Jorge Ribeiro, Zelito Monteiro e José Ferreira, o "Zé Galinha", estão entre os presos na operação

Jorge Ribeiro, Zelito Monteiro e José Ferreira, o “Zé Galinha”, estão entre os presos na operação (foto Divulgação)

A polícia desarticulou nesta terça-feira, 15, uma quadrilha que atuava dentro da Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) de Brumado, sudoeste baiano. O bando, comandado por um homem identificado como José Ferreira – o “Zé Galinha” -, tinha a participação de três servidores da Ciretran e um escrivão de polícia.

Na Operação BR-030, como foi batizada a ação deflagrada ontem após 14 meses de investigações, foram presos os servidores públicos Leda Cristina Brito dos Santos e Saulo Miranda Silva dos Santos, da Ciretran de Brumado; Ivan da Silva Santos, da Retran de Paramirim; e o escrivão Ivan Silveira, que já foi encaminhado para a Corregedoria de Polícia em Salvador. Todos responderão por crime de corrupção.

Os outros presos são Zé Galinha, líder da quadrilha; Zelito Monteiro Sobrinho; Laudinei Marinho Souza; Daniel Marinho Souza; e Jorge Ribeiro Rocha. Um menor de 17 anos foi apreendido.

Participaram da operação 100 policiais civis e 41 militares, lotados em Brumado, Salvador, Itapetinga, Bom Jesus da Lapa, Jequié, Guanambi e Vitória da Conquista. Ao todo, foram cumpridos nove mandados de prisão e 19 de busca e apreensão.

ESQUEMA – Segundo o delegado Romilson Dourado, da Delegacia Territorial de Brumado, os servidores públicos envolvidos mantinham um esquema para desvio e venda de motocicletas apreendidas, inclusive com a falsificação de documentos. As motos eram roubadas por homens sob o comando de Zé Galinha e revendidas na zona rural por valores entre R$ 600 e R$ 700,00.

Com o bando, a polícia apreendeu 15 motocicletas, 10 carros, R$ 20,8 mil em espécie, R$ 116,5 mil em cheques, R$ 70,4 mil em notas promissórias, além de processos de transferência e documentos de veículos. A quadrilha de Zé Galinha também é suspeita de atacar fazendas à noite para roubar gado.