Tauã exibia nas redes sociais objetos que roubava (Reprodução).

Tauã exibia nas redes sociais objetos que roubava (Reprodução).

O adolescente assassinado a tiros na noite da última quinta-feira (15) no Antique, em Itabuna, era considerado o terror da região do Centro Integrado Oscar Marinho Falcão (Ciomf), no Bairro Santo Antônio. A rua de acesso ao colégio era uma das preferidas de Charles Tauã Argolo Vieira, de 19 anos.

Alunos do colégio estadual revelam que ele sempre agia armado com revólver calibre 38. Celulares, dinheiro e até calçados eram os objetos preferidos do bandido.

Não era raro o ladrão exibir o objeto do roubo nas redes sociais. Uma das vítimas é estudante do Ciomf. Teve par de sandálias roubado por Tauã. Dias depois, o calçado era exibido pelo assaltante no próprio perfil no Facebook, conforme contou ao Pimenta colega de uma das vítimas. A orientação aos alunos sempre é evitar andar só nos acessos à escola. A região é cercada por matagal.

Além de jovens estudantes, os alvos de Tauã também eram as casas comerciais do centro da cidade. Conforme pessoas ouvidas pelo Pimenta, o adolescente se exibia como “chefe” do condomínio popular onde residia, o Pedro Fontes I.