WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










outubro 2013
D S T Q Q S S
« set   nov »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

editorias






:: 30/out/2013 . 20:35

POLICIAS FEDERAIS FAZEM “O DIA DAS BRUXAS”

Federais promoverão protesto no "Dia das Bruxas".

Federais promoverão protesto no “Dia das Bruxas”.

Policiais federais vão protestar amanhã (31) no “Dia das Bruxas”. Fantasiados, eles distribuirão panfletos à população em que cobram melhor política salarial e de carreira, além de mais investimentos na corporação.  Em Ilhéus, agentes e delegados farão panfletagem em frente à unidade, na Esperança.

A intenção é explicar “como o Governo Dilma tem promovido um boicote oficial aos Agentes Federais como castigo pelas operações anticorrupção”. As entidades que defendem os policias federais afirmam que há descaso do governo com os agente, escrivães e papiloscopistas da corporação.

Em material distribuído à imprensa, os federais afirmam que “atualmente, o Governo Dilma repassa as competências da Polícia Federal para o Exército, para a Força Nacional, e promove o sucateamento institucional do órgão, através do corte de investimentos, pelas terceirizações ilegais nos aeroportos, e principalmente pela desvalorização do investigador da PF em relação às demais carreiras públicas”.

MARIMBETA CONVOCA APROVADOS PARA 2ª FASE DE PROCESSO SELETIVO

júnior telesA Fundação Marimbeta divulgou hoje (30) edital de convocação dos candidatos a educadores sociais do Programa Viva-A-Arte. Na primeira fase, foram analisados os currículos dos concorrentes. Agora, serão realizadas as entrevistas com os aprovados.

A data e o horário da entrevista foram definidos por ordem alfabética. O candidato pode conferir o dia em que será entrevistado no edital (clique aqui). De acordo com o presidente da Fundação Marimbeta, Júnior Teles, 254 candidatos participarão desta nova fase.

As entrevistas começam na segunda (4), às 8 horas, na unidade II do Sítio, no Fonseca. São oferecidas 100 vagas para educadores sociais. Cada um terá direito a bolsa mensal de R$ 400,00.

A PROSPERIDADE DE BABAU

Um delegado federal participou de evento no Rotary Club de Itabuna e fez comparação entre sua própria situação econômica e as condições de vida do “Cacique Babau”, líder indígena que lidera as ocupações de terra na região da Serra do Padeiro, em Buerarema. Dizia a autoridade:

– Sou servidor público federal há cerca de 20 anos e há pouco tempo terminei de pagar o financiamento de um carro 2011, além de ainda não ter quitado meu apartamento… Fiquei impressionado quando cheguei à zona rural de Buerarema e encontrei Babau em uma grande casa de fazenda, onde havia estacionadas cinco picapes de luxo. Ao que parece, ele é hoje um homem milionário.

O mesmo policial não deixou animados os produtores rurais presentes no evento. Segundo ele, as coisas caminham para que a reserva indígena na região seja realmente estabelecida.

 

 

GOOGLE REVELA FORMATO INUSITADO DE IGREJA

Formato inusitado foi descoberto em imagem capturada pelo Google Earth (Reprodução).

Formato inusitado foi descoberto em imagem capturada pelo Google Earth (Reprodução).

Do Correio

A Igreja da Ciência Cristã, localizada em Dixon, Illinois, nos Estados Unidos, ficou conhecida na internet depois de sua aparência vista pelo Google Earth. A construção se assemelha ao formato de um pênis.

A igreja começou a ser construída em janeiro deste ano e, vista da rua, não dá para perceber sua forma. Um de seus slogans, por ironia, é “Rising Up”, que poderia ser traduzido como “levantando” ou “subindo”.

Em sua página do Facebook, a igreja levou o fato com senso de humor, postando “figueira gigante em breve”, referindo-se à forma que encontraram para disfarçar a semelhança. Os internautas elogiaram a postura do espaço religioso.

FRACK NÃO SABIA NADAR, DIZ CUNHADA

Cleiton morreu ontem à tarde ao mergulhar na Praia de São Miguel (Foto Divulgação).

Cleiton morreu ontem à tarde ao mergulhar na Praia de São Miguel (Foto Divulgação).

Morto por afogamento na praia de São Miguel, em Ilhéus, ontem por volta do meio-dia, o cantor Cleiton Frack não sabia nadar, segundo afirmou a cunhada Jaqueline Cruz Emboaba em entrevistas. “Ele nunca ia para o fundo”.

Vencedor do programa de talentos Astros (SBT), em 2008, Frack cumpria agenda de shows na Bahia, iniciada em Salvador e encerrada no último domingo (27) em Ilhéus.

O corpo de Frack será trasladado para São Paulo, possivelmente, ainda hoje. O enterro deve ocorrer na próxima sexta (1º), em Osasco, terra natal do músico.

Frack venceu a edição de 2008 do programa do SBT com o grupo adventista ArtPella. Em junho, o músico fez apresentações também em Itabuna, no sul da Bahia, divulgando o CD solo “Alma na voz”. Confira apresentação do Artpella no Astros.

PERSPECTIVA SOMBRIA

O tema é evitado na Prefeitura de Ilhéus, mas é cada vez maior a possibilidade de que os servidores do município fiquem sem o décimo terceiro salário este ano. Ninguém no governo assume a existência desse risco, porém não há uma afirmação oficial categórica de que os pagamentos serão realizados na data estabelecida pela lei, que é 20 de dezembro.

Nos bastidores, a queixa é de que houve um acúmulo de dificuldades ao longo do ano que repercutiram na queda de receita. A principal delas foi a greve do funcionalismo.

Para o servidor que conta com o dinheirinho extra no fim do ano, um aviso:  vale a pena preparar o espírito. Se tiver fé, uma reza também é bem-vinda.

MORRE CALUCHO, DA TEMPO PROPAGANDA

Publicitário, Calucho filiou-se ao PCdoB em 1974.

Publicitário, Calucho filiou-se ao PCdoB em 1974.

O economista e publicitário Carlos Olímpio Martins de Carvalho, Calucho, faleceu nesta quarta-feira (30), em Salvador, vitimado por um câncer. Calucho era sócio da agência Tempo Propaganda, uma das maiores do mercado baiano, e estava internado no Hospital Aliança, na capital baiana.

O publicitário deixa a esposa, Sara, dois filhos e quatro netos. O corpo de Calucho será velado até as 15 horas no Cemitério Jardim da Saudade, em Salvador. Além de publicitário, ele era militante político. Filiou-se ao PCdoB em 1974. Foi esposo da senadora Lídice da Mata, com quem teve um filho.

MULHERES “PROMOVEM” UFC NA CINQUENTENÁRIO

Duas mulheres promoveram uma espécie de UFC na Avenida do Cinquentenário, centro de Itabuna, há pouco. Uma vendedora de chips de uma operadora de celular recebeu cadeirada e depois entrou em “combate” com a rival, atraindo a atenção de quem passava por uma das principais artérias do comércio de Itabuna. A briga foi contida por vendedores de uma farmácia e de uma loja de eletroeletrônicos. Confira flagrante de Ari Rodrigues.

(Foto Ari Rodrigues).

(Foto Ari Rodrigues).

BRASÍLIA COPIOU ITABUNA – E VICE-VERSA.

Lauro Jardim | Veja

Renan Calheiros sentou em cima do projeto que extingue o voto secreto no Parlamento, aprovado na CCJ do Senado na semana passada. Publicamente favorável à manutenção do sigilo nas votações de indicação de autoridades e de vetos presidenciais, Renan agora vem tentando convencer seus colegas de que o texto chancelado pela CCJ é péssimo para o Legislativo.

Renan só vai ceder e pautar o projeto em plenário quando o jogo estiver definitivamente perdido, ou seja, se tiver certeza de que a ampla maioria de seus colegas de fato deseja aprová-lo como está.

Apimentada: Por aqui, há um lobby para que o projeto que acaba com o voto secreto continue paradinho nas mãos do relator, Francisco Edes, o Pastor Francisco (PRB). Ele sustentava em seu parecer – inconcluso – que os colegas da Câmara de Itabuna deveriam esperar a decisão do Senado Federal.

Havia um compromisso do presidente do legislativo local, Aldenes Meira (PRB), para que o projeto fosse à votação até o início de novembro. O espaço está aberto para que o comunista diga se compactua com o pensamento (estranho, pois!) do relator Pastor Francisco.

SALÃO QUE DÁ ÁGUA NA BOCA

(Foto Marco Lessa).

(Foto Marco Lessa).

O Brasil participa de mais uma edição do Salão do Chocolate, em Paris, e leva para a capital francesa o fino do cacau e chocolate produzidos por aqui. O estande do país é o maior no principal evento mundial do chocolate.

A produção na Bahia e no Pará é destaque no espaço brasileiro. O salão reúne cerca de 550 expositores de várias partes do mundo. Começou hoje e vai até o próximo domingo (3).

JUSTIÇA DO TRABALHO DETERMINA REINTEGRAÇÃO DE SERVIDORES EM ILHÉUS

Jabes demitiu mais de 70 servidores ao assumir em janeiro (Foto A Região).

Jabes demitiu mais de 70 servidores (Foto A Região).

Novo round na disputa entre prefeito Jabes Ribeiro e servidores municipais. A juíza da 1ª Vara do Trabalho em Ilhéus, Alice Catarina Pires, determinou a reintegração de 79 servidores concursados demitidos pelo prefeito em janeiro. A ação civil pública foi movida pela APLB e pelo Ministério Público do Trabalho.

A magistrada também determinou, na sentença, o pagamento de salários e vantagens do período em que os servidores ficaram afastados. A multa em caso de descumprimento é de R$ 5 mil diários, revertida ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

Jabes alegou comprometimento da folha de pagamento para demitir os concursados contratados em 2012. Na ação civil, são apontadas contradições do prefeito. Embora alegue despesas com pessoal acima dos 54% do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o prefeito ilheense aumentou o número de cargos comissionados – que são contratados sem concurso.

A remuneração dos ocupantes de cargos de confiança teve aumento que variou de 32,6 a 201%. O município ainda não se pronunciou quanto à decisão da Justiça do Trabalho.

CACAU (CONTINUA) SEM PRESTÍGIO EM BRASÍLIA

Audiência não teve representantes de ministérios nem do Banco do Brasil (Foto Divulgação).

Audiência não teve representantes de ministérios nem do Banco do Brasil (Foto Divulgação).

A audiência pública promovida pela Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados, ontem, reforçou a falta de prestígio do agronegócio cacau em Brasília. O ministro da Agricultura, Antônio Andrade, não compareceu, assim como o presidente do Banco do Brasil, Aldemir Bendine. O encontro também avaliaria os cortes orçamentários sofridos pela Ceplac.

O dirigente do BB afirmou que não poderia se pronunciar quanto à dívida de R$ 1,08 bilhão dos agricultores devido ao “período de silêncio” imposto ao banco pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Esse período vai até 11 de novembro, quando o Banco do Brasil divulgará o seu balanço do terceiro trimestre.

Dos parlamentares da Bahia, compareceram Félix Júnior (PDT), Josias Gomes (PT), Lúcio Vieira Lima (PMDB) e Geraldo Simões (PT), além de Paulo Magalhães (PSD).

Como representantes dos cacauicultores, participaram da audiência Milton Andrade Júnior, presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Ilhéus, Guilherme Moura, presidente da Câmara Setorial do Cacau, e Águido Muniz, do Instituto Pensar Cacau. A Ceplac foi representada por Juvenal Maynart, superintendente do órgão federal na Bahia.

PM DIVULGA EMAIL PARA DENÚNCIAS

pm-baO Setor de Missões Especiais da Polícia Militar divulgou mais um canal para receber denúncias. Além do telefone (73) 3215-7470, o cidadão pode fazer denúncias também pelo email denuncia15bpm@hotmail.com.

De acordo com o comando, a divulgação do email para receber denúncias e informações de crimes visa estimular ações para “reduzir a criminalidade” e estimular a “participação da comunidade”, tendo em vista “o crescente número de ocorrências”.

GOVERNO COMEMORA DEZ ANOS DO BOLSA FAMÍLIA

Da Agência Brasil

A presidenta Dilma Rousseff e vários ministros participam hoje (30) de cerimônia em comemoração aos dez anos do Bolsa Família. Será às 11h no Museu da República.

Vários ministros participam da solenidade, entre eles Guido Mantega, da Fazenda, Alexandre Padilha, da Saúde, e Tereza Campello, do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Também estarão presentes parlamentares e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Hoje, 13,8 milhões de famílias recebem o Bolsa Família, o que representa  50 milhões de pessoas.  Com o programa, 36 milhões de brasileiros saíram da linha de pobreza extrema.

Como parte das comemorações, será lançado às 16h, também no Museu da República, o livro Programa Bolsa Família – Uma Década de Inclusão e Cidadania. A iniciativa é do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e do Ministério do Desenvolvimento Social. O ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos e presidente do Ipea, Marcelo Neri, e a ministra Tereza Campello apresentam a obra. Os artigos reunidos na publicação traçam um panorama da evolução do programa, resgatam as principais contribuições do Bolsa Família para as políticas de assistência social e apresentam dados sobre seu impacto nos indicadores de saúde, educação e proteção social e na redução da pobreza.

ARTISTAS MUDAM DISCURSO SOBRE CENSURA A BIOGRAFIAS

Do G1

Os cantores Roberto Carlos, Gilberto Gil e Erasmo Carlos assumem uma postura diferente da que vinha sendo defendida anteriormente em relação à publicação de biografias, em um vídeo divulgado na noite desta terça-feira (29) pelo grupo Procure Saber, do qual fazem parte, ainda, artistas como Chico Buarque e Caetano Veloso. Assista aqui.

Os cantores continuam defendendo seu direito a privacidade e intimidade, mas têm um discurso novo quando abordam a questão das autorizações prévias, e chegam a admitir que já tiveram uma posição mais “radical”, de acordo com as declarações no vídeo publicado no perfil do Procure Saber no Facebook.

“Quando nos sentimos invadidos, julgamos que temos o direito de nos preservar, e de certa forma preservar a todos que de alguma forma não tem, como nós temos, o acesso à mídia, ao Judiciário, aos formadores de opinião”, diz Gil.

Leia mais

A DECAPITAÇÃO DE TODOS NÓS

professor júlio c gomesJúlio Gomes | advjuliogomes@ig.com.br

 

Juízes? Leis? Promotores? Inquérito Policial? Vara Crime? O que é isso tudo diante do poder do dinheiro do crime organizado? Diante do poder de suas relações políticas? Do poderio dos fuzis automáticos e metralhadoras a serviço das facções criminosas?

 

A decapitação do marido de uma policial militar ocorrida dia 29/10 no Rio de Janeiro serve, infelizmente, para mostrar o quanto todos os tipos de limites já foram ultrapassados pelo crime organizado no Brasil.

Foi muito mais do que um assassinato: foi a execução cruel, planejada e desumana de alguém absolutamente inocente, que apenas queria viver neste Brasil, com sua esposa e familiares.

Aqueles que o executaram tinham várias certezas. Primeiro, repise-se, a da total inocência da vítima. Mas isto em nada lhes importava. Segundo, a certeza de que ao matá-lo estariam mostrando para todo e qualquer policial e agente do poder público que eles e suas famílias estão dominados pelo crime. E a terceira – e principal certeza – é de que não há, no Brasil, lei alguma capaz de puni-los.

É verdade. A única coisa que este tipo de criminosos ainda teme um pouco é uma tropa de policiais militares bem treinada e bem armada. Com esses reduz-se substancialmente o espaço para o “vamos conversar”, para os “embargos infringentes” da vida, para os jeitinhos.

No mais, tudo lhes soa como uma grande piada. Juízes? Leis? Promotores? Inquérito Policial? Vara Crime? O que é isso tudo diante do poder do dinheiro do crime organizado? Diante do poder de suas relações políticas? Do poderio dos fuzis automáticos e metralhadoras a serviço das facções criminosas?

O Estado brasileiro não poderia, jamais, aceitar uma ação criminosa como aquela que foi cometida no Rio de Janeiro porque ela é uma ação contra o próprio Estado, a intimidá-lo e acuá-lo, contrapondo-se a ele para negar sua existência e validade.

Não há Estado sem polícia, nem no capitalismo nem no socialismo. Nem pode haver ordem e poder estatal sem controle social, sem poder judiciário e sem ordenamento jurídico eficazes. E isto não é uma questão de ordem ideológica, mas de cunho prático, pois simplesmente não há Estado sem tais instituições.

E sem Estado o que existe é a barbárie, o império da força bruta, o salve-se quem puder. O que existe é a negação de todos os princípios de cidadania, o fim do respeito às pessoas, a morte da dignidade humana e, portanto, da própria condição de ser humano.

Não se trata de ser de esquerda ou de direita. Nem católico, evangélico ou ateu. Nem bonzinho ou malvado. Se o marido de uma policial militar é barbaramente executado porque sua esposa, na condição de agente do Estado, contrariou os interesses econômicos de uma organização criminosa, o que resta para nós outros? Quanto valem as nossas vidas? E a de nossos familiares?

Por isso, faz-se necessário que as pessoas se posicionem – enquanto ainda é possível: valorizando o Trabalho; afirmando os valores da Família, seja ela como for; apoiando os órgãos do Estado que se opõem à ação do crime; deixando de alimentar economicamente suas engrenagens, entre outras ações.

Se não conseguir fazer nada disso, pelo menos pare de apoiar criminosos, tratando monstros como se fossem pobres coitados.

É o que se pode fazer, enquanto não nos tornamos a próxima vítima.

Júlio Gomes é professor e advogado graduado pela Universidade Estadual de Santa Cruz.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia