Geraldo: caso prescrito.

Geraldo: caso prescrito.

A lista do Tribunal de Contas da União (TCU) com políticos que correm o risco de ficar inelegíveis tem nomes conhecidos dos sul-baianos, dentre eles os ex-prefeitos itabunenses Fernando Gomes e Geraldo Simões.

Geraldo figura por falta de prestação de contas de um convênio de seu primeiro governo (1993-1996). O parlamentar entrou com recurso no próprio tribunal e, na Justiça Eleitoral, acabou sendo absolvido.

Outro tribunal, o eleitoral baiano (TRE-BA), considerou o processo prescrito, liberando-o já em 2010. E, ainda no TCU, o caso será submetido a análise. Já Fernando, está impedido de disputar eleição até o final desta década.

A lista do TCU traz 496 nomes baianos.