WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




alba



bahiagas





outubro 2014
D S T Q Q S S
« set   nov »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

editorias






:: 22/out/2014 . 18:17

DILMA TEM 44% CONTRA 41% DE AÉCIO EM MINAS, DIZ VOX POPULI

imageMinas 247

A presidente Dilma Rousseff (PT) lidera as intenções de voto no reduto eleitoral do seu adversário Aécio Neves (PSDB). De acordo com pesquisa Vox Populi, a petista alcança 44% do eleitorado mineiro contra 41% do tucano, que governou o estado de 2003 a 2010.

A estatística é referente à votação estimulada, quando são apresentados os nomes dos candidatos.No primeiro turno da eleição, Dilma também venceu Aécio em Minas por 43% dos votos válidos contra 39% do senador. O estado é o segundo maior colégio eleitoral do País e será decisivo na votação deste segundo turno.

Conforme o levantamento, Dilma vence por 50% a 35% entre os eleitores mineiros com renda de até dois salários mínimos. Na faixa entre dois até cinco salários mínimos, o tucano vence a petista por 43% a 42%. Aécio também alcança mais votos entre os mineiros com renda superior a cinco salários mínimos (52% a 35%).

A pesquisa foi realizada com 1.600 eleitores, em 91 municípios mineiros, no dias 19 e 20 deste mês. O levantamento tem margem de erro de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos e foi protocolado na Justiça Eleitoral sob o número BR-001150/2014. O nível de confiança é de 95%

UMA GOTA DE SANGUE AZUL

sócratesartigoSócrates Santana | soulsocrates@gmail.com

A partir da aprovação da lei contra a prática de nepotismo, a noção entre público e privado no país passou a figurar com mais rigor pelos corredores do poder. O uso de recursos públicos para benefício pessoal ou familiar também ganhou contornos de crime, mas, infelizmente, ainda batalha para obter a alcunha consensual de imoral.

Se, por um lado, uma parcela da sociedade mostra ojeriza às cotas para negros nas universidades públicas, por outro, revela naturalidade ao enobrecer privilégios como se fossem direitos hereditários. É o caso explícito de 60 famílias no Brasil, que se enraizaram nas entranhas da cultura política deste país e, a cada eleição, apresentam para o eleitor a sua árvore hereditária como se fosse uma credencial para ocupar qualquer cargo público, inclusive, a Presidência da República.

Há alguns anos, o sociólogo Demétrio Magnoli dedicou 400 páginas para identificar as políticas de promoção da igualdade racial no Brasil com a organização social norte-americana e o nazismo. Deu ao livro o título Uma gota de sangue: história do pensamento racial. Faz críticas a classificação dos seres humanos a partir do critério de raça e defende o conceito de nação contra o que chama de “construção ideológica de uma nação negra”. Trata-se de uma refinada argumentação contra uma política de “exceção” supostamente em curso no país. É, sem dúvida, o mais tergiverso manuscrito conceitual contra o modo petista de governar, mas, também é o maior exemplo para quem – erroneamente – classifica como iguais PT e PSDB.

Ao contrário do que muitos pensam o sociólogo paulista não só deu argumento para os nobres atacarem o ato “discriminatório positivo” deste governo, mas, também distinguiu de maneira singular a política de desigualar os desiguais até se tornarem efetivamente iguais, mediante a geração de desigualdades em sentido inverso ao ato discriminatório no Brasil. É tudo uma questão de tempo, literalmente. Sendo assim, o que se vê é uma completa dissimulação da ordem cronológica da história, onde “os que mandam simulam as virtudes dos que servem”, como diria Friedrich Nietzsche.

:: LEIA MAIS »

DATAFOLHA: 46% DEIXARIAM DE VOTAR NO DOMINGO SE NÃO FOSSEM OBRIGADOS

eleições 2014Se o voto não fosse obrigatório no Brasil, 46% dos eleitores do país não iriam votar no próximo domingo, e 53% compareceriam às urnas. Quanto mais baixa a escolaridade do eleitor, menor sua disposição para votar: entre os eleitores com ensino fundamental, 46% iriam votar se não houvesse obrigatoriedade; entre aqueles que estudaram até o ensino médio, o índice sobe para 52%; e entre os que estudaram até o ensino superior, alcança 68%. Entre os eleitores de Dilma, 58% iriam votar se o voto não fosse obrigatório, índice similar ao registrado entre os eleitores de Aécio (56%).

A fatia do eleitorado que não votaria se não houvesse obrigatoriedade alcançou 57% em maio deste ano, e desde então vem caindo. Em julho, recuou para 54%; no final de agosto, foi a 50%; e agora, com a proximidade da eleição, fica em 47%.

A obrigatoriedade do voto tem o apoio, atualmente, de 40% dos eleitores brasileiros. A maioria (55%) é contrária, 4% são indiferentes, e 1% não tem opinião sobre o tema. Na comparação com levantamento realizado no final de agosto, o apoio à obrigatoriedade ficou igual (40%) e posição contrária teve oscilação negativa (era de 56%). Informações do Datafolha.

ANÁLISE ATUCANADA

marco wense1Marco Wense

O bom jornalista José Roberto de Toledo, na edição eletrônica do Estadão de hoje, quarta (22), diz que “a disputa presidencial continua imprevisível”, o que concordo 100%.

Analisando a última pesquisa do Datafolha, que coloca Dilma com uma vantagem de quatro pontos (47% versus 43%), Toledo tenta animar o tucanato dizendo que “Aécio não perdeu pontos mais, o ponto extra para a petista vem dos indecisos, que saiu de 6% para 4%”, o que concordo novamente.

Para o ilustre jornalista, “há indecisos suficientes para, em tese, Aécio empatar com Dilma”. Aí, meu caro Toledo, tenha santa paciência. Quer dizer que os 100% dos indecisos vão votar no tucano? Não vai sobrar nada para Dilma, nem um pontinho?

Toledo, Toledo, mais devagar, ou melhor, devagarzinho, como diria o poeta e compositor Martinho da Vila.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

EMPREENDIMENTO NAVAL GERA 5 MIL EMPREGOS NO RECÔNCAVO BAIANO

Enseada gera cerca de 5 mil empregos no Recôncavo Baiano (Foto Carla Ornelas).

Enseada gera cerca de 5 mil empregos no Recôncavo Baiano (Foto Carla Ornelas).

Com 80% das obras já concluídas, a Enseada Indústria Naval é considerado o maior projeto privado da Bahia dos últimos dez anos. Localizado às margens do Rio Paraguaçu, na Baía do Iguape, em Maragogipe, o empreendimento tem movimentado a economia e ampliado as perspectivas de desenvolvimento na região do Recôncavo, desde o início das obras, em março de 2012.

Atualmente, cerca de cinco mil trabalhadores – 70% dos quais da região – fazem parte do quadro de funcionários. Parte trabalha na linha de produção da Enseada e, a outra, no Consórcio Estaleiro Paraguaçu, responsável pelas obras. Seis dos 29 navios-sondas que serão utilizadas pela Petrobras para exploração do pré-sal serão construídas em Maragogipe.

No dia 10 de outubro, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) concedeu a Licença de Operação (LO) à Enseada. Desde então, o empreendimento, que é formado por três grupos nacionais e um japonês, tem autorização para iniciar a produção. Entre os equipamentos que estão sendo montados na Enseada se destaca o maior guindaste do Brasil, com 150 metros de altura, equivalente a um prédio de 50 andares.

PRIMEIRA ENCOMENDA

De acordo com o gerente de obras, Marcus Holanda, a primeira encomenda está prevista para ser entregue à Petrobras em julho de 2016. O navio-sonda Ondina é o primeiro a ser construído. Os outros cinco navios – Pituba, Boipeba, Interlagos, Itapema e Comandatuba – estão programados para a entrega gradativa no decorrer dos próximos cinco anos. “Temos investido no treinamento e qualificação da mão de obra local para que a gente consiga garantir o compromisso que temos com o governo com a Bahia. A vinda para cá foi bastante estimulada”.

Segundo o secretário da Indústria, Comércio e Mineração, James Correia, o estaleiro, a exemplo da Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol) e o Porto Sul – os dois em andamento na Bahia – integram o conjunto de projetos estratégicos delineados pelo governador Jaques Wagner. “Este estaleiro deve se tornar um dos maiores do Brasil. É a redenção para a região do Recôncavo.

SOUTO AINDA NÃO SABE EXPLICAR DERROTA “TÃO GRANDE” PARA RUI COSTA

Souto: continua sem explicação.

Souto: continua sem explicação.

O ex-governador Paulo Souto (DEM) disse que ainda não sabe “explicar uma diferença tão grande” imposta pelo adversário Rui Costa (PT), que o derrotou em 5 de outubro.

– Não houve nenhum erro grave. Uma parte da população, de alguma forma, estava votando na candidata do governo (Dilma Rousseff) e acabou tomando essa decisão [de votar em Rui Costa, que é do mesmo partido] – disse ele em entrevista ao programa Cacá Ferreira, da Rádio Difusora de Itabuna.

Para ele, só o voto “casadinho” seria a hipótese mais aceitável para o resultado imposto por Rui. Souto foi derrotado ao governo baiano pela terceira vez consecutiva. Antes, havia perdido a peleja, sucessivamente, para Jaques Wagner (PT).

Souto disse ter feito uma campanha “alegre, com muita tranquilidade”. E completou: “de modo que não consigo fazer uma análise que indique [as razões da derrota]”.

O democrata estará em Itabuna nesta quarta (22) para participar de uma carreata em apoio ao candidato a presidente da República pelo PSDB, Aécio Neves, à tarde.

Souto evitou falar de aposentadoria política. “O dia de amanhã ninguém sabe. Digo, nesse momento, que vou continuar presente nas coisas da Bahia”.

EMPRESÁRIOS SUL-BAIANOS PARTICIPAM DA MAIOR FEIRA DE ALIMENTOS DO MUNDO

Empresários e Claudiana, do Sebrae, participam de feira em Paris (Foto Divulgação).

Empresários e Claudiana, do Sebrae, participam de feira em Paris (Foto Divulgação).

Renata Smith | Sebrae

No município de Una, sul da Bahia, Karlla Costa é dona da empresa Koisas da Roça, que comercializa produtos diversos da agricultura familiar, como chocolates, doces, frutas secas, biscoitos de Araruta e hortaliças orgânicas. Já no município de Ibirataia, Pedro Magalhães, dono da empresa Lajedo do Ouro, produz a amêndoa do chamado Cacau Gourmet, orgânico, e está iniciando uma produção de chocolate fino com boa aceitação no mercado regional.

Neste momento, o que une Karlla e Pedro é o desejo de ampliar os negócios através da participação na SIAL Paris 2014, a maior Feira de Alimentos do Mundo. A missão empresarial reúne 111 empresários brasileiros no evento que vai até amanhã (23), reunindo 6,3 mil expositores de 105 países e com expectativa de receber mais de 150 mil pessoas nesse período. Entre os países de destaque, o Brasil ocupa a 10ª colocação, com mais de 100 empresas expositoras, maioria fruto da parceria com a Agência de Promoção a Exportação (Apex).

Para a empresária, “a grande contribuição ao participar do evento em Paris é poder levar para os pequenos agricultores, novas ideias sobre embalagens e melhor aproveitamento dos produtos industrializados”. Atualmente, seu empreendimento apoia um grupo de 10 pequenos agricultores, assentados em localidades rurais de Una. A proposta, ainda para esse ano, é variar, lançando, juntos, uma coleção de camisetas com linguagem rural e tecnológica.

INTERNACIONALIZAÇÃO

De acordo com a gerente do Sebrae em Ilhéus, Claudiana Figueiredo, que integra a comitiva, os empreendedores sul-baianos estão participando de visitas técnicas, conhecendo novos produtos no mercado internacional e equipamentos com tecnologia de ponta no mundo. “O objetivo é a internacionalização dos negócios, ou seja, assegurar a competitividade em comparação aos concorrentes internacionais”, destaca, ressaltando, ainda, que, as informações que serão trazidas para a Bahia vão ser importantes para a competitividade dos negócios do setor de alimentos.

:: LEIA MAIS »

POLICIAIS FEDERAIS SUSPENDEM PARALISAÇÃO

Policiais federais suspendem paralisação (Foto Arquivo).

Policiais federais suspendem paralisação (Foto Arquivo).

Os policiais federais decidiram suspender a paralisação prevista para começar nesta quarta-feira, 22, em todo o Brasil.

A decisão foi tomada durante uma videoconferência realizada na noite desta terça-feira, 21, com a participação de todos os 27 sindicatos regionais.

O motivo da greve foi a concessão de benefícios pelo Governo Federal aos delegados, sem estendê-los para os demais policiais, por meio da Medida Provisória 657/2014.

Entretanto, segundo a Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), a categoria decidiu suspender o movimento após a intervenção do ministro interino da Casa Civil, Valdir Simão, e do ministro da Secretaria de Relações Internacionais, Ricardo Bezoini, com o objetivo de tentar solucionar a situação.

Em comunicado à categoria, o Governo Federal ressaltou que “o texto da Medida Provisória 657/2014 não altera os requisitos para ocupação dos cargos comissionados atualmente ocupados por agentes, escrivães, papiloscopistas, peritos e servidores administrativos da Polícia Federal”.

Leia mais

COMER FRUTAS E LEGUMES TODOS OS DIAS AJUDA A SER MAIS FELIZ, DIZ ESTUDO

Frutas e legumes Agência BrasilComer dez porções de frutas e legumes todos os dias ajuda a melhorar a saúde física e mental e aumenta o sentimento de felicidade, segundo estudo divulgado hoje (22) pela Universidade de Queensland, na Austrália.

O cientista Redzo Mujdic disse à estação local ABC que seu trabalho comparou as escolhas feitas por cerca de 12 mil pessoas no consumo de frutas e verduras com os níveis de satisfação, estresse, vitalidade e outros indicadores da saúde mental.

“Comer umas cinco frutas e legumes (por dia) faz a pessoa mais feliz”, comentou Mujdic ao referir-se aos pontos analisados.

Além disso, o estudo mostra que os efeitos positivos da maior quantidade de frutas e legumes na alimentação são mais fortes nas mulheres, embora se desconheçam as razões para essa influência.

Mujdic considerou que se a saúde mental está realmente ligada à ingestão e frutas e legumes, os responsáveis pelo desenvolvimento das políticas governamentais deveriam promover maior consumo desses alimentos. Da Agência Lusa/ABr.

NOVA PESQUISA DATAFOLHA REVELA AVANÇO DE DILMA ENTRE INDECISOS

Dilma tem 47% e Aécio aparece com 43% nos votos totais (Foto Site Band).

Dilma tem 47% e Aécio aparece com 43% nos votos totais (Foto Site Band).

Nova pesquisa Datafolha manteve situação de empate técnico na corrida à presidência da República, mas a presidente Dilma Rousseff (PT) conseguiu “pescar” um ponto entre os indecisos. A pesquisa foi feita ontem (21) e os números foram divulgados hoje pela Folha de São Paulo.

Nos votos válidos, Dilma tem 52% das intenções de voto ante 48% de Aécio Neves (PSDB).

O avanço de Dilma é observado quando computados os votos totais. Ela sai de 46% para 47%, enquanto Aécio mantém-se em 43%. A presidente avançou entre indecisos, que eram 6% na pesquisa anterior, divulgada na segunda (20), e caiu para 4%. O percentual de brancos e nulos saiu de 5% para 6% no mesmo intervalo.

A pesquisa também revela que 82% dos eleitores de Dilma acreditam na vitória da candidata à reeleição. Para 78% dos eleitores de Aécio, ele será o vencedor.

ECONOMIA AJUDA DILMA

Os eleitores estão mais otimistas com a economia brasileira, o que pode explicar o avanço da petista. 31% acham que a inflação vai aumentar, mas esse percentual era 50% em setembro e 64% em abril passado. A mesma pesquisa revela que 35% disseram que a inflação ficará como está e 21% acreditam em queda da inflação.

Só 26% acreditam em aumento do desemprego, enquanto 33% acreditam que ficará estável e 31% creem em redução. Só 15% dizem que vai piorar.

AÉCIO É MAIS AGRESSIVO, DIZ PESQUISA

De acordo com o Datafolha, 71% criticaram as acusações (agressividade) na campanha. Para 36%, Aécio é o mais agressivo, percentual que cai para 24% para Dilma.

O levantamento do Datafolha ouviu 4.355 eleitores ontem (21) em 256 municípios e tem margem de erro de 2 pontos percentuais. Está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01160/2014.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia