WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia





janeiro 2014
D S T Q Q S S
« dez   fev »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

editorias






:: 19/jan/2014 . 13:42

POETISA GRAPIÚNA TEM RECONHECIMENTO DA “DIVINE ACADÉMIE”, EM PARIS, FRANÇA

Ceres Marylise declamando na Casa das Artes, em Bento Gonçalves (RS).

Ceres declamando na Casa das Artes, em Bento Gonçalves (RS).

Divine Académie Française des Arts, Lettres et Culture, de Paris, na França, acaba de escolher a poetisa grapiúna Ceres Marylise, como integrante da instituição, em reconhecimento à qualidade da obra poética da autora.

Fundada em outubro de 1995, a Divine Académie, presidida atualmente por Diva Pavesi, costuma selecionar para seus quadros “pessoas que se destacam pelos serviços prestados às artes e à cultura”.

A produção de Ceres (que, na opinião do crítico Hélio Pólvora, “devolve a poesia ao seu estado natural, emotivo, encantatório”) foi publicada apenas em antologias e pela internet (o primeiro livro está em fase de negociações com a Editora Mondrongo), mesmo assim tem encontrado ampla repercussão, no Brasil e no exterior.

Além da Divine Académie, mais provas do bom momento vivido pela escritora: em março, ela toma posse na Academia de Letras e Centro Cultural Castro Alves e Casa do Poeta Latino-Americano, em Porto Alegre/RS; em abril, também em Porto Alegre, será homenageada na festa Mulheres Notáveis, com o Troféu Cecília Meireles, Categoria Especial; em agosto, recebe na Academia de Letras de Itabira o Troféu Carlos Drummond de Andrade; em novembro do ano passado, teve aprovada na Câmara de Vereadores de Itabuna uma moção de aplauso, proposta pelo vereador César Brandão.

Ceres Marylise Rebouças de Souza (professora universitária aposentada, nascida em Ubaitaba) terá, ainda este ano, o lançamento de uma seleção bilíngue (português-francês) de sua poesia, por sugestão da Aliança Francesa.

SISU E TOLERÂNCIA ZERO NA UESC

Alunos aprovados no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) estão enfrentando grandes dificuldades para assegurar matrícula em cursos da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), principalmente se forem de escolas públicas.

A universidade está exigindo o original de histórico escolar, certificado ou diploma de conclusão do ensino médio para garantir a vaga, porém as escolas pedem prazo de, no mínimo, trinta 30 dias para entregar a documentação.

Alguns dos colegiados de cursos da Uesc não têm aceitado atestados de conclusão e muitos dos aprovados no Sisu temem perder a vaga. A redação do Pimenta recebeu várias ligações de alunos que estão se sentindo prejudicados pela “tolerância zero” da universidade.

Outros têm recorrido a documentos autenticados de conclusão do Ensino Médio ou do Fundamental para entrar com a solicitação de matrícula, mas mesmo assim são informados de que correm o risco de ficar sem a vaga. Se o documento é autenticado, a quem interessa esse “jogo duro”?

APREENSÕES DE DROGAS E ARMAS EM ITABUNA

Eduardo, Renival e Ricardo Batista foram presos com armas

Eduardo, Renival e Ricardo Batista foram presos com armas

O 15º Batalhão da Polícia Militar apreendeu sete armas de fogo e dois quilos de drogas, desde o início da semana até este sábado (18). A maior parte das armas foi localizada em bairros periféricos de Itabuna, como Zizo e Novo Horizonte. Uma arma e metade da droga apreendida durante a semana estavam na cidade de Itajuípe, que também faz parte da área coberta pelo batalhão.

Neste sábado, a primeira apreensão ocorreu às 10 horas, após abordagem de suspeitos no Novo Horizonte. A polícia recebera denúncia anônima de que um grupo armado ameaçava pessoas da comunidade. Um dos envolvidos, Renival Reis dos Santos, foi preso no local, com uma pistola Taurus, calibre 380, com nove cartuchos intactos.  Juntamente com Renival, foi detido Eduardo Soares de Oliveira, ambos apresentados à 6ª Coorpin.

Também neste sábado, a PM prendeu, no bairro do Zizo, Jonathan Bezerra Calixto, vulgo Ninho do Zizo.  Ele estava com um revólver 38 com três cartuchos intactos. No bairro Corbiniano Freire, outra prisão de suspeito com arma de fogo: Ricardo Batista Santos Oliveira portava um revólver calibre 38 com seis cartuchos intactos.

 

PF CAÇA QUADRILHA QUE DESVIOU R$ 73 MILHÕES DA CAIXA

A Polícia Federal prendeu neste sábado, 18, em Estreito (MA), o suplente de deputado federal Ernesto Vieira Carvalho Neto, suspeito de integrar uma quadrilha que teria desviado R$ 73 milhões da Mega Sena, jogo de loteria da Caixa Econômica Federal. Uma operação contra o suposto esquema foi deflagrada pela Polícia Federal.

O banco relatou à PF que se trata da maior fraude já sofrida em toda sua história.O dinheiro do “falso prêmio” foi depositado em uma conta bancária aberta no fim do ano passado em Tocantinópolis (TO) no nome de uma pessoa fictícia. Em seguida, o dinheiro foi transferido para diversas contas.

Ernesto Vieira Carvalho Neto disputou a vaga de deputado em 2010 pelo PMDB do Maranhão na chapa da governadora Roseana Sarney (PMDB).

Segundo os investigadores relataram ao Estado, ele teria comprado um avião com o dinheiro desviado da Caixa e teria a intenção de usá-lo numa fuga. A PF não informou os nomes de nenhum dos envolvidos.

Leia mais


CAVALO MORRE APÓS SOFRER DESCARGA ELÉTRICA

Cavalo não sobreviveu ao choque elétrico (foto Oziel Aragão/Plantão Itabuna)

A noite deste sábado (18) foi triste para o vaqueiro Thiago Dias Santos, de 32 anos. Ele estava com seu cavalo em frente a um bar da Avenida Cinquentenário, em Itabuna, quando o animal encostou em um poste metálico e sofreu uma descarga elétrica. O choque matou o animal.

Thiago, que também sentiu a descarga, conseguiu saltar do cavalo. Segundo o Plantão Itabuna, o vaqueiro disse que tentou puxar o animal para longe do poste, mas não teve como salvá-lo. Após o episódio, uma equipe da empresa Meta, terceirizada da Coelba, esteve no local para corrigir o problema na rede elétrica.

Moradores das imediações disseram que outras pessoas já receberam descargas elétricas ao encostar no mesmo poste.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia