WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba



policlinica





agosto 2013
D S T Q Q S S
« jul   set »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

editorias






:: 22/ago/2013 . 18:20

JUIZ DE ITABUNA É INVESTIGADO POR SUPOSTO ENVOLVIMENTO NO TRÁFICO DE MULHERES

hyginoDenunciado pelo Ministério Público da Bahia por suposto envolvimento no crime de tráfico internacional de mulheres, o juiz de direito Antônio Hygino Filho, de Itabuna, será alvo de novo procedimento investigatório. A determinação é do Pleno do Tribunal de Justiça da Bahia e está publicada na edição desta quinta-feira, 22, do Diário da Justiça Eletrônico.

Na ocasião em que se deram os fatos de que o magistrado é acusado, ele atuava na comarca de Buerarema, vizinha a Itabuna. A nova apuração determinada pelo TJ-BA visa confirmar se o juiz realmente tinha conhecimento do tráfico de mulheres e até mesmo se teria comprado passagem para uma menina viajar para a Espanha.

O relator do caso no tribunal é o desembargador Jefferson Alves, que defendeu a nova investigação. Com informações do Bahia Notícias

NOVO CIDADÃO BAIANO

O bispo Dom Ceslau Stanula recebe das mãos dos deputados Sandro Régis, Augusto Castro (centro) e Marcelo Nilo o título de cidadania baiana. A solenidade foi realizada na sede da AABB, em Itabuna. Dom Ceslau comanda a diocese itabunense desde 1997. A foto é de Alex Mateus.

O bispo Dom Ceslau Stanula recebe das mãos dos deputados Sandro Régis, Augusto Castro (centro) e Marcelo Nilo o título de cidadania baiana. A solenidade foi realizada na sede da AABB, em Itabuna. Dom Ceslau comanda a diocese itabunense desde 1997. A foto é de Alex Mateus.

ABRE O OLHO, JOAQUIM BARBOSA!

Manu BerbertManuela Berbert | [email protected]

Particularmente não acredito no fim da corrupção com a condenação dos réus do mensalão, mas carrego comigo a certeza de que a luz do fim do túnel da impunidade foi ele quem acendeu. Abre o olho, ministro!

Não precisa estar morando em Brasília para sentir que estão tentando transformar o processo do mensalão, que poderia ser um marco na moralização da política nacional, numa enorme pizza mal cheirosa e indigesta. Tudo começou quando o revisor do caso, Ricardo Lewandowski, comentou que Joaquim Barbosa estava atrasando a entrega do seu relatório.  O ministro revidou afirmando que os autos estavam disponíveis eletronicamente na base do Supremo Tribunal Federal, alegando inclusive que se estavam ignorando-o era por preguiça ou vontade de que prescrevesse, garantindo a vitória e absolvição da corja.

É preciso ressaltar que estamos falando de algo assustador: além do montante roubado descaradamente dos cofres públicos, são 40 acusados e mais de 650 testemunhas elencados em mais de 49 mil páginas. Embora delicadeza não faça mesmo parte da sua conduta pessoal e profissional, o prazo para o julgamento fez com que Joaquim Barbosa fosse grosseiro com o também ministro Lewandowski, pedindo que não se excedesse nas falas. Era o que faltava para que se instalasse um caos na alta Corte da justiça do país.

Acusam Joaquim Barbosa de debochado, soberbo e autoritário. O jornalista Ricardo Noblat, reconhecido nacionalmente, chegou a escrever em artigo bombástico que falta a ele “conhecimento de assuntos de direito”, afirmando que grandes juristas da primeira linha do país atestam essa opinião. “Quem o Ministro Joaquim Barbosa pensa que é?” questionou para, em seguida, afirmar que o mesmo fora indicado pelo então presidente Lula por ser negro, e que seria politicamente correto para o partido agir assim à época.

Acontece que é aí que mora o X da questão: o desempenho dele desagrada ao PT. Como deve ao partido sua nomeação para o STF, esperavam que atuasse de forma errônea e não fizesse essa devassa na vida de grandes nomes da política nacional. Tornou-se um anjo preto para o povo brasileiro porque teve a coragem de enfrentar a maior roubalheira já vista por aqui. Agora, como era de se esperar, querem puxar o seu tapete.

