Pedro Damião estrangulou vítima e dormiu ao lado do corpo.

Pedro Damião estrangulou vítima e dormiu ao lado do corpo.

O homem que estuprou, matou e arrancou o pênis do menino Janderson dos Santos Mota, de 6 anos, foi apresentado no Departamento de Homicídios em Salvador, ontem à tarde. Pedro Damião Cruz de Sena, 41, havia sido preso na quarta (23) em um ponto de ônibus próximo ao terminal rodoviário de Itabuna, para onde fugiu após o crime cometido no último dia 14, em Pernambués, na capital baiana.

De acordo com a delegada Jamila Cidade, o criminoso era foragido do Hospital de Custódia e Tratamento de São Paulo, por ter estuprado e matado uma criança de 9 anos, em 2004. Contra Pedro Damião, havia mandado em aberto, expedido pela Vara de Execuções do Estado de São Paulo.

De acordo com o depoimento dele à delegada, o estuprador conquistou a confiança da família e de Janderson. No dia do crime, Pedro convidou o menino para um passeio a um shopping da capital baiana, mas a criança foi levada para um casa em Pernambués. Para não gerar desconfianças, disse que ele e o garoto precisariam tomar banho antes do passeio.

DORMIU AO LADO DO CORPO

O ataque ao garoto começou quando Janderson tirou a roupa para o suposto banho. Pedro Damião disse ter inalado solvente antes do crime. Ao ver a criança se despindo para o banho, segurou-a pelo pescoço, violentando-a sexualmente. O garoto foi sufocado até morrer. Pedro disse que dormiu ao lado do corpo, somente descoberto na última sexta (18), por causa do forte odor sentindo pela vizinhança.