WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
cenoe





dezembro 2014
D S T Q Q S S
« nov   jan »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

editorias






:: 24/dez/2014 . 10:57

WAGNER ATUARÁ NA COORDENAÇÃO POLÍTICA E NO MINISTÉRIO DA DEFESA EM GOVERNO DILMA

Wagner deixará o governo baiano para assumir Ministério da Defesa (Foto Roberto Stucket Filho).

Wagner deixará o governo baiano para assumir Ministério da Defesa (Foto Roberto Stuckert Filho).

A presidenta Dilma Rousseff anunciou, há pouco, o nome de 13 ministros que farão parte da equipe do segundo mandato. Todos os novos integrantes do primeiro escalão do governo devem assumir oficialmente suas funções no dia da posse da presidenta, marcada para as 15h do dia 1º de janeiro.

Aldo Rebelo deixa o Ministério do Esporte, no qual coordenou as ações do governo durante a Copa do Mundo, para assumir a pasta de Ciência, Tecnologia e Inovação. Desde o governo Lula, o deputado assumiu a presidência da Câmara, foi ministro da Coordenação Política e líder do governo e do PCdoB na Câmara.

Jaques Wagner, atual governador da Bahia, será o novo ministro da Defesa no lugar de Celso Amorim. O petista foi eleito deputado federal três vezes e ocupou cargos do primeiro escalão no governo Lula, como o comando do Ministério do Trabalho e Emprego, antes de Ricardo Berzoini, atual titular da pasta de Relações Institucionais. Wagner foi eleito governador em 2006.

Na Educação, foi confirmado o nome de Cid Gomes, atual governador do Ceará. Gomes obteve o primeiro mandato eletivo em 1990 como deputado estadual. Seis anos depois, foi eleito prefeito de Sobral e reeleito para mais um mandato. Em 2006 chegou ao governo do estado, eleito no primeiro turno. O cearense foi responsável pela coordenação da campanha de Luiz Inácio Lula da Silva para o segundo turno da eleição presidencial.

Pelo menos seis peemedebistas foram confirmados no comando de pastas do segundo mandato do governo Dilma. O senador Eduardo Braga (PMDB-AM) assumirá o Ministério de Minas e Energia. O engenheiro vai substituir o também peemedebista Edison Lobão, que comanda a pasta desde o início do governo Dilma.

:: LEIA MAIS »

RUI REÚNE SECRETARIADO E ELENCA PRIORIDADES E LINHA DE AÇÃO DE GOVERNO

Rui Costa em reunião com o novo secretariado (Foto Divulgação).

Rui Costa em reunião com o novo secretariado (Foto Divulgação).

Rui Costa e o seu secretariado se reuniram ontem para alinhar e planejar ações voltadas aos primeiros dias de governo. De acordo com o governador eleito, logo nos primeiros dias de governo cada pasta deverá apresentar o seu planejamento a ser executado em 2015 e as prioridades.

Rui destacou necessidades como o trabalho em equipe, a otimização de recursos e a comunicação. Ele afirma querer aproximar as secretarias para aumentar a troca de informações e parcerias.

– A estrutura do Estado é formada por caixas, um organograma, mas a necessidade do povo não se apresenta em separadamente. Façam o esforço máximo de trabalhar em equipe e de forma transversal – disse ele.

O entendimento da palavra comunicação será ampliado nas diversas ações, desde uma campanha publicitária até a divulgação de inaugurações para deputados da base, por exemplo. Ainda dentro da área, o recém-eleito quer implantar o “governo eletrônico”.

Rui explicou que serviços prestados por Detran, Secretarias de Saúde e Educação devem ser migrados para o ambiente “online”, agilizando a vida do cidadão. “Vamos avançar bastante nisso. Nas escolas, queremos implantar o ponto eletrônico da presença dos alunos para que os pais e responsáveis recebam a informação dos seus filhos”, exemplificou.

Sobre a otimização de gastos, a orientação foi definir prioridades e economizar no que pode ser economizado. “Queremos alocar grande parte dos recursos na atividade fim de cada secretaria. A partir de hoje, os secretários vão iniciar o planejamento para 2015 e, em janeiro, vamos consolidar as prioridades”.

RUY MACHADO REAPARECE NA CÂMARA

ruy-machadoDesde que foi derrotado na disputa pela presidência da Mesa Diretora da Câmara de Itabuna, o vereador Ruy Machado (PTB) não aparecia na sede do legislativo. O retorno ocorreu ontem, vinte e três dias após a eleição.

Ruy, que está de licença médica, correu para a Câmara quando soube da adesão da bancada do Pros ao grupo do presidente Aldenes Meira (PCdoB). Ele ficou irado quando soube do discurso do vereador Carlos Coelho, que fazia parte de seu grupo e agora está ao lado do comunista.

O vereador do PTB não foi ao plenário, onde acontecia a votação do orçamento. No gabinete, recebeu a visita do colega Ronaldo Geraldo (Ronaldão), do DEM, que lhe cobrou o pagamento de R$ 2 mil, fruto de uma aposta em torno do resultado da eleição da Mesa.

Ruy se esquivou da dívida, alegando que houve fraude na eleição. Ele afirmou que só paga a aposta se perder no STF, até onde pretende chegar na tentativa de reverter sua derrota.

unisa






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia