Vane: programas sociais e geração de emprego para reduzir violência  (Foto Pimenta).

Vane: programas sociais e geração de emprego para reduzir violência (Foto Pimenta).

O prefeito Claudevane Leite (Vane do Renascer) respondeu a questionamentos do PIMENTA em relação aos dados da violência em Itabuna no período de 2009 a 2012, quando o município se tornou tricampeão nacional em homicídios na adolescência. “Os dados trazem preocupação e a prefeitura vem fazendo a parte dela no sentido de reduzir os índices apresentados”, afirmou.

Vane elenca ações como o Programa Cidade de Paz, que atende mais de 2 mil crianças com o Projeto Bom de Bola, Melhor na Escola e o Viv-À-rte. Na avaliação do prefeito, os programas e projetos oferecem oportunidade de inclusão e formação por meio da arte e do esporte.

Segundo ele, estes programas e projetos buscam “mitigar” a vulnerabilidade infanto-juvenil e a violência. “Mas sabemos que essas ações não podem e nem teriam como realizar mudanças nesse cenário de violência no curto prazo”.

O prefeito lembra a responsabilidade do governo estadual na segurança pública e, por outro lado, as limitações da Guarda Municipal, “que não pode fazer policiamento ostensivo, investigar, prender ou fazer enfrentamento direto a bandidos, a não ser em casos de agressão ao patrimônio público ou situações pontuais em que se tenha que preservar a vida”.

Ele cita ainda como estratégia de enfrentamento as Casas das Artes e programas de formação de jovens, em parceria com o governo federal, por meio do Pronatec. “O programa de formação profissional estava abandonado e atende jovens que passam a ter opção de formação artística, cultural e profissional”, disse ao PIMENTA.

Vane crê em redução da violência, também, por meio de geração de emprego. Segundo ele, a Tel Telemática, empresa de telemarketing que se instalará em Itabuna, vai gerar cerca de 1,5 mil empregos já na primeira fase. A ação, considera ele, é reforçada com a destinação de área para que 23 empresas de logística e tecnologia se instalem em Itabuna ou dobrem sua capacidade de geração de emprego.