(Foto Pimenta).

(Foto Pimenta).

O governador Jaques Wagner determinou medidas de “aperto” nas contas públicas estaduais, dentre elas cancelamento de férias de servidores em dezembro, reprogramando-as para janeiro de 2015.

A medida ainda prevê suspensão de compra de bens e celebração de novos convênios e foi publicada no Diário Oficial do Estado no ano passado.

A oposição vê neste ato sinal de que as contas do estado não vão bem.

O governo diz se tratar de medidas de praxe em período de transição de governo. A intenção, por essa linha, seria deixar a máquina azeitada para o sucessor e aliado, Rui Costa, também do PT.