Itabuna foi a cidade mais violenta do país em 2012, segundo estudo (Foto José Nazal).

Itabuna foi a cidade mais violenta do país em 2012, segundo estudo (Foto José Nazal).

Itabuna foi considerado o município mais violento para adolescentes em 2012, conforme dados da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. O município de Itabuna liderou o ranking de homicídios na adolescência em 2012 entre as cidades brasileiras acima de 200 mil habitantes.

O município sul-baiano registrou, naquele ano, 17,11 assassinatos de jovens para cada 1 mil habitantes, segundo o estudo elaborado pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), o Observatório de Favelas e o Laboratório de Análise da Violência da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (LAV-UERJ).

O estudo analisou os dados de criminalidade de 288 municípios. Dos 20 municípios brasileiros onde adolescentes estavam mais vulneráveis em 2012, cinco eram baianos. Além de Itabuna, aparecem Camaçari (9,82 homicídios por 1 mil habitantes), Vitória da Conquista (8,7), Salvador (8,2) e Feira de Santana (6,79).

Quando considerados os dados por estado, lideram o ranking de homicídio e vulnerabilidade, por ordem, Alagoas, Bahia e Ceará, que tem a sua capital, Fortaleza, como a capital mais violenta para jovens no país (9,92 homicídios por 1 mil habitantes). Atualizado às 15h40min

IHA 2012