A coordenação das campanhas dos candidatos Davidson Magalhães e Aldenes Meira, que disputam mandato na Câmara dos Deputados e Assembleia Legislativa, respectivamente, determinou a suspensão das atividades na tarde desta quarta-feira (13), logo após a confirmação da morte do candidato do PSB à Presidência, Eduardo Campos. Com isso, militantes foram temporariamente dispensados e não houve circulação de carros de som.

Em Itabuna, além dos políticos, instituições como Amurc, Associação Comercial e Câmara de Vereadores emitiram notas de pesar. Na Câmara, houve um minuto de silêncio no início da sessão plenária.

Em sua página no Facebook, Aldenes Meira registrou que recebeu a notícia com perplexidade e observou que “o Brasil perdeu um grande cidadão e está de luto”.

São manifestações que repercutem o clima de comoção nacional. O site da presidente Dilma Rousseff substituiu sua página inicial por uma imagem do político pernambucano e a frase: “Todo o Brasil está em luto pela morte de Eduardo Campos”.