Particularmente não acredito no fim da corrupção com a condenação dos réus do mensalão, mas carrego comigo a certeza de que a luz do fim do túnel da impunidade foi ele quem acendeu. Abre o olho, ministro!

Manuela Berbert é publicitária, jornalista e colunista do Diário Bahia.

PERIGO NA CÂMARA

armaO objeto que você na foto pode parecer uma arma artesanal e até serve a essa finalidade, mas na verdade é uma ponta da estrutura dos assentos do plenário da Câmara de Vereadores de Itabuna.

Há poucos dias, quando da inauguração da nova sala de imprensa do legislativo, o secretário municipal da Saúde, Plínio Adry, enganchou a calça no “artefato”  e a roupa do médico foi rasgada. Por pouco o homem não saiu ferido.

Apesar do episódio, a direção da casa não tomou nenhuma providência para eliminar o perigo e o afiado – e enferrujado – objeto metálico continua lá, a espera de novas vítimas.

Todo cuidado é pouco.

BANCADA EVITA CONVOCAÇÃO DE JABES

Em meio ao pandemônio instalado em Ilhéus há mais de 40 dias, o vereador Fábio Magal (PSC), neo-adversário do prefeito Jabes Ribeiro (PP), tentou aprovar um requerimento para a convocação do chefe do executivo. Magal afirma que desejava ouvir explicações sobre a crise, que afeta toda a cidade e tem reflexos no comércio.

A possibilidade de ver Jabes aperreado na Câmara, no entanto, não será concretizada porque a bancada do prefeito cuidou de evitar o constrangimento. O pedido de Magal foi derrubado por sete votos a seis.

“Jabes está blindado na Câmara”, diz o vereador.

MUTIRÃO TEM APOIO DA BAHIAGÁS

Apoio é oferecido pelo terceiro ano consecutivo

Apoio é oferecido pelo terceiro ano consecutivo

Pelo terceiro ano seguido, a empresa Bahiagás dará apoio ao Mutirão do Diabético, que realiza sua nona edição no dia 9 de novembro. O evento é uma iniciativa da Associação dos Diabéticos de Itabuna (Asdita) e do Hospital de Olhos Beira Rio, sendo considerada uma das maiores mobilizações do País pelo tratamento e prevenção do diabetes.

Segundo o diretor da Bahiagás, Davidson Magalhães, o apoio se encaixa na política de responsabilidade social da empresa. Ele afirma que a estatal investe parte dos lucros em projetos como o Mutirão do Diabético e programas de incentivo ao esporte, cultura e inclusão social”.

O médico Rafael Andrade, que coordena o mutirão, diz que o apoio permitirá ampliar “as ações de prevenção na Feira da Saúde, como a realização de exames de glicemia e pressão arterial e a distribuição de kits com material educativo”.

O PROTESTO NA J.S. PINHEIRO

Vídeo mostra o protesto de ontem (21) na Avenida José Soares Pinheiro, em Itabuna, quando a via ficou interditada por aproximadamente uma hora. Este foi o terceiro protesto e a promessa dos moradores é de nova interdição, caso o governo não cumpra o prometido.

BRASIL RECEBERÁ 4 MIL MÉDICOS CUBANOS ATÉ DEZEMBRO

medico-cubano

Aline Leal Valcarenghi | Agência Brasil

O Ministério da Saúde anunciou nesta quarta-feira, 21, que até o final do ano 4 mil médicos cubanos vão chegar ao Brasil para atuar nas cidades que não atraírem profissionais inscritos individualmente no Mais Médicos. Na segunda-feira, dia 26, chegam 400 profissionais, que vão passar pelo mesmo processo de avaliação dos médicos com diploma estrangeiro e sem revalidação do diploma inscritos na primeira etapa do programa.

Nem o Ministério da Saúde, nem a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), que vai intermediar o acordo com o governo cubano, sabem dizer quanto estes profissionais vão receber pelo trabalho. “O ministério passa o mesmo valor unitário e é a Opas que vai fazer a negociação com Cuba”, disse o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, acrescentando que o acordo é entre a Opas e Cuba. O ministro ressaltou que os médicos vão suprir a demanda de parte dos 701 municípios que não foram selecionados por nenhum médico na primeira edição do programa.

As duas instituições informaram também que é o governo de Cuba que decide se os profissionais vão poder trazer sua família para o Brasil. O ministro ressaltou que, assim como com os outros profissionais, a alimentação e moradia dos médicos são responsabilidade dos municípios que os receberão.

Leia mais

ILHÉUS E ITABUNA TÊM NÚMEROS NEGATIVOS NA GERAÇÃO DE EMPREGO

carteiradetrabalhoDados divulgados nesta quarta-feira, 21, pelo Ministério do Trabalho, Emprego e Renda sinalizam para retração da atividade econômica e, consequentemente, queda nos níveis de emprego formal nas duas principais cidades sul-baianas. Os números são relativos ao período de janeiro a julho de 2013.

De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), Itabuna apresentou no período um saldo negativo de 568 postos de trabalho, no balanço entre admissões e desligamentos.  Também considerados os sete primeiros meses do ano, Ilhéus registrou 287 demissões a mais que o número de contratos de empregados com carteira assinada.

O Caged aponta que o setor de serviços continua como forte gerador de empregos formais em Itabuna, com saldo positivo de 162 vagas no período apurado. Já a indústria teve saldo negativo de 399 postos de trabalho.

Em Ilhéus, o melhor saldo foi na construção civil, com balanço favorável de 82 vagas. Já o comércio ficou devendo, com 157 desligamentos a mais que o número de admissões.

A Bahia foi o estado com o sexto melhor saldo na aferição do Caged entre janeiro e julho deste ano. Houve 67.856 contratações e 64.576 desligamentos, registrando-se saldo positivo de 3.280.

A PRIMEIRA NOTIFICAÇÃO

Jovens do Reúne Ilhéus notificados de liminar favorável à Atranspi (Foto Abrahão de Oliveira Santos).

Oficial, de bigode, notifica Reúne Ilhéus  (Foto Abrahão de Oliveira Santos).

Ontem à tarde, cinco membros do movimento Reúne Ilhéus foram notificados de liminar judicial que assegura a circulação de ônibus às empresas Viametro e São Miguel. A liminar foi concedida em favor Associação das Empresas de Transporte de Passageiros de Ilhéus (Atranspi) pelo juiz da 4ª Vara dos Feitos Cíveis, Comerciais e de Relações de Consumo, Jorge Luiz Dias Ferreira, e prevê multa de dez salários mínimos caso o movimento impeça a entrada e saída de pessoas e veículos nas garagens da São Miguel e da Viametro.

TRAFICANTE MANTINHA COMPANHEIRA EM CÁRCERE PRIVADO HÁ DOIS MESES

Um traficante foi preso acusado de manter uma mulher em cárcere privado em Eunápolis, no sul do estado, segundo informações da delegacia da cidade. Gideon Gomes Ribeiro, 19 anos, ainda é suspeito por pelo menos cinco homicídios, todos com ligação com o tráfico de drogas da cidade, segundo a Polícia Civil. Gideon foi autuado por estupro e cárcere privado.

A vítima, de 21 anos, que está tendo o nome preservado, era companheira de Gideon e contou que não saia do lugar há 2 meses. Ela foi encontrada pela Polícia Militar bastante debilitada em uma casa no bairro Alecrim II.

O delegado Élvio Brandão disse que na casa foram apreendidos materiais que teriam sido usados para provocar lesões na vítima, como fios de TV, chaves de fenda e pé de cabra. “Ela também relatou que sofria violência sexual, era obrigada a ter relação sexuais com ele”, disse Brandão ao Radar64.

O delegado falou sobre os homicídios que Gideon é suspeito, que tiveram muita crueldade na execução. “Como é o caso do Rafael, que teve os olhos arrancados. Uma moça que há pouco tempo foi encontrada com a cabeça esmagada. Um outro indivíduo que teve o braço decepado”, explica Brandão. Cada morte é investigada por um inquérito diferente. Informações do Correio.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia