 3/ago/2013 . 17:27

FALSO PRODUTOR DO SBT APLICOU GOLPES USANDO A “GAGA DE ILHÉUS” NA BA E SE

Gaga de Ilhéus chora ao ser presa no Sertão Baiano (Reprodução TV Rio Real).

Gaga de Ilhéus chora ao ser presa no município baiano (Reprodução TV Rio Real).

Solange Damascena, a Gaga de Ilhéus, acabou presa junto com estelionatários que se passavam por produtores do Domingo Leal, do SBT. A prisão ocorreu no município de Rio Real (BA). Solange disse que foi enganada pelos estelionatários e chorou diante das câmeras da equipe do Rio Real TV.

Os estelionatários se passavam por funcionários do Domingo Leal e tentavam aplicar golpes no Nordeste. “Gaga” diz ter participado de eventos da quadrilha em Itapetinga e Aracaju. “Sou pessoa honesta”, disse ao negar que soubesse do esquema. O estelionatário teria dito a Solange que era “irmão de Sílvio Santos”. O nome do “esperto” é Gerson dos Santos, que deu golpes em empresas e prefeituras e foi preso com carro roubado de locadora, segundo a polícia.

A “Gaga de Ilhéus” tornou-se famosa após uma montagem de voz e imagens ser vista por mais de 1 milhão de pessoas no Youtube. De celebridade da internet, Solange passou a humorista, com participações em programas na Record e Rede TV.

As últimas aparições da “Gaga” ocorreram na campanha política de Ilhéus, ano passado. Antes, como mostrou matéria do PIMENTA, ela estava sobrevivendo do que obtinha com a venda de cocada no Bataclan (relembre aqui). Confira o vídeo com a prisão do bando e como Solange Damascena caiu no golpe.

BRANDÃO QUER DEBATE SOBRE VIOLÊNCIA NAS ESCOLAS

Brandão quer debate amplo sobre a violência nas escolas

Vereador quer debate amplo sobre a violência nas escolas

As agressões de que professores têm sido vítimas em escolas de Itabuna deverão ser tema de discussão na Câmara Municipal. A intenção é do vereador Júnior Brandão (PT), que a manifestou neste sábado, 3, ao PIMENTA.

Brandão pretende agendar sessão especial para o mês de setembro, reunindo Ministério Público, Conselho Tutelar, Poder Judiciário, OAB, pais, professores, estudantes e imprensa.

“Vamos debater ações práticas contra as agressões que profissionais da educação têm sofrido”, adianta o vereador. Ele afirma que defenderá a elaboração de uma carta de intenções, com a proposta de medidas concretas.

O petista é educador e filho do professor e ex-vereador Josué Brandão, que fundou o Centro de Integração Social (Ciso). Neste estabelecimento, funciona o Colégio Estadual Sesquicentenário, onde, na quarta-feira, 31, um aluno da 7ª série chutou a mão de uma monitora e agrediu verbalmente a diretora (leia aqui).

Não se trata de caso isolado, mas de uma situação que tem sido vivenciada com frequência cada vez maior em escolas públicas de Itabuna. Brandão defende que o problema seja debatido de maneira ampla. “São famílias desestruturadas, filhos que não obedecem os pais, poder público e privado que não oferecem oportunidades para esses adolescentes”, aponta o vereador.

SHOW DE ROSA DE SARON ATRAI GRANDE PÚBLICO; MENDIGO BLUES CRITICA FESTIVAL

Show da Rosa de Saron levou multidão à Beira-Rio (Foto Pedro Augusto/Divulgação).

Show da Rosa de Saron levou multidão à Beira-Rio (Foto Pedro Augusto/Divulgação).

Aproximadamente 20 mil pessoas lotaram o estacionamento do Espaço Cultural Josué Brandão no encerramento do Festival Multiarte Firmino Rocha, em Itabuna, nesta sexta (2). A principal atração da noite foi a banda Rosa de Saron, que levou uma multidão de católicos à Beira-Rio.

Realizado pela Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Ficc), o festival começou no dia 28 e abriu espaço para música, teatro, cinema e dança.

CRÍTICAS

O evento foi criticado por uma banda local, a Mendigos Blues. Em nota, a banda reclamou da falta de estrutura para as atrações locais e disse que, após divulgação, foi obrigada a se apresentar uma hora antes do programado.

– Fomos expulsos do palco sem ter usufruído de menos de metade do tempo previsto (tocamos 3 músicas, com o som, que diga-se de passagem era bom e deve ter custado muito caro, falhando a todo instante…) em uma atitude de descumprimento do que dizia o edital quanto ao tempo de apresentação…  – informa a nota.

A banda questionou a organização do festival e disse ter ouvido que “A escada é logo ali, podem se retirar!””. Clique no “leia mais” para ler a íntegra da nota da Banda Mendigo Blues.

:: LEIA MAIS »

APÓS “CHOCOLATE” DO BARCELONA, SANTOS É CONVIDADO PARA JOGO CONTRA O TAITI…

O placar elástico do jogo de ontem (2) em que o Santos foi humilhado pelo Barcelona (8 a 0) levou até os camaradas da seleção do Taiti a propor uma partidinha com os meninos da Vila Belmiro. A “proposta” foi da Federação de Futebol do Taiti, via Twitter.

A seleção taitiana fez sucesso (não pelo futebol, mas pelo astral) no Brasil, em junho, durante a Copa das Confederações.

Abaixo, a prova do convite…

Na mensagem em inglês, taitianos convidam o Peixe para uma partidinha (Reprodução Twitter).

Na mensagem em inglês, taitianos convidam o Peixe para uma partidinha (Reprodução Twitter).

JONAS PAULO DIZ QUE MOMENTO É DE REAFIRMAR LIDERANÇA DO PT

Jonas Paulo: controlamos a crise (Foto Pimenta).

Presidente petista diz que movimentação das ruas reforça importância da candidatura própria (Foto Pimenta).

As pesquisas mostram que o PT, em função de sua posição de destaque na política nacional, foi o partido mais prejudicado com as mobilizações das ruas. Diante desse cenário, o presidente da legenda na Bahia, Jonas Paulo, acredita que o momento seja de dar a volta por cima e mostrar força.

Falando sobre a sucessão de Jaques Wagner, Jonas Paulo disse que “a movimentação das ruas reforça ainda mais a tese da importância de se vincular a eleição do estado com a nacional, onde a candidatura petista tem papel central”. A mensagem é clara: o PT apostará na candidatura própria em 2014.

O presidente petista declarou ainda que a presença do partido na cabeça da chapa majoritária significa “a reafirmação da liderança do PT na Bahia, maior estado com um governador petista, para consolidar nosso projeto político nacional”.

Jonas Paulo prevê para novembro o anúncio do candidato à sucessão de Wagner.

ESCOLAS NA UTI

Governo anuncia melhorias em escolas (foto Wilson Oliveira)

Governo anuncia melhorias em escolas (foto Wilson Oliveira)

A Secretaria da Educação de Itabuna anunciou nesta sexta-feira, 2, reformas em 14 escolas da rede municipal. Nove delas, segundo o governo, encontram-se em situação de urgência; nas outras cinco, a necessidade das obras é “urgentíssima”.

Todos esses estabelecimentos situam-se em bairros pobres e atendem crianças que podem contar apenas com a educação para um dia mudar de vida. As condições das escolas, porém, denunciam uma crônica falta de planejamento, atenção e prioridade diante de um setor tão vital.

Claro que a notícia das melhorias é bem vinda, embora se evidencie a falta de zelo e bom senso quando a escola precisa chegar a uma situação “urgentíssima” para que se tome alguma providência. É por isso que não surpreende o relato desanimador de uma educadora, publicado hoje, aqui mesmo no PIMENTA.

ABRIL ENCERRA 4 PUBLICAÇÕES E DEMITE 150

Última edição da Alfa

Última edição da Alfa

Comunique-se

Voltada para o público masculino e com pautas sobre comportamento, carreira, estilo e mulheres, a revista Alfa foi encerrada pelo Grupo Abril. No mercado desde setembro de 2010, a publicação não completou três anos. Além dela, Gloss, Bravo e Lola também serão descontinuadas. Com as mudanças, que foram oficializadas pela Abril nesta tarde, 150 colaboradores foram dispensados.

Não é de hoje que apostas em torno dos títulos da Abril são feitas. Com registro de demissões em massa, a editora evitou falar sobre o assunto. Embora muitos funcionários tenham sido desligados, alguns serão mantidos e remanejados pela editora. A partir de agora, Sérgio Gwercman, que estava à frente de Alfa, assume a Direção de Redação de Quatro Rodas. Viagem &Turismo terá como diretora de Redação Angélica Santa Cruz, que respondia pelo comando de Lola.

Leia mais

CARANDIRU: POLICIAIS CONDENADOS A 624 ANOS DE PRISÃO

111 presos foram mortos no massacre

111 presos foram mortos no massacre

Elaine Patrícia Cruz | Agência Brasil

Os sete jurados que compõem o conselho de sentença decidiram, na madrugada de hoje (3) condenar os 25 policiais militares pela ação policial que resultou na morte de 52 detentos no terceiro pavimento do Pavilhão 9 da extinta Casa de Detenção do Carandiru.

Eles foram condenados a 624 anos de prisão, cada um, por homicídio qualificado (com pena mínima de 12 anos para cada crime, ou seja, para cada uma das mortes) a ser cumprida inicialmente em regime fechado. O juiz RodrigoTellini de Aguirre Camargo também determinou a perda do cargo público para os policiais que continuam na ativa. Os réus poderão recorrer em liberdade.

Os jurados demoraram cinco horas para responder as 7,3 mil questões que decidiram a sentença. Eles tiveram que responder a quatro perguntas para cada uma das 73 vítimas do massacre, multiplicado pelo número de réus. As perguntas se referiam à materialidade, ou seja, questionou se houve crime; autoria (se o réu foi o autor do crime); absolvição e qualificadora (ações que podem ter agravado o crime). Apesar dos promotores do caso terem pedido a absolvição dos réus para 21 das 73 mortes, os jurados precisaram responder às perguntas referentes também a essas vítimas.

Leia mais

PROFISSÃO DE ALTO RISCO

violência escolas

Reflexões de educadora itabunense revelam o estresse da docência

“Tenho tio promotor, posso fazer o que quiser que não acontece nada comigo. Professor pra mim não é nada. Na hora que eu quiser, arrebento professora que se acha e fica por isso mesmo”

As pessoas alegam logo que os jovens não tem perspectivas. Nunca a juventude contou com assistência tanto quanto agora. E não digam que é politicagem. As escolas de hoje, a maioria é ajardinada, arejada, arrumada, com professores interessados em ver o crescimento intelectual e moral dos alunos. É projeto de música, leitura, ciências; bolsa-auxílio, lanche, livro, provinha fácil para o menino não ficar ansioso, não se sentir inseguro, acolhimento de toda parte e os resultados são os mais pífios. Bolsa para estudo extra até os 29 anos; universidade sem estresse de vestibular; possibilidade de intercâmbio, de premiação em Festival de música, de jogos, oportunidades que as gerações anteriores jamais imaginaram.

Alunos arrogantes que não sabem ler, nem escrever, porque foram promovidos ano a ano pelas leis que os iludem; que quando são convidados à leitura em classe, respondem na lata: Quero ler não!!! Que armam briga, barraco na escola sem o menor constrangimento. Que chamem pai, mãe, o bispo, o papa, a diretora. E vejam que aluno que vai estudar não tem queixa de professores, somente os estúpidos.

Quem se sente confortável trabalhando num local onde as pessoas necessitadas do serviço que vai oferecer – por dever e direito – tem que passar por bullying de filhos da espécie humana? No mínimo constrangedor, pois ninguém estuda mais que professor, que para fazer jus a uma “merreca” tem que estar em constante formação. Muitos médicos não querem trabalhar em postos de saúde, por quê?

Certos alunos não precisam usar droga. Basta ser chamado a melhorar a letra, já fica com ódio. Dia desses um aluno convidado a refletir sobre sua agressividade saiu-se com essa: “Tenho tio promotor, posso fazer o que quiser que não acontece nada comigo. Professor pra mim não é nada. Na hora que eu quiser, arrebento professora que se acha e fica por isso mesmo”. As pedagogias “psi” aparecem logo com uma série de justificativas vãs cujo resultado é o embrutecimento social.

Será que alguém estuda, chega a ser promotor para ajudar parente a ser mais um vândalo, mais um estúpido social? A tentativa do aluno de intimidar as pessoas de sua convivência tem a mesma finalidade coronelista,/cangaceira: “Sabe com quem está falando? Se meta comigo, não!!!”

O ódio aumenta se a professora conta a história da menina paquistanesa que quer escola para todas as meninas, razão de quase ter morrido assassinada por uma instituição, perguntando: E vocês, o que fazem com a escola que têm? Com os professores e colegas que querem avançar nos estudos? A resposta é uma estrondosa vaia. A docência é uma profissão de alto risco, no mínimo estressante.

Precisamos agir rápido, porque nossas leis e nosso sistema educacional não educam o indivíduo. Se estivessem cumprindo o seu papel, as prisões não estariam abarrotadas de jovens que deveriam estar produzindo riquezas, formando suas famílias e uma sociedade mais justa e igualitária como todos querem, no lugar de estarem onerando a sociedade.

Educadora








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia