Felipe Victor Barros é acusado do crime (Reprodução).

Felipe Victor Barros é acusado do crime (Reprodução PS da Bahia).

Lucas, a vítima (Foto Reprodução).

Lucas Dias, a vítima.

O estudante Felipe Victor Barros, de 27 anos, acusado de matar o personal trainer Lucas Sousa Dias, foi preso hoje no Brás, em São Paulo. Um mandado de prisão preventiva havia sido expedido pela justiça na quinta (25).

Felipe foi preso com o auxílio de policiais do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) da polícia paulista, segundo o site Políticos do Sul da Bahia.

Na última segunda (22), Felipe havia se apresentado à Delegacia de Homicídios e, em depoimento ao delegado Marlos Macedo, negou que tivesse matado o personal trainer, crime ocorrido na sexta (19). Um dia depois, familiares e amigos de Lucas foram às ruas pedir justiça (relembre aqui).

Após o depoimento, Felipe foi liberado por ter se livrado do flagrante, mas a polícia começou a monitorá-lo. Com o auxílio da polícia civil paulista, o acusado acabou preso hoje.