“Boca” de feriadão, quem pega a estrada em direção às praias de Ilhéus deve ter muita paciência. O trânsito no trecho da BR-415 que liga as duas cidades é intenso e os motoristas reclamam da ausência de patrulheiros da Polícia Rodoviária Federal. Desde que assumiu o policiamento dessa estrada, antes patrulhada pela polícia estadual, a PRF desativou o posto existente entre a Uesc e o Banco da Vitória, dando a impressão de que a fiscalização perdeu eficiência.

Dentro da área urbana de Ilhéus, a situação não é melhor. Um motorista reclamava há pouco de ter passado quase 30 minutos para atravessar os cerca de 2 quilômetros da Avenida Princesa Isabel, que liga a Avenida Itabuna à Ponte Lomanto Júnior, por onde se consegue acesso às praias da zona sul.

Tá fácil não.