Lula e Wagner participaram da inauguração da fábrica, ao lado do diretor do Grupo Petrópolis, Walter Faria (foto Pimenta)

Lula e Wagner participaram da inauguração da fábrica, ao lado do diretor do Grupo Petrópolis, Walter Faria (foto Pimenta)

O Grupo Petrópolis inaugurou nesta sexta-feira (22) a fábrica da cerveja Itaipava em Alagoinhas, marcando uma nova etapa no processo de expansão da marca, que pretende conquistar o mercado nordestino. O primeiro passo foi a instalação da fábrica baiana, responsável por abastecer também os estados de Sergipe e Alagoas; o próximo será a inauguração de uma nova planta industrial, na cidade de Itapissuma-PE, a 45 quilômetros de Recife, prevista para maio de 2014.

A empresa, vice-líder do setor no país, com 11,36% de participação no mercado, tem um planejamento com foco na presença em todo o território nacional até 2020. Com a fábrica de Itapissuma, a Itaipava cobrirá o restante do Nordeste, somando 86 centros de distribuição.

A inauguração da fábrica de Alagoinhas foi marcada por um megaevento, apresentado pelo empresário e comunicador Roberto Justus  e com a presença de autoridades como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o governador Jaques Wagner, além de celebridades do mundo esportivo, entre elas a ex-jogadora de basquete Hortência e o lutador Júnior Cigano, patrocinado pelo energético TNT, um dos produtos do Grupo Petrópolis. O evento foi encerrado com uma festa animada pelo grupo Babado Novo.

A fábrica, construída em 11 meses, recebeu investimento de R$ 600 milhões e gera 500 empregos diretos somente em sua planta. Outros 3.500 empregos são estimados na logística de distribuição da cerveja. A unidade de produção conta com tecnologia de ponta, que reduz em 50% o consumo de água, além de reciclar 98% dos resíduos.

A empresa chega à região com uma arrojada estratégia de marketing, ancorada no mote “Sou 100% você, Bahia”. Além de dar nome às arenas Fonte Nova e Recife, a Itaipava pretende investir em uma série de eventos temáticos, como ressaltou o diretor de mercado do Grupo Petrópolis, Douglas Costa. “Teremos ações de marketing bastante agressivas, que no momento ainda não podem ser reveladas”, declarou.