Azevedo é denunciado pelo MP.

Azevedo: gulodice denunciada.

O Ministério Público Estadual (MP-BA) denunciou 11 pessoas (um time de futebol completinho) pelo envolvimento na Máfia dos Alvarás de Táxi em Itabuna, no período de 2009 a 2012. Alvarás eram comercializados ilegalmente por valores que variavam de R$ 2 mil a R$ 20 mil.

A lista é encabeçada pelo ex-prefeito Capitão Azevedo, o então secretário de Transporte e Trânsito Wesley Mello, e o presidente do Sindicato dos Taxistas, Eduardo Cardoso, além da secretária particular de Azevedo, Joelma Reis.

Outros denunciados que pilotavam o esquente de alvarás foram Dijalma Pereira Sampaio, funcionário do Sindicato dos Taxistas, e o ex-diretor de Transporte, Carlos Abílio Araújo Pereira.

Ainda no esquema de venda de alvarás foram denunciados Kamilla Marques da Silva Souza Cerqueira, Raimundo Carvalho, Anderson Santana Rocha, Silvanei da Hora Cunha e Thamiles Castro Silva.

A edição desta semana d´A Região explica como funcionou o esquema que engordou contas bancárias de integrantes do último governo e de pessoas ligadas ao Sindicato dos Taxistas.