Política com Vatapá | A Tarde

Muitos são os casos hilários entre os homens da mídia. O cronista Sérgio Porto, que se notabilizou por colecionar incontinências verbais de todo o Brasil – compiladas, após certo tempo, no Febeapá, Festival de Besteiras que Assola o País – , mantinha coluna diária, assinada com o pseudônimo de Stanislaw Ponte Preta, no jornal carioca Última Hora, onde expunha a bobageira nacional.

As três que seguem foram publicadas em 1965.

1 – Manchete do Diário de Itabuna reclamando contra os desastres de automóvel em Itabuna (BA): “Atenção, Srs. motoristas: menos desastres, sim?”.

2- Frase de locutor de uma rádio de Goiânia (GO) não identificado: “Os festejos do aniversário de Goiânia transcorreram com toda aquela tensão que paira sobre este acontecimento inédito que ocorre todos os anos”.

3 – O jornal Tribuna do Norte, de Natal, noticiou caso envolvendo um sujeito que foi preso em “amassos” com três domésticas, numa rua próximo a um quartel militar, às 3h da madrugada. Em determinado trecho, o redator escreveu:

“Quando a radiopatrulha chegou, os quatro já estavam em adiantado estado de obscenidade”